Dá pra acreditar: milhões de brasileiros desempregados e agente policial – de 29 de idade e com menos de dois anos de serviço policial – diz ao G1 que pensou em se suicidar devido à escala ‘exaustiva’ 160

25/01/2017 16h07 – Atualizado em 25/01/2017 18h25

Em BO contra o Estado, policial civil se diz submetido a trabalho escravo

Ele contou ao G1 que já pensou em se suicidar devido à escala ‘exaustiva’.
Secretaria da Segurança Pública informou que Corregedoria apura o caso.

Mariane PeresDo G1 Presidente Prudente

Policial afirmou no Boletim de Ocorrência que tem escalas exaustivas (Foto: Daniel Hubscher Ávilla/Cedida)
Policial afirmou no Boletim de Ocorrência que tem escalas exaustivas (Foto: Daniel Hubscher Ávilla/Cedida)

Um policial civil do distrito de Porto Primavera, em Rosana, registrou um Boletim de Ocorrência contra o Estado de São Paulo para denunciar as condições de trabalho na corporação. O documento elaborado por “redução a condição análoga à de escravo”, devido à carga horária de trabalho exercida, aponta que Daniel Hubscher Ávilla, de 29 anos, que é agente policial, tem sofrido “abalos psicológicos”, além de pensar “constantemente em se exonerar do cargo e, algumas vezes, em até cometer suicídio”, por sofrer graves problemas de adaptação pela escala “sobre-humana”. Segundo Ávilla relatou ao G1, o principal motivo para a situação é a falta de efetivo.

depois, preciso fazer as escoltas em outros municípios, como Adamantina, por exemplo. Após essa carga horária extra e sem dormir, no outro dia, preciso me apresentar novamente à delegacia para cumprir a jornada de trabalho”, disse ao G1.

Secretaria da Segurança Pública
Em nota ao G1, a Polícia Civil informou, através da Assessoria de Imprensa da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), que o caso foi encaminhado à Corregedoria, que irá apurar todos os fatos. Ainda conforme o posicionamento oficial, a Delegacia Seccional de Presidente Venceslau avalia possível encaminhamento do agente a tratamento psicológico.

“Desde 2011, a região recebeu 156 novos policiais civis. Além disso, estão em formação na academia 476 policiais civis, que serão distribuídos após a formatura, de acordo com análise estratégica da Delegacia Geral de Polícia”, concluiu a nota encaminhada ao G1.

‘Limite’
O que o motivou a registrar o Boletim de Ocorrência denunciando suas condições de trabalho, segundo o policial civil alegou ao G1, foi o fato de ter “chegado ao seu limite”, após sofrer um acidente de trânsito. “Na noite do último sábado [21], eu estava de sobreaviso, e fui acionado para levar uns ofícios até Euclides da Cunha Paulista, cidade na qual eu não sabia onde ficava a delegacia. No trajeto, como chovia muito, um animal estava na pista e, ao desviar, acabei batendo em uma placa de sinalização”, falou.

O fato foi registrado por ele no Boletim de Ocorrência, que ressalta a situação de o profissional ter “escalas exaustivas”. “Fui acionado pela autoridade policial desta unidade para realizar uma escolta de um procurado pela Justiça pela Delegacia da Polícia Civil de Euclides da Cunha Paulista, cidade vizinha pela qual a autoridade está respondendo, fato esse que ocorreu pela primeira vez em um ano e três meses de serviços prestados à Polícia Civil. Mesmo não concordando com a ordem, me desloquei à unidade policial de Primavera para pegar uma viatura com objetivo e ir à cidade vizinha. Ao chegar ao local, fui informado pelo investigador de que ofícios, que seriam levados ao outro município, estavam em cima da impressora”, conforme o depoimento.

Policial afirmou no Boletim de Ocorrência que tem escalas exaustivas (Foto: Daniel Hubscher Ávilla/Cedida)Policial afirmou no Boletim de Ocorrência que tem
escalas de trabalho exaustivas
(Foto: Daniel Hubscher Ávilla/Cedida)

Ainda segundo o relato de Ávilla no documento, ele realizou o trabalho de “forma exaltada”. “Já com os ânimos e o psicológico exaltados, devido a não possuir folga e ser submetido a escalas exaustivas, peguei o ofício e iniciei meu deslocamento a Euclides da Cunha Paulista”.

O policial informou que foi determinado pela autoridade policial que ele realizasse a viagem com uma viatura que seria um automóvel, entretanto, como estava chovendo bastante, para ter mais segurança, ele pegou uma caminhonete do poder público para ter mais estabilidade. “Ao chegar, o investigador me perguntou se os ofícios estavam assinados e eu informei que não, apesar de que achava que eles já estavam assinados. Diante do fato, entrei em contato com a autoridade policial, que solicitou que eu retornasse para Primavera e levasse os ofícios até a sua residência, para serem assinados. Novamente, eu não concordando com a ordem, por entender que a autoridade que faz jus a um bom adicional para responder por outro município deveria, no mínimo, se fazer presente fisicamente na ocorrência daquela cidade. Já que o mesmo não se deslocou para Euclides da Cunha Paulista para assinar os documentos de Polícia Judiciária que, tão pouco, foram impressos por lá”.

No boletim, ele ainda relata que, devido à ordem, voltou para o distrito. “Retornando desnecessariamente para Primavera, a fim de levar os ofícios até a residência da autoridade policial para serem assinados, surgiu um animal na pista. Por reflexo, desviei do mesmo e vim a perder o controle da viatura e a colidir contra uma placa de sinalização que estava à minha direita da rodovia, causando leve avaria na dianteira direita da caminhonete”, informou em depoimento.

Após o acidente, “com o psicológico abalado”, o policial afirmou no documento que “retornou para Primavera e optou por não dar prosseguimento à escolta” por não se sentir em condições para realizar tal tarefa.

A distância entre Primavera e Euclides da Cunha Paulista corresponde a 60 km.

Policial civil registrou Boletim de Ocorrência contra o Estado por redução a condição análoga à de escravo (Foto: Reprodução)Policial civil registrou Boletim de Ocorrência contra o Estado por ‘redução a condição análoga à de escravo’ (Foto: Reprodução)

‘Condição escrava’
O profissional também ressaltou no registro que, mesmo tendo causado danos no veículo do poder público, e precisando arcar com o conserto, este “é o menor problema que vem enfrentando”. “Venho sofrendo, desde que entrei em exercício nesta unidade policial, uma condição escrava não tendo condições de poder folgar ou ter uma vida social, já que é comum que eu fique escalado 30 dias no mês na condição de sobreaviso ou plantão. O melhor que consegui, quando o quadro [de funcionários] estava melhor, foi ter tão somente um final de semana livre no mês, já que os demais tinha que ficar à disposição da administração pública, tendo que recusar diversos convites de confraternizações com amizades. Fato que dificulta assim a tão almejada fixação de policias na região, já que nesta condição é impossível, resultando em abalos psicológicos. Um jovem de 29 anos que ama a vida e a carreira que exerce pensa constantemente em exonerar do cargo e algumas vezes em até cometer suicídio, já que sou oriundo de uma cidade grande e venho sofrendo graves problemas de adaptação na região e na escala sobre-humana a que sou submetido, escala esta que se agrava toda vez que um policial se afasta, se aposenta ou sai de férias, não tendo nenhuma reposição imediata pela administração pública”, pontuou em seu relato.

Ávilla também salientou que, em outras regiões do Estado, colegas de trabalho possuem “excelentes escalas”. “Alguns que se formaram comigo fazem escalas de 12 horas trabalhadas por 48 horas folgadas, não existindo o sobreaviso. Ou escalas de 24 por 96 horas, escalada de ‘semana gorda’ e ‘semana magra ‘e assim por diante. Isso me faz não aceitar as condições a mim impostas que ferem o artigo 6º da Constituição Federal que versa sobre o direito ao lazer, evidenciando a grande desigualdade que a categoria sofre”.

Ele ainda ressaltou no Boletim de Ocorrência que delegados da região alegam a grande dificuldade de policiais civis se fixarem na região e que acredita que isso ocorre devido ao fator da distância somado à “escala escrava”, o que faz com que os profissionais não queiram se aposentar no local.

Delegacia de Polícia Civil de Primavera, Rosana (Foto: Polícia Civil/Cedida)Delegacia da Polícia Civil em Primavera, na cidade de Rosana (Foto: Polícia Civil/Cedida)

Dificuldades
Ávilla contou ao G1 que, devido à falta de efetivo na região, muitos profissionais acumulam funções. “Nós trabalhamos em uma média de cinco policiais. Quando têm os afastamentos ou alguém precisa ser solicitado para atuar em operações em outras cidades, o número diminui. Apenas uma escrivã fica na delegacia. Ou seja, se tiver de registrar mais de uma ocorrência, será preciso esperar”, disse.

Fora isso, o policial civil ressaltou que os cuidados com as viaturas também ficam a cargo dos profissionais. “Quando temos de tocar alguma investigação, ainda precisamos cuidar das viaturas e fazer os boletins, ou seja, é impossível não acumular trabalho”, ressaltou ao G1.

Ele, que é natural de São Bernardo do Campo (SP), trouxe a esposa para o distrito de Porto Primavera, já que quase não conseguia visitá-la na Região Metropolitana de São Paulo (SP). “Eu não tinha dias de folga para ver minha família e ficar sozinho aqui estava me enlouquecendo. Minha esposa, que é professora formada, precisou largar o emprego para estar comigo. Não é uma situação fácil”, explicou ao G1.

A carga horária exaustiva, segundo o profissional ao G1, fez com que outros policiais pedissem exoneração. “As pessoas não aguentam essa situação por muito tempo. Eu estudei dois anos para passar neste concurso, depois, aguardei por mais dois anos para ser chamado e, agora, pouco antes de completar dois, estou desgastado. Eu penso que seria melhor pedir exoneração, mas aí me pergunto: ‘O que eu vou fazer da minha vida?’. É quando os pensamentos ruis invadem a cabeça e eu chego a pensar em suicídio como uma solução”, desabafou ao G1.

