Comissão aposta em unificação das polícias para solucionar crise de segurança 189

Comissão aposta em unificação das polícias para solucionar crise de segurança

Luis Macedo / Câmara dos Deputados
Reunião Ordinária. Dep. delegado Edson Moreira (PR-MG)
Delegado Edson Moreira: uma única força, com investimento maior nas áreas de inteligência e de formação e com troca de informação, entre os integrantes ajudaria em muito o combate ao crime

Comissão especial da Câmara dos Deputados definiu o cronograma de trabalho para este ano e aposta em unificação das polícias Civil e Militar como solução para a recente crise de segurança pública no País.

O colegiado tem até o fim desta legislatura para estudar modelos que unifiquem a atuação dos cerca de 425 mil PMs e 117 mil policiais civis que atuam nos estados brasileiros.

No entanto, o comando da comissão quer divulgar o relatório final no primeiro semestre de 2018, já que vislumbra essa unificação como meio de frear a atual crise da segurança pública, marcada por greves nas corporações, massacres em presídios e aumento dos casos de explosão de caixas eletrônicos e de assaltos a banco, sobretudo em cidades do interior.

Segundo o presidente da comissão, deputado Delegado Edson Moreira (PR-MG), o relatório já deverá vir acompanhado de proposta de emenda à Constituição (PEC) e projeto de lei que viabilizem a unificação das polícias Civil e Militar.

Victor Diniz / Câmara dos Deputados
Audiência Pública para debater os aspectos relacionados ao PL 4.821/2016, do Senado Federal, que ·obriga o fabricante e o importador de automóvel ou motocicleta a disponibilizar, em meio digital, relação contendo denominação e código de referência das peças que compoem o veículo - dep. Vinicius Carvalho (autor do requerimento)
O relator da comissão, Vinicius Carvalho, promete um relatório técnico: resistência à unificação vem das instituições, tanto Civil quanto Militar

“Uma única força – com investimento maior nas áreas de inteligência e de formação e com troca de informação entre todos os seus integrantes – ajudaria, em muito, o combate ao crime”, avalia o deputado. “Enquanto as forças estão brigando entre si para saber quem vai fazer isso, quem vai fazer aquilo, os criminosos estão à frente, progredindo anos-luz, fazendo atos de terrorismo.”

Tema polêmico
O relator da comissão, deputado Vinícius Carvalho (PRB-SP), admite que o tema é polêmico e divide opiniões dentro e fora das corporações. Para ampliar o debate e buscar um modelo ideal de unificação, o colegiado programou, para este ano, uma série de seminários regionais e visitas ao exterior. O primeiro seminário será no dia 10 de março, na cidade mineira de Juiz de Fora.

Outros seminários regionais deverão ocorrer em Três Corações (MG), provavelmente em 27 de março, Chapecó (SC), Bragança Paulista (SP) e Aracaju (SE), estes ainda sem datas previstas. Também serão mantidas as audiências públicas em Brasília com convidados que já tiveram requerimentos aprovados na comissão.

Relatório técnico
Depois de conhecerem experiências de unificação policial na Alemanha, Itália e França, os deputados pretendem observar, neste ano, os modelos dos Estados Unidos e do Canadá.

Vinícius Carvalho promete que vai apresentar um relatório técnico. “Eu estou em uma pesquisa empírica para que nós façamos um trabalho extremamente técnico. A resistência à unificação vem das instituições, tanto Civil quanto Militar. Há uma controvérsia em relação ao conceito”, afirma Carvalho.

“A despeito do que está acontecendo no Espírito Santo e tem acontecido em outros estados, é só uma questão de tempo para que se agrave o problema da segurança pública. Ao nosso ver, trata-se de problema de gestão por parte dos governos. Se a gestão está falha, todo o sistema se comprometerá”, acrescenta o parlamentar.

Na primeira reunião do ano, os deputados da Comissão Especial de Unificação das Polícias Civil e Militar criticaram os meios que os governos federal e estaduais têm utilizado para enfrentar a crise na segurança pública.

Para Edson Moreira, o uso do Exército para ocupar presídios do Norte e Nordeste ou para enfrentar a atual crise na segurança pública do Espírito Santo serve apenas para, segundo ele, “desmoralizar as Forças Armadas”.

“O que o governo federal está fazendo é equivocado, ao meu ver: não se pode mandar Forças Armadas, preparada para guerra externa, para o lugar da Polícia Militar, que é treinada para fazer o policiamento preventivo, ostensivo. O governo está muito mal assessorado”, ressalta.

Ministério exclusivo
Já o deputado Silas Freire (PR-PI), defendeu a criação de um ministério exclusivo para tratar de segurança pública e a definição de novas fontes de recursos para um fundo nacional que possa ajudar os estados endividados a arcar com os salários dos policiais.

Os deputados da comissão ainda manifestaram solidariedade aos policiais que vieram a Brasília, nesta quarta-feira, protestar contra a reforma da Previdência Social.

Reportagem – José Carlos Oliveira
Edição – Newton Araújo

  1. E também a carreira única?

    Por falar em projeto:

    PLC 37/16

    http://www.al.sp.gov.br/propositura/?id=1000001937

    Representação de todas as carreiras no Conselho da Polícia;
    Reenquadramento salarial para escrivães e investigadores equiparando a peritos;
    Fim da Via Rápida, ou seja, para demitir por crime, precisa ter julgamento criminal.
    E outras questões fundamentais para a Polícia.

  2. Todos os países citados na reportagem, tem policia com a carreira única.
    Sem a carreira única não vaia adiantar nada.

  3. Uma polícia única no formato da Polícia Rodoviária Federal, isto é, carreira única. Do contrário, continuará o mesmo lixo com filho mimado de delegado e oficial furando a fila pra ser chefe. Mas isso vai atrapalhar o recolhe, ou seja, unificar a CORREGPM com a CORROL vai pegar fogo. Por falar nisso, quem concedeu licença-prêmio pra delegada foragida do DEIC? A Globo disso que o MPSP está atrás do camarada. Se a licença foi concedida, então ela foi lá assinar os papéis.

  4. Os PMs do ES estão sendo usados como massa de manobra dos Oficiais. Chega a ser ridículo. Os praças fazendop greve e os Oficiais esperando para serem agraciados. Uma das reivindicações é que seja exigido curso superior em direito para o ingresso no corporação. Ingresso de quem? dos Oficiais?

    Quando essa greve acabar esses oficiais, que não comandam nada, colocaram as cabeças de praças na guilhotina e quem vai perder o emprego serão os praças. Os oficiais, levaram o aumento, as melhores condições de trabalho e todos os bônus as custas dos praças e de suas famílias.

    Acordem praças.

    https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/02/09/reuniao-que-pode-encerrar-paralisacao-de-pms-no-es-ja-dura-7-horas.htm

  5. Isso. Carreira única. Excetuando os delegados, claro. Nós continuaríamos chefes, só que agora de um contingente maior. As demais carreiras, por seu turno, unificar-se-iam numa única, indistinta: soldado, tira, escrivão, agente, papiloscopista etc. Cada um sendo alocado de acordo com o mérito é a conveniência do delegado.

  6. Dr. Pacheco disse:
    10/02/2017 ÀS 12:31
    .
    .
    O bagulho tava estragado né?

  7. Realmente, querido. A polícia civil é maravilhosa. Sinto-me um privilegiado por integrá-la. Só lamento ter de chefiar, não raro, uma pletora de ressentidos. Mas tenho uma sugestão: separem os delegados dos operacionais. A esses seria dado se organizarem de acordo com o interesse da “cathigoria”.
    Nós, delegados, continuaríamos com nosso mister.
    Seria o melhor dos mundos.

  8. “O bagulho estava estragado”. Eis o nível dos contentores. E ainda reclamam do patrão.

  9. o ideal seria transformar os delegados em juiz de instrução e a criação da guarda nacional para os oficiais.
    porque atual problema da policia não e corpo mais a cabeça, com raras exceções.

  10. Todos os Policiais de quaisquer instituição for, sabem que a melhor solução para amenizar a insegurança publica é a remuneração, plano de carreira , ou seja incentivo, claro outrqa coisa que a chefia nos deixam a trabalhar, o resto do serviço tiramos de letra…..

