Decisão de tirar PMs e bombeiros da reforma foi política, diz secretário 68

Do UOL, em São Paulo

08/12/201616h45

A exclusão recente de policiais militares e bombeiros da proposta de reforma da Previdência ocorreu por razões políticas, afirmou nesta quinta-feira (8) o secretário da Previdência, Marcelo Caetano.

Em coletiva com correspondentes estrangeiros, Caetano afirmou que a decisão de retirar as categorias da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) foi tomada por autoridades de escalão mais alto.

Numa alteração feita na véspera, o governo do presidente Michel Temer também voltou a dar aval para que militares continuem acumulando aposentadorias e pensões, o que, pelo texto da reforma, não será possível para o restante da população.

Ele reiterou que governo vai apresentar posteriormente uma lei à parte para reformular a aposentadoria dos militares.

Proposta

O governo apresentou seu projeto de reforma da Previdência nesta semana. Pela proposta de emenda constitucional, a idade mínima para se aposentar será de 65 anos, com pelo menos 25 anos de contribuição à Previdência. Mas, na prática, para receber 100% do valor, será preciso contribuir por 49 anos, mesmo que tenha atingido os 65 de idade.

O projeto ainda vai ser analisado pela Câmara e pelo Senado e só deve entrar em vigor em 2017.

A regra passa a ser a mesma para homens e mulheres. As mudanças valem para trabalhadores de empresas privadas, servidores públicos e políticos. Militares ficam de fora –mudanças para as Forças Armadas devem ser propostas depois, em um projeto de lei, segundo o governo.

Quem já tiver tempo de aposentadoria pelas regras atuais não é prejudicado, mesmo que não tenha dado entrada nos papéis.

Trabalhadores mais velhos vão ter uma regra de transição: homens com 50 anos ou mais e mulheres com 45 anos ou mais terão de trabalhar 50% a mais do que falta hoje para sua aposentadoria. Se faltarem dois anos, trabalhariam três, por exemplo.

Profissionais penalizados?

Questionado se o modelo não penalizaria em excesso quem exerce profissões braçais e a população mais pobre, Caetano ressaltou que há a possibilidade de se aposentar mais cedo desde que se abra mão de ganhar todo o benefício.

“Além disso, quem contribui mais ganha mais”, disse.

Parecer favorável

Nesta quinta-feira, o relator da reforma na CCJ (Comissão de Constituição de Justiça) da Câmara dos Deputados, Alceu Moreira (PMDB-RS), protocolou parecer favorável à constitucionalidade da PEC.

A expectativa é que o relatório seja lido na segunda-feira (12) e votado na quarta-feira (14). Depois do aval da CCJ, a PEC da Previdência precisa ser aprovada em comissão especial da Câmara, para depois ser votada em dois turnos na Casa. Em seguida, deve passar por processo semelhante no Senado.

(Com Reuters)

  1. Viram a PM…..tambem o CG dAs PM e os dep pms gritaram; xingaram e venceram enquanto a civil kkkkkkk seu DGP nem nem abriu a boca.. carta aberta interna resolve? Claro que nao….,agora vai no Datena e na Globo e fala, ja estariamos fora dessa reforma tbem, Que falta faz Dr Blazek.

  2. Exmo. Sr. Dr.. DGP, pelo amor de Deus, faça algo pelos Policiais Civis de São Paulo! Pelo amor de Deus! Isso não é justo. Isso entrará para a História e o nome de sua Exa. também…

  3. OS SEUS PRÓPRIOS PARES DE SANGUE AZUIS CHEGARAM ENTRAR NA JUSTIÇA PARA PODER TER O DIREITO DE TRABALHAR ATÉ AOS 70 ANOS, AGORA AGUENTA SENHORES, E NÃO RECLAMA, PEDIRAM E FORAM CONTEMPLADOS, E A REGRA VAI ESTENDER PARA TODOS, KKKKKKKKKKKKKK, A PARTIR DE AGORA, VAI CRIAR DENTRO DA PC O KIT BENGALA, KIT MULETA, KIT CADEIRA DE RODAS COMUM PARA OS PLEBEU, E MOTORIZADAS PARA OS SANGUES AZUIS HEHEHEHEHEHE, CHUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUPA RATAZANADAS.

  4. Corretíssimo a PM e Bombeiros ficarem fora da reforma,o problema que ignoraram a PC,AGEPEN e GCM!!!

  5. Já era previsto, como já havia comentado aqui. Sou tira e qualquer pouco conhecedor da PM é sabedor que não mexeriam com eles, prá isso são unidos, a coronelada é forte e o governo se caga de medo deles.

  6. Trabalhadora ganha até R$ 963
    a mais com 85/95
    Todos que somarem a pontuação antes
    da reforma entrar em vigor garantirão
    a aposentadoria integral do INSS