O agente policial também ressaltou que precisa mudar o toque do seu celular várias vezes para “não enlouquecer”. “Toda vez que meu telefone toca eu tenho trauma. Há momentos em que seu me sento para jantar com a minha esposa, mas, de repente, fora do meu horário de expediente, preciso sair para atender as ocorrências. É uma situação que vai nos deixando no limite”, disse.

Para melhorar essa rotina, Ávilla ressalta que é necessário que o Estado melhore as condições de trabalho dos profissionais. “Na região, o efetivo da Polícia Militar foi ampliado, enquanto o da Polícia Civil permanece do mesmo modo. Isso tem afetado os profissionais, pois estamos todos sendo submetidos a carga de trabalho escrava. Precisamos que mais policiais sejam contratados para que tenhamos uma escala e uma carga de trabalho digna”, finalizou.

  1. Parabêns pela coragem de denunciar fatos que sempre acontecem. A elite burguesa capitalista, querendo sempre o acumulo de capital, necessita de policiais para cuidar de suas riquezas. Entendo que esse policial é vitima desse sistema capitalista imundo que transforma seres humanos em robos. A melhor maneria é implantarmos o comunismo marxista !

  2. Um bom médico psiquiatra pode ajudar esse rapaz! Se pensou em cometer suicídio, é porque está doente..e todo doente merece e precisa ser tratado. Agora, terá que pagar do próprio bolso por esse tratamento. O Estado não vai ajudar!!!

  3. SR. ” Fodido e mal pago ” !, ME DESCULPE, MAIS ONDE ESTÁ ESCRITO QUE O FUNCIONÁRIO TERÁ QUE PAGAR DO PRÓPRIO BOLSO ESSE TRATAMENTO PSIQUIÁTRICO, MEU AMIGO, O CIDADÃO APESAR DE ENCONTRAR-SE EM ESTÁGIO PROBATÓRIO, MENSALMENTE É DESCONTADO EM SEU HOLERITH A PREVIDÊNCIA. QUANDO NA ATIVA, FIQUEI AFASTADO POR APROXIMADAMENTE UM ANO E NÃO PAGUEI NENHUM CENTAVO DE DESPESAS MÉDICA….

  4. “Florildo (26/01/2017 às 1:26)

    Parabêns pela coragem de denunciar fatos que sempre acontecem. A elite burguesa capitalista, querendo sempre o acumulo de capital, necessita de policiais para cuidar de suas riquezas. Entendo que esse policial é vitima desse sistema capitalista imundo que transforma seres humanos em robos. A melhor maneria é implantarmos o comunismo marxista !”

    ======================

    Comunismo??? Os problemas da Polícia são específicos da Administração e do descaso do governo à PC. O comunismo só iria piorar tudo.

    Ser marxista significa defender:

    Ser escravo (todo o trabalho, nenhum dinheiro e nenhum poder de decisão sobre a própria vida);
    Não ter direito a formar uma família;
    Filhos serão do “coletivo” (governo);
    As mulheres serão “coletivizadas” (prostituídas).

    E a lista continua quase ao infinito, mas a notícia boa é que marxismo é apenas um estelionato intelectual e impossível de existir, no máximo conseguem um socialismo e isso apenas por algumas décadas, porque a economia não se sustenta com decretos e fantasias.

  5. Melhor pedir exoneração.

    Tratamento psiquiátrico no estágio probatório é caminho da rua.

    E a noite de fúria que ele teve não condiz com o perfil policial.

    É triste, mas aceitar dói menos.

  6. Daqui a pouco vão transformar o cara num mártir, Não sabe nem ver se o prontuário tá assinado!

    Duvido que ele iria reclamar se tivéssemos um salário de R$ 12.000,00

    Carrão, casa paga, os filhos em escola particular …

    Quanto mais se contrata gente … Mais falta dinheiro para aumento.

    Eu preferi trabalhar igual um louco na Polícia do que ficar em casa morrendo de fome ou sendo humilhado nos bicos.

    Minha opinião.

  7. Desde quando desemprego é justificativa para aceitar qualquer tipo de trabalho e em qualquer tipo de condição? Se assim fosse justificaria se prostituir, trabalhar sem registro em carteira, não ter horário de trabalho máximo por dia, nem descanso, nem direitos trabalhistas, nem condições salubres etc!
    Rasga logo de vez a constituição federal e joga no lixo todos os direitos trabalhistas conquistados até hoje, já que para nada servem!
    Aceite o que os patrões impõem a seus subordinados, pois se assim não o for, podem perder o emprego!
    Faça-me um favor! Pensar assim é apoiar o que os nossos governantes estão fazendo com todos, impondo medo de perdermos o pouco que temos, pois muitos nem isso tem! Culpam a crise por causa das má gestão deles e pela corrupção desenfreada e a culpa, com.o sempre, será do sujeito empregado e que está reclamando das péssimas condições de trabalho e dos baixos salários!
    Queria ver políticos, magistrados, promotores, defensores, procuradores, auditores e outros poucos funcionários públicos que ganham bem e trabalham pouco, terem que trabalhar e receber o que um policial recebe para ver se o pensamento não mudaria num segundo!
    O ditado sempre será que no dos outros é refresco!
    Falar é criticar é fácil, quero ver estar no lugar do outro!

  8. Em relação ao salario o certo e se equiparar por cima, não por baixo.
    Ademais a Policia Federal, também uma Policia Judicaria, ganha muito mais que a PC/SP, isso é certo ?
    Estamos no Estado mais rico da Federação.

  9. Se idealizam uma Policiai Civil igual a Policia Federal , tem que começar equiparando os salários, exemplo do MP e do Judiciário.

  10. dr guerra

    pelo amor de deus, tire esse titulo ridiculo que o sr colocou, pois não é questão de desemprego em massa mas sim uma questão de dizer a vdd, muito me deixa triste o sr colocar um titulo desse tendo em vista o sr ter passado a mesma situação que esse rapaz, ou seja, realizar uma denuncia e sofrer com as consequencias;

    ficou feio dr

  11. Enfim… o cara vai se foder… pode ter certeza… esse inventou de enfrentar as arbitrariedades praticadas pelo Estado e pelos dirigentes da PC… irá pagar caro.

    De cara ele já se fode com a lei do cabresto, ou melhor, com a LOP… na lop.. até se você peidar fedido estará praticando alguma irregularidade administrativa…

    As escalas abusivas existem porque os gestores da PC não tem coragem, ou melhor, interesse, em fechar as unidades por falta de pessoal.

    Não tem funcionário? Não atende… escala extra é algo “extraordinário”… não pode ser frequente.

    Pena que o judiciário está junto com o governo, o mp tb e os nossos gestores… bem… eles, os nobres Delegados, querem apenas permanecer quanto mais tempo puderem na cadeira de comando… sabe-se lá por que né?…. vai saber a razão…

    Foda-se os funcionários… eu quero é permanecer numa cadeira pelo maior tempo possível.

  12. já tinha dito antes : sai fora desta casa de doidos colega

    peça exoneração…..estude mais um pouco e preste outros concursos….

    nenhum desejo de ser ” o policia ” vale a pena enquanto nossos governantes não nos derem a devida atenção…

    por fim…parabens pela coragem !!!

  13. Quem deve ser o certinho da história é o Delegado que estava em casa descansando e o agente teve que levar os ofícios pra Excelência assinar.

  14. Sem dúvida alguma que o mencionado “agente policial” não tem a menor condição de integrar os quadros da Polícia Civil do Estado de São Paulo. E como ainda se encontra em “estágio probatório” a solução mais acertada é sua exoneração.
    Observe-se que o que ele busca, em primeira mão, são escalas que realmente alguns fazem, tipo “semana gorda semana magra”, mas que sequer deveriam existir, e já que existem devem beneficiar não aqueles que ingressaram “ontem” na Instituição.
    Insubordinado o rapaz!
    O delegado mandou que fosse com uma viatura e ele “decidiu” ir com outra. Achou “errado” escoltar um preso, serviço aliás que confessa nunca ter feito, de forma que a coisa por lá não é tão complicada assim.
    Desatento, pois não reparou que os ofícios ainda não estavam assinados. E desatenção merece castigo, tanto que teve que retornar para obter as assinaturas.
    Enfim, o que ele quer mesmo é, aos 29 anos de idade, portar arma e distintivo, ganhar um salário que para os padrões brasileiros está mais do que bom, e, fazendo escalas desavergonhadas, ficar bebericando com os amigos.
    “Rua” nele!
    E aproveitem e determinem a quem redigiu o BO que faça um curso extra de língua portuguesa.

  15. Desvio de função.

    O cara é Agente de Telecomunicações.

    Entrou na PC para tal cargo, mas quer ser “tira” todo operacional.

    Ta uma bagunça, Agente de Tele, e Carcereiros no GOE….

    Quer ser do GOE ou investigar, faz concurso para INVESTIGADOR DE POLÍCIA.

    RESTOPOL NUNCA SERÃO “TIRA”

    NA PM CHAMAM O RESTOPOL DE MEIO POLICIAL…..

    O Ageltel dos fatos acima poderia estar de boa, no ar condicionado da sala do cepol da sua Seccional, mas preferio o desvio de função, ser tira no tapetão.

  16. A saúde mental do Trabalhador Policial

       O Policial é exposto diariamente a uma carga de estres tão elevada que muitos por puro instinto de conservação buscam formas de fugir aos danos causados, daí surgirem: os maçanetas, olho de vidro e braço curto, que são fruto do desprezo que o governador nutre por esta instituição e são, altamente, prejudiciais ao funcionamento da polícia, visto que o correria é produtivo.
       A inexistência de uma carga horaria que possibilite a amenizar o desgaste físico e mental, bem como a falta de assistência: Social, psicológica e psiquiátrica, somada a falta de funcionários tem agravado de tal forma, os problemas de saúde do policial civil, que chegamos a um ponto de ebulição.
       O policial também é um ser humano com suas qualidades, defeitos e limitações, mas seus administradores, em sua maioria, oriundos da classe média alta que tem como suas principais características: ser egoísta, preconceituosa e corrupta, não percebe que sem o policial não haverá paz e a cada dia que passa ficara refém em seu próprio lar. 
       A única solução seria a criação de uma Graduação especifica e de um conselho de ética profissional semelhante a OAB, CRM E CRECI, mas o nível de organização que o crime atingiu impede qualquer medida de modernização das forças de segurança, provável motivo do projeto da LOP estar mofando na gaveta de um Deputado, infelizmente.
    