  11. Colega, a nossa mal-ajambrado realidade não pode se dar ao luxo de sonhar com o ideal. Algo próximo do razoável já estaria de boníssimo tamanho. Ademais, prestei concurso para ser delegado, alocado no poder executivo. E não para juiz.
    Com efeito, é simples: ampliem as competências executórias dos delegados. Separem-nos dos operacionais. Prestigiem os escrivães e os investigadores (esses como chefes das demais carreiras operacionais). E já se andou bastante.

  12. O Dr. ai pisa na cabeça dos operacionais por culpa de nós mesmos!! Parabéns idiotas, continuem fazendo o trabalho da autoridade! Continuem assinando por eles quando estiverem ausentes do plantão! Continuem fazendo oitiva sem a presença da autoridade! Continuem relatando inquerito! Sabe o que vc ganha? Piça!!! Enquanto os pseudos magistrados ganham gat de 4.500 pra ficar em casa e vc escriba faz tudo!! Realmente, só tem jumento nessa instituição! 2.000 pseudos juristas conseguem ferrar com 30.000 que realmente trabalham…. Mas um detalhe, não esqueçam de deixar a parte deles na gaveta.

  13. Dr. Pacheco,
    Tá se achando a última batatinha do pacote né…sua cathigoria enterrou a PC, sempre pensando nas cadeiras. Perdemos tudo, DETRAN, IC, IML…em breve IIRGD…acabou. Hoje não servimos pra nada, não fazemos falta, principalmente sua cathigoria que não serve pra nada. Além disso, sua cathigoria não goza de prestígio nenhum juntos aos profissionais do direito. Querem ser leões, autoridades…mas só aqui dentro porque lá fora mina pra PM e se caga todo pro MP e pro Juiz. Faça me o favor…

  14. CREIO QUE A UNIFICAÇÃO SERIA MUITO BEM VINDA, INCLUSIVE COM O FIM DO INQUÉRITO POLICIAL SEM A NECESSIDADE DA CARREIRA DE DELEGADO, POIS O INQUÉRITO QUE SERÁ REPETIDO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO ONERA EM MUITO O ERÁRIO. COM RELAÇÃO AS CARREIRAS NOS MOLDES DA POLÍCIA AMERICANA OU ALGO PARECIDO. E PARA COMPLEMENTAR A EFICÁCIA DO TRABALHO POLICIAL, REFORMA DO CÓDIGO PENAL INCLUINDO A PENA CAPITAL PARA LATROCÍNIO, TRÁFICO DE DROGAS, ESTUPRO, POLÍTICOS CORRUPTOS E SEQUESTRO.

  15. Sem greve nada muda. Vc tem razão. Adoro seviciar meus subordinados. E é-me tão incrivelmente fácil. Ignoro a razão dessa facilidade. Ou não.
    No que toca à utilização do vocábulo “pseudo”, aconselho um uso mais criterioso. Do contrário, será um pseudo-sábio. Kkkkk

  16. Verdade, meninos. Vocês, pobrezinhos, tão indefesos, são vítimas dessas nossas crueldades todas.
    Bom, no tocante as demais autoridades, dizer o quê? Experimentem uma interação com os doutos – notamente nessa língua dialetal que usam. Serão afetuosamente recebidos.

  17. Por favor, separem-nos. Cansei de chefiar essa massa de incompententes.

  18. Thomás Turbando, suas considerações são tão vetustas quando o seu nick. Não me quero mais autoridade que.m ninguém. Aliás, autoridade, só a que emana da lei. Se estou errado, mijo. Do contrário, não.

  19. Esse Dr. Pacheco deve ser algum Oficial querendo levar o conflito que criaram com os praças da PM para a PC. Nem percam tempo, perceberam a cagada que fizeram e agora vem aqui tentar espalhar sua cagada para outras corporações.

  20. Não. Sou delegado mesmo. De ofício. E de carreira. Não quero semear a discórdia. De modo nenhum. Quero apenas, digamos, equalizar as coisas.
    No que concerne à polícia militar, de fato. Os praças, com absoluta razão na maioria das vezes, têm verdadeira ojeriza aos seus superiores. A propósito, fica a sugestão: vcs que nos odeiam tanto façam um singelo cotejo entre o tratamento dispensado pelos oficiais aos seus subordinados e aquele dispensado pelos delegados aos seus.

  21. AO LER OS COMENTARIOS DESTE DOUTO SENHOR PACHECO, QUERO AQUI, DE FORMA CELERE ESCLARECER ALGUMAS TESES. REAVIVANDO O CERNE DA ORIGEM, PACHECO, ORIUNDO Pacheco: Significa “aquele que vem da Espanha”.

    Pacheco é um nome de família proveniente da Península Ibérica que, de acordo com algumas teorias incertas, teria origem no latim Pacieco, que corresponderia a “aquele que vem da Espanha”.

    Supõe-se que este sobrenome tenha surgido em terras espanholas, mas na língua portuguesa a primeira pessoa registrada com este nome (dando origem à família Pacheco em Portugal e no Brasil) teria sido Fernão Rodrigues Pacheco.

    Fernão Pacheco era alcaide de Celorico da Beira e um homem de muita confiança do rei D. Sancho II de Portugal.

    Durante a batalha entre o rei D. Sancho II e o conde D. Afonso de Bolonha, Fernão Pacheco defendeu com muita honra e bravura o castelo de Celorico em nome do rei D. Sancho II.

    Teve vários filhos com D. Constança Afonso de Cambra, que acabaram por receber o sobrenome Pacheco como herança do pai.

    O brasão da família Pacheco (descendente desta linhagem) é de ouro, com duas caldeiras negras, ambas com três faixas de veiros e de asas serpentíferas. Assim, voltando ao tema principal, este que trata de suma importancia, LEMBRO-me de uma poesia que lhe cabe muito bem, de um autor brasileiro, chamado AUgusto dos Anjos. “Eu fui o unico que sobrou, cantando sobre OS ossos do caminho, a poesia de tudo que e morto.” Esta ai o final desta desgastada carreira que hoje SE encontra . Aqueles que nao evoluem, ate mesmo no vernaculo, tendem ao mesmo fim dos dinissauros.

  22. RAPAZ !, ESSE “pachequinho “, É UM FALASTRÃO FEITO NAS COXAS. COM RELAÇÃO A ELE ” dr. de cú é rola”. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  23. Tava demorando. O Blindado chegou. Sempre pedindo ajuda dos seus. E com seu palavreado de alto nível

  24. Curso de português rebuscado credenciado pela acadepol. Em breve mais informações..

  25. Vc escreve corretamente – sem solecismos e/ou barbarismos, e o vivente já o acha o papa da gramática rebuscada.
    Se vc então ousa escrever uma palavra que ele ignora, nossa, é o fim da macada. Lkkkk

  26. A propósito, uma pena que na acadepol, não haja um curso de português idôneo. Seria excelente. Mas ainda que houvesse, eu já infiro: pouquíssimos policiais se escreveriam nele.

  27. De tanto falar em barbarismo, incorri em um. Mas até agora ninguém percebeu. Alvíssaras. Kkkk

  28. pedante
    adjetivo e substantivo de dois gêneros
    que ou o que se exprime exibindo conhecimentos que não possui.
    que ou o que se expressa ostentando cultura e erudição pernóstico

    pernóstico
    adjetivo.
    Que é pretensioso, malcriado, afetado, presumido, atrevido e respondão.
    Pretensioso; aquele que é pedante, afetado, presumido.
    Malcriado; quem responde, resmunga ou age grosseiramente.
    [Informal] Algo ou alguém que é atrevido; que expressa atrevimento.
    [Brasil] Quem usa termos incomuns, geralmente sem os conhecer, para aparentar uma cultura que não possui.

  29. Dr. Pacheco
    substantivo de dois gêneros

    ser inexistente ou fantasioso.
    papagaio verborreico.
    pessoa inocente que nunca associou majura a obtusidade.