  7. DECRETO Nº 62.301,
    DE 8 DE DEZEMBRO DE 2016
    Dispõe sobre o expediente dos servidores nas
    repartições públicas estaduais relativo aos dias que
    especifica e dá providências correlatas
    GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São Paulo,
    no uso de suas atribuições legais,
    Decreta:
    Artigo 1º – Em decorrência das festividades de final de ano,
    os servidores pertencentes à Administração Direta do Estado
    poderão se revezar nas duas semanas que antecedem, respectivamente,
    o Natal e o Ano Novo:
    I – a primeira de 19 a 23 de dezembro de 2016;
    II – a segunda de 26 a 30 de dezembro de 2016.
    Parágrafo único – Às repartições públicas estaduais que
    prestam serviços essenciais e de interesse público não se aplica
    o disposto no “caput” deste artigo.
    Artigo 2º – Em decorrência do disposto no “caput” do artigo
    1º deste decreto, os servidores deverão compensar as horas
    não trabalhadas à razão de 1 (uma) hora diária, a partir de 12
    de dezembro de 2016, observada a jornada de trabalho a que
    estiverem sujeitos.
    § 1º – Caberá ao superior hierárquico determinar, em relação
    a cada servidor, a compensação a ser feita de acordo com o
    interesse e a peculiaridade do serviço.
    § 2º – A não compensação das horas de trabalho acarretará
    os descontos pertinentes ou, se for o caso, falta ao serviço no
    dia sujeito à compensação.
    Artigo 3º – Caberá às autoridades competentes de cada
    Secretaria de Estado e da Procuradoria Geral do Estado fiscalizar
    o cumprimento das disposições deste decreto.
    Artigo 4º – Os dirigentes das Autarquias estaduais e das
    Fundações instituídas ou mantidas pelo Poder Público poderão
    adequar o disposto neste decreto às entidades que dirigem.
    Artigo 5º – Este decreto entra em vigor na data de sua
    publicação.

  8. Bom dia!

    Senhoras e Senhores

    O que estão fazendo com a população é uma vergonha!

    O que estão fazendo com as Polícias Civil e Federal é uma ofensa a nossa dignidade!

    O que estão fazendo com a nossa Constituição Federal é uma falta de respeito e de cidadania!

    O que estão fazendo com o Brasil e as legítimas garantias do povo é uma falta de vergonha!

    Nós Policiais Civis e Federais temos que nos mobilizarmos e atacarmos com o nosso poder de policia à todos aqueles que afrontam a Soberania do Povo.

    Vamos mobilizar a sociedade brasileira e exigirmos a anulação deste pacote de absurdos e indecências que denigre a nossa profissão.

    Vamos usar nossos conhecimentos profissionais para colocar esses políticos bandidos na cadeia.

    Digo à todas as Entidades Sindicais da nossa Categoria: Querem minha ajuda pois me chamem que irei de bom grado ajudar a acabar com essa bagunça.

    Fui à Assembléia na mobilização com meu bonezinho e minha camisa verde pronto pra guerra e o que encontrei, muitos companheiros tristes com essa situação.

    Chega de lamentações Senhoras e Senhores!!
    Agora é guerra contra esses bandidos roubadores dos direitos dos trabalhadores.

    Aqui é Polícia! Vagabundo!

    Caronte.

  9. Quem vai continuar a defender PM ??? hahahahaha Vai ser legal ver coleguinha capacho de milico continando a ser copeira de PM nos plantoes e DPs

  10. A reforma vai forçar a quem ainda não é bandidopol a se tornar. E quem não é vagabundo a ficar. Pro povão vai desestimular o estudo e trabalho e disparar o trafico de drogas. OIDA-SE O BRAZIU , QUEM PUDER VAZA DESTE LIXO

  11. Pedro em 08/12/2016 às 21:53

    Viram a PM…..tambem o CG dAs PM e os dep pms gritaram; xingaram e venceram enquanto a civil kkkkkkk seu DGP nem nem abriu a boca.. carta aberta interna resolve? Claro que nao….,agora vai no Datena e na Globo e fala, ja estariamos fora dessa reforma tbem, Que falta faz Dr Blazek.

    X.x.x.x.x.x.x.x.x.x.

    Realmente. Que falta faz o dr. Blazek.

  12. A nossa luta deveria ser voltada para a aposentadoria atendendo o fator multiplicador dado a insalubridade que recebemos e não como proposto pela adpesp que fixa a idade aos 60 anos.
    O fator nos daria o direito de aposentar aos 25 anos de serviço. Caso o policial queira permanecer no serviço até 65 anos ou trabalhar 49 anos como proposto seria uma decisão de foro íntimo de cada um.

    http://orientacaoprevidenciaria.blogspot.com.br/2012/02/insalubridade-atividade-especial.html?m=1

  13. SE A REFORMA NÃO

    PASSAR

    COM TOTAL E ABSOLUTA CERTEZA

    ACHARÃO OUTROS MEIOS

    EM PRIMEIRO LUGAR

    O STF

    TEM QUE BLOQUEAR

    E LEILOAR TODO O PATRIMÔNIO DOS LADRÕES DO GOVERNO

    SEGUNDO DEVE CORTAR O EFETIVO DO EXÉRCITO PELA METADE

    ACABAR COM OS CURSOS CPOR, NPOR, EFORM – QUE FORMAM OFICIAIS DE BOSTA;

    TERCEIRO CADA MINISTÉRIO DEVERA

    TER GESTÃO DE ECONOMIA

    COM RESPECTIVA QUEDA DE JUROS

    DEVE SER APROVADA A P E C DOS GASTOS

  14. Decisão de tirar PMs e bombeiros da reforma foi política, diz secretário

    SALVO ENGANO

    O TEXTO DA LEI DA REFORMA

    DIZ QUE ESTÃO DE FORA OS MILITARES E AS POLÍCIAS

    AS POLÍCIAS = NÃO SE INCLUI AI A POLÍCIA CIVIL ?

  15. SÓ O QUE SÃO GASTOS COM AS

    FORÇAS ARMADAS

    SÃO BILHÕES

    OS QUAIS COBRIRIAM TODO GASTO DA PREVIDêNCIA SOCIAL

    AS FORÇAS ARMADAS BRASILEIRA

    SÃO UMA PIADA !