  17. Dr. Fudêncio,

    Se o senhor for “Tira”, então aprenda a entender o que lê, seu analfabeto funcional!!!
    O policial em questão é AGENTE POLICIAL!!!

    Tem mais…se INVESTIGADOR é pra investigar e o GOE investiga o quê? O certo seria nem ter investigadores nesta especializadas do tipo ostensivo, já que existem pilhas de OS para serem cumpridas nos DPs onde faltam investigadores.

  18. GENTE !, NÃO ME ENVERGONHO EM DIZER QUE, PRATICAMENTE 80% DE MINHA JANELA QUANDO NA ATIVA FORAM EM DELEGACIAS DAS BOCAS DO LUXO E DO LIXO AI EM SAMPA, VISTO QUE QUANDO EU ESTAVA NA IMINÊNCIA DE ALOPRAR, SIMPLESMENTE DEIXAVA O PLANTÃO E IA DEGUSTAR UMAS BREGAS COM AS PRIMAS. SE NÃO FOSSE ISSO JAMAIS TERIA CONSEGUIDO O MEU INTENTO. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  19. Policial é ser humano, policial tem seus limites, o cara trabalhou dias e noites contínuos sem descanso ou folga, a Polícia é civil mas pensa e pune como Polícia Militar, não é assim, nem na Polícia Militar vira – se 48 horas diretas ou 72 horas semanais de trabalho, tanto que a maioria está ganhando quase R$2000,00 de “dejem”, a Polícia Civil e os delegados e seu corporativismo pisam nas leis trabalhistas e nos direitos humanos, com escalas desumanas, esse policial achou seu limite ao bater a VTR, bateu poe influência do sono, do stress e por estava exausto e estafado, Polícia Civil “restopol” deviam ser unidos, e parar de ser masoquista e só levar ferro da administração, e continuar manso e calado.

  20. entao a policia esta maravilhosa, aqui no interior este ano vai diminuir 40% dos funcionarios, ou sej sera reduzido o numero de escravos e dificilmente nao havera greve, porque simplesmente tera um por delegacia……

  21. Senhores
    Lhes contarei algo que talvez a maioria do povo Brasileiro não saiba, mas, com após a Constituição de 1988, (ao meu ver com viés socialista), permitiu que os vereadores de municípios com população inferior a quatrocentos mil hab. auferissem salario, esta medida e além de onerar os cofres municipais já combalidos, teve seu efeito colateral na emancipação de vários distritos (centenas), grande parte deles com população inferior a dez mil habitantes.
    Alguns indagarão, o que tem isso a ver com nosso problema?
    Simples, a maioria esmagadora das cidades sobrevive do Fundo de Participação de Municipios, dos repasses Federais, pois suas receitas municipais são ínfimas diante do custo para a manutenção da administração municipal. Demandando então que a União sangre mais os estados, (em oportunidade pretérita, postei o quando cada ente federativo repassa e recebe da União), o pescoço de ouro para o vampiro federal é o estado de São Paulo.
    De 88 aos dias atuais, centenas de municípios com pequena população surgiram em nosso Estado, consequentemente necessitando de serviços básicos, Educação, Saude, Segurança, tudo isso tem seu custo.
    Na prática, há municípios que está lotado apenas um ou dois policiais civis, não é pelo fato da cidade ser miúda, que o expediente obrigatório é diferente, com um agravante, as cidades grandes possuem fórum ao passo que as pequenas, compõem a comarca.
    Com a politica de interiorização dos presídios, centenas de detentos vieram por remoção dos grandes centros, com o tempo, por conta da distância, houve também a migração de suas famílias, trazendo junto os problemas sociais.
    Não sou defensor de politico algum, relato a forma que vejo e entendo, a grande questão é verba, aceitou-se a pulverização dos Policiais para as “novas cidades”, pois não havia verba para a contratação de novos(interesses políticos).
    Se não me engano, de 1988 para cá, não foram criadas vagas para a Policia Civil e salvo memoria falha, nem as já existentes estão plenamente ocupadas.
    No popular: “O BURACO É MAIS EMBAIXO”
    É o que penso

    C.A.

  22. Os caras que reclamaram da atitude do cara são os mesmos que podem trabalhar anos sem aumento, aliás, tanta gente desempregada, pra que aumento…Por isso que a classe policial não é valorizada, o cara é forçado a trabalhar exaustivamente 30 dias no mês, no estágio probatório, o que certamente ajudou no seu abalo psicológico, tendo em vista o medo de recusar serviço, e os caras criticam o policial em vez do Estado….quem está criticando por favor peça para transferir os outros colegas para um local que precise e fique sozinho na escala, sem familia, sem lazer…bando de hipocritas

  23. O trabalho é um direito é algo essencial, mas ser explorado e flagelado não é uma obrigação do trabalhador aguentar, e uma instituição séria, trata seus servidores bem, e a na Polícia Civil antiquada e atrasada pensa como na época do militarismo foda – se os direitos humanos e os direito dos trabalhadores, para seus policiais “civis”, portando essa vergonha apoiada pelos delegados, lhes dão mais poder sobre seus “restopol” fazendo – os de capacho e de semi – escravos, tendo de correr mais riscos do que já correm, trabalhando dia e noite, chegando a trabalhar semanalmente 70 horas, sem direito ao lazer, ao repouso correto entre outras necessidades humanas, esse capaz chegou ao limite como muitos chegarão, devido ao stress, aos riscos e a pressão que o policial sofre, sempre cobrado por produção seja pelo delegado, seja pela sociedade, seja pelo padre ou seja pelos políticos, policial não é máquina e muitos menos super herói para trabalhar interruptamente.

  24. PESSOAL !, CONHECI UM TIRA QUE, SEM SOMBRA DE DÚVIDAS FAZIA ESSE MAJURINHA ENGOLIR A SECO ESSE B.O ADENDO. O CARA ERA TÃO ALOPRADO QUE, TRABALHÁVAMOS COM UM DELEGADO DE COR E, ELE CONSTANTEMENTE FALAVA EM ALTO SOM, “COLEGA EU AINDA VOU PÔR ESSE NEGRÃO NO TRONCO”. E ACHO QUE IRIA MESMO, VISTO QUE POSTERIORMENTE ELE SE SUICIDOU EFETUANDO UM TIRO NO OUVIDO….

  25. Dr. Fudencio!!!
    O que faz o policial não é o tipo de distintivo ou o nome na funcional, mas a capacidade e a coragem…já vi muito tira e oficial que na hora da trocação cola as placas, não sabem o que fazer, se correm, se esconde, se mete bala…
    O que faz um bom policial é o caráter e a hombridade, além é claro, da disposição.
    Não importa se o cara que está na diligência comigo é tira, agepol, agetel, Mike, o que me interessa é saber que eu vou proteger as costa dele e ele a minha…contra os malas somos todos POLICIA

  26. Dr Flit, deixa de ser otário.
    Nenhum desses policiais novos passa fome fora da polícia. 90% desses que passaram nesse concurso passam em coisa melhor com um pouco mais de tempo de estudo, é só questão de terem paciência.
    E é o que acontece hoje. A evasão dos policiais civis novos é maior a cada turma. Porque os delegados acham que vão ter mão de obra de nível superior com pagamento de nível médio e condições trabalhistas e humanas de nível fundamental.
    E outra coisa: os operacionais hoje sabem que o Inquérito Policial é uma jabuticaba e um entulho defasado há 50 anos.
    E SE ACABA O INQUÉRITO ACABAM OS DELEGADOS.
    Essa ideologia de exploração e depreciação dos próprios subordinados dava certo em outros tempos, ou melhor, dava $erto.
    Hoje isso só joga os escrivães e operacionais para o lado oposto: fim do inquérito policial e do delegado de polícia.

  27. Florildo disse:
    26/01/2017 ÀS 1:26
    Parabêns pela coragem de denunciar fatos que sempre acontecem. A elite burguesa capitalista, querendo sempre o acumulo de capital, necessita de policiais para cuidar de suas riquezas. Entendo que esse policial é vitima desse sistema capitalista imundo que transforma seres humanos em robos. A melhor maneria é implantarmos o comunismo marxista !
    .
    .
    Florildo você conseguiu: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, peraí mais um pouco kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkmais, mais, mais. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

  28. PARABÉNS AO JOVEM QUE FEZ A DENÚNCIA. FOI MACHO DE VERDADE. O PROBLEMA QUE SERÁ PUNIDO. QUANTO ÀQUELES QUE CRITICARAM O POLICIAL CORAJOSO, TODOS, DISTINTIVAMENTE. DEVERIAM APOIÁ-LO E NÃO CHAMÁ-LO DE PREGUIÇOSO OU DE ESPERTÃO QUE DESEJA ESCALA GORDA E MAGRA, OU QUE POLICIAIS NOVOS QUEREM MOLEZA, QUE GANHAM MUITO BEM QUE FAZEM. O POLICIAL PRA SER BOM E DESEMPENHAR COM RETIDÃO SEU TRABALHO TEM QUE SER RESPEITADO EM SUA DIGNIDADE, RECEBER UM BOM SALÁRIO, PQ OS DELEGADOS GANHAM BEM, MAS OS OPERACIONAIS TÃO LASCADOS. E MAIS SE, O TRABALHO POLICIAL É DESEMPENHADO DA FORMA COMO O JOVEM NARROU, SIMPLESMENTE, A POLÍCIA NÃO FUNCIONA, E É A SOCIEDADE É QUEM PERDE, NÃO SOMENTE O POLICIAL ESTRESSADO . ME PARECE NÃO TER QUALIDADE ESSA FORMA DE DESEMPENHO DA POLÍCIA

  29. Prezado Guerra, qual a diferença entre você e o jovem "escravo"? Grande abraço disse:

    Guerra, o que te diferencia dele?