  30. Quer falar bonito, vá fazer letras.
    Policial não é doutor em letras, muito menos lexicógrafo.

    Policial deve saber investigar, conhecer as leis penais e noções básicas de gramática e concordância, para não digitar relatórios e históricos vergonhosos.

    Mas, fico feliz em saber que tem delegado desesperado pelo ciclo completo. Muitos estão aposentando e não vão pegar a nova fase da polícia. Mas os novatos vão usufruir pouco da carteira vermelha.

  31. De novo essa conversa fiada. Daqui a pouco a poeira assenta e a ideia volta pro armário, onde permanecerá trancada até a próxima crise. Em Tempo: A polícia do Rio de Janeiro ( estado falido) terá reajuste de 10%. E nós policiais do estado mais rico da federação ficaremos na saudade. Por que? Porque quem não chora não mama, simples assim!

  32. Foda, viu. Ter de explicar para o indivíduo coisas tão básicas. Mas vamos lá: amigo, uma civilização, “grosso modo”, que não cultiva uma língua culta, de acordo com certos padrões, não faz sequer jus a ser designada como…civilização. A propósito, as civilizações passam, legando para as vindouras algumas poucas coisas que importam: uma delas é o…idioma.
    Com efeito, se você escreve como um quadrúpede, dificilmente investigará como um bípede.
    Se o incomoda palavras ignotas – ignotas dentre elas -, ok, eu compreendo. Um vernáculo rarefeito não é exclusividade sua. (Antes o fosse.) Mas tente, pelo menos, escrever decentemente.

  33. Dr Pacheco, dobro a aposta, depois do chapéu dos delta no resto da polícia civil no aumento do adpj, garanto que o restpol tem mais aversão aos deltas do que os praças aos oficiais..,

  34. Dobra mesmo? Vai perder hein. Uma eventual, digamos, chuveirada não se compara a décadas de humilhação.

  35. Dr. Pacheco disse:
    10/02/2017 ÀS 15:51
    A propósito, uma pena que na acadepol, não haja um curso de português idôneo. Seria excelente. Mas ainda que houvesse, eu já infiro: pouquíssimos policiais se escreveriam nele.

    Dr Pacheco disse:
    10/02/2017 ÀS 16:47
    De tanto falar em barbarismo, incorri em um. Mas até agora ninguém percebeu. Alvíssaras. Kkk

    REALMENTE EU NÃO ME ESCREVERIA EM SEU CURSO.(ESSE doutorzinho DEVE SER O JACARÉ).

  36. Caramba, o amigo replicou o erro. É hilariante. Você não é apenas chato, não. KKKK

  37. Francamente, postam uma asneira como essa de unificação e isto basta para perdermos o foco, o pinóquio esculpido em xuxu sempre levou a melhor nos dividindo, porque mudaria agora?

  38. Se não tiver reposição da inflação a policia do Brasil inteiro vai parar, ai quero ver o caos e quero ver juízes, promotores e políticos com seus R$100 mil mensais, prendendo e colocando ordem nas ruas, já que policial não tem valor, se a policia parar o inferno será uma realidade.

  39. A propósito, esse delegado de Minas estava cheio de pepas por lá e para sorte dele caiu no colo o caso do goleiro Bruno, virou essa estrumidade.

  40. Dr. Pacheco. disse:
    10/02/2017 ÀS 20:28
    Caramba, o amigo replicou o erro. É hilariante. Você não é apenas chato, não. KKKK
    SOU CHATO SIM.APENAS NÃO COLOQUEI AS ASPAS.

  41. Morrendo de rir com as enormidades veiculadas. Vcs me deixam muito felizes.

  42. Tome vergonha na sua cara; você que esta se intitulando “Dr Pacheco”, vá procurar outro site para se aparecer, seu cretino; deveria respeitar mais as opiniões alheias. Você como delegado deveria ter vergonha de ficar falando das outras carreiras; vocês são os culpados pela decadência da policia; tudo por culpa de uma grande incompetência e um orgulho barato e outras coisas mais…
    Vá catar coquinho, seu..!

  43. Nossa, Sensato. A mim me parece lhe faltar bom-senso. Eu respeito sim as opiniões alheias. Mas, se vc me permitir, divirjo tb. ( O que não é algo nem um pouco excludente.) Vejamos: a decadência da polícia civil, tão decantada em verso e prosa, não é responsabilidade exclusiva dessa ou daquela carreira. Mas, sim, de uma conjugação de comportamentos há muitos estabelecidos. E, de acordo com a conveniência de turno, muitos aderiram a ela. Delegados, também.
    No que concerne à qualidade do que se escreve, dizer o quê? Escrever não é só conteúdo. É, também, e antes de tudo, forma. Não vou condescender com burrices de cambulhada.

  44. SR. “sensato”, ESSE” NADA” DISSE QUE NÃO CONHECEU NEM O COMPARSA DELE, O FAMOSO “TONELADA”. RAPAZ, ME AJUDEM AÍ Ó !….

  45. POLICIA UNICA COM CARREEIRA UNICA, REALMENTE A ÚNICA FORMA DE TERMOS UMA SEGURANÇA PÚBLICA EFICIENTE.

  46. Olha o Blindado aí. Veio em socorro do seu par. Tonelada, parceiro meu? Nem sequer o conheço. Nunca ouvi, nem quero, a tal história.

  47. SR. ” sensato” !, VOCÊ ESTÁ AINDA DORMINDO NO BARULHO DESSE MALA, PARA MIM NÃO PASSA DE UM CONTUMAZ OCIOSO. RAPAZ !, AÍ QUE SAUDADES DOS VELHOS TEMPOS, OU SEJA DA VELHA ” VADIAGEM”, E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  48. Dr. Pacheco :
    Tu és a cara de todos aqueles contrários a carreira, única ficam apenas criticando e fazendo ofensas inúteis e cometários desprovidos de conteúdo técnico.Então esse sistema policial esta bom para você, mas enquanto a sociedade? ao Estado? as outras carreiras? Tudo certo se para você está bom, realmente esse é o pensamento dos contrários ao sistema de segurança que dá certo em todos os países que foram elencados no post.

  49. UHA, aponte um comentário meu que tenha sido ofensivo. Se houver, vamos discuti-lo. Quanto aos aspectos técnicos, eu já expus minhas razões. Razões pelas quais me oponho com veemência a tal carreira única. Se quiser, exponho-as de novo.
    Quanto ao Blindado, vou esperar ele postar uma quantidade expressiva de bobagens, depois comento-os.

  50. PESSOAL !, VEJAM SÓ SE EU ESTOU ERRADO NO QUE EXPUS, SÓ NA PARTE DA TARDE ESSE “pachequinho”, NESSE TÓPICO, ACESSOU DAS 15:07 ÀS 21:49 CONSOANTE CONSTA ACIMA, E ISTO SEM CONTAR À PARTE DA MANHÃ, E ININTERRUPTAMENTE. RAPAZ !, VAI TRABALHAR. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  51. Dr. Pacheco disse:
    10/02/2017 ÀS 14:21
    Por favor, separem-nos. Cansei de chefiar essa massa de incompententes.

  52. DR. DO SITE ! GOSTARIA DE LHE PEDIR UM FAVOR, TAXE EM R$ 1,0 POR CADA ACESSO. O MEU EU GARANTO.. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  53. Desculpe DR Pacheco mas que compõem a banca de concurso público para ingresso na PC/SP são delegados , ou seja, se se os operacionais da PC você disse massa de “massa de incompetentes” a culpa é de quem?
    Quando uma empresa não funciona bem quem é culpado os administradores ou os operários?

  54. Olha, UHA, veja como não sou tão irascível. Concordo em parte com seu argumento.

  55. Se unificar quem vai mandar são os oficiais, os delegados não possuem força política pra isso.

  56. É preciso a unificação para um melhor aproveitamento, dinamismo, abrangência e coesão policial.

