Deputado pede apoio para manter aposentadoria especial da Polícia Civil 63

PEC 287 extingue benefício a servidores sujeitos à atividade de risco

O deputado Wancley Carvalho, que quer manutenção de aposentadoria especial a Polícia Civil

DA REDAÇÃO

“A Proposta de Emenda Constitucional 287, que prevê a reforma da Previdência Social, traz efeitos devastadores aos policiais civis de Mato Grosso”. A afirmação é do deputado estadual Wancley Carvalho (PV), que tem se articulado junto a bancada federal para garantir o direito especial aos policiais civis do Estado.

A PEC está em tramitação na Câmara dos Deputados, e aguarda criação de Comissão Temporária para ser votada em plenário.

O texto da reforma apresentado pelo presidente Michel Temer (PMDB), retira o artigo que reconhece a atividade de risco dos profissionais de segurança pública, nos critérios de concessão da aposentadoria de profissionais da segurança pública.

De acordo com o deputado Wancley, o serviço policial tem suas peculiaridades e regime de trabalho diferenciado.

“Da forma que é proposta, a reforma vai criar uma polícia envelhecida, já que o novo texto determina que os policiais civis e federais serão submetidos à regra de idade mínima de 65 anos e de, pelo menos, 49 anos de contribuição. Uma polícia envelhecida não traz segurança para a população”, disse.

Em conversa com o senador José Medeiros (PSD), o deputado solicitou ajuda na defesa da pauta.

“Sou favorável a aposentadoria especial de todos os policiais, na integralidade, pois sei da atividade de risco que desempenham. Já me reuni com o ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, para tratar do assunto, que atualmente é debatido na Câmara”, afirmou o senador, que é policial rodoviário federal.

Ainda segundo Wancley, a defesa do assunto não privilegia a categoria, em detrimento de outras.

“Pela atividade de risco que o policial pratica diariamente, a sua expectativa de vida, segundo pesquisas, é inferior. Essa reforma precisa ser pautada por aspectos técnicos”, finalizou o deputado.

Manifestação

 

No início do mês de dezembro,investigadores, escrivães e delegados da Polícia Civil participaram de um ato em frente à sede da diretoria da Polícia Civil, em Cuiabá.

 

Os manifestantes protestaram contra a reforma previdenciária.

  1. Governo Temer tá sem fôlego. Todos envolvidos na lava jato. Estes líderes sindicais que não trabalham e vivem bem as custas dos valores descontados mensalmente de alguns desavisados que ainda acreditam em seus esforços, deviam invadir o congresso, quebrar tudo e impedir a votação desta patifaria.

  2. Se os policiais civis e federais não se unirem vão ficar pra trás por causa de um bando de políticos canalhas. É hora de uma REVOLUÇÃO neste país.

  3. Quem falou que escravo precisa se aposentar? Viramos um nada por completo!

  4. Tem Policiais que só saem da Polícia com 70 anos e na expulsória…

  5. Estes Deputados é que deverão ser lembrados pelos Policiais Civis no momento dos Votos. Agora pergunto, Cadê o Sr. Olim? Alguém viu algo que este parlamentar fez em prol da Instituição? Agora, se o Dória, o Alckimin ligar no gabinete dele e pedir algo tenho certeza que ele atende sorrindo!!

  6. Servidor TJSP, Penso que o Sr foi reprovado em alguma das 05 fases para um concurso da Policia Civil. Acho que o Seu sonho era ser Escrivão, Investigador, Delegado. O que aconteceu? O problema foi a Preambular ou o Sr. é gordo é não passou no Teste Fisico? Talvez seja 13 e não tenha conseguido passar no Psicologico. Existe outra chance, o Sr. passou na Preambular e tomou pau na Discursiva.

    Mas tudo bem, o Sr. se redimiu em seguida fazendo a prova para Escrevente Técnico Judiciario conseguindo nota. Depois foi lá, treinou pra meter o dedo no teclado e conseguiu redigir um texto. Parabens!!!

    Antes de me despedir do Sr, quero lhe dar um conselho: Estude mais um pouco e tente TRT ou TRF. Conheço vários do TJ que ascenderam e estão na Justiça Federal!!