  30. vai ganhar um PA, se estiver no estágio probatório nem esse presente terá.

  31. Será que eu li certo? Recriminando a atitude do policial? Que grande lambe botas escreveu isso? Daqui a pouco dirá que deve-se trabalhar mais ainda é ficar calados quanto a ficar 3 anos sem sequer reajuste. Que palahaçada…

  32. Nao fez dois anos e já reclama assim ? Pede pra sair urgentemente !!! Minha opinião, pois é muito pouco tempo para já pensar em suicídio. Lamentável !

  33. Nenhum desses policiais novos passa fome fora da polícia. 90% desses que passaram nesse concurso passam em coisa melhor com um pouco mais de tempo de estudo, é só questão de terem paciência.
    E é o que acontece hoje. A evasão dos policiais civis novos é maior a cada turma. Porque os delegados acham que vão ter mão de obra de nível superior com pagamento de nível médio e condições trabalhistas e humanas de nível fundamental.
    E outra coisa: os operacionais hoje sabem que o Inquérito Policial é uma jabuticaba e um entulho defasado há 50 anos.
    E SE ACABA O INQUÉRITO ACABAM OS DELEGADOS.
    Essa ideologia de exploração e depreciação dos próprios subordinados dava certo em outros tempos, ou melhor, dava $erto.
    Hoje isso só joga os escrivães e operacionais para o lado oposto: fim do inquérito policial e do delegado de polícia.

    Essa é a mais pura verdade.

  34. Ele falou o que muitos policiais queriam mas não falam por medo de represália; sempre engolindo sapo e trabalhando excessivamente, principalmente a carreira de Escrivão de Polícia…

  35. Montanha

    Otário é você e todos aqueles que dizem que passam em coisa melhor, mas continuam na PC aguardando o fim do inquérito e dos delegados para ver se a situação melhora… Quá, quá, quá!

  36. Sem dúvida a vítima é o jovem policial, e não deveria ser punido por nada, todos sabemos a bagunça que se encontra a polícia civil, e neste caos chamado polícia civil, esse jovem estava desviado de suas funções, o estado está abusando das arbitrariedades contra nos policiais e mais o jovem:

    Deveria estar atendendo telefone e passando mensagens;
    Não deveria estar escoltando sozinho, todos sabem dos riscos;
    Tem passado dias em trabalho contínuo, dia e noite, sem folga;
    Não recebe horas extras;
    Devido ao stress e sono pelos horários absurdos e escoltas fora de hora, culminou por se acidentar, colocando a vida do jovem e inexperiente policial em risco.

    Hoje os responsáveis pelo caos é o comando da Polícia Civil e o governo estadual que abandonou a Polícia Civil, e a arbitrariedade do Estado está em colocar um telefonista para escoltar preso e bater grade em flagrante.

  37. parabens,

    Eu passei por situações diferentes e muito piores do que a relatada por esse rapaz; desde 1988 quando ingressei na Polícia acumulando as cidades de Estrela do Norte e Sandovalina. Por vezes ficando 30/45 dias sem ver minha mulher e filho pequeno. Mas nunca reclamei de permanecer a disposição 24 horas por dia , de segunda a segunda, além de plantões em Presidente Prudente; isso enquanto os demais funcionários folgavam e passeavam com a família. De Presidente Prudente aos poucos fui chegando mais próximo da minha região , até que um dia consegui trabalhar em delegacia praticamente ao lado da minha residência. O problema do rapaz é a distancia de Rosana a São Bernardo do Campo; nada a ver com escala exaustiva. Uma coisa é sofrer assédio moral no trabalho , outra é querer adequar a polícia às nossas necessidades pessoais. Por fim, boletim de ocorrência não é o instrumento para se formalizar denuncias de tal natureza; especialmente , na qualidade de vítima , efetuando falsa comunicação de crime. O rapaz até poderia ter razão em algumas das questões por ele elencadas , mas cometeu erro gravíssimo elaborando o BO. Vai pra rua e possivelmente responderá por crimes . Nunca mais poderá prestar outros concursos e viverá eternamente arrependido.

  38. SUÍCIDIO = É PROBLEMA DE DEPRESSÃO GRAVE – FORTE STRESS EMOCIONAL DE ORIGEM EXTERNA

    VOCE PRESSIONA E TORTURA UMA PESSOA ATÉ QUE O CÉREBRO DELA NÃO CONSEGUE MAIS PENSAR

    O QUE ELA PENSA ? EM SE MATAR ! O CÉREBRO DO INNDIVÍDUO NÃO RESPONDE MAIS

    ADEQUADAMENTE , NORMALMENTE ! SE NÃO TIVER AJUDA URGENTEMENTE DE PROFISSIONAL

    O CARA VAI ÀS VIAS DE FATOS !

  39. FLIT PARALISANTE disse:
    26/01/2017 ÀS 16:30
    parabens,

    Eu passei por situações diferentes e muito piores do que a relatada por esse rapaz; desde 1988 quando ingressei na Polícia acumulando as cidades de Estrela do Norte e Sandovalina. Por vezes ficando 30/45 dias sem ver minha mulher e filho pequeno. Mas nunca reclamei de permanecer a disposição 24 horas por dia , de segunda a segunda, além de plantões em Presidente Prudente; isso enquanto os demais funcionários folgavam e passeavam com a família. De Presidente Prudente aos poucos fui chegando mais próximo da minha região , até que um dia consegui trabalhar em delegacia praticamente ao lado da minha residência. O problema do rapaz é a distancia de Rosana a São Bernardo do Campo; nada a ver com escala exaustiva. Uma coisa é sofrer assédio moral no trabalho , outra é querer adequar a polícia às nossas necessidades pessoais. Por fim, boletim de ocorrência não é o instrumento para se formalizar denuncias de tal natureza; especialmente , na qualidade de vítima , efetuando falsa comunicação de crime. O rapaz até poderia ter razão em algumas das questões por ele elencadas , mas cometeu erro gravíssimo elaborando o BO. Vai pra rua e possivelmente responderá por crimes . Nunca mais poderá prestar outros concursos e viverá eternamente arrependido.

    OH ! QUERIDÃO !

    NÃO CONCORDO COM VOSSA EXCIA !

    DATA VÊNIA !

    OCORRERA O FATO CONSUMADO !

    PERCEBA PARA QUE SE CONSUMASSE , FORA NECESSÁRIO O AVAL , ASSINATURA DO BO

    POR UM DELPOL MALDOSO !

    QUE AO PERCEBER TODA INEXPERIêNCIA DO RAPAZ COLOCOU NA BUNDA DELE !

  40. Concurseiro profissional com caganeira e tédio por não ter um shoping em Rosana, surta e caga na retranca! Se fodeu! disse:

    É um concurseiro profissinal, como a maioria dos jovens peidorreiros que entram atualmente na PC.

  41. FLIT PARALISANTE disse:
    26/01/2017 ÀS 16:30
    parabens,

    Eu passei por situações diferentes e muito piores do que a relatada por esse rapaz; desde 1988 quando ingressei na Polícia acumulando as cidades de Estrela do Norte e Sandovalina. Por vezes ficando 30/45 dias sem ver minha mulher e filho pequeno. Mas nunca reclamei de permanecer a disposição 24 horas por dia , de segunda a segunda, além de plantões em Presidente Prudente; isso enquanto os demais funcionários folgavam e passeavam com a família. De Presidente Prudente aos poucos fui chegando mais próximo da minha região , até que um dia consegui trabalhar em delegacia praticamente ao lado da minha residência. O problema do rapaz é a distancia de Rosana a São Bernardo do Campo; nada a ver com escala exaustiva. Uma coisa é sofrer assédio moral no trabalho , outra é querer adequar a polícia às nossas necessidades pessoais. Por fim, boletim de ocorrência não é o instrumento para se formalizar denuncias de tal natureza; especialmente , na qualidade de vítima , efetuando falsa comunicação de crime. O rapaz até poderia ter razão em algumas das questões por ele elencadas , mas cometeu erro gravíssimo elaborando o BO. Vai pra rua e possivelmente responderá por crimes . Nunca mais poderá prestar outros concursos e viverá eternamente arrependido.

    QUAL SEU POSICIONAMENTO JURÍDICO ?

    QUAL A DEFESA TÉCNICA QUE FARIA ?

    QUAIS ÀS SAÍDAS QUE TEM PARA O CASO ?

    QUAIS SÃO OS PONTOS VITAIS ?

    EXISTEM CÚPLICES ?

    HOURA MALDADES NA ASSINATURA DO BO ?

    DELPOL NÃO É TÉCNICO EM LEIS ?

    POR QUE ELE NÃO VIRA QUE ESTAVA ASSINANDO ALGO ABSURDO ?

  42. HÁ EVIDENTE INTENÇÃO DE PREJUDICAR

    O SEM NOÇÃO !

    É COMUM NA POLÍCIA CIVIL DELEGADOS ASSINAREM BO, SEM LEREM ?

  43. VEJAM !

    HÁ UMA COISA CONHECIDA COMO:

    RESPONSABILIDADE CIVIL OBJETIVA DIRETA E SUBSIDIÁRIA DO ESTADO INDEPENDENTE DE CULPA !

  44. O CALÇA BRANCA COMUNICOU O FATO !

    MAS QUEM FEZ QUE SE CONSUMASSE FORA A AUTORIDADE

    COM TOTAL CERTEZA O ESCRIPOL NÃO TEM PODER PARA ISSO !

  45. SÓ QUE O TIRO PODE SAIR PELA CULATRA !

    A CORREGEPOL VAI CHAMAR O DELEGADO LÁ

    VAI CHAMAR O ESCRIVÃO

    VAI CHAMAR O DELEGADO TITULAR

    VAI CHAMAR O CALÇA BRANCA

  46. VEJAM !

    SÃO TODOS SERVIDORES PUBLICOS

    E ESTÃO TODOS INTERLIGADOS, ENVOLVIDOS !