  57. Sou PM há tempo suficiente para dizer que o Dr Pacheco está certíssimo.
    Quando foi dado aumento para os delegados, que obviamente só pensaram em si e pouco se licharam para seus subordinados -fato- Os Oficiais da PM só negaram pois a cúpula da Polícia Militar já ganhava há muito, mas muito tempo o que estava sendo oferecido aos Delegados.
    Só mudaria a vida dos tenentes. E tenente não é ninguém na fila do pão parceiro.
    Se negaram a receber o que na verdade já recebem, e pagaram de leais com a tropa.
    Qualquer Major ganha ao menos de 18 a 20mil com averbação de horas aula e prolabores dos mais diversos…desde casa militar até Alesp, TJ e outros mais…
    Não se enganem policiais civis…Perto dos Oficiais da PM, o pior delegado é um anjo.

  58. Porra vcs ainda tão dando corda pra esse Doutor Pacheco?
    O cara manda um “se escreveriam no curso”…..
    Perdeu um inscrito depois dessa.
    Vão dormir que a Última Flor do Lacio já foi pra casa do caralho com Camões chorando no exílio amargo

  59. “Dr. Pacheco disse:
    10/02/2017 ÀS 14:21
    Por favor, separem-nos. Cansei de chefiar essa massa de incompententes (sic).”

    Acho que estamos chegando a um consenso.

    Também estamos cansados de “chefes” incompetentes.

    Aliás, existe alguém – além deles – que ainda não percebeu que essa é a razão do estado falimentar da PC?

  60. Tired, que bom – teve a hombridade de reconhecer a incompentência generalizada. Mas, quer saber?, incompetência por incompentência, ainda os acho infinitamente mais ineptos.
    Todavia, relaxa: não é uma exclusivade da pc. em nenhuma empresa, em nenhuma instituição, os subordinados gostam de seus hierarcas. E às vezes, os revoltosos viram o jogo. E para quê? Para fazerem novas merdas e perpetuarem as antigas. Boa sorte na sua guerra santa. (A história é pródiga em exemplos.)

  61. Tirante o saudável sarcasmo; passando ao largo de uma ou outra escaramuça (nada assim tão relevante); abstraindo a ligeireza de alguns e a enormidade de erros gramaticais – fica a pergunta: vocês são assim tão crédulos?
    Se são – a ponto de depositarem esperança na indecima comissão, a versar pela enésima vez sobre o mesmo tema -, eu me pergunto: como se tornaram policiais. Se são assim tão crédulos, ignorando os conspícuos sinais dados dia a dia pela nossa gente, pela nossa classe política etc, etc – bom, se vcs são assim tão crédulos, na moral, vocês merecem ser enganados. Com todo respeito.

  62. Os delegados não seremos extintos. Muito pelo contrário.
    Estou pessoalmente persuadido que, passados esses tempos bicudos, nossa categoria soerguer-se-á fortalecida.
    Trata-se de uma aposta? Claro que sim. Posso perder? Claro. Mas francamente dou como favas contadas.
    E ponho a rol algumas das razões que me levam a crer nesse sentido (há uma miríade delas, mas ficarei circunscrito a algumas):
    1a – De saída. Nossa legislação, ou melhor, o ímpeto legislativo de nosso parlamento só faz crescer. Destarte, enquanto eu pessoalmente considere isso uma grande tragédia, uma coisa é fato: cada vez mais a polícia demandará um técnico em direito para poder apreender minimamente esse cipoal todo. Ora, isso não se faz sem um profunda e séria formação no campo jurídico.
    2a – Promotores e juizes, num número nada apequenado, cada vez mais e de modo mais intenso, dão conta da força motriz que os impele: espírito de corpo. A mantença de suas garantias descabidas e de seus salários nababescos. Os primeiros, conquanto se arvorem em áulicos de uma nova era, persuadindo muitos incautos das suas predições salvacionistas, interessam-se mesmo pelos holofotes. (Por ocasião da pec 37, quisessem mesmo assumir as competências dos delegados, teriam-no feito. Mas não. Só açularam a massa ignara. Ao final, ficaram pianinhos.) De quando em quando, fustigam-nos. Mas insisto, é só “mise-en-scène”. Falta-lhes pessoal. Falta-lhes vontade. Falta-lhes vocação.
    3a – Ainda no que toca aos altos funcionários (juizes e promotores), um dado torna-se cada vez mais conspícuo: a formação deles tem se revelado sobejamente deficitária. Advoga-se fartamente uma mudança na atual conformação de nossas polícias. A mim, todavia, parece muito mais premente uma substantiva mudança no bojo dessas duas instituições. As redes sociais descerram verdades inconvenientes. Colhe-se delas manifestações de tais autoridades veiculadas numa gramática subginasiana e , ainda pior, sem qualquer estofo humanístico. No geral, os autodeclarados agentes políticos – ora, se não foram votados, como podem ser agentes políticos? – de duas, uma: ou são autômatos, decoradores de leis, ou são mocinhos e mocinhas imberbes que, sem qualquer pejo, dão um piparote nos verdadeiros agentes políticos (sim, os parlamentares), enveredando por um ramo criativo do direito, legislando sem o correlato e inafastável sufrágio.
    4a Os oficiais da polícia militar. Notem: jamais me atreveria a fomentar a cizânia entre as duas instituições. Da minha parte, e sendo honesto, nunca me indispus com o pessoal da caserna. Sem embargo, algumas coisas precisam ser ditas. A polícia militar, na atual conjuntura, tornou-se anacrônica. Não por sua culpa exclusiva, que fique claro. Mas, também, pela inapelável mudança que o tempo nos impõe a todos. A sociedade contemporânea sofreu profundas alterações, e a polícia militar manteve sua cosmovisão. Uma cosmovisão beligerante e que não enxerga o cidadão como um seu patrão, mas como um seu inimigo. Ou, ainda que não seja assim tão agudo, muitos ainda querem que cidadão seja um qualificativo aplicável a poucos. Ora, não é assim.
    5a – Malgrado toda a campanha difamatória, levada a efeito notadamente pelos membros da fenapef, irmanados com os membros da adpf, ainda assim, uma leva nada inexpressiva de legislações contempla a figura da autoridade policial. Não raro, em tais legislações, usa-se mesmo o vocábulo Delegado de Polícia, espancando uma qualquer dúvida.
    6a – A tão decantada ideia do ciclo completo. Bom, muitos aludem à instituições de outros países. Mas, de verdade, nunca vi um estudo de fôlego a respeito. De mais a mais, para nossa realidade, esse seria o pior dos mundos. Alguém concebe a polícia militar, com sua atual visão, desincumbindo-se te tal mister? Ora, temos, ademais, precedentes dando conta dessa impossibilidade. Não faz muito, aqui em São Paulo, às polícias militares, facultou-se a lavratura de termos circunstanciados. Consequência: a quase totalidades deles foi reenviada às delegacias em virtude do sem-número de imperfeições. Políticos de variados matizes encapam a ideia. É uma boa plataforma. Mas não funciona hoje. E talvez, não funcione nunca.
    7a – Carreira única. O fetiche supremo. E, talvez, a mais irresponsável e burra das proposições. Num país tão afamado por seu compadrio, faz-se necessário coragem para transigir com o dogma do concurso público. Mas eles o fazem. No alto da sua jactância, fazem-no.
    No entanto, falam muito genericamente acerca dos critérios para ascender na carreira. No entanto, não saberiam como evitar ingerências e apadrinhamentos nessas escolhas. (Hoje mesmo, aqui na polícia civil, já há um exemplo reduzido do que implicaria a tal carreira única. Seria necessário expor os critérios que determinam a escolha dos chefes da tiragem e do escrivanato?).
    Outro ponto crucial, mas amplamente ignorado por promotores que adoram se imiscuir nessa seara. Muitos colegas meus, antes de serem delegados, foram de outras carreiras policiais. E o fato de serem egressos dos quadros policiais, nem de longe, fizeram deles melhores delegados. Ao contrário. Muitos deles vieram cheios de vícios e cacoetes profissionais.
    No que concerne à experiência profissional, o que dizer? Na minha delegacia, tem investigador com anos a fio de serviço e que nunca sequer rachou um furto de galinha. Faz as vezes de estafeta, levando os expedientes ao fórum. Em contrapartida, há o neófito agente de telecomunicações altamente vocacionado e que já deu canas várias.
    8a – No Brasil, infelizmente, não há uma cultura investigativa propriamente científica. Se houvesse, convenham, o próprio método de seleção dos investigadores seria outro. Ainda por concurso público, mas considerando outros critérios também. Por aqui, qualquer um, independentemente da formação, pode inscrever-se no certame e, aprovado, ser investigador. Daí por que nos vemos à volta com indivíduos sem a menor vocação, sem a menor tarimba, tornando-se tiras.
    Ainda assim, curial destacar: a expertise de um investigador não está condicionada ao tempo de profissão ou a uma qualquer ciência, mas sim a uma têmpera muito peculiar, uma curiosidade inata. Tanto é assim que a imprensa no geral já usa o designativo investigador para se referir a todo ator que, de um modo ou de outro, atua na persecução penal. Ou até, pasmem, fora dela. Ficando apenas em dois exemplos: jornalistas e advogados.