  7. A única certeza do funcionário público, é quando passa a trabalhar, em decorrência do concurso realizado.
    Depois disso, apenas sonhos, que são realizados, somente para aqueles que administram o pais.

  8. É a primeira vez na história do Brasil que integrantes das chamadas “elites”, conhecem o cárcere, graças ao trabalho da P.o.l.i.c.i.a F.e.d.e.r.a.l, portanto não esperem que elas participem de qualquer medida que fortaleça a Policia Investigativa, muito pelo contrário, provavelmente, seguiram o “santo” e também destruirão suas PCs.

  9. FUFU,
    a expulsória é aos 75 anos !
    mudou a regra, com a PEC da Bengala !
    abc

  10. Eu discordo!, vc me interpretou mal. Eu quis dizer sobre a PC esperar sentado no sentindo de nunca acontecer coisas boas pra ela, e de maneira geral dentro do funcionalismo público!
    Sim, já prestei concurso para a PC e não entrei ,mas isso não me fez ter raiva da instituição. Vida de concurseiro é isso, tem concurso que a gente não consegue a vaga e tem concurso que consegue, não entrei na PC, só que no TJSP, eu entrei!
    Sobre o seu conselho, agradeço, mas não considero necessário, já passei pelo período probatório e estou satisfeito com o meu salário e local de trabalho.

  11. Caros colegas, acredito que seja por isto, que existe no dap, 11000 mil pedidos de aposentadoria, quem ficar Tera que segurar o piano ate 2018, ano EM que o governo pretende abrir NOVOS CONCURSOS.

  12. Servidor do Tj
    Parece que vc não esta tão satisfeito assim, fica sapeando em site de policia, estranho .
    Ademais não vejo tantas vantagens funcionais para servidores do TJ/SP em relação aos da PC/SP, exceto se for juiz, eacredito que não seja.

  13. O R.E.T.P e essa Lei Orgânica arcaica fora da realidade dos tempos atuais, é usada quando convém pelos delegados e pela administração para ferrar os já ferrados Policiais Civis.

  14. A Polícia Civil deve e tem por obrigação reprimir o trabalho análogo a escravidão e não expor seus policiais a escravidão.

  15. Pergunta de um leigo para Dr. Guerra. Como fazer para saber se esta L.O.P foi recepcionada pela C.F.? E por que os Sindicatos, Federações de policiais não fizeram? Por Que o R. E. T. P substitui as horas extras e o Adicional Noturno, por que não ganhamos adicional de Periculosidade? Não temos uma profissão extremamente perigosa e insalubre?

  16. RAPAZIADA BOTA NO PAU QUE SEGUNDO DETERMINAÇÃO DA MINISTRA CARMEM LUCIA EM DOCUMENTO ASSINADO EM 16 /12/16 QUEM ENTROU ANTES DE 2003 TEM DIREITO A INTEGRALIDADE E PARIDADE ,O GOVERNO NÃO TEM MAIS COMO APELAR , PAU NO CÚ DA SPPREV …TO INDOOOOO APAGA A LUZ O ULTIMO A SAIR…

  17. E o encontro com o delegado geral, vão montar um novo grupo de estudo para estudarem o outro grupo.

  18. Boa noite!

    Senhoras e Senhores.

    Essa medida de prejudicar o cidadão trabalhador e força-lo a trabalhar mais do que o físico e o espírito aguenta , é deprimente!

    A Polícia Federal e a Policia Civil dos Estados tem por ofício a investigação e nada mais do que justo nós Policiais começarmos a investigar a fundo o “porquê” desta desenfreada vontade de exterminar nossas Instituições.

    Se nossos representantes e dirigentes não possuem condições, nós operacionais deveremos tomar as rédias desta luta e partiremos pro embate com esses políticos que não querem rever esta fatídica situação.

    Vamos levantar seus passados e vamos fazer nosso papel cívico.

    Vamos à luta companheiros.