    SE SOBRAR PARA UM SOBRA PARA OS OUTROS TAMBÉM !

  47. O CALÇA BRANCA SEM INSTRUÇÃO É UM BESTA E ISSO AJUDA ELE !

    A AUTORIDADE – DELEGADA NO CARGO NÃO

    NUNCA DEVERIA TER AUTORIZADO UMA BESTIALIDADE DESSAS !

  48. EM SUA DELEGACIA !

    O QUE ELE QUIS ALÉM DE PREJUDICAR O RAPAZ !

    QUISERA FICAR FAMOSO COM ISSO !

    A IMPRENSA NÃO PERDOA !

    O CLAMOR PUBLICO TAMBÉM NÃO !

  49. LURDINHA,

    Preste atenção nas postagens anteriores e leia os dois BOs. publicados na íntegra aqui no Flit. O agente lavrou o BO por conta própria sem a presença ou prévio consentimento do delegado. Que dificuldade, né ?

  50. A realidade é a falta de funcionários, a falta de união, pois cada um quer só ver o seu lado, ai a PC só perde direitos, quantos direitos já foi perdido, hoje tudo tem que pedir autorização, não pode isso ou aquilo, ninguém recebe diárias com na PM, a cada dia só má noticia, falam até na extinção, falam em PEC que só vem ai para prejudicar ainda mais, e todos estão esperando de braços abertos para receber toda essas pioras, não se lutam por nada, quem quer lutar é discriminado e criticado, por um parte que não está nem ai. E assim cada dia pior e desvalorizado.

  51. Não dá pra acreditar nesse título, Dr.
    Gosto de ler seu blog, concordo com muita coisa, mas discordo desse título.

    Não é porque muitos estão sem emprego que tem de se sujeitar a certas coisas, no fundo esse rapaz, igualmente a muitos de nós, quer melhores condições na realidade que o senhor conhece muito bem.

    Rotular o rapaz como culpado definitivamente não é o mais sensato.

  52. rocapol,

    É claro que ninguém deve se sujeitar a abusos por conta do desemprego que abala nosso país, mas um agente policial que entrou ontem na polícia afirmar que pensou em suicídio por conta de escala exaustiva é piada de mau gosto. E a lavratura desse BO foi uma baita estupidez.

  53. SINTO PENA DOS QUE SE MOSTRARAM IRONICOS <FAZENDO CHACOTA COM O RELATO DO CORAJOSO POLICIAL CIVIL,POIS OS QUE TRABALHAM EM PEQUENAS CIDADES NAO TEM A MESMA POSSIBILIDADES CORRUPTIVAS QUE VOCES TEM,NOS GRANDES DEPARTAMENTOS,NAS DELEGACIAS IMPORTANTES NAS QUAIS OS ARRECADADORES MANDAM MUITO.PARABENS POLICIAL CIVIL HONRADO. DESPRESO AA CANALHA QUE NOS DESONRAM. assinado ANTONIO CARLOS LAUDARES INVESTIGADOR DE POLICIA,RET.

  54. Investipol,

    O título dado à postagem é de nossa autoria. Verdadeiramente o Poder Judiciário nunca reconheceu como trabalho escravo as escalas excessivas a que foi submetido o policial civil autor da ação. Aliás, a indenização fixada de R$ 14,4 mil por cinco anos de jornadas abusivas de tão irrisória chega a ser um escárnio.

  55. Dr, eu concordo.

    Mas aonde está o razoável no que a gente vê todos os dias? Já se perdeu a razão nisso.

    Ele pode ter exagerado? Sim, mas também tem coisas que acontecem que se desejam ter, de fato, uma segurança pública de verdade, não podem acontecer.

  56. FOI O TITULO MAIS IMBECIL QUE JA VI CERTAMENTE ESCRITOO POR UM IGNORANTE FUNCIONAL OU RECALCADO MENTAL

  57. Existe uma coisa que se chama computador. Basta a PCSP adequar o efetivo para proximo das residencias, mas a PC esta no seculo 19 ainda. Fora isso colocar os vagabundos e apadrinhados pra trabalhar. Se todo mundo denunciar isso aqui pro G1 as coisas mudarao.

  58. Caros Colegas Policiais:

    Já vi muito disso. O jovem ingressa na Polícia com todo o entusiasmo e logo vai se decepcionando, tal o descaso da Administração, que lhe impõe toda sorte de agruras, sequer repondo suas perdas salariais. E aí bate o desespero.

    Mesmo sem conhecer os antecedentes do “caso Daniel”, concluo que pode até ter havido precipitação de sua parte, mas sob outra ótica, ele tem razão, sim. A alegada “condição análoga à de escravo” existiu, em tese, e foi confirmada pelo presidente do Sindicato local, Fábio Morrone. O grito de desespero não é dele sozinho: é de todos nós que sofremos o descaso da má administração, da Polícia, do Estado e do País. É lamentável!

    Na Folha de S.Paulo desta terça-feira, 24/1, o Sr. SSP, em artigo sob o título “Vidas Poupadas”, só faltou afirmar que São Paulo vive o melhor dos mundos na área da segurança pública. Só porque baixou o índice de homicídios! E a criminalidade como um todo, que sobe a cada mês? Disse ele que “desde 2011, na gestão do governador Geraldo Alckmin (PSDB), foram contratados quase 26 mil novos policiais”! Desculpe Sr. Secretário, mas para onde foram esses 26 mil policiais, se justamente nesse período vem se registrando a maior defasagem de policiais de que se tem notícia? Alguma coisa não bate. Seria isso mesmo, Sr. Secretário? E quantos saíram nesse período?

    No dia de ontem 25/1, a Dra. Raquel Galinatti, presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia, rebateu as afirmações do Sr, Secretário, falou da falta de pessoal, dos baixos salários e do crescente número de pedidos de aposentadoria. Só esqueceu de dizer que “se há algo a comemorar é porque”… os POLICIAIS CIVIS… (e não só os Delegados de Polícia).”têm superado tudo para bem atender à população”.

    Reconhece-se que a Dra. Raquel foi eleita para defender os interesses dos Delegados de Polícia, mas é preciso não se esquecer que, em certas ocasiões, é muito mais justo e muito mais elegante fazer a defesa de todos e não de uma carreira apenas.

    Esta é a minha opinião.

    Jarim Lopes Roseira, presidente da Seção de São Paulo da IPA (International Police Association)

  59. A saúde mental do Trabalhador Policial

    O Policial é exposto diariamente a uma carga de estres tão elevada que muitos por puro instinto de conservação buscam formas de fugir aos danos causados, daí surgirem: os maçanetas, olho de vidro e braço curto, que são fruto do desprezo que o g.o.v.e.r.n.a.d.o.r nutre por esta instituição e são, altamente, prejudiciais ao funcionamento da polícia, visto que o correria é produtivo.
    A inexistência de uma carga horaria que possibilite a amenizar o desgaste físico e mental, bem como a falta de assistência: Social, Psicológica e Psiquiátrica, somada a falta de funcionários tem agravado de tal forma, os problemas de saúde do policial civil, que chegamos a um ponto de ebulição.
    O policial também é um ser humano com suas qualidades, defeitos e limitações, mas seus administradores, em sua maioria, oriundos da classe média alta que tem como suas principais características: ser egoísta, preconceituosa e corrupta, não percebe que sem o policial não haverá paz e a cada dia que passa ficara refém em seu próprio lar.
    A única solução seria a criação de uma Graduação especifica e de um conselho de ética profissional, mas que qualquer medida que aumente a eficiência da polícia civil, será barrada pelo crime organizado.

    Só uma pergunta: Qual o motivo de terem engavetado o projeto da nova L.O.P.?

  60. acredito que devem ler o bo nao como policial, mais como advogados, que acredito que a maioria fez direito, atirou no que viu, acertou no que viu.
    Se o menino for punido vai sobrar…..sugiro leiam o bo de novo do inimigo insititucional

  61. Os recolhas dos chefes dos tiras ficam putos da vida com um policial honesto de carater como muitos policiais civis que ainda resistem a tudo e a todos, que tem coragem de mostar as mazelas da polícia civil paulista. PQ NÃO TEM O RABO PRESO COM NINGUÉM. QUER APOSTAR QUE VÃO ISOLAR ELE.

    ATUALMENTE A POLICIA CIVIL BANDEIRANTE ESTÁ NAS MÃOS DE INÚMEROS CORRUPTOS. QUE NA PRÁTICA ESTÃO SE LIXANDO PARA AS PÉSSIMAS CONDIÇÕES DE SERVIÇO A QUE SÃO SOBMETIDOS OS POLICIAIS QUE NÃO SÃO PIUXA-SACOS CORRUPTOS.

    OUQE FODE A POLÍCIA CIVIL SÃO OS PRÓPRIOS E PODEROSOS DELEGADOS E CHEFES DOS TIRAS CORRUPTOS. COM O RABO PRESO COM DEUS E TODO MUNDO.

    ESSES LIXOS NÃO TEM NENHUM TIPO DE HONRA.

    SÃO PESSOAS SOCIÁVEIS E QUE SE BENEFICIAM DA FRAQUISSIMA ATUAÇÃO DO MP ESTADUAL E DA PF PAULISTA.

    AÍ SOBRA PRA ESSES LAMBARIS HONESTOS QUE CAEM DE PARAQUEDAS NA CIVIL QUE NÃO SABEM QUE NA MAIORIA DAS DELEGACIAS DO ESTADO PELO MENOS AQUI NA CAPITAL E NA GRANDE SP OS CHEFES DOS TIRAS RECEBM DINHEIRO DO TRÁFICO, DOS BICHEIROS, DOS DESMANCHES, DOS MAQUINEIROS E POR AÍ VAI.

    LOGO LOGO ESSE RAPAZ BOBO VAI APARECER MORTO EM ALGUM FALSO LATROCINIO. QUEREM APOSTAR?