    EM TODOS OS MINISTÉRIOS

    HÁ EXCESSIVO DESCONTROLE DAS CONTAS PÚBLICAS

    SE HOVER MELHOR GESTÃO ECONÔMICA

    AÍ SIM A CONTA FECHA

    VEJAM !

    TEM MINISTRO LEVANDO VIDA DE MARAJÁ

    COM SALÁRIO DE MAIS DE R$ 100.000.00

  16. CONCORDO

    COM A FRASE

    CRITICAR É FÁCIL

    AJUDAR NUNCA

    MAS OS POLICIAIS

    SÃO ASSIM MESMO

    GOSTAM DE CRITICAREM

    GOSTAM DE VER O CIRCO PEGAR FOGO

    GOSTAM DA FODELÂNCIA

    SENTEM TESÃO QUANDO VÊ COLEGAS E OUTROS SE FUDEREM

    ESSA É E SEMPRE FOI A LÓGICA DE MILITARES E DEMAIS POLÍCIAIS

  17. A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

    EM PRINCÍPIO ATINGEM DIRETAMENTE

    TODOS TRABALHADORES REGIDOS PELO REGIME DA CLT

    OUTRAS CLASSES E CATEGORIAS

    NÃO SE INCLUEM

    POIS SÃO REGIMES DIFERENCIADOS

  18. REFORMA DA PREVIDÊNCIA

    É LÁ DO GOVERNO FEDERAL

    NÃO TEM NADA HAVER

    COM OS GOVERNOS ESTADUAIS OU MUNICIPAIS

    ESSE ENVOLVIMENTO

    É TOTALMENTE SURREAL

    ACORDOS

    EXTRA PARTE ENTRE GOVERNANTES

    ELES QUE RESOLVAM ENTRE ELES

    ESTÃO QUERENDO TIRAREM QUEM

    DE TROUXAS ?

  19. NÃO ADIANTA

    CRITICAREM O DELEGADO GERAL DE POLÍCIA DE SÃO PAULO

    DEPOIS DO ENVOLVIMENTO DO NOME DO CIDADÃO

    NA LAVA JATO

    O CARA NÃO TEM PEITO

    TERIA QUE SER MUDADO URGENTE

    O DGEPA !

  20. O POSTO MÁXIMO DAS

    POLICIAS MILITARES

    DEVERIAM CHEGAR

    SÓ ATÉ O DE CAPITÃO

    QUE JÁ TÁ MUITISSIMO

    BOM

    DAI PRA DIANTE

    SÃO REGALIAS E MORDOMIAS

    EXCESSIVAS

    DESNECESSÁRIAS

    QUE ONERAM OS COFRES PÚBLICOS !

  21. Vamos poder revezar 1 semana sim e outra não nesse fim de ano? Alguém ta sabendo de algum decreto???

  22. QUERIDO “PAPAI NOEL DE SACO CHEIO”

    EU LI A PROPOSTA ENVIADA PARA A ASSEMBLEIA FEDERAL, E NÃO SE ENGANE, ESTA ESCRITO LA E BEM DEFINIDO, QUE POLICIAL VAI ENTRAR NA REGRA GERAL DE 65 ANOS OU 49 PARA SALARIO INTEGRAL, APENAS ESTÃO DE FORA OS MILITARES E BOMBEIROS……LEIA
    http://www.camara.leg.br/buscaProposicoesWeb/resultadoPesquisa?emtramitacao=Todas&noorgao=&valueOrigem=0&siglaorigem=Plen%C3%A1rio&orgaoorigem=Plen%C3%A1rio&naementa=true&indexacao=true&inteiroteor=false&todasapalavras=PREVIDENCIA&tipoproposicao=%5BPEC++++++++-+Proposta+de+Emenda+%C3%A0+Constitui%C3%A7%C3%A3o%5D&tipoautor=%C3%93rg%C3%A3o+do+Poder+Executivo&partidoautor=&ufautor=&tramitacaoorgao=&partidorelator=&ufrelator=&comissaorelator=&data=07/12/2016&page=true COLE ESSE LINK E LEIA A PEC 287. (ESTAMOS F…FERRADOS).
    VAMOS TER DE FAZER ALGUMA COISA….

    FAVOR NÃO CENSURAREM MINHA POSTAGEM DE NOVO, OBRIGADO…..

  23. SOBRE

    O ASSUNTO EM PAUTA

    EM SENTIDO ESTRITO:

    AS INSTÂNCIAS , ESFERAS

    SÃO TOTALMENTE INDEPENDENTES, DISTINTAS, NÃO COLIDEM

    UMA NÃO INTERFERE NA OUTRA

    ESFERA FEDERAL , ESTADUAL , MUNICIPAL

    CADA UMA TEM SEU REGIME DE PREVIDÊNCIA

    NÃO CONSIGO ENTENDER TODO ESSE ALVOROÇO

    EM RELAÇÃO AO REGIME DE PREVIDêNCIA SOCIAL

    OS MILITARES EM QUE ELES FALAM

    SÃO DAS FORÇAS ARMADAS – FEDERAIS

    O QUE É QUE TEM HAVER COM ESTADUAIS

    E GUARDAS MUNICIPAIS ?

  24. AQUI NESTE

    BLOG

    TEM VÁRIOS ADVOGADOS

    E PROJETOS DE ADVOGADOS

    VEJAM ! SENHORES ADVOGADOS

    A UNIÃO NÃO PODE LEGISLAR

    SOBRE ESTADOS DE MUNICÍPIO

    SÃO ATOS INCONSTITUCIONAIS !

    UMA ESFERA NÃO INTERFERE NA CADA UMA TEM AUTONOMIA PRÓPRIA !