    Caronte

  19. Aqui é um espaço para desabafo, mas a primeira medida que tomei esse ano foi cancelar os pagamentos aos sindicatos, primeiro pela necessidade de cortes de gastos e segundo porque esses sindicatos não nos representam, não agem e não estão servindo absolutamente para nada, a não ser arrecadar nosso sofrido dinheiro, percebam que os atuais sindicalistas são os maçanetas de outrora, quando policiais também eram ruins de trampo, mas bons de política. Tanto que os serviços análogos a escravidão, acontecem a mais de 10 anos nas regiões de todos os SINPOL’s, mas os atuais sindicalistas e ex – maçanetas nadam fazem, continuam a arrecadar sem trabalhar ou lutar pelos direitos dos policiais.

  20. AUDIÊNCIA COM O DELEGADO GERAL DE POLÍCIA CIVIL DE SP

    A pedido da FEIPOL SUDESTE, juntamente com os Sindicatos de Policiais Civis das Regiões de Campinas, Ribeirão Preto, Sorocaba, Mogi das Cruzes, Jundiaí e IPA-SP, realizou-se na data de ontem, 2 de fevereiro de 2017, uma audiência com o Delegado Geral de Polícia, Dr. Youssef Abou Chahin, onde o principal foco foi a absurda falta de Policiais Civis em todas as Unidades Policiais do Estado, que vem causando uma inadmissível carga de trabalho, trazendo também como consequência afastamentos por licença de saúde, aposentadorias precoces e até pedidos de exonerações.
    Também encaminhamos ao DGP no ofício com oito itens reivindicatórios que há muito tempo afligem a nossa categoria, entre os quais a inadmissível falta de reposição salarial nos últimos três anos, o que acarreta uma perda de aproximadamente 30% nos salários dos Policiais Civis.
    A sinceridade e a transparência do DGP em não ocultar nenhum problema pelo qual atravessa a Instituição, informando às entidades de classe sobre a complexa realidade que a Polícia Civil atravessa mostram o comprometimento institucional do chefe da Polícia com a categoria e a sua preocupação em tentar resolver a situação mais extrema, que é a enorme falta de Policiais Civis em todo o Estado, diga-se de passagem, que é muito maior do que imaginávamos.
    Apenas para exemplificar, tomamos conhecimento que 294 das cidades paulistas não têm Delegados de Polícia, isso é quase metade dos 645 municípios do Estado de São Paulo. A situação é ainda mais grave considerando as faltas em outros cargos, como Escrivães, Investigadores de Polícia, Peritos Criminais, Médicos Legistas, entre outros.
    Diante do quadro extremo, o DGP convidou, em 31 de janeiro, o Secretário Estadual de Segurança Pública, Dr. Mágino Alves Barbosa Filho para uma reunião onde apresentou os preocupantes números de nossa defasagem de pessoal e pediu para o Secretário solicitar ao Governador, em caráter de urgência, a convocação do restante dos aprovados no Concurso de 2013 e expôs que em 1994 a Polícia Civil de São Paulo tinha 32 mil Policiais para uma população de 33 milhões e neste ano de 2017 são 25 mil Policiais, com projeção que o número caia para 21 mil em quatro meses, dado ao número de pedidos de aposentadorias em andamento, enquanto a população subiu para 44 milhões, além de aumentar o rol de crimes a serem investigados, levando-se em conta que no ano de 94 não existia, por exemplo, furtos ou roubos de celulares ou os chamados crimes cibernéticos.
    E nesta esteira, o DGP também convocou o Conselho da Polícia Civil para determinar aos diretores que elaborem um plano de reengenharia (Agrupamento de Unidades Policiais), pois ele enfatizou na reunião com as entidades de classes que não “existe mágica”, pois a solução do problema mais urgente da Instituição, que é falta de Policiais Civis, será com a convocação urgente dos remanescentes aprovados no Concurso de 2013 e a abertura de novos Concursos.

    Diante da colocação do DGP, o presidente da FEIPOL SUDESTE, Aparecido Lima de Carvalho, Kiko, enfatizou que a reengenharia servirá apenas para mudar o problema de lugar, uma vez que os números de Inquéritos, Investigações e outras atribuições continuarão os mesmos para um ínfimo número de Policiais Civis. E ele quis saber qual é seria a fórmula do DGP para resolver o impasse. Por sua vez o Delegado Geral respondeu que pensava em fazer mutirões com Delegados, Escrivães e Investigadores para diminuir o acúmulo de Procedimentos das Unidades Policiais.