  62. TUDO PODE ACONTECER !

    OS CARAS NÃO VÃO QUERER SE FUDEREM !

    EU DÚVIDO QUE O CALÇA BRANCA FEZ ISSO E NINGUÉM TOMOU CONHECIMENTO !

    E COMO CHEGOU NA IMPRENSA !

    COMO QUE O POVÃO FICARA SABENDO

    ELE PODE ATÉ TER DIGITADO !

    MAS TODO BO NÃO É REGISTRADO ?

    NÃO TEM QUE A AUTORIDADE ASSINAR ?

    CONTA OUTRA VAI !

  63. LEMBRETE:

    SAIBAM QUE ESTAGIÁRIO ESTÁ EM FASE DE APRENDIZZADO

    NÃO PASSARA OS TRÊS ANOS;

    O DEVER DA AUTORIDADE ERA COIBIR ISSO E NÃO POR PURA MALDADE TER DADO ASAS

    A IMAGINAÇÃO DO MOÇOILO !

  64. Se o garoto permanecer por mais tempo na PC vai acabar ficando igual esse(a) LURDINHA.

    Realmente, a que ponto chegamos!

  65. Eu sempre digo que os delegados são a raça mais FDP que existem dentro da Polícia, vcs não acreditam. 😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂

  66. Parabéns para ele, escravidão acabou em 13 de maio de 1888. Agora eu sei que vão aparecer algumas figurinhas de sempre com a seguinte alegação: “Pô, eu fiz polícia 30 anos e nunca reclamei, o cara é calça branca e reclama”, ou então aquela máxima imediatista e simplista de sempre “Não tá satisfeito pede prá sair”. Não, não saia não, você prestou concurso público, se esforçou e é mérito seu, meu irmão, continue e não dê ouvidos a algumas pessoas que “pedem” prá você sair sem sequer saber de suas necessidades do dia a dia, como por exemplo, sustentar gente doente, pagar aluguél, pagar mercado, IPTU, etc, etc, etc. Esse comentários nada têm a acrescentar e deixo aqui meus respeitos e admiração. Parabéns, temos que ser valorizados, não somos animais, o problema é que simplesmente esqueceram que existe uma “coisinha” que se chama Segurança Pública (que aqui é tratada como brinquedo) e outra que se chama “Administração”. E como nossa atividade se pauta nesses dois pilares, então entende-se que estamos em ruínas, infelizmente! Mais uma vez fica aqui meus parabéns pela atitude tomada. Abraço!

  67. SR. ” Horário do Almoço “, BOM DIA !, SEMPRE DISSE QUE, ENQUANTO NÃO PRENDEREM ESSES SAFADOS DESSE ” RECOLHAS” E JUNTAMENTE COM SEUS CÚMPLICES APRESENTÁ-LOS NA CORRÓ E A SEGUIR AO MINISTÉRIO PÚBLICO, NÃO ADIANTA RECLAMAR, POIS É A MESMA COISA DE ENXUGAR GELO DIUTURNAMENTE, POIS S.M.J., É A COISA MAIS FÁCIL DO MUNDO. O SENHOR SE ESQUECEU DE NOMINAR OS PUTEIROS E AS FÁBRICAS DE ANJINHOS. UM ABRAÇO….

  68. E desde quando tem policial honesto nessa polícia civil ? NÃO CONHEÇO UM ! O que conheço são vários idiotas que não sabem fazer o Ó com o Cú e ficam Caguetando os outros na esperança que um dia sobre uma vaguinha. Dizem dos chefes, que são ladrões e etc mas todos querem sentar numa cadeira e pagar de gostoso .Vejo um bando de recalcado caguetando recolha, só porque a única coisa que sabe fazer é ficar num plantão e ainda por cima atender muito MAL. A polícia civil tá ganhando é muito bem se querem saber . Se não gosta , vai pro setor privado porra ! Chega atrasado lá ou pede pra chegar mais tarde ou sair mais cedo pra ir pra faculdade . Descumpra uma ordem do seu chefe !:tá todo mundo chorando de barriga cheia. Eu quero é um dia ser chefe de DP, SECCIONAL ou DEPARTAMENTO e ROUBAR MUITO ! E foda-se o resto. E quanto a esse merda, tem mais que se foder mesmo. Se não tem preparo vai trabalhar no Habib’s. Ah se matar o caralho. O cara tá querendo é trampar um dia e folgar 4. Quer moleza ? Senta no meu colo porra. Tenho 20 anos de polícia e trampo pra caralho (também roubo pra caralho ) mas logo serei chefe e vou roubar mais ainda.

  69. Somente Observando (genérico) em 26/01/2017 às 11:47

    Florildo disse:
    26/01/2017 ÀS 1:26
    Parabêns pela coragem de denunciar fatos que sempre acontecem. A elite burguesa capitalista, querendo sempre o acumulo de capital, necessita de policiais para cuidar de suas riquezas. Entendo que esse policial é vitima desse sistema capitalista imundo que transforma seres humanos em robos. A melhor maneria é implantarmos o comunismo marxista !
    .
    .
    Florildo você conseguiu: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, peraí mais um pouco kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkmais, mais, mais. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Xcxcxcxcxcxcxc

    Permita-me ajudá-lo.
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk……..fôlego……kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk……fôlego…..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

  70. Adendo ao Valeparaibano em 27/01/2017 às 7:31:

    Estava à toa na classe o professor me chamou
    Pra me lobotomizar, me transformar num robô
    Me encheu de frase de efeito destilando rancor
    Pra me lobotomizar, me transformar num robô

    O mensaleiro que contava dinheiro parou
    E o blogueiro que levava vantagens pirou
    A Namorada que gostava de Beagle
    Parou para retocar a maquiagem

    O Sakamoto que odiava o sistema curtiu
    A Marilena que andava sumida Chauiu
    A esquerdalha toda se assanhou
    Pra me lobotomizar, me transformar num robô

    Estava à toa na classe o professor me chamou
    Pra me lobotomizar, me transformar num robô
    Me encheu de frase de efeito destilando rancor
    Pra me lobotomizar, me transformar num robô

    Não tive saco pra encarar Bakunin nem Foucault
    Gosto do Chico e acho que ele é um grande cantor
    O Professor falou que a coisa mais bela
    Era explodir bomba feito o Marighella

    A Marcha rubra se espalhou e a direita não viu
    O Paulo Freire virou santo e fudeu com o Brasil
    A Faculdade toda se enfeitou
    Pra me lobotomizar, me transformar num robô

    Eu vi que o capitalismo era feio e cruel
    Eu vi que em Cuba era bom e que eu amava o Fidel
    Anotei tudo no iPad e pus no computador
    Depois eu vou te ensinar porque eu virei professor.

    Música O bando.
    Link: https://m.youtube.com/watch?v=0Ec20JZNr24

  71. Não adianta brigar contra o sistema. Sempre vai se ferrar. Não ensinaram o rapaz? Caro Roberto Conde Guerra. Lendo alguns comentários, se os autores pertencerem aos quadros da Secretaria de Segurança, explica-se a lamentável situação em que chegou a polícia.

  72. Só aqueles que não tem esposa em casa ou tem e não ligam, aceitam trabalhar 30 dias por mês em sobreaviso (720 horas). Na CLT, escala de sobreaviso só pode ser de, no máximo, 24 horas com acrescimo de 1/3. Isso não existe nem no EXÉRCITO. Além disso, um agente de São Bernado do Campo com sede em Rosana, descontando aluguel e despesas de deslocamento e refeição, sem considerar outras contas, terá de pedir dinheiro para os pais. Concluindo: escravidão com certeza.

  73. BEM EU ACHO QUE OS NOVOS FUNCIONARIOS VÃO DE CERTA FORMA ARRUMAR TANTA TRETA(DE FORMA LEGAL!!) ATÉ TRAZER ALGUM BENEFÍCIO PARA TODOS!!!

    AGORA ENQUANTO TEM ESTA TRETA FUNCIONARIOS COLOCANDO NO PAPEL ESCALAS ABUSIVAS ETC ETC

    …A AIPESP EMENDA FERIADO DE 25 DE JANEIRO ANIVERSARIO DE SP ATÉ DIA 30!!!

    DESNECESSARIO E DÁ A CONOTAÇÃO DA REAL INTENÇÃO DA AIPESP…..???

  74. ESTE TITULA TÁ ERRADO….

    DESDE QUANDO PRESTA UM CONCURSO É OBRIGADO A SOFRER DESTE JEITO????

    E SE TEM DESEMPREGO NÃO JUSTIFICA O GOVERNO TRTAR SEUS FUNCIONÁRIOS ASSIM…AO INVES DE IR EMBORA ELE PODE TENTAR MELHORAR AS CONDIÇÕES QUE TRABALHA….

    PARECE QUE TEM GENTE A FOVOR DO GOVERNO E DO JEITO QUE NOS TRATA????

  75. LURDINHA,

    Preste atenção nas postagens anteriores e leia os dois BOs. publicados na íntegra aqui no Flit. O agente lavrou o BO por conta própria sem a presença ou prévio consentimento do delegado. Que dificuldade, né ?

    AHAHAH

    ESTE FATO SÓ ACONTECEU PORQUE O DELPOL NÃO FICA NA DELEGACIA!!!

    AINDA RECEBE POR GAT

    ENTENDEU OU QUER QUE EU DESENHO….

    ENQUANTO UMA CARREIRA BRIGA SÓ POR SEUS INTERESSES A INSTITUIÇÃO VAI ACABANDO…SÓ NÃO VÊ QUEM NÃO QUER!!!!

  76. Se fez sem previo consentimento do Delegado, onde a autoridade estava durante todo o plantão?

    Muito me espanta o criador deste espaço, perseguido e demitido, contribuir para que outro policial sofra o mesmo que ele.

    Ahhh, me desculpe, o criador do blog era delegado. Só eles podem.