    EU NÃO SABIA QUE EXISTIA ASSEMBLÉIA FEDERAL

    EU SE QUE SÃO ESTADUAIS —–ASSEMBLÉIAS LEGISLATIVAS ESTADUAIS;

    CONHEÇO A

    CÂMARA DOS DEPUTADOS FEDERAIS

    O SENADO FEDERAL

    O CONGRESSO NACIONAL

  25. SE ISSO VIER OCORRER

    ANTE ILEGALIDADES E INCONSTITUCIONALIDADES

    OS FÓRUM RECEBERÃO MILHARES DE AÇÕES

    ATÉ QUE APÓS PREQUESTIONADA A MATÉRIA SAIA UMA JURISPRUDêNCIA

    QUE VIRE REPERCUSSÃO GERAL

    SERVINDO PARA TODAS AS AÇÕES !

  26. NA

    ESFERA FEDERAL

    O PRESIDENTE PODE FAZER O QUE QUISER

    A CÂMARA, O SENADO E O CONGRESSO

    PODEM APROVAREM PEC’S

    NÃO SÃO OBRIGADOS !

    SABEDORES QUE SÃO EM PREJUÍZO AOS TRABALHADORES !

    A INGERÊNCIA EM OUTRAS ESFERAS

    SÃO QUESTÕES DE ILEGALIDADES !

  27. NÃO VEVEMOS

    MAIS A DITADURA

    A

    ONDE OS PRESIDENTES

    MILITARES

    IMPUNHAM, OBRIGAVAM

    ATRAVÉS DA OPRESSÃO, REPRESSÃO, TORTURAS;

    VIVEMOS A DEMOCRACIA

    NINGUÉM VAI ENFIAR GOELA A BAIXO

    NADA QUE PREJUDIQUE O POVO

    NÃO ESTÃO LIDANDO COM IDIOTAS !

  28. A taxa de letalidade relacionada à atividade policial torna a polícia de São Paulo frequente alvo de críticas e debates por parte dos especialistas e gestores públicos, ocasionando, inclusive, a implementação de medidas que têm por objetivo –ao menos em tese– reduzir tal índice, que nos três trimestres de 2016 ultrapassou a marca de 500 mortes, segundo dados oficiais da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. O que pouco se observa, no entanto, é que a polícia que supostamente “mais mata”, é também a que “mais morre”, seja em serviço ou fora do horário habitual de trabalho, em assassinatos que se dão apenas em razão da condição funcional do envolvido.

    Nos últimos anos, neste Estado, a morte de policiais tem se tornado, infelizmente, evento banal e que vai além dos números oficiais. Dados das Corregedorias das Policiais Civil e Militar apontam a morte de 61 agentes civis e militares de acordo com os números publicados mensalmente no Diário Oficial do Estado de São Paulo até novembro deste ano (os dados referem-se sempre ao mês anterior). Destes, 38 morreram durante o período de folga.

    Os critérios muito específicos adotados pelos gestores públicos para quantificar mortes de policiais como morte de agente de segurança em serviço não refletem, portanto, a realidade, visto que muitas mortes de agentes ao não se enquadrar nestes critérios deixam de integrar as estatísticas.

    Dois graves fatores contribuem para a alta taxa de mortes de policiais no Estado. Em primeiro lugar, estamos vivendo, especialmente nas grandes cidades, e mais ainda na região metropolitana, em regiões conflagradas, em típica situação de guerra civil. Os criminosos estão mais organizados e com potencial de letalidade cada vez maior, atirando sempre para matar, mesmo que não haja confronto. Em segundo lugar, o prestígio cada vez menor das organizações policiais é visível, sendo certo que nossos policiais trabalham em seu cotidiano com pouco respaldo legal-institucional dos nossos governantes, convivendo ainda com severas críticas de parte da opinião pública.

    Dois casos, em particular, envolvendo a morte de policiais chamaram a atenção este ano. Em ambos, os profissionais estavam em seu período de folga, sendo que, vítimas de assalto, foram mortos após serem identificados como policiais pelos criminosos. Estamos mesmo em uma guerra, faltando apenas o reconhecimento oficial! Cabe ressaltar que ambos os casos não integraram os números oficiais já que não são reconhecidos como morte de agente de segurança em período de folga, e sim como morte de pessoa comum.

    O alto índice de mortes de policiais não é observado em nenhum outro lugar do mundo, nem mesmo em países grandes e com numeroso contingente de policiais, como os Estados Unidos. Neste país, embora se possa criticar a gestão da segurança pública em alguns pontos, a polícia é vista como uma instituição de prestígio e pela qual o cidadão médio tem muito respeito. Para efeito de comparação, os EUA registraram, em 2014, 122 agentes mortos em todo o país. Em 2015, o número total foi de 123 mortos. Os dados são Relatório Anual da National Law Enforcement Officers Memorial Fund.

    No Brasil, especialmente em São Paulo, o status social de que gozam as polícias de outros países ainda está distante. A lógica aqui parece funcionar às avessas, uma vez que o respeito recai sobre o criminoso que mata policiais. Aqui, em consequência direta do baixo índice de apuração e autoria de homicídios, já que o desaparelhamento da polícia é evidente, o crime compensa, elevando o criminoso ao status de “matador de policiais” e, por consequência, ao topo da pirâmide do mundo do crime.

    É inaceitável que a sociedade paulista continue a conviver com essa realidade, na qual o elevadíssimo número de mortes anuais de profissionais da segurança continue a ser tratado como mais um dado banal nos relatórios governamentais ligados à segurança pública. Se quisermos nos sentir de fato mais seguros em nossas cidades, antes de mais nada, será preciso garantir aos nossos policiais mais respaldo legal, respeito e prestígio junto a toda a opinião pública, visto que, no bojo de nossa democracia, são estes homens e mulheres que possuem a elevada missão de manter nossa paz social. Se a vida deles atualmente tem valido tão pouco, que dirá a nossa?

    fonte uol

  29. Xeque mate para a Polícia Civil, agora acabou. ….. graças a esses Delegados e auxiliares da alta cúpula que sempre pensaram nos seus próprios RABOS. … exceto alguns…. Esse vexame institucional demonstra a tamanha incompetência desses profissionais. .. É a mesma coisa que deixar que um advogado incompetente e insipiente represente seu cliente. …

  30. Sabem qual diferença da POLÍCIA CIVIL para PM, na segunda, eles não têm não põem os interesses individuais em detrimento da instituição, tb não têm rabo preso com ninguém, agora, a primeira, já se sabe a resposta….

  31. Odebrecht delata caixa 2 em dinheiro vivo para Alckmin, diz jornal

    Em delação premiada à força-tarefa da Lava Jato, executivos da Odebrecht disseram que teriam repassado dinheiro de caixa 2, em dinheiro em espécie, para as campanhas de 2010 e 2014 de Geraldo Alckmin (PSDB) a governador de São Paulo. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, o pagamento teria sido feito a duas pessoas próximas a Alckmin. Eles disseram que não chegaram a discutir o assunto diretamente com o governador.

    Ainda conforme a delação, R$ 2 milhões em dinheiro vivo teriam sido repassados ao empresário Adhemar Ribeiro, irmão da primeira-dama, Lu Alckmin, durante a campanha que elegeu o tucano em 2010. Na briga pela reeleição, um dos operadores, segundo a empreiteira, seria o atual secretário de Planejamento do governo paulista, Marcos Monteiro. A Folha não obteve os valores que teriam sido pagos na campanha para a reeleição.

    Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indicam que não há doações diretas da Odebrecht à conta da candidatura de Alckmin em 2010 e 2014. O tribunal registra, na primeira campanha, apenas uma doação oficial de R$ 100 mil da Braskem, braço petroquímico da empreiteira, à direção do PSDB em São Paulo. No ano de 2014, foi informada uma doação de R$ 200 mil da mesma empresa ao comitê financeiro da campanha a governador, valor que foi repassado pelo comitê à conta da candidatura do tucano.

    O codinome de Alckmin nas listas de propina e caixa 2 da empreiteira era “Santo”, segundo informação publicada pela revista Veja. O apelido aparecia associado nas planilhas da Odebrecht apreendidas pela Polícia Federal à duplicação da rodovia Mogi-Dutra, uma obra do governo Alckmin de 2002.

  32. Acabem com os recolhas e com as fontes de propina e a resposta virá no dia seguinte.
    Só assim se conseguirá por fim à essa putaria com a combalida e quase extinta Polícia Civil do Estado de São Alckmin…

  33. Desde 2003 4 bilhoes de reais foram desviados do erário.
    Nesse período 6 mil funcionários públicos foram expulsos, 65℅ envolvidos em corrupção.
    Foram, aproximadamente, 257 operações envolvendo a Polícia, MP, judiciário, receita é órgãos afins.
    Nesse mesmo período eu permaneci firme e forte trabalhando, fazendo bico, pagando 11℅ de previdência, impostos à dar com pau, e suportando todo o custo de vida que é um absurdo nesse país.
    Agora vêm esse mesmo poder público (corrupto) impor um aumento estratosférico nas minhas condições de aposentadoria 14℅ de contribuição, aumento no tempo e na idade, fim da paridade, integralidade quase que impossível, etc.
    Os políticos simplismente festejaram durante todo esse período e agora estão me passandp a fatura… é pra acabar mesmo…
    À partir de agora, no meu horário de trabalho vou brincar de não ver e não ser visto por ninguém… cambada de FDP

  34. Curió cantante disse:
    09/12/2016 ÀS 10:10
    Vamos poder revezar 1 semana sim e outra não nesse fim de ano? Alguém ta sabendo de algum decreto???

    Foi publicado hoje no DOE de hoje, caderno I ou II, página logo inicial.

  35. DECRETO Nº 62.301,
    DE 8 DE DEZEMBRO DE 2016
    Dispõe sobre o expediente dos servidores nas
    repartições públicas estaduais relativo aos dias que
    especifica e dá providências correlatas
    Caderno I

  36. GENTE,, ATÉ O “santo” !, RAPAZ !, DEVERIA SER ENGENDRADA A REPÚBLICA DOS ROEDORES DO ERÁRIO, POIS NELA TERÍAMOS : PRESIDENTE, VICE-PRESIDENTE, SENADORES, DEPUTADOS, GOVERNADORES ,PREFEITOS, VEREADORES E ETC. PELO AMOR DE MEUS FILHINHOS E NETINHOS. ME AJUDEM AÍ Ó !….

  37. Vamos somar e dividir igualitariamente, em conformidade com o previamente acordado, quem trabalhar na semana antecedente do natal, deixa o colega de folga,e depois, quando o colega estiver folga, aguenta a barra sozinho, pois o colega aguentou sozinho na semana que antecde o nata. Isso pode funcionar, aqui no interior.l

  38. GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais, Decreta:
    Artigo 1º – Em decorrência das festividades de final de ano, os servidores pertencentes à Administração Direta do Estado poderão se revezar nas duas semanas que antecedem, respectivamente, o Natal e o Ano Novo: Ver tópico
    I – a primeira de 19 a 23 de dezembro de 2016; Ver tópico
    II – a segunda de 26 a 30 de dezembro de 2016. Ver tópico
    Parágrafo único – Às repartições públicas estaduais que prestam serviços essenciais e de interesse público não se aplica o disposto no “caput” deste artigo. Ver tópico
    Artigo 2º – Em decorrência do disposto no “caput” do artigo 1º deste decreto, os servidores deverão compensar as horas não trabalhadas à razão de 1 (uma) hora diária, a partir de 12 de dezembro de 2016, observada a jornada de trabalho a que estiverem sujeitos. Ver tópico
    § 1º – Caberá ao superior hierárquico determinar, em relação a cada servidor, a compensação a ser feita de acordo com o interesse e a peculiaridade do serviço. Ver tópico
    § 2º – A não compensação das horas de trabalho acarretará os descontos pertinentes ou, se for o caso, falta ao serviço no dia sujeito à compensação. Ver tópico
    Artigo 3º – Caberá às autoridades competentes de cada Secretaria de Estado e da Procuradoria Geral do Estado fiscalizar o cumprimento das disposições deste decreto. Ver tópico
    Artigo 4º – Os dirigentes das Autarquias estaduais e das Fundações instituídas ou mantidas pelo Poder Público poderão adequar o disposto neste decreto às entidades que dirigem. Ver tópico
    Artigo 5º – Este decreto entra em vigor na data de sua publicação. Ver tópico
    Palácio dos Bandeirantes, 8 de dezembro de 2016
    GERALDO ALCKMIN
    Publicado em: 09/12/2016 Atualizado em: 09/12/2016 09:45 62.301.docx

    http://governo-sp.jusbrasil.com.br/legislacao/413549066/decreto-62301-16-sao-paulo-sp

  39. Nossa, quanta falta de letras. Será que é a euforia para minha suposta aposentadoria em breve ???? Amanhã pensarei melhor sobre o assunto.

  40. Escriludida disse:
    09/12/2016 ÀS 17:46
    Vamos somar e dividir igualitariamente, em conformidade com o previamente acordado, quem trabalhar na semana antecedente do natal, deixa o colega de folga,e depois, quando o colega estiver folga, aguenta a barra sozinho, pois o colega aguentou sozinho na semana que antecde o nata. Isso pode funcionar, aqui no interior.l

    CORRIGINDO, TALVEZ DESNECESSARIAMENTE PARA OS SERE PENSANTE: “quando o colega estiver de folga, aguenta” PARA: ‘quando o colega que esteve de folga na semana que antecede o natal, o outro comparecerá na semana que antecede o antecede a virada do ano. E ambos compensarão essas horas. JUSTIFITIVA.: “Na pastelaria”, onde trabalho há somente eu e meu chefe na carreira de escrivão, se um nã tá, o outro tem que tá presente.

  41. Caraio, leiam o PU porra
    Policia e hospital sifu, tá difícil entender heim
    Ahhhh PU é Paragrafo Único

  42. É o fim da Polícia Civil Judiciária.
    O prefeito de Embu das artes é procurado pela justiça, e quem está ao lado do MP é a PM que deveria está fazendo policiamento preventivo.
    O MP tinha que trabalhar Junto a Polícia Civil Judiciária, assim como o MPF está com a Polícia Federal Judiciária.
    Só lamento.

  43. ALGUÉM ACHA QUE OS DELEGADOS ESTÃO PREOCUPADOS?KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ELES ESTÃO NO PARAÍSO!!!!!! QUANTO MAIOR O ESCALÃO, MELHOR AINDA APOSENTAR AOS 90 ANOS!!!!!!!!KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  44. SR. “pc” !, INFELIZMENTE ESTAMOS NO MATO SEM CACHORRO. POIS ESSE DESGOVERNO CONCEDE AUMENTO PARA EMPREGADAS DOMÉSTICAS E ESQUECE DOS POLICIAIS CIVIS E MILITARES. S.M.J., ISTO É UMA AFRONTA….

  45. ¨Força Auxiliar do Exército Brasilerio Policiais Militares de São Paulo – SP – devem fazer greve geral contra reforma da previdência – SÓ QUE PRECISAM SEREM MACHOS IGUAL OS DO RIO DE JANEIRO – RJ
    http://m.cbn.globoradio.globo.com/editorias/economia/2016/12/10/POLICIAIS-AMEACAM-ENTRAR-EM-GREVE-CONTRA-REFORMA-DA-PREVIDENCIA.htm
    URL:http://wp.me/p67Nx-eJT
    https://flitparalisante.wordpress.com/2016/12/10/policiais-devem-fazer-greve-geral-contra-reforma-da-previdencia/
    Militares se aproveitam da crise política para “extorquir” privilégios em prejuízo de servidores civis e trabalhadores privados

    Militares se aproveitam da crise política para manter privilégios

    Militares foram poupados das novas regras, e ainda poderão acumular benefícios, como aposentadoria e pensão por morte
    O ministro da Defesa, Raul Jungmann, tentou nesta quinta-feira (8) convencer a opinião pública de que os militares —categoria excluída até agora da reforma da Previdência— estão dispostos a fazer sua parte para o ajuste das contas públicas.
    Ele não detalhou o que isso significa, mas os dados que apresentou partem de uma premissa arcaica e equivocada
    e demonstram que a caserna não cogita abrir mão dos privilégios dos quais desfruta.
    Hoje, os contribuintes são obrigados a pagar integralmente os salários dos militares por décadas depois que eles deixam o quartel, por causa dos “serviços que prestam ao país”.
    É isso que Jungmann não diz claramente quando afirma que há um “equívoco” na contabilidade do deficit das Forças Armadas, porque as despesas com militares ativos e inativos são um “encargo da União”, custeado pelo orçamento do Ministério da Defesa.
    REFORMA DA PREVIDÊNCIA
    As mudanças propostas na aposentadoria

    A lógica dos militares é que eles não se aposentam, mas entram para a “inatividade”. Hoje, um militar passa para a “reserva” após 30 anos de serviço. Em teoria, fica à disposição para ser convocado em caso de guerra, o que felizmente não acontece no Brasil há muito tempo. Após completar 65 anos, é definitivamente “reformado”.
    Na prática, isso quer dizer que um militar que inicia a carreira aos 18 anos chega à reserva aos 48 anos —uma idade com plena capacidade de trabalho. Se viver até os 75 anos (média da expectativa de vida do brasileiro), os contribuintes pagarão sua remuneração integral durante 27 anos de “inatividade” —praticamente o mesmo tempo que o profissional esteve na ativa.
    O ministro acredita que esse sistema é justo e, por isso, defende que os R$ 18,59 bilhões gastos com militares inativos não devem ser incluídos no deficit previdenciário. Ele diz que o rombo é de “apenas” R$ 13,85 bilhões, valor das pensões deixadas para viúvas e dependentes.
    Se somarmos os dois números, chegaremos aos quase R$ 35 bilhões estimados pelo Ministério da Fazenda para o deficit previdenciário das Forças Armadas. Os militares são hoje responsáveis por metade do rombo de cerca de R$ 70 bilhões da Previdência dos servidores públicos. Se cortarem metade do efetivo das Forças Armadas e Diversos Cursos Inúteis, como: CPOR’S, NPOR’S, EFORM’S, EPCAR, EXPCEX, COLÉGIO NAVAL, CURSOS DE APERFEIÇOAMENTOS, CURSOS DE CABOS, SARGENTOS TEMPORÁRIOS, TEMPORÁRIOS DE HOSPITAIS, DENTRE OUTROS, TEMPORÁRIOS EM COMISSÃO, BILHÕES GASTOS NA CONSTRUÇÃO DE SUBMARINOS NUCLEARES, AERONAVES, ETC… SEJAM:
    REPATRIADOS BILHÕES DOADOS PELA EX- PRESIDENTA DILMA ROSSEF A PAÍSES COMUNISTAS, aí dá para ajustarem às Contas da Previdência.
    É verdade que os militares recebem tratamento diferenciado em vários países do mundo por causa das especificidades da carreira, como a proibição de fazer greve, participar de sindicatos ou concorrer a cargo eletivo. Mas nem de longe os privilégios são parecidos com os que ocorrem no Brasil.
    Um dos méritos da reforma proposta pelo governo Temer é não só aliviar a situação fiscal do país, mas também reduzir a vergonhosa desigualdade do sistema previdenciário.
    Se não for desfigurada pelo Congresso, a reforma vai levar todos os brasileiros a se aposentarem após 65 anos, depois
    de contribuir por quase 50 anos. Nesse novo contexto, os privilégios das Forças Armadas são inaceitáveis.
    Ao sugerir nos bastidores que a reforma da Previdência pode provocar a insatisfação da tropa em um momento delicado para o país, os militares se aproveitam da fragilidade política do governo Temer e do trauma provocado pela ditadura militar para manter seus privilégios.
    Policiais ameaçam entrar em greve contra reforma da Previdência
    Policiais civis e Militares, Forças Auxiliares do Exército, exigem os benefícios oferecidos aos integrantes das Forças Armadas e Patentes de Generais e Marechais.
    http://m.cbn.globoradio.globo.com/editorias/economia/2016/12/10/POLICIAIS-AMEACAM-ENTRAR-EM-GREVE-CONTRA-REFORMA-DA-PREVIDENCIA.htm
    Jurisprudência do STF
    POLICIAIS CIVIS também são PROIBIDOS DE FAZER GREVE
    “…o Plenário da corte também decidiu que POLICIAIS se EQUIPARAM AOS MILITARES e, portanto, são proibidos de fazer greve, “em razão de constituírem expressão da soberania nacional, revelando-se braços armados da nação, garantidores da segurança dos cidadãos, da paz e da tranquilidade públicas”, explicou o ministro Gilmar Mendes”
    http://www.conjur.com.br/2014-abr-07/policiais-civis-sao-proibidos-greve-pois-equiparam-militares
    e têem mesmos direitos, deveres e obrigações.
    Então o mesmo raciocínio deveria servir para os direitos de aposentadoria.
    É UMA COISA ÓBVIA E LÓGICA, MAS TEMOS QUE LUTAR PELO DIREITO ÓBVIO.
    Vice – presidente da Federação Nacional dos Policias Federais diz que se governo não recuar da reforma sem “isonomia” entre as forças de segurança, greve será deflagrada em 2017
    803716831_148857_5525719714093045762A reforma da Previdência anunciada pela equipe de Michel Temer na terça (6), com exclusão de propostas que pudessem atingir carreiras militares, gerou uma crise entre as forças de segurança e alimenta mais uma ameaça à sobrevivência do governo.
    Representantes de aproximadamente 90 entidades de policiais não militares aguardam há mais de duas horas numa sala do Ministério da Justiça, na tarde desta quarta (7), para cobrar apoio do ministro Alexandre de Morais para fazer modificações na reforma.
    Segundo Flávio Werneck, vice-presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, a principal reclamação é que o governo fez o projeto da reforma da Previdência sem tratar as policias com “isonomia”. As entidades se queixam do fato de as forças militares terem sido excluídas do projeto, enquanto os policias não militares ficaram sujeitos, na visão de Werneck, a critérios injustos para acesso à aposentadoria.
    O governo MICHEL TEMER decidiu deixar a categoria de militares e políticos de fora da reforma da previdência. No primeiro caso, a justificativa é a necessidade de aprofundar estudos técnicos sobre a “peculiaridade” das profissões da carreira militar.
    Mas, segundo Werneck, não há porque fazer esse tipo de distinção entre as forças de segurança. Na visão dele, aliás, tampouco é conveniente inserir os policiais não militares numa reforma que prevê 65 anos como idade mínima para acesso à aposentadoria. Isso porque a “tábua de morte”, ou seja, a idade média de vida de um policial na ativa é inferior a 65 anos.
    Para o federal, o ideal é “colocar a reforma num sentido adequado” e abrir espaço para que os oficiais não militares sejam ouvidos em sua busca por tratamento igualitário.
    img_9727 Ao GGN, Werneck disse também que essa não é a primeira vez que as instituições de classe buscam o Ministério da Justiça para pedir esclarecimentos sobre o por quê de não haver tratamento igual entre os militares e as forças não militares, como as policias Civil e Federal.
    Segundo ele, dessa vez foi necessário contratar a Fundação Getúlio Vargas para levantar dados técnicos e fazer plantão no Ministério da Justiça para que o titular da Pasta ouça os anseios de diversas categorias que, no momento, se sentem desprestigiadas.
    Werneck afirmou que se Moraes não receber ou não acolher os pedidos das entidades hoje, um debate deverá ser tentado na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, que deve discutir a reforma da previdência a partir de janeiro – nas contas do senador Lindbergh Farias (PT), que torce para que a proposta seja barrada por representar danos aos trabalhadores.
    Se a CCJ não der espaço aos policiais não militares e o governo não recuar da reforma atual, Werneck apontou que o “enfrentamento” se dará por meio de greve geral a ser deflagrada em 2017.
    Estão negociando com o governo errado, em 2017 pelo que parece, já não estarão ocupando mais o palácio do planalto.
    Agora querem paralisar… Motivado pelos Deltas que só olham para seus umbigos… quando é para melhor a base da piramide, fodem com o restopol e colocam no papel. Quando a previdencia, cago e ando… a medio prazo unifica tudo e todos seremos militares mesmo. É o fim da PC… já estamos fazendo trampo da PM mesmo (buscando flagrante na rua, “produção”)… è o fim ter que levar pra DP 3 pinos e 2 reais só pra fazer número pra delta. Pura patifaria.
    PAPA CHARLIIIIIES FAZEM GREVE O ANO TODO NADA VAI MUDAR JÁ A FORÇA AUXILIAR DO EXÉRCITO TEM A RESOLUÇÃO Nº 57 QUE QUEBROU UMA FLORESTA INTEIRA, EM BREVE O CIRCO COMPLETO TAMBÉM EXÉRCITO NÃO SERVEM PRA NADA, SÓ DESPESA PRO ESTADO E PARA O CONTRIBUINTE.
    O que mais quero ver é o tal ciclo completo! Quero ver PM fazer toda a papelada do flagrante! Vai ser lindo quando esse dia chegar! Sem sobreaviso, sem PM ligando pra passar ocorrência! Vem logo ciclo completo!
    A reforma previdenciária existe, porém penso que o tema de fato só será tratado de verdade quando tivermos um presidente eleito. O que se vê com clareza de sol de meio dia, em tempo sem nuvens, é que o proponente da reforma , o mui digno presidente MICHEL TEMER, não terá tempo para implementar nada, o mesmo esta de saída, com o teor da denúncias contra ele inexiste possibilidade até dele pedir a reforma do penteado da mulher dele. Nos Estados não é diferente o Governador de SÃO PAULO esta sob fogo de denúncias graves, sua voz para reclamar de deficit disto ou daquilo se tornou fraca. Assim não ha espaço qualquer para se falar em reforma.
    PC não tem moral, devemos entrar no comboio da PF, visto que virou “queridinha” do povão.
    Aliás, a PF é a nossa salvação, pois se dependermos de delegado da civil, estamos fu..
    Pura ilusão acreditar que a Polícia Federal tenha poder e vá fazer isso ou aquilo à sua maneira.
    NUNCA FEZ !
    Só saiu da sua inércia secular, sob o comando dos “esquerdopatas”, os “comunistas”, adoradores de Fidel e Hugo Chaves, que mesmo sabedores que seriam investigados, jamais interviram para a auto preservação.
    Agora, quando os TUCANALHAS assumirem a bronca ( El Carécon já se encontra instalado no Ministério da Justiça ), vocês vão ver o tal Poder Independente da Federal, onde irá parar.
    Nós PCs paulistas, sabemos mais do que ninguém, os métodos utilizados por esses larápios com carinha de SANTO, de minar aos poucos, ir desmantelando gradativamente, as instituições que querem trabalhar de acordo com a lei, principalmente quando as leis possam alcançar algum tucanalha recebedor de propina.
    Esses trastes já cooptaram uma parcela significativa e influente da mídia, vão chegar em Brasília e aparelhar o STF, como fizeram com a Magistratura aqui no Tucanistão e daí em diante, só quem estiver ao lado deles e colaborar com seus propósitos, é que será devidamente valorizado.

  46. Encheram os Militares de altos salários e excluíram eles da Reforma da Previdência de medo deles tomar o PODER.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s