    A FEIPOL SUDESTE entende que a situação é de extrema gravidade e a Instituição está colocando em xeque, correndo o risco até de extinção. Enquanto isso, o Governo do Estado se aproveita da crise em que o país atravessa para justificar o desmonte da Polícia Civil, enquanto alardeia em meios de comunicação que está com superávit de mais de R$ 1, 5 bilhão em caixa, enquanto nossa Instituição agoniza, sem ter recursos sequer para confeccionar novas identidades funcionais previstas na lei 1.282/16, sancionada pelo próprio Governo do Estado de São Paulo.
    A FEIPOL SUDESTE levará ao conhecimento das autoridades competentes a gravíssima situação de desmonte sistemático pela qual a Instituição Polícia Civil vem sendo submetida pelo Governo de São Paulo. Conclamamos ainda toda a categoria que informe a FEIPOL SUDESTE, atualizando déficits de Policiais em suas cidades e regiões e nos informando pelos emails: feipol.se@gmail.com e sinpol@mpc.com.br e que todos participem desta incansável luta em busca do respeito e dignidade tão merecidos por nossos trabalhadores Policiais Civis.

    Att//
    Aparecido Lima de Carvalho, Kiko
    Presidente da FEIPOL SUDESTE

  21. Aumenta – se o trabalho, atribuições e responsabilidades, audiência de custódia, escoltas, mas se diminui o efetivo pela metade, e assim os que restam precisam trabalhar por quatro policiais que já se aposentaram, e para dar conta o policial entra no regime “trabalho análogo a escravidão”, como se trabalhar em regime escravo fosse normal, assim os delegados e sindicatos fazem vistas grossas ao policiais surrados, escravizados e surtados pelo sistema, é como se fosse um parque de horrores, policiais se matando e delegados bem pagos e sindicatos arrecadando, vendo o sistema massacrar os policiais, e se não aguentarem, serão punidos e esculachados pelo arcaica e ultrapassada Lei Orgânica da Polícia Civil.

  22. Os sindicalistas e presidentes de associações só servem pra sair em fotos e nada mais.
    Tem um monte de idoso lá que estao sem forças ate pra dar entrevistas. Como vão bater de frente com o Governo?
    O SSP disse que se assustou qdo o DGP lhe mostrou a situacão da PC e disse que não sabia que estava tão crítico assim. Oras, se ele que é SSP não sabia do caos da sua pasta, quem deveria saber? Será que o Secretário de Educação ou o de Saúde? Ah, talvez o de Turismo.

    Ilario ter que ouvir isso!!!

  23. Os Sindicalistas dos aglomerados de sindicatos além de idosos, eram maçanetas quando na ativa, e hoje esse aglomerado de micro – sindicatos representam um grande nada, não nos representam, não tem influência em nada por serem pequenos, não tem influência política por não serem coesos, são um monte de velhos desunidos por fora do “trabalho análogo a escravidão” que assola os policiais pelo interior do Estado, onde os policiais são vítimas de horários impróprios, são forçados a trabalhar além do limite, e se cometem algum erro pela exaustão,estafa e pelo excesso de atribuições, responsabilidade e riscos ainda são massacrados pela corregedoria e pelos próprios delegados, que exigem produção, fazendo os policiais forçarem suas capacidades acima do limite físico e psicológico do ser humano normal.

  24. FALTAM DELEGADOS?

    SIPOL: Sim, claro. Faltam delegados.

    FALTAM ESCRIVÃES?

    SIPOL: Sim, claro. Faltam Escrivães.

    FALTAM INVESTIGADORES?

    SIPOL: Sim, claro. Faltam Investigadores.

    SIPOL
    Aliás, que pese o quadro de Delegados de Polícia não estar completo, nem de longe esse é o ponto nevrálgico da gravíssima crise que assola a Polícia Judiciária Bandeirante. Estamos diante da falta de milhares e milhares de Investigadores, Carcereiros, Escrivães, Agentes Policiais, Papiloscopistas, Auxiliares de Papiloscopistas, Agentes de Telecomunicações, Peritos, Fotógrafos, Auxiliares de Necrópsia, Atendentes de Necrotério, Servidores Administrativos.