    Considerações finais
    Mesmo que pareça ocioso, convém destacar: obviamente há profissionais no ministério público e no judiciário seriíssimos e altamente qualificados, e que discordam de tudo o que segue escrito. Respeito-os profundamente.

    Nos quadros da polícia civil paulista, há investigadores de primeira grandeza. Em sentido lato, ou seja, de todas as carreiras. E em sentido estrito, tiras exclusivamente.

    Aos que lerem esse texto – o que acho pouco provável – faço um apelo: todo e qualquer erro gramatical nele encontradiço deve ser apontado.

    No tocante à estilística, não a censurem. Gosto assim e não vou mudar.

    No que toca ao conteúdo, contraponham seus argumentos.

  63. DR Pacheco:
    Nos tornamos policiais por vocação, isso não significa ausência de luta por melhorias da profissão, salário, condições de trabalho, plano de carreira, respeito e dignidade, ou seja, a carreira única no novo sistema de segurança pública.
    Ademais não lutar para melhorar sua profissão, é covardia, simplesmente aceitar que é ruim e tudo bem, não dá.

  64. Se essa comissão esta pensando em unificar a policia com uma carreira única, parabéns, finalmente algo que vai fazer a diferença, avançaremos mil anos luz no quesito polícia.

  65. Dr Pacheco:
    Como já demonstrado em cometários anteriores a Policia Única com carreira única proporcionaria ao Estado uma ecomimia enorme, pois teríamos um único comando, com uma única administração centralizada, evitando desperdícios e otimizando os recursos tanto materiais quanto humanos.
    Em relação aos recursos humanos a economia ainda é maior, devido o aproveitamento da experiência dos policiais operacionais em carreiras de hierarquia mais elevada, não há de se olvidar da redução do custo nos cursos de formação na academia.
    Falando em eficiência, embora nem seja necessário, um policial nessa nova policia, quando chegar por exemplo a função de detetive, já deve ter percorrido um período como patrulheiro, aumento da chances em solução dos crimes com rapidez, não haveria mais briga entre as policias , o que hoje dificulta o combate ao crime.
    Considerando a motivação que essa policia vai gerar nos policiais, que vão gozar de um verdadeiro plano de carreira, diminuiria as greves, revoltas, descontentamento e aumentaria em muito a redução da criminalidade.
    Ora esse tipo de policia proposto é adotado na maioria dos países que são exemplo de segurança, então porque não mudar?
    A quem é ruim esse modelo de policia?
    Vejo ser necessária a mudança, deve ser desconsiderado interesses pessoais.

  66. Sabe quando situação das polícia mudará? Quando todas as polícias, civil, militar e científica entrarem em greve simultaneamente, em todo o território nacional. Estamos sendo sucateados há décadas. Políticos corruptos e punguistas votados por nós mesmos nos esculachando e nós parados. Chega. PM do Espírito Santo fez e faz muito bem de parar. Erro dos demais e ficar parados como cordeiros.

  67. Nesse arrazoado todo, o Pacheco evita enxergar o óbvio.

    Que é não haver correlação entre o que ele denomina técnicos do direito, que seriam os delegados, e a inteligência , que seriam os investigadores.

    Qual dessas duas atribuições é a mais policial?

    Se deixar a vaidade de lado, a resposta é mais que evidente.

  68. No estado em que as corporações policiais se encontram no Brasil, unificação das polícias é juntar a fome com a vontade de comer.

  69. Eu particularmente não tenho muito tempo de ficar “flitando”, más, de vez em quando; dou uma passada de olho naquilo que esta escrito por aqui e infelizmente a gente se depara com pessoas como esse “Dr pacheco” querendo se aparecer em cima dos colegas policiais independente da instituição. Quando na ativa, infelizmente, conheci dois “doutores” Pacheco, resumindo e não perdendo muito tempo, os dois não valiam “porra nenhuma”, nem serviriam para ser reciclados.
    Vou parando por aqui e mandando um forte abraço aos colegas policiais.

  70. Tiragosto. Entendo sua consideração.
    É difícil sim arretar a vaidade. Para os delegados e para qualquer outro.
    Mas ela não me impede de discernir:
    A parte investigativa, claro, é o cerne de uma polícia…investigativa.
    Todavia, não se pode olvidar: ela é uma polícia judiciária. Com efeito, colabora com o judiciário. Ademais, insisto: a investigação não é uma atividade exclusiva. Ou seja, desempenhada por uma única categoria, só porque designada investigadores. Todos em última análise investigam. O que dizer dos jornalistas – recentemente os responsáveis pelo gatinho em vários processos e inquéritos.
    Não bastasse isso, há outro aspecto inescapável – e pouco importa se assim o é por uma qualquer contingência ou até porque juízes e promotores não o querem levar a efeito: somos nós delegados que lavramos os flagrantes. Somos nós que damos conformação jurídica a um fato criminoso. Poderiam ser o juizes a fazé-lo? Claro. Mas não há da parte deles qualquer interesse. E, a rigor, quem conhece a genealogia do cargo de delegado sabe que, a princípio, tratava-se de juízes com tal atribuição. Não dá, com efeito, para minorar nossa importância. Há muitos aspectos para se considerar. No que concerne à carreira única, não vi refutada minhas considerações. Insisto: será o recrudescimento do nefando apadrinhamento.
    Unificação? Nunca pensei seriamente a respeito. Para mim, apenas um diversionismo esgrimido por políticos.
    Finalizando. Sensato, não me quero melhor que ninguém. Estou disposto ao debate. Apenas isso

  71. O Brasil perde muitos turistas com a falta de segurança, isso significa que perde dinheiro e na atual situação econômica é bem relevante, há países que sobrevivem só do turismo, o nosso, com as belezas naturais, não ficaria atrás, porém o fator segurança pesa em muito a escolha do lugar pelo turista, afinal ninguém passar ferias em uma guerrilha.
    Posso dizer com propriedade que em todos os países que possui um sistema de policia unica com carreira única a segurança funciona

  72. A quem interessa um sistema de segurança como esta hoje?
    Falido, ineficiente e caro. Precisa mudar, Policia unica com carreira unica.

  73. Oficiais da PM e Delegados de Polícia padecem do mesmo erro: Vaidade. Enquanto brigam para demonstrar quem pode mais, o resto sobra e segurança padece. Bando de idiotas. Acabaram com ambas e nem percebem.
    Crime organizado agradece. Imbecis. E o zorra total é mais tarde. Deixa de piada……………

  74. Unificação……………………KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkkkkkk

  75. Ingressei na PC em 90. Ouço essa baboseira há décadas. Não vai acontecer. Greve geral e anarquia para os vagabundos que legislam mexerem o rabo. Eles só irão entender quando a anarquia se generalizar. Parabéns aos PMs do Espírito Santo.

  76. Senhor PC, reajuste salarial só no Rio de Janeiro (10%). Isto porque o estado está quebrado. Aqui em São Paulo, o estado mais rico da federação e que não está quebrado, zero de reajuste. Com estes míseros, mas úteis 10%, o salário de um delegado do Rio de Janeiro se aproximará do salário de um promotor de São Paulo. Interessante isto, não?