  77. O AGENTE DE TELECOMUNICAÇÃO não está obrigado a fazer escolta, muito menos a realizar INVESTIGAÇÃO.

    O problema é que o DESVIO DE FUNÇÃO está institucionalizado na Polícia Civil PAULISTA, onde esses guerreiros das outras carreiras diversas da de investigador/escrivão estão prestando excelente serviço para a nossa instituição. Porém, NÃO ESTÃO SENDO RECONHECIDOS PELO QUE FAZEM.

    A carreira que mais se encontra protagonizando o trabalho “BOMBRIL” é a de CARCEREIRO. Contudo, o que esses guerreiros ganharam até agora? N A D A !!!!!

    Fez certo o Agente de Telecomunização! Ele prestou concurso pra atender ramal de telefonia nas centrais e fazer pesquisas nos sistemas. Nada a mais ele está obrigado a fazer.

    E pra finalizar; a PORTARIA DGP-30 já foi alvo de processo judicial, onde juiz determinou a sua nulidade, pois fere com a lei das orbigações individuais de CADA CARREIRA!!!

    A T E N Ç Ã O C A R R E I R A S D I V E R S A S !!!!!! CARCEREIROS…..AGENTES……AGENTELS……..PAPIS……etc……NÃO FAÇAM ALÉM DO QUE AS SUAS CARREIRAS OS OBRIGA!!!!! VOCÊS NUNCA SERÃO VALORIZADOS POR DAREM OS SEUS SANGUES EM TRABALHOS ALHEIOS AOS DAS SUAS FUNÇÕES!!!!

  78. Ninguém reparou nas entrelinhas desse BO do colega de Rosana, ou seja, naquilo que não está escrito:
    Se ele teve que pegar a viatura para correr atrás do delegado para o exmo. assinar as peças do flagrante…
    É PORQUE O DELEGADO NÃO ESTAVA FISICAMENTE PRESENTE NO ATO DA FORMALIZAÇÃO DO REFERIDO FLAGRANTE.
    Se eu fosse o advogado do mala, teria usado esse BO para pedir imediato relaxamento da prisão.
    É aquela velha história… os deleGATES nos chamam de calças-branca chorões, de folgados e etc.
    Mas presidem flagrante à distância. Quantas vezes não telefonei pro deleGATE no domingo à tarde, segurando o plantão sozinho bombando com trocentos BOs na fila, três presos e 10 PMs no balcão… e um puta som de churrasco e festa no fundo da ligação.
    Carreira Jurídica telefônica eu também quero. Assim é fácil falar que o tira que é folgado.

  79. Parabéns ao Policial, pois devemos valorizar o local em que trabalhamos, e estamos atualmente tão desgastados e desanimados que não temos mais forças para lutar. Esse Policial deve ser tratado como um herói, pois muitos de nós já passamos por situações semelhantes, mas não conseguimos nos expressar. Boa sorte ao colega.

  80. Pois é! Se fosse delpol seria recebido como herói até na ALESP via Olim, mas…

  81. O fato de existirem milhões de desempregados no país não habilita ninguém a explorar o trabalhador, e RETP não é mureta para justificar a exploração!

  82. SR. ” Sandro” !, S.M.J., ESSE MAJURENGO POR VOCÊ CITADO, ESTÁ AUFERINDO NADA MAIS NADA MENOS DO QUE 03 (TRÊS), ( SALÁRIOS ) MENSALIDADES, OU SEJAM, A DE MAJURA, A DE DEPUTA E A DE APANIGUADO DESSE QUE ESTÁ ESCONDIDO EM BAIXO DA SAIA DA MÃE.DELE. DR. “POLO ” , CUIDADO, AGORA É O ” TRUMBETA” E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  83. SR.sr. ” jose” ! E O REBOUÇA$ POR ONDE ANDA. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  84. Uma coisa é certa, tenho 19 anos de polícia, e concordo com o colega em questão, me sinto representado nesse B.O. Tirando algumas Delegacias privilegiadas, estamos chegando no limite, nossa instituição está muito doente, precisamos de socorro urgente.

  85. O que faltou ao colega, foi experiencia, para se recusar a executar um trabalho que não e seu, bem como levar oficio para assinar na casa do Delegado, ele que provelmente estava sua casa descançando de pijama, ganhando gat, por responder por mais de um municipio, enquanto o lado fraco da moeda, suportava o assedio moral, sendo obrigado a um serviço desumano; Quanto a critica do Flit, a postura deste site ja foi melhor, e quanto a conduta do Delegado, tirando o dele da reta, era de se esperar.

  86. Policial tem que fazer tudo, atender plantão, planilhar, fazer pesquisa, conduzir preso, bater grade, limpar as dependências do local de trabalho, ver óleo e água da VTR, calibrar pneus, fazer local de crime, rezar em cima do defunto, consolar a viúva da vítima, dar chinelinho prá criança pobre, regar as plantas do jardim, passar uma vassourinha na calçada do DP, carregar defunto, atender telefone, dar recadinho anotado no papelzinho, ligar na Eletropaulo quando caí a luz, jogar um WD40 na dobradiça da porta, arrumar impressora que trava o papel, dar bom dia a todos, sorrir para todo mundo, lavar as viaturas, fazer O.S, levar Ofício em diversos lugares, limpar a vomitada que o pingão deu no plantão, socorrer gente com crise de epilepsia, desmaio, dar cana, isso sim é fazer polícia! Tem que fazer polícia, fazer polícia, Bora fazer polícia, pô, senão não terão estórinhas para contar aos netinhos…

  87. Policial tem que fazer tudo, atender plantão, planilhar, fazer pesquisa, conduzir preso, bater grade, limpar as dependências do local de trabalho, ver óleo e água da VTR, calibrar pneus, fazer local de crime, rezar em cima do defunto, consolar a viúva da vítima, dar chinelinho prá criança pobre, regar as plantas do jardim, passar uma vassourinha na calçada do DP, carregar defunto, atender telefone, dar recadinho anotado no papelzinho, ligar na Eletrophaulo quando caí a luz, jogar um WD40 na dobradiça da porta, arrumar impressora que trava o papel, dar bom dia a todos, sorrir para todo mundo, lavar as viaturas, fazer O.S, levar Ofício em diversos lugares, limpar a vomitada que o pinghão deu no plantão, socorrer gente com crise de epilepsia, desmaio, dar cana, isso sim é fazer polícia! Tem que fazer polícia, fazer polícia, Bora fazer polícia, pô, senão não terão estórinhas para contar aos netinhos…

  88. Montanha,

    Prisão em flagrante? Que prisão em flagrante ?

    A vontade de desqualificar o delegado cega !

    Tratava-se de uma simples captura de condenado. A obrigação do diligente agente era levar os ofícios para a autoridade assinar; depois transportar o preso juntamente com um investigador.

    Montanha, ainda bem que você não é advogado: passaria fome.

  89. O que todo policial deveria aprender antes de entrar na função: A democracia não chegou para nós policiais. Quem tem isso em mente não se prejudica.

  90. SR.(A), ” QUE SE FODAM OS COMENTÁRIOS MALDOSOS EU NUNCA DEFENDI DELEGADOS NÃO SOU PUXA SACO ” ! CONCORDO EM TERMOS COM SEUS DIVERSOS COMENTÁRIOS. MAIS MEU AMIGO ! QUANDO NA ATIVA, HÁ MAIS DE DUAS DÉCADAS, FIQUEI COM A PULGA ATRÁS DA ORELHA, QUANDO VEIO A PUBLICO, O FAMOSO CASO DO DELEGADO ” TONELADA”, OU SEJA O INDIGITADO COM UM DIPLOMA FALSO FOI TER NA ACADEPOL. SE INSCREVEU NO CONCURSO DE DELEGADO, PRESTOU O CONCURSO, E QUANDO JÁ NA ATIVA, DESCOBRIRAM QUE O CARA SE TRATAVA DE UM BAITA DE UM ” GATÃO”, OU SEJA NEM CURSO SUPERIOR TINHA. MEU AMIGO POSSO PEDIR MAIS UMA VEZ !, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  91. O “Blindado” direto de JP/PB disse:

    NÃO FOI SÓ ESSE CARA QUE ENTRARA APADRINHADO !

    TIVERAM VÁRIOS OUTROS

    QUE SÓ FIZERAM MERDA !

    EU CONHEÇO UM DO 50º DP / 59º DP – QUE DEIXARA O PRESO FUGIR !

    OUTRO QUE ESTAVA NA ACADEPOL E ESTAVA TOMANDO UMA NOTA LÁ EM FRENTE DA ACADEMIA

    OUTRO QUE ATUALMENTE É PROFESSOR DE DIREITO PENAL

    FORA PARA A CIDADE ONDE MORA ENTRARA NO MERCADO COM UMA LATA DE UM PRODUTO

    VENCIDO NO BOLSO E TENTARA TOMAR UMA NOTA DO DONO DO MERCADO

    OUTRO NO 59º DP, QUE MANDAVA OS TIRAS TOMAREM UMA NOTA

    E FAZEREM RECOLHAS

    HÁ VÁRIOS NA ATIVA !

  92. Se implantar a Central de Flagrantes, a noite e fins de semana na Seccionais não resolveria o problema de Delegados, Escrivães e Investigadores nos Deinters?Se funciona na Capital não funcionaria no interior do Estado de São Paulo?Um plantão por semana não daria o descanso mental que todos os Policiais querem? Quem precisa de chefe é índio; precisamos de Administradores.Meus respeitos e um forte abraço a todos os Policiais Civis que aqui tem a livre forma de expressão fornecida pelo Dr.Guerra, que um dia espero ver reintegrado.

  93. ESSE NEGÓCIO DE FICAREM FUDENDO COM SERVIDORES

    NÃO ESTÁ COM NADA !

    O CARA FEZ MERDA

    E DÁ PARA RESOLVER

    DÁ UM Q T A – K A R A L E O !

    P’RA QUE TUDO ISSO !

  94. Manda esse motorola calça branca tirar essa roupa de batman e ir atender o telefone! não aprendeu ainda? não existe mais polícia, agora é a lei do maçaneta! que se foda a população!

  95. ESTÃO TODOS NO MESMO BARCO !

    LOGO TODOS ESTÃO SE FUDENDO !

    NESSAS HORAS TEM QUE HAVEREM:

    CAMARADAGEM, COLEGUISMO, PROFISSIONALISMO, CORPORATIVISMO,……………………………………………..

    AS COISAS NÃO SÃO ASSIM !

  96. EI-KI PORRA É ESSA, SRS.” KUNG FU E RATOS DO DESERTO “, NA MINHA ÉPOCA, QUANDO TRAMITEI PELA ZONA LESTE, NOS DISTRITOS POLICIAIS DO 22, 24, 32,59, 62, 64 E POR DERRADEIRO 68 ONDE LOGREI MANDAR ESSA CORJA DE LADRÕES PARA A PUTA QUE OS PARIU, NUNCA VI NADA DISSO NÃO !. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  97. Hoje a moda é camisa com manga comprida abotoada no punho, detalhe, para dentro da calça, sapatinho, arma?! Não, não carregue arma, evite, não fale para ninguém que você é policial, não interessa a ninguém, somente a você, arrumar um departamentozinho light, fazer seus horariozinho e pronto. Vira funcionário público MESMO. Você só tem a ganhar! Deixa esse lance de barbão, cara de marrento, correntão, pulsierão, tatuagens espalhadas pelo corpo, camisetinha colada no tórax prá essa molecada que vai entrar amanhã na polícia. A desilusão virá com o tempo…

  98. Minha Opinião disse:
    27/01/2017 ÀS 20:13
    Se implantar a Central de Flagrantes, a noite e fins de semana na Seccionais não resolveria o problema de Delegados, Escrivães e Investigadores nos Deinters?Se funciona na Capital não funcionaria no interior do Estado de São Paulo?Um plantão por semana não daria o descanso mental que todos os Policiais querem? Quem precisa de chefe é índio; precisamos de Administradores.Meus respeitos e um forte abraço a todos os Policiais Civis que aqui tem a livre forma de expressão fornecida pelo Dr.Guerra, que um dia espero ver reintegrado.
    BOA IDEIA.

  99. Não sabia que havia idade para sentir que está sendo explorado, escrachado e humilhado diante das condições, então como tal ocorre e muito hoje em dia, uma menina com 10 anos com depressão comete suicídio devemos tbm crítica-lá e condena-lá? Não há idade para ser burro suficiente e já perceber o fumo que entrou, é essa atitude dele que faz a mídia e a população perceber a situação dos Policiais e da Polícia Civil e quem sabe, repito quem sabe com mais casos assim a coisa comece a mudar, pq ficar digitando neste espaço como eu estou fazendo, até agora não mudou nada kkkkkk tem que rir, agra o rapaz teve coragem de peitar sabendo das reprimindas que virão e ainda assim ironizam e usam de sarcasmo com atitude dele, e outra não é pq o nível de desemprego está altíssimo que vc vai aceitar que o seu patrão enfie na sua b.. Sem vaselina e vc abra um sorriso gigante… Ah vamos crescer um pouco mentalmente policiais civis.. É muito leão de teclado e poucos agentes como este… Fui…

  100. Não adianta, o policial Daniel está certo, diante do caos ele foi a voz da coragem, o Estado desleixou com a Polícia Civil, e esse esculacho tem suas vítimas, e o Daniel é apenas um dos milhares de policiais civis sofrendo com dias e noites sem dormir, sem direito ao sagrado repouso e descanso com a família, correndo riscos escoltando sozinho bandidos de alta periculosidade em tempos de PCC, e não tem esse de novato ou velho, os direitos são iguais, e todos tem direito a dignidade, aos direitos trabalhistas e humanistas, e sendo o policial jovem necessita ainda mais de proteção e apoio, pela falta de experiência e conhecimento policial.

  101. Proteção e apoio é o que nos falta, como bem disse a Escrivã Decap. A pior coisa é nos vermos abandonados num momento de desespero. Devemos apoiar e cuidar de nossos pares sempre. Polícia é isso, união e apoio, agora, é mais fácil dizer: Você se fodheu colega, vai pagar caro. Lamentável…Isso que aconteceu seria fácil de ser resolvido, bastava uma outra equipe prosseguir com o tal Ofício e realizar a remoção do preso, pronto, esta parte está resolvida, quanto á viatura, o colega arruma sem ônus para o Estado, problema resolvido, explica ao Titular o poruqe pegou a VTR sem o devido consentimento e creio que não haveria motivo para prejudicar o rapaz desde que este conserte a VTR, quanto ao fato de não estar feliz onde se encontra lotado, vai conversando com um e outro até “descolar” uma permuta para algum lugar que se sinta bem. Lamento não terem-no impedido de fazer o B.O e consignar sua insatisfação, fosse eu, diria para não fazer isso, “esfria a cabeça colega, amanhã é outro dia”. Que falta faz um pequeno “diálogo”.

  102. “Irmãozinho”

    Sábias palavras! Muitos dos meus problemas funcionais teriam sido evitados por meio de “um pequeno diálogo” ; outros simplesmente contando até dez!

  103. “Irmãozinho” disse:
    28/01/2017 ÀS 17:59
    .
    Eu também tomei muito na cabeça por ser marrento, fiquei mais velho e aprendi a contar até o famoso dez e o fato de ter aposentado me ajudou, recuperei meu humor e a minha pressão voltou ao normal. Graças a Deus.

  104. Senhor “Irmãozinho”

    Concordo plenamente, mas primeiro precisa ver se a outra pessoa aceita a proteção, não confundido-a com outras inteções.
    O diáligo é sempre o indicado, desde que as partes estejam dispostas, caso contrário será apenas mais uma oportunidade de se jogar combustível no já incandescente ânimo!
    Eu sou antigo, já cometi meus erros e também já aconselhei bastante para que se evite outros, mas nem sempre isso é visto pelos colegas.

    é o que penso

    C.A.

  105. Pois é, prezados colegas, depois de alguns anos de polícia, depois de amassar barro, depois de passar por alguns sustos (na polícia levamos vários), algumas ripas, depois de trabalhar com parceiros de VERDADE, ora com parceiros de merdha, depois de ter alguns colegas levados ao plano superior, depois de conquistar alguns fios grisalhos que prateiam minha cabeleira, depois de enterrar vários entes queridos da família, de ter superado algumas doenças, vamos percebendo, tomando conhecimento de que quando há diálogo, equilíbrio, quando se dá ouvidos a solução aparece. Isso é algo que a idade nos traz, ainda bem! Envelhecer com síndrome de “bad boy” seria patético..rss! Abraços fraternais e que Deus os proteja sempre!

  106. A Polícia Civil tem complexo de PM, tem uma Lei Orgânica ultrapassada e desatualizada, que só é usada para ferrar policiais, a Polícia Civil virou uma zona, onde a maioria trabalha por dois ou três policiais, e alguns só na maçaneta e este panorama trás revolta, essa de R.E.T.P e trabalhar dia e noite, até o limite físico e psicológico, não cola mais na era na informação, não somos escravos mas somos explorados e sacrificados, quando o Estado nos impõe o limite da capacidade física como parâmetro de R.E.T.P, nos por necessidade e desespero aceitamos, e viramos noites e dias, sem repouso, sem lazer, sem convívio com a família e sem nos atentarmos com a própria saúde. Quando ao Daniel o policial vítima da exploração dos direitos trabalhistas e humanistas do Estado, esse sim por ser novato, inexperiente e estar sobre cobrança e pressão, e nos limites de suas capacidades, deveria ter tido em seu estágio probatório, as orientações e apoio de sua seccional, quando seu estado de saúde, quando suas condições de trabalho e quanto seu estado psicológico, mas na Polícia Civil estamos perdendo nossos jovens antes mesmo de tomarem posse, na demora da realização dos concursos e na demora para convocação, mas é isso ai, somos uma instituição falida do salve – se quem puder, somos jogados as traças por fatos corriqueiros, onde uma simples orientação ou intervenção colocaria tudo em plena normalidade.

  107. Não esquente a cabeça colega. Pior das hipóteses você faz um curso técnico de radiologia e vai ganhar mais do que ganha aqui…

  108. Parece que a denúncia do agente já repercutiu no governo, segundo consta o governo não tinha conhecimento que no interior, havia policiais virando 24 x 24, trabalhando de forma contínua e sem direito a folga ou repouso, e ainda por cima escoltando sozinho com aval da autoridade, pelo visto a decadência do interior ainda não chegou aos olhos do governo, talvez a denúncia do agente faça com que o governo abra os olhos, diante dos abusos e exploração contra os policiais interioranos, já que os horários, escalas e condições de serviço no interior ferem os direitos trabalhistas e humanistas, e o pior a própria polícia que seria responsável em fiscalizar tal exploração, fere de forma escandalosa os direitos de seus policiais a vida, ao repouso, a segurança no trabalho, e a qualidade de vida.

  109. Estamos sem funcionários, escravizados, desvalorizados, abandonados e ainda somos cobrados pelos delegados, políticos e até pelo padre da merda de cidadezinha por produção, somos a referência e solução de todos problemas de segurança pública, a sociedade esquece que a segurança está essa merda porque vivemos em um país sem educação, com baixo nível social e corrupto. Os policiais civis são os escravos referência das cidades do interior, e o povo nem quer saber, se não esclarecer será cobrando em audiência na câmera dos vereadores e em audiência com promotor, somos escravos com açoites requintados.

  110. Falida, desacreditada, sem chefia e sem liderança que inspire um mínimo de confiança. disse:

    Parabéns Daniel. Que a sua conduta sirva de exemplo para outros tantos funcionários na mesma situação que deveriam se recusar a serem submetidos a uma verdadeira escravidão a título de RETP . Que o departamento jurídico das entidades de classe lhe dê a devida assistência judiciária contra qualquer tipo de represália, principalmente daqueles que ganham GAT e sequer vão à delegacia da cidade vizinha para se inteirar das ocorrências policiais.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s