    Aliás, na atual conjuntura, faltar Delegado não é má ideia. Tem o GAT. Muitos reclamam de sua famigerada existência. Mas não parece algo nada prejudicial.

    Aliás, coitado daqueles que têm que trabalhar, de corpo presente, em outras unidades, e até em outros municípios, sem adicional algum, por falta de previsão legal.

    Imaginem uma CONSTRUTORA onde tem engenheiro demais, arquiteto demais, para coordenar pouquíssimos pedreiros e serventes . Muito engenheiro e arquiteto mandando, exigindo, comunicando e punindo. E poucos ajudando a assentar tijolos.

    O que vai rolar? O que vai acontecer com essa CONSTRUTORA?

    Os concursos para Delegado de Polícia deveriam ser suspensos por anos. E em seu lugar chamar Escrivães, Investigadores, etc… Quem defende ideia contrária, por favor venha a público e se explique FUNDAMENTANDO A DEZENAS DE MILHARES DE POLICIAIS O PORQUÊ.

    Recentemente ocorreu o contrário. O Governador chamou TODOS OS REMANESCENTES DE DELEGADOS. Agora vamos fazer o que? Andar pra trás? Fechar unidades? O ponto chave dessas discussões todas é mesmo contratar mais chefes? É isso mesmo? Vamos melhorar a questão:

    QUAL O CARGO, PROPORCIONALMENTE FALANDO, EM QUE FALTAM MENOS SERVIDORES ?????

    Nem vamos entrar no mérito que houveram três promoções para Delegados em 2016 e apenas UM para as demais carreiras. Né?

    Não parece que causará muita admiração se Entidades de Classe passagem a apoiar o Ciclo Completo de Polícia.

  25. Fernanda litoral:
    Concordo com você em gênero, numero e grau.
    E mais: se precisam de delegados é só retirar dos grupos operacionais, estão cheio deles, e para que?
    Não é carreira jurídica, tem inquérito em grupos operacionais?
    Se somarem os delegados do GOE, GARRA e o Helicóptero põem para funcionar uma Seccional.

  26. Vejo neste espaço pessoas fazendo colocações sem nexo algum. Em contrapartida, vejo também pessoas esplanando belos textos, pontos de vista coerentes, é o caso da nossa colega FERNANDA LITORAL. Parabéns pela Vossa colocação.
    Apenas complementando, sabem por que o Governo ainda oferta um fôlego à carreira de Delegado de Policia? É simples: Pelo fato de terem uma representante sindical que sabe fazer a politicagem. Pessoa bem vestida, com roupinhas padrão Juiza/Promotora. Tem toda uma habilidade para lidar com a alta cúpula!

    Agora, tem representante das categorias operacionais que mais parece um Mendigo, nem falar o sujeito sabe. Parece que foi pego embaixo de um viaduto!!!

    Assim, O Governo olha, dá risada e chuta sem piedade!

  27. Se eles consideram 48 anos de idade pouco, 65 eh muito. Que encontrem um meio termo.

  28. (…Se somarem os delegados do GOE, GARRA e o Helicóptero põem para funcionar uma Seccional…)

    Devido à falta de funcionários é ilógico a existência de grupos operacionais esta função pode ser executada pela “mike”, sem prejuízo algum muito pelo contrário, na hora do apoio é o miliciano da área que chega primeiro.

  29. CARCEREIRO 13:
    Os grupos operacionais são necessários, porque sem eles ficaríamos na mão dos melecianos, a investigação é foco principal da Policia Judiciária, mas como exemplo da PF deve haver um braço operacional para executar as ações.
    Devemos seguir o exemplo da PF, logicamente até para se pleitear salários iguais.

  30. Decepcionado, Acreditar no ” improvável” eu até concordo. Agora acreditar no ” impossível ” é utopia!

    O Sr. Tá falando sério quando diz que devemos perder tempo pleiteando salarios iguais ao da PF? Amigão, Um Agente/Escrivão da PF ganha 10 mil por mês EM COMEÇO DE CARREIRA.. Sabe quando um N.U da PCSP chegará neste patamar? Somente no dia em que a PM for extinta, ou seja, NUNCA!

  31. Sr. DECEPCIONADO

    Vamos por partes:

    Investigação: Policia Civil, certo?

    Patrulhamento ostensivo ou de rotina, Policia Militar, certo?

    Guarda de Presos, Administração Penitenciaria, certo?

    Faltam servidores, nos três setores, certo?

    A PC em matéria de recursos humanos, comparando com a PM e a SAP está em uma situação no mínimo DESESPERADORA, certo?

    Então vejamos:

    O Judiciário depois de anos de subserviência aos interesses do G.o.v.e.r.n.a.d.o.r começa a emitir diversas sentenças obrigando a S.P.P.R.E.V a cumprir a lei da aposentadoria com integralidade e paridade, certo?

    A administração ao publicar o número de policias em atividade, inclui maliciosamente os policiais que se encontram no artigo 100 e portando não estão trabalhando, maquiando a falência da PC, a situação é tão crítica que os policias dos grupos operacionais deveriam ser deslocados para setores de investigação, causa primeira da existência da polícia civil, sob pena da “mike” conseguir fechar o ciclo completo.

  32. SR: Eu discordo:
    Falo serio sim, pois se devemos pleitar alguma equiparação deve ser com a PF, por ser Policia Judiciaria, e não com a PM, quanto a conseguir ou não, depende de vários fatores, concordo que no cenário de hoje, ainda mais com o PSDBOSTA, é impossível, mas nada é para sempre.

  33. É ruim, hein? A polícia civil já não é ninguém nas respectivas assembléias estatuais, no Congresso, menos ainda. Detalhe: se fizer greve, ninguém vai notar.

  34. Nosso inúmeros sindicatos e associações não nos representam, não tem influência para nada, e são comandados por velhos ex – maçanetas que desconhecem a situação de seus associados, nossos sindicatos são um grande nada dividido em vários nada, nossos sindicalistas são velhos gagá, que mal conseguem falar, mal vestidos e sem conhecimento político, jurídico e sindical para presidir um sindicato que representa a Polícia Civil de São Paulo, nossos sindicatos não são sérios, são amadores, pequenos, possuem nenhuma influência junto ao governo, somos uma Polícia desorientada em meio a um aglomerado de sindicatos nulos, e que só arrecadam seu dinheiro, mas são lhe dão nada em troca, tanto que a policiais em regime de escrivão e estamos a quase quatro anos sem reposição da inflação.

  35. BOM PLANTÃO, BOAS ESCOLTAS E AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA AOS SOFRIDOS POLICIAIS TRABALHADORES ANÁLOGOS A ESCRAVIDÃO.

  36. A PM parou aqui no Estado do Espirito Santo faz dois dias e tá tudo normal. A Civil, mesmo com poucas viaturas, está dando conta sossegado do recado. E aí gente….divulguem em seus Estados. Governadores têm medo da pm mas agora descobrirão que eles não são imprescindíveis.

  37. Cadê foto de caos? ONDE?EU MORO EM VITÓRIA E VC SR. C.A? VEM PRA CÁ STIVE.

  38. Senhor Pedrinho

    Presumo que saiba ler e identificar o autor da matéria apenas veiculada por este signatário.

    C.A.

  39. Pára senhor C.A. Aqui só familiares fazendo piquete em frente de quartel. Nosso governador está até internado no Sirio Libanês onde fez cirurgia da bexiga. Tudo calmo sim. Chega de carnaval. Se toca…ninguém gosta dos mike.

  40. É melhor se acostumarem ao trabalho análogo a escravidão porque muitos entrarão nesse regime, dentro de seis meses.

  41. Olha para quem fala que ninguém notaria se deixarmos de existir, recentemente tenho dito ao povo que logo mais fecharemos as portas por falta de efetivo, e os mesmos entram em desespero. Eles não vivem sem o boletim de ocorrência, desde o bo para o seguro ou famigerado não criminal para tudo, para “preservar os direitos”, dentre outras traquinagens que o povo faz se utilizando da delegacia, golpe de seguro, banco etc etc etc

    Eu torço para que a Pm pegue a nossa função, faça bo e flagrante, tudo para deixarem de serem cretinos e ficarem nos acelerando e levando furtadores nóia e sem documento para elaborar flagrante as 5 da manhã, vamos ver se dão conta de fazerem centenas de páginas de flagrante, vamos ver quanto tempo vai levar para fazerem uma merda atrás da outra. Levam duas horas pra preencher um Bopm, quero ver pra fazer flagrante quanto,tempo levariam? É bom mesmo isso acontecer,pois todo mundo só sabe nos criticar, o governo acha que o povo não vai sentir falta, ledo engano

    O tempo vai se encarregar de mostrar tudo isso, e o quanto é estressante virar 12 horas noturnas fazendo 3 flagrantes, em condições precárias, e depois enfiar um monte de preso numa viatura sem corró, dentre outras mazelas que passamos, pra vir um corno dum presidente, corrupto e denunciado em vários esquemas, ferrar nós, os mais ferrados de todos, trabalhar nesse ambiente insalubre e cansativo, sem aposentadoria especial, e ainda outro dia tive que ouvir merda de um pm, justificando, dizendo que não fazemos nada de risco, que eles sim estavam nas ruas, sei sim viu, super polícia, que só leva ladrão pé de chinelo para a delegacia, furtador de gilete e chiclete, ladrão bom nada né, deve rolar um alvará de soltura……rs além de ficar rondando padaria,comércios e afins

  42. LENDO OS COMENTARIOS ACIMA E CALRO QUE ALGUNS ESTAM CORRETOS, ACABAR COM PLANTOES E ESCALAS QUE POSSUEM UM NUMERO DE POLICIAIS QUE ESTAM SERVINDO APENAS PARA GUARDAR PREDIOS E UM ABSURDO. PORTARIA DA DGP, DEIC, FORA PLANTOES DO DECAP QUE SO SERVEM PARA REGISTRO DE OCORRENCIAS DE NADA SERVEM PARA DAR ANDAMENTO NAS INVESTIGACOES.
    DEPARTAMENTOS COMO DHPP, DEIC DENARC, ESTAO COM POUCOS FUNCIONARIOS E JA ESTAO PENSANDO AINDA EM DIMINUIR AINDA MAIS O EFETIVO PARA FAZEREM FUNCIONAR ESSE ELEFANTE BRANCO DO DECAP QUE NADA SERVE PARA APURAR OS REGISTROS DAS OCORRENCIAS. ACABEM LOGO COM ESSE DECAP E APROVEITEM PARA CRIAR NAS SECCIONAIS DELEGACIAS ESPECIALIZADAS, SERIAM DEICS NORTE SUL LESTE OESTE QUE FICARIAM ENCARREGADOS DE DAR ANDAMENTO NAS INVESTIGACOES E FLAGRANTES. DELEGACIAS HOJE NAO SERVEM PARA NADA A NAO SER TOCAR INQUERITOS VIA CORREIO. ZERO DE PRISOES E COM CHEFIAS SO INTERESSADAS EM AREECADACOES.
    HOJE E PUBLICO E NOTORIO QUE EQUIPES FIXAS EM AREAS ESPECIFICAS NAO GERAM RESULTADOS MAS SIM UMA APROXIMACAO COM O CRIME, FORMANDO ALIANCAS SEMPRE REGADAS A CORRUPCAO.
    ACABAR COM GARRA GOE E OUTROS SETORES QUE DE NADA AJUDAM A SOLUCIONAR INVESTIGACOES E APURACAO DE INQUERITOS.
    RESOLVER E FACIL SE NAO DEPENDESSE DESSES QUE AI ESTAO OBTENDO LUCRO FINANCEIRO DESTA CITUACAO EM QUE SE ENCONTRA A COMBALIDA POLICIA CIVIL.

  43. Trabalho análogo a escrivão é ficar quase 4 anos sem reposição da inflação é nossa realidade, a outra realidade é que irão aposentar 4000 policiais civis, a última realidade é que cidades até 20 mil habitantes irão ficar sem delegacias, vão ter que fazer B.O na cidade vizinha, chega de média com prefeitos, que façam B.O com a PM essa tem efetivo de sobra.