  77. Para quem não gostou da eleição do Trump, é melhor JAIR acostumando.

  78. SR. MAÇANETA Convicto” ! VOCÊ ESQUECEU DO PRINCIPAL, OU SEJA, E COM UM SUPERAVIT DE 1.5 BI….

  79. A ideia da unificação da policias com a carreira unica é ótima, contudo daqui a pouco esfria a crise e o projeto é engavetado até a próxima crise, e quem sempre é o mais prejudicado ? a sociedade.

  80. Santa ingenuidade, os Funcionarios Publicos do RJ fazem manifestação direto e reto é por conta de atraso e parcelamento de salários, não receberam ainda o 13º, o estado não paga as dividas, então se quer acreditar que verá a cor do reajuste?
    Hehehehe
    Cada um com seus problemas….(gargalhada)

    C.A.

  81. Rio de Janeiro

    209.365.855.865,92 24.032.143.817,56 — 185.333.712.048,36

    São Paulo

    492.803.803.566,50 39.351.094.231,04 — 453.452.709.335,46

    http://rothbardbrasil.com/o-seu-estado-e-um-pagador-ou-um-recebedor-de-impostos-federais-dados-atuais/

    DADOS DO EXERCICIO DE 2015

    Deixarei explicadinho, primeira coluna-quanto a união arrecada no estado (dinheiro para Brasilia)
    segunda coluna- recuraso federal que volta ao estado por verba de participação, verba social, etc….
    terceira coluna- QUANTO FICA NA UNIÃO…

    NADA ADIANTA SER GRANDE, PRODUZIR MUITO, SE TODOS OS ANOS LHE SANGRAM A BURRA E POUCO DEVOLVE!

    C.A.

  82. Rio de Janeiro

    209.365.855.865,92 24.032.143.817,56 — 185.333.712.048,36

    São Paulo

    492.803.803.566,50 39.351.094.231,04 — 453.452.709.335,46

    http://rothbardbrasil.com/o-seu-estado-e-um-pagador-ou-um-recebedor-de-impostos-federais-dados-atuais/

    DADOS DO EXERCICIO DE 2015

    Deixarei explicadinho, primeira coluna-quanto a união arrecada no estado (dinheiro para Brasilia)
    segunda coluna- recuraso federal que volta ao estado por verba de participação, verba social, etc….
    terceira coluna- QUANTO FICA NA UNIÃO…

    NADA ADIANTA SER GRANDE, PRODUZIR MUITO, SE TODOS OS ANOS LHE SANGRAM A BURRA E POUCO DEVOLVE!

    C.A.

  83. Chegamos em um limite que a greve nacional não seria nenhum absurdo, a ideia e os rumores de greve nacional está se alastrando.

  84. Ah, só uma lembrança, tramita na Alerj um Pl que majorará os descontos da previdencia em folha, se não me em 10%, para onde irá este reajuste mesmo quando o estado conseguir pagar?

    é o que penso

    C.A.

  85. Se no RJ se cumpre a Lei, e aposentam seus Policiais com Integralidade e Paridade, não há desconforto nenhum em majorar desconto de 10% dos aposentados. Queria eu, aposentar com Integralidade e Paridade e continuar a ser descontado os 11% que ocorre durante a ativa.

  86. Senhores

    A União, arrecada com a soma de todos os entes federativos, $570 bilhões, excetuando o estado de Paulo, que sozinho ela arrecada $492 bilhões, proporcionalmente, o estado de São Paulo, recebe da União menos de 10% disso em repasses.
    A maioria dos estados, recebe bem mais do que enviou, resumo, de qual peça de couro sai a correia que move o Brasil?
    Quem paga o custo da enorme e cara maquina federal?
    Já que tantos gostam de comparar estados com estados, atentem bem para a tabela que postei quando liberada pelo moderador…
    Sugiro que o senhor consulte na tabela, o estado que o senhor acha que remunera bem os servidores e conclua de onde sai o recurso.
    Eu adoraria que meu salario fosse reajustado em 100%, mas também gosto de receber em dia…

    é o que penso

    C.A.

  87. Já fora dado aos sindicatos essa ideia, de oferecer ao governo que continue descontando os 11% em troca da Paridade e Integralidade Real ( não a integralidade distorcida que aplicam ). Não sei porque não aplicam.

  88. Verdade, os funcionarios publicos do RJ recebem suas aposentadorias, mas que povo 171, corre a noticia que recebem parcelado a perder de vista e que vivem de doações de cestas básicas, midia maldita, não é?

    C.A.

  89. Para quem não sabe, hoje se aplica o desconto nas aposentadorias, sobre o valor que passar do teto da previdência. Ex:

    Teto: R$ 5.160,00 (não pesquisei o valor exato)

    Aposentadoria PC: R$ 5.500,00………………previdência: 11% sobre R$ 340,00…..(5.500 – 5.160 = 340).

  90. Receberam parcelado a vida toda ?

    Ou agora que quebraram o Estado ?

    Que estão recebendo parcelado, é fato, assim como é fato, que este governo maldito do psdbosta em SP acabou com a PC; gerando fatos que levaram os Policiais a morrerem em 2006, bem como, em 2012; e somos caçados todos os dias, viramos a caça.

    Policial que defende esse governo maldito, passando a mão na cabeça, tem as mãos sujas de sangue. Olhe nos olhos dos familiares dos colegas mortos em 2006 e 2012 e fale que esse governo é bom.

    Vai além da questão salarial…..

  91. Os policiais que defendem este governo, são os que se “alimentam” ou se “alimentaram” desse sistema imundo.

  92. A tua casa está cheia de ladrões e suja………..e continua apontando o dedo para o vizinho…

  93. Partindo da vossa retorica, maldito Getulio que retirou da F.P. de SP os aviões e tanques de guerra…
    Maldito governo vermelho, que saqueou nossas riquezas, colocando o povo na fila da sopa (exceto os seus, estão bem obrigado)
    Maldito Quercia, que não nos deu os gatilhos
    Maldito Fleury que nos ferrou 4 anos e quando não fez sucessor, deu-nos 140%, mas para o sucessor pagar 100%
    Maldito Covas, que pagou os 100% e depois só ferro!
    Maldito….Maldito..Maldito..
    Oras senhor, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa!

    C.A.

  94. Aliás, dizem que Cuba é uma ilha prisão, o Brasil é um continente “mocó”.

    C,A.

  95. Bem coisa de vermelho, quando não ter argumento, ataca o interlocutor! Atribui a ele coisas que o proprio faz, lança mentiras…(faz parte da cartilha)

    C.A.

  96. Os algozes da reforma da previdência (não que eu seja favoravel a forma proposta), é o grupo que a redigiu quando estava no poder, pois está pronta há mais de ano aguardando o “time”, como foram apeados, agora não presta!
    Esta é a forma de se fazer politica no Brasil!

    C.A.

  97. kkkk que viagem…kkk já entendi….

  98. Se a polícia parar em todo Brasil, o policial será valorizado em 100% porque não haverá país, enquanto a polícia não voltar.

  99. O índice de criminalidade é inversamente proporcional ao salário da policia, essa é a única e verdadeira formula da segurança pública.

  100. Senhor Investigador RP

    Se acaso o Brasil sofrer este infortunio, pode crer, nosso povo “honestíssimo” incumbir-se-ão de acabar com o que nossos politicos desonestos não conseguiram. Parece que vive noutro mundo!

    C.A.

  101. E pode devolver para os aborigenes, pegar o saco e ir embora, não sobrará nada, nem Estado, nem iniaciativa privada, patrimonio, nada mesmo, será ladrão roubando ladrão e o resultado será o caus, quando se retornar a ordem, não haverá recurso para pagar funcionario e aí retorna o circulo vicioso….

    C.A.

  102. Senhores

    Aliás, este assunto da forma que se afigura me preocupa, no passado recente, mais propriamente nas primicias da decada de 60, passavamos por uma crise politica, roubalheira institucionalizada, o governo federal endividado por conta da construção de Brasilia, onde não havia sequer estrada para levar material de construção, tudo levado por via aérea, borbulhavam greves e movimentos pelo País, inflação alta e grande desemprego. Onde desembocou tudo isso? Os agitadores de ontém estão hoje onde mesmo?
    Isso meu povo, faça com que as “Forças Armadas fiquem nas ruas, que gostem da coisa e não retornem a caserna”
    Depois não adianta reclamar viu? Ah sim, o antigo recomenda a quem não sabe dos fatos relatados, procure em fonte idônea e isenta, não creia no que digo.

    é o que penso

    C.A.

  103. Faliu geral! Só uma polícia com cargo único e carreira única é a saída para uma segurança pública mais eficiente. Vejamos o exemplo dá PRF!

  104. Sensato, um era movido a álcool e o outro a ignorância e soberba e, como não poderia deixar de ser, ambos gostavam de um propinol. Se juntasse os dois, daria um penico de merda com elevado teor alcoólico.

  105. Que unificar o que kct. Água e óleo não se misturam. Nós Oficiais sabemos mandar enquanto delegados não sabem nem exigir um café bem feito dos subordinados. Chega. Acaba logo civil. Com poucos Oficiais tomaremos a tropa.

  106. Vai ter anúncio de reajuste salarial para São Paulo ???

    Cade os Sindicatos e Associações ?

  107. o tal de DR PACHECO deve ser um escrivão bem maçanetão .metido a professor de linguagem .

    acho que nunca usou uma arma, ou algemas, jamais prendeu alguem , deve cagar de medo de entrar em uma VTR.

    pode ser bom no linguajar …
    mas deve ser um péssimo policial…
    deve ficar decorando dicionário , pra escrever difícil..

  108. Será que os Sindicatos não tem noticias sobre anúncio de reajuste salarial para os policia de São Paulo ?

  109. INVESTIGADOR RP disse:
    12/02/2017 ÀS 14:57
    Se a polícia parar em todo Brasil, o policial será valorizado em 100% porque não haverá país, enquanto a polícia não voltar.

    KALMA JÃO…

    vou te explicar !! o que acontece, se acontecer como no seu comentário acima :

    1- os estados sem policiamento , tornam se inadministráveis ..
    2- anarquia total- baderna total- caos social..

    resultando na intervenção dos estrelados, tomando o poder. . fechando o congresso e etc………………

    ENTENDEU ????

  110. Ao colega acima, é preciso mostrar a importância da policia e da segurança pública, a esses políticos corruptos, é preciso uma greve nacional para buscar a valorização diante do caos sem controle, magistrados e políticos diante do caos não passam de bactérias, não servirão para nada.

  111. Para quem não entendeu o texto, uma nota de lamento. Lamento sincero.
    Desconfio que de duas, uma: ou são imensamente burros ou imensamente preguiçosos. Ou até uma terceira possibilidade: um híbrido de algo asnal com bicho preguiça.
    Senão, detratores, apontem-me um termo que não seja usualmente lido num qualquer jornal, numa qualquer revista, numa qualquer obra romanesca etc.
    Ah, já sei: vocês não leem nada né.
    Por isso, quando o fazem, tudo lhes parece tão anacrônico (vocábulo decerto aprendido comigo).
    Ou talvez seja o emprego correto dos pronomes oblíquos, ou a atenção às regras da transitividade verbal etc.
    Tudo isso é tão exótico e obsoleto, né.
    SQN, como diz minha filha. Ou até é mesmo, mas para os ineptos. E hoje, reconheçamos, eles são maioria.
    Por fim, impende destacar o seguinte: apesar de tudo, eu me apiedo. Apiedo-me, por exemplo, do Policial Miserável, Morto de Fome. Vê-se que ele, a exemplo de outros (Tired, CA etc), é bem-intencionado e qualificado. Nada obstante, a expressiva maioria de seus pares é de alimárias incapazes de compreender um texto. Qualquer que seja. Quem dirá um lavrado de acordo com a norma culta.

  112. Concordo a Policia deve parar, caso contrario não será valorizada, ter salários dignos assim como o Judiciário, Ministério Público e Defensoria, para todos os cargos.

  113. NÃO SEI DE PERCEBERAM, MAS, BASICAMENTE TODO O BLOG, FOI VOLTADO, PARA ESSE TAL DE Dr. PACHECO, ENQUANTO ISSO, AS QUESTÕES PRIMORDIAIS AUMENTO SALARIAL, EQUIPARAÇÃO COM PERITOS, MELHOR CONDIÇÃO DE TRABALHO, ETC., FICAM EM SEGUNDO PLANO, SE NÃO É FAKE, FAZ PAPEL DE …

  114. Se tá loko disse:
    12/02/2017 ÀS 18:38
    T U T A N C A M O M:
    Quem vai tomar o poder?
    O Exercito?
    Só se a PM deixar.

    HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH

    MEU CAMARADA !!

    informo lhe que a PM é somente uma força auxiliar das FAs. e nada mais. se ocorrer o fato citado, a PM
    continuará auxiliando as FAs , e a CIVIL também , pois as duas já fazem parte do corpo de segurança da união…

    em 64 , tivemos aqui um exemplo. tu ja ouviu falar do DOI CODI ??

    essa é a pura verdade dos fatos que podem acontecer…

    depende dos futuros acontecimentos.

  115. FATOS RECENTES: QUE REVOLTAM A POPULAÇÃO

    1-presidente da república , tenta nomear ministro ( angora ) zicado com a lava jato.

    2- presidente indica para ministro do STF , nome que é acusado de envolvimento com criminosos.

    3- EK BATISTA se abrir a boca ? não vai ter cela pra prender todos os acusados..

    4- prefeito do embu assume , após revogação de preventiva.

    5- presidente da camara federal acusado de trambicagens .

    6- ex presidente da camara que ta preso .. pode pedir delação premiada.

    7- NÓIAS, BANDIDOS, TRAFICANTES, todos os tipos de tranqueiras nas ruas, mandando e desmandando..

    8- população refem da bandidagem…

    querem mais motivos ? o relatados ja não são suficientes ?

  116. dizem que no facebook ta bombando a fofoca que o careca indicado pra ministro do stf , é acusado de envolvimento
    com a malandragem.

    e que alguns senadores pediram a ele que explique este fato…

  117. e pra terminar >

    o tal de DR PACHECO é uma tremenda figurinha …kikikikikkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  118. “Depois de conhecerem experiências de unificação policial na Alemanha, Itália e França, os deputados pretendem observar, neste ano, os modelos dos Estados Unidos e do Canadá.”
    O problema estaria resolvido se adotassemos o sistema social de um desses países, caso contrário, não adianta tentar implementar uma polícia “canadense” em um país onde qualquer pilantra, na primeira oportunidade que tem, infringe a lei sem a menor cerimônia.
    Façamos um teste, é só colocar uma equipe de policiais de algum desses países citados pra policiar o jd Elba em SP….
    Não adianta vir com soluções românticas e utópicas.
    O nosso problema é que queremos as situações resolvidas num passe de mágica…Ou vcs acham mesmo que unificar as polícias vai resolver alguma coisa?

  119. SR. ” U T A N C A M O M ” !, ESSA ” figurinha” POR VOCÊ DECLINADA, PARA MIM É SIMPLESMENTE UM ” pachequinho”, OU MELHOR UM ” nadinha”. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  120. SR. ” T U T A N C A M O M , ESTRANHO NÃO ! SERÁ QUE O “nadinha” NÃO ESTÁ FAZENDO ” totozinho” ou ” mimindo”. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  121. Na qualidade de delegado, fico especialmente surpreendido com o nível de idiotia reinante dentre certos “flitadores”.
    Por um lado – e apenas por um – isso é bom.
    Explico: sabidamente há muitos insurrectos nas carreiras subalternas. Mas, convenham, com esse linguajar e com esses raciocínios que não são sequer especiosos nem tampouco muito lógicos, nós, delegados, podemos ficar tranquilos, pois nem de longe conseguirão alterar o “status quo”. Em sendo assim, basta aos cabeças pensantes brigarmos por nossos exclusivos interesses.
    Blindado e Tutacamon, vocês me fazem muito feliz. (Tutaxamon, meu escrivão é um policial excepcional. Mas não tão entusiasmado a ponto de entabular esse tipo de discussão. Em tempo: não digo para decorar o dicionário, mas ter sempre um por perto para sabe dúvidas eventuais.)

  122. Ô SEU ” majurinha” !, O QUE O ESTE VERDADEIRO BLINDADO TEM DE CLASSE ESPECIAL VOCÊ NÃO TEM DE ” janelinha”. E GRAÇAS A DEUS ESTOU LIVRE DE CERTOS ” nadinhas” DO TEU TIPO.. E, ME AJUDEM AÍ Ó !….

  123. Com o ciclo completo, não precisa ser doutor em Letras para almejar o cargo mais TOP da Polícia Única.

    Basta saber de leis, noções de português talvez, informática etc…

  124. Boa noite!

    Senhoras e Senhores.

    Essa ideia de “unificação” é mais uma estória pra boi dormir. Esses pensamentos sempre são aflorados com intuito exclusivo de calar os afoitos e desesperados por uma condição melhor de salário e de trabalho.

    Temos um exemplo claro na nossa Instituição. “A reestruturação”! Falou-se tanto e até agora, NADA VERSOS NADA!!!

    Esses políticos sempre querem tirar um coelho da cartola achando que descobriram o caminho das Índias! Tudo comédia!!!

    Estão é levando os Policiais no conto do vigário e assim querendo ganhar mais uns anos à frente só enrolando. Não aprendem mesmo a governar sem uma bela sacanagem.

    São imediatistas por natureza!

    DEUS!!! NOS LIVRE DESTES PECADORES!!

    Caronte

  125. Como reestruturar uma instituição que será extinta em alguns anos ? Isso era para ter sido feito há 20 anos atrás.

    Serão dois trabalhos: reestruturar e extinguir.

  126. Esta correndo um boato que os delegados estão fazendo lobby paras ficarem fora da PEC da previdência, excluindo as outras carreiras, alguém sabe se é verdade?

  127. Lucas:
    Se apenas unificar não vai resolver caso não implante a carreira única.
    Agora falar que não adianta mudar não está correto, porque o sistema policial atual já esta provado que é obsoleto e falido, ou tem alguém, com raras exceções, está contente com a segurança?

  128. Cuidado srs. A autoridade conquistada na base da canetada não perdura. Recentemente vi, não ouvi falar, um ex madura, ex Seccional, ex diretor, que agora, na aposentadoria, se aventura na advocacia, ser tratado como um qualquer em um plantão policia. Dias depois o mesmo estava essssssssperando pacientemente pra falar no cartório central de uma delegacia que ele mesmo já chefiou.

    Liderança e prestígio se conquista com atitudes, c habilidades, não com receita de bolo em obras literárias.

  129. Até entendo que para certos delegados seja mais simples creditar seus erros na conta dos operacionais.

    Só que agir assim é passar um baita de um atestado de falta de hombridade.

    Pelo jeito, nem com isso se importam mais.

  130. Kil bil,
    Com todo respeito à uns poucos policiais civis, mas ser tratado como um qualquer é a regra das delegacias, salvo as pessoas valoro $a $ e com a carteira aberta.

  131. Pacheco!
    Seria até interessante, veja, a carreira única é uma boa solução, mas quem é delegado continua sendo até o limite de sua aposentadoria, naturalmente. Em tempos futuros se organizar-se-ia essa tal “carreira única”, mas para se chegar ao pináculo, não havendo qualquer outra opção que não a da verificação do cabedal, da titulação, da experiência e por fim da avaliação. Contudo, também não há outra opção, tal avaliação não poderia ser feita por profissional que não seja delegado de polícia. Misturar polícias, até poderia, desde que haja a mesma verificação e condição de avaliação, no tapetão e carimbação, não dá.

    Da mesma forma, sinto que tem boas intenções, tenho condoimento pela suas tentativas de se expressar melhor, mas quando fica consternado sem o fito, isso realmente chega a ser pungente. De toda forma, reitero, acredito nas suas boas intenções, fica a dúvida do real desígnio que tem, pois com toda essa “torre de babel” de pensamentos desconexos, usar seu cálamos é nesse recinto, com certeza é uma dissipação de conhecimento.

    Lembro ainda, que a maior frustração de um promotor de justiça e de não ter tido impavidez para ser delgado de polícia, e a maior frustração de um delgado de polícia é de não receber a devida contraprestação pelo todo que faz.
    Para quem conhece bem ambos os oficios, sabemos muito bem quem trabalha mais, intelectualmente e fisicamente, um dos dois tem muito mais tempo para ler, escrever “obras” (boas ou sofríveis), ir a congressos os mais variados, proferir seus conhecimentos, participar de programas em redes específicas da mídia… Entre outras coisas.
    Tenha uma ótima semana.

  132. Talvez a população (a antiga, não a ensinada por vagabundo que se escondem atrás do vulgo “direitos desumanos”) de bem enxergue que não é fácil lidar com essa gentalha, catinguenta e bandida, defensoras do crime organizado ou não.

  133. Fazer o que. Polícia é Polícia. O Governo humilha os Militares do Exército ao colocá-los no local que não lhes cabem.
    Enquanto isso, a milicia do Governo Federal, só serve para aparecer na mídia paga da Globo.
    Exército HUMILHADO no ES.

  134. Bandidagem mete balas traçantes para o alto e Exército sai correndo de medo. Em que situação o Desgoverno colocou o Exército do Brasil. Lastimável e humilhante.
    Cada um no seu quadrado, Polícia é Polícia, sem a Polícia o governo não é nada.

  135. Proposta imbecil …
    Uma única força cria ainda mais dependência do estado e da população..
    Qualquer imbecil sabe que é preciso ter várias forcas políciais..
    Municipal.. metropolitana.. estadual… federal… Grupos especializados…
    Mas TODOS…. exatamente TODOS…
    Com ciclo completo…
    Simples assim…

  136. Quer dizer que todos os países citados tem polícias únicas?

    Se não quer estudar, beleza, é o direito de cada um. Agora vir aqui e falar asneira é complicado.

    NÃO EXISTE POLÍCIA ÚNICA NA FRANÇA E NA ITÁLIA, MUITO MENOS CARREIRA ÚNICA.
    VAMOS COLOCAR O QUE É VERDADE AQUI!!!!!!

  137. GENTE !, SE VISLUMBRAMOS MUITO BEM, TODAS ESSAS FIGURA$ DESSA FOTOS ACIMA, SEMPRE SÃO FOTOGRAFADOS DE “MÃO$ ABERTA$ “. RAPAZ !, LEMBRO COMO SE FOSSE HOJE, NUMA DEL.POL. AÍ DO CENTRÃO DE “SAMPA”, , APORTOU EM MEU CARTÓRIO, UM “ESCORPIÃOZINHO”, QUE FUTURAMENTE SERIA MINISTRO DA JUSTIÇA, O QUAL, LÓGICO TINHA INTERESSE EM UM DOS MEUS EXEMPLARES FEITOS. ACONTECE QUE SUA EXCELÊNCIA POR LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE OFERTOU UMA ” MERREQUINHA”, ÓBVIO QUE ABRACEI. A SEGUIR, S.M.J., NÃO SOU “LAVA JATO”, FUI TER NA SALETA DO “MAJURÃO”, UM DESCENDENTE DE JAPONÊS. OCORRE QUE A GAVETA DA MESA DO “CABEÇA PENSANTE” ESTAVA ABERTA, QUANDO JOGUEI METADE DA “MERREQUINHA”, NAQUELA GAVETA, ATO CONTÍNUO ELE SE ASSUSTOU E FECHOU-A QUANDO QUASE FIQUE COM QUATRO DEDOS NA MÃO.RAPAZ ! E, ME AJUDEM AÍ Ó !… .

  138. OCÊS QUEREM O NOME DO JAPA, NÃO !, VÃO PROCURAR LÁ NO JAPÃO. E, ME AJUDEM AÍ Ó !….

  139. POLÍCIA CIVIL DE SÃO PAULO TEM O PIOR SALÁRIO INICIAL DO BRASIL, FICAMOS PARA TRÁS DE TODOS.

  140. É verdade após três anos sem reposição da inflação, polícia de São Paulo figura entre os cinco piores salários do Brasil.

  141. PESSOAