1. Enquanto isso, lá (2014) onde os políticos adoram tirar ideias para tributar BR, as contraprestações são bem diferentes.

  2. Esposa de PM PEDE PRA SAIR ENTROU SABENDO PAU QUE BATE EM CHICO BATE EM FRANCISCO disse:

    ACHO um absurdo a manifestação das esposas dos PMs do ES, por tão pouco a POLICIA QUANDO QUER ACABAR COM AS MANIFESTAÇÕES DE OUTRAS CATEGORIAS ELES VÃO COM GOSTO ,isso sem que as mesmas coloquem a ordem e a vida de terceiros em risco.E sempre a base de porrada, bombas e gás de Pimenta etc,,E POR QUE NÃO FAZEM O MESMO COM SUAS ESPOSAS? AH PIMENTA NAS MANIFESTAÇÕES DOS OUTROS PODE NÉ? ! ISSO É IMORAL ,DESUMANO E UM CRIME COLOCAR A VIDA DOS OUTROS PARA ALCANÇAR INTERESSES PESSOAIS E PIOR POR DINHEIRO. Bandidos ocasionam mortes por causa de dinheiro.BLACK BLOC NÃO CAUSA TANTO ESTRAGOS E APANHA E VÃO PRESO.SISTEMA INJUSTO E DESIGUAL .Procurem vídeos de como age a PM DO ES NAS MANIFESTAÇÕES DOS OUTROS, MODUS OPERANDI É PADRÃO.

  3. Pacheco, em nenhum momento foi tomado como “inimigo” por divergir seus pensamentos. O que ocorre: Você somente é bem egocêntrico ao ficar usando todo momento, “nós” e “eles”, o que outrora tinham maiores poderes “delegados”, hoje já não os tem, devido à esses detalhes vemos muitos néscios dizendo: Para que serve a figura do delegado hoje, sem ao menos saber, ter o minemo de conhecimento do que acontece longe dos seus olhos restritos ao ambiente geral de trabalho.

    Realmente é uma questão de qualidade, mas temos que ter quantidade e mais força também, isso só ocorrerá com um maior número expressivo de profissionais delegados.

    Não vejo o caso de algum profissional, por exemplo um agente galgar seu caminho até as mais altas “patentes”, desde que não seja na “canetada”, desde que seja por concursos internos, tendo como condição precípua, ser um policial, melhor, de uma só identidade, a de policia judiciária.

    Tem mais, se o que escreve fosse de somenos importância, não haveria eu dar-lhe atenção, mas não se acostume com “confetes”

    Finalizando: Acho exatamente o mesmo sobre você Pacheco, que esta acima da média, mas que “escorrega”, vez ou outra, nada que lhe fará mal. Quanto ao “mesmo”, fica a dica, usado como determinante e também como pronome; no caso indicando identidade; em pessoa, o próprio, nunca se levará, o estilo, a comprometer-se ao infinito, fique tranquilo.

    Grande abraço, faça por onde.

  4. Já estava esquecendo, França, revolução e “et caetera”, bem distintas realmente a população daquela época. Hoje, o que vemos no Brasil é bem diferente, os políticos se escondem atrás do antagonismo de lados, mas o que temos na balança é: O povo de um lado e os políticos de outro, podemos assim descrever, bem semelhante a revolução francesa da época.
    Quanto aos políticos, em geral estão todos de um só lado, o do deles, claro.
    E me diga, que formigueiro, que colmeia teria exito, caso não fosse o trabalho organizado, a cooperação e o caminho no mesmo sentido?
    Abraços, outros, Pacheco.

  5. Já estava esquecendo, França, revolução e “et caetera”, bem distintas realmente a população daquela época. Hoje, o que vemos no Brasil é bem diferente, os políticos se escondem atrás do antagonismo de lados, mas o que temos na balança é: O povo de um lado e os políticos de outro, podemos assim descrever, bem semelhante a revolução francesa da época.
    Quanto aos políticos, em geral estão todos de um só lado, o do deles, claro.
    E me diga, que formigueiro, que colmeia teria exito, caso não fosse o trabalho organizado, a cooperação e o caminho no mesmo sentido? Abraços, outros, Pacheco.

  6. Já estava esquecendo, França, revolução e “et caetera”, bem distintas realmente a população daquela época. Hoje, o que vemos no Brasil é bem diferente, os políticos se escondem atrás do antagonismo de lados, mas o que temos na balança é: O povo de um lado e os políticos de outro, podemos assim descrever, bem semelhante a revolução francesa da época.
    Quanto aos políticos, em geral estão todos de um só lado, o do deles, claro.
    E me diga, que formigueiro, que colmeia teria exito, caso não fosse o trabalho organizado, a cooperação e o caminho no mesmo sentido? Abraços, outros, Pacheco.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s