  44. Sr. RESOLVENDO PROBLEMAS

    (… POLICIAIS QUE ESTAM SERVINDO APENAS PARA GUARDAR PREDIOS…)

    O custo de instalação e monitoramento eletrônico é economicamente viável, e seria uma atitude lógica, pois liberaria centenas de policiais, mas exigiria administradores com competência.

    (… NAS SECCIONAIS DELEGACIAS ESPECIALIZADAS…)

    Racionalizaria o processo de investigação, porem prejudicaria os interesses do “recolha”.

    (… EQUIPES FIXAS EM AREAS ESPECIFICAS NAO GERAM RESULTADOS…)

    Discordo: é necessário conhecer a área, para ter informantes e saber quem é do movimento.

    (…A CORRUPCAO…)

    É um problema mundial que só será amenizada o dia em que os policiais tiverem:
    -Graduação especifica,
    -Concelho de ética profissional,
    -Condições de trabalho que obrigatoriamente passa pelo respeito a seus direitos e principalmente uma REMUNERAÇÃO condizente com suas responsabilidades.

    (…ACABAR COM GARRA GOE E OUTROS SETORES QUE DE NADA AJUDAM A SOLUCIONAR INVESTIGACOES E APURACAO DE INQUERITOS….)

    A falta de recursos humanos exige que a Polícia civil concentrem-se em sua razão de existir (apuração de crimes), neste momento, a desativação destes grupos faz-se necessário devido as centenas de aposentadorias, sem contar que na hora do apoio é o “miliciano” da área quem chega primeiro.

    (…RESOLVER E FACIL SE NAO DEPENDESSE DESSES QUE AI ESTAO OBTENDO LUCRO FINANCEIRO…)

    A minha opinião é que o crime organizado atingiu um nível tão elevado de infiltração nos órgãos públicos que conseguem barrar qualquer medida que aumente a eficiência da PC, provável motivo da nova LOP estar parada em alguma gaveta na a.l.e.s.p

  45. Parabéns a Polícia Militar do Espírito Santo. O pau está comendo lá. Já a civil com suas carceragens abarrotadas de presos, sem VTR´s e etc, não dá um pio.

  46. Reforma da Previdência assusta e aposentadorias na PMDF sobem 1.000%
    De 97 solicitações entre final de 2015 e início de 2016, pedidos saltaram para 1.008 em apenas dois meses. Debandada ameaça segurança do DF.

    Veja a reportagem completa no link logo acima

  47. O POVO TÁ DESESPERADO NÃO VAI SOBRAR NINGUÉM NA POLÍCIA CIVIL DE SÃO PAULO, TODO MUNDO APOSENTANDO, OS QUE SOBRAREM SERÃO LEGÍTIMOS ESCRAVOS, DO REGIME DE TRABALHO ANÁLOGO A ESCRAVIDÃO DO GOVERNO DE SÃO PAULO.

  48. O Ministério Público investiga o vice-governador de São Paulo, Márcio França, por suspeita de envolvimento em um esquema de fraude em licitações e superfaturamento na Companhia Docas – estatal que administra o Porto de Santos, no litoral de São Paulo.

    O objetivo do esquema fraudulento – segundo a Promotoria – seria favorecer empresas que fizeram doações para campanha do vice-govenador a deputado federal, em 2010, e para o partido dele, o PSB.

  49. Encontraram um meio de se livrarem do caraca sem deixa-lo feio na foto!

  50. Projeto de Lei Complementar 37/16
    para uma nova Lei Orgânica da Polícia

    http://www.al.sp.gov.br/propositura/?id=1000001937

    Reenquadramento salarial de escravões e tiras com peritos
    Representação de todas as carreiras no Conselho
    Fim da Via Rápida (demissão sem julgamento)

    E outras questões fundamentais para a Polícia

    Ainda não é a carreira única, mas é um passo fundamental para a Polícia começar a funcionar, porque 7% de eficiência não dá, o atual modelo é jogar dinheiro e vidas no lixo diariamente.

Os comentários estão desativados.