PM é preso em flagrante por estuprar jovem em trem de SP  12

PM é preso em flagrante por estuprar jovem em trem de SP 

cptm

Um policial militar foi preso em flagrante na noite desta quinta-feira após estuprar uma jovem de 23 anos dentro de um trem da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). O crime ocorreu por volta das 19h30, na estação São Miguel Paulista, na Zona Leste de São Paulo.

A vítima, que é vendedora, embarcou na estação Brás em direção à Calmon Viana. No meio percurso, entre as estações Ermnelino Matarazzo e São Miguel, sentiu que um homem se esfregava nela. Como o trem estava muito cheio, a jovem não conseguiu mudar de lugar.

Segundo o G1, quando conseguiu se virar, Eduardo Ferreira Gomes, de 37 anos, já estava com a calça aberta. Outros passageiros também testemunharam o estupro. Por lei, todo ato libidinoso violento é estupro, com pena que pode variar de 6 a 10 anos de prisão.

Imobilizado pelas testemunhas, o PM foi levado para a delegacia, de onde foi encaminhado para o presídio da PM Romão Gomes, no Tremembé, na Zona Norte de São Paulo. O PM, que chegou a culpar a vítima, passará por audiência de custódia, quando será decidido se permanece preso ou se será libertado.

  1. CUSTO ZERO? RESIDENCIA, ALIMENTAÇÃO, TRANSPORTE E OUTROS…

    Alckmin congela seu salário e de mais de 7 mil servidores do Estado
    Decisão do governador de São Paulo vai gerar uma economia entre R$ 406 milhões e R$ 480 milhões
    DA ESTADÃO CONTEÚDO 16/12/2016 – 08:21 – Atualizado em 16/12/2016 – 08:28

    O salário do governador está congelado desde 2014

    Para impedir um aumento em cascata nos altos salários limitados por teto constitucional do funcionalismo público estadual em 2017, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) determinou que sua base na Assembleia Legislativa de São Paulo congele seu próprio salário, que hoje é de R$ 21,6 mil.

    Por lei, é a Assembleia quem determina ao final do exercício do ano corrente o subsídio para o mandato seguinte. O congelamento foi aprovado na semana passada e agora aguarda sanção do Executivo.

    Segundo cálculos de técnicos do Palácio dos Bandeirantes, a decisão vai gerar uma economia estimada entre R$ 406 milhões e R$ 480 milhões anuais nas contas do governo paulista.

    Na prática, a medida impediu que fossem automaticamente reajustados os ganhos de 7.390 servidores ativos e inativos que têm salários superiores aos do governador, mas que são limitados pelo teto fixado pela Constituição Federal.

    O salário de Alckmin está congelado desde 2014. Até a votação do projeto, havia pressão de deputados estaduais da base e da oposição para que houvesse um reajuste nos vencimentos do governador, vice e secretários de Estado com base os índices de inflação acumulados.

    Estimativas da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão apontam que, se fosse usado o acumulado do IPC/Fipe para os últimos dois anos, o salário do governador seria reajustado em 16,79%. Com isso, automaticamente, seriam majorados em igual porcentual os ganhos dos mais de 7 mil servidores que esbarram no teto constitucional.

    Nas reuniões com os deputados estaduais, o secretário da Casa Civil, Samuel Moreira, argumentou que a medida garante os esforços do ajuste fiscal feito pelo tucano e sinaliza à sociedade que a crise que atinge o País exige sacrifícios.

    Pela Constituição do Estado, cabe aos deputados definir os salários do governador, de seu vice, dos secretários estaduais e dos próprios parlamentares.

    Atualmente, vice Márcio França (PSB) recebe R$ 20.549 e os secretários estaduais ganham R$ 19.468 por mês.

    Em dezembro de 2015, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) já havia decidido manter congelado o seu salário e os vencimentos pagos ao vice-governador e aos secretários de Estado.

    Em lei publicada no Diário Oficial do Estado no sábado, Alckmin determinou que continua a vigorar em 2016 a legislação de janeiro de 2015 que estabelecia a remuneração desses cargos.

    Em 2015, o governo paulista publicou decreto determinando que os órgãos das administrações direta e indireta renegociem todos os contratos com custo superior a R$ 750 mil. A medida também congelou a contratação de imóveis.

  2. só acreditarei que os politicos estão preocupados em economizar grana dos cofres públicos..
    quando eles tomarem vergonha e acabar com a farra de um parlamentar ter uma porrada de assessor…
    uma porrada de motoristas…. de seguranças….

    é tantos os beneficios que estes elementos tem que não da nem pra lembrar de todos …
    só indo no google mesmo…………………..

  3. Lamentável!!!!! Tranqueira que denigre uma corporação, em sua maioria, honrada!!!!!

  4. O colega “TiraGosto” matou a pau! kkk

    PM encoxador?

    Encoxador…coxa….coxinha.

    Tem sua lógica.
    kkkkkk mas tirando o ironia, estuprador, independente de quem seja, tinha é que cortar o bigolim dele.

  5. Pra mim um cara desses tem que se f…, mas verdade seja dita, só foi entubado no estupro pq é polícia, e a sociedade, a imprensa e o governo quer ver o polícia se phoder! Todos os dias vários casos desses são registrados nas delegacias próximas às linhas da cptm e metrô, mas todos são registrados como assédio! O delegado sempre entende q não houve violência!!! Certa vez chegaram os guardas da cptm na delpol do metrô com um desses e uma mina que tava cheia de porra na calça, adivinhem…. T.C e rua! Mais uma vez o exemplo só é dado quando é um policial! Jacks, traficantes e malas em geral estão cada vez mais protegidos! Imagina se todas as encoxadas fossem registradas como estupro? Certamente passaríamos a Índia e o chuchu ia ficar mal na fita! Esse Estado é uma farsa e os delegados são de pelúcia, só obedecem os caga regras que estão acima!

  6. Esse Gambé não precisaria sequer mostrar a funcional para identificar-se como Coxinha.

    Ao “tentar CULPAR A VÍTIMA” conforme relato do Delpol, já seria devidamente qualificado como Policial Militar

    Esses cabeçudos aprendem na caserna que existe o mundinho deles e o dos paisanos, os quais serão sempre INIMIGOS e mesmo que estejam certos em suas condutas, devem ser tratados como CULPADOS.

    Agora que acabaram com o crime de DESACATO, podem acompanhar que vai haver um crescimento brutal dos BOs de Injúria contra esses angelicais e educadíssimos milicianos

  7. E a Dra. Majurenga lá da Delegacia das Muié de 3 Corações-MG ?

    Foi numa festa com o maridão cachaceiro e na hora de ir embora o Pudim de Cana discutiu com a “otoridade” no estacionamento. O Esponja de Etanol pressionou a doutora e ela jogou as chaves do carro para uma moçoila, “sigurança”, com uma fardinha cor de merda.

    O Pingaiada foi na direção da segurança gritando que queria as chaves do carro e a coitada, imbuída pela “otoridade” que a farda lhe conferia, gritou “BAIXA A TUA BOLA” na orelha do Secador de Litros, que incontinenti, desferiu-lhe um catiripapo no pé do ouvido e depois com ela caída, lambendo o chão, deu um chute na moçoila, tudo isso na frente da Delegada das Muié, que à dois metros dos fatos, apenas gritava ” Que é isso Fulano ? ”

    COISAS DO BRASIL, onde uma Delegada de Polícia se amarra em cachaceiro, metido à besta e COVARDE, depois assiste o falso macho agredindo uma moça que apenas tentou ajudá-la e diferentemente do que faz diariamente em seu Distrito Policial, onde está cercada por homens e mulheres armadas, deixou ele humilhar e agredir violentamente a moça.

    Quanto à segurança, coitada, é mais uma semi analfabeta, que veste um fardamento diariamente, pensando que a partir daquele momento, é AUTORIDADE e pode gritar, determinar procedimentos e exigir condutas de qualquer pessoa, seja ele um bêbado, drogado, louco ou marginal, na maioria das vezes, extrapolando também com cidadãos comuns. Tivesse ela apanhado as chaves jogadas pela Doutora e quando pressionada pelo Rosca Sem Dono, caminhasse três passos na direção da Delegada e dito “toma a tua chave e resolve essa parada com o teu homem”, teria evitado a bifa que levou, injustamente.

    Em relação ao João Canabrava, esse não dá sequer para comentar, entra no mesmo ról do PM estuprador aí da notícia, mais um COVARDE, Farrapo Humano, fruto dessa sociedade deseducada com a qual temos que conviver diariamente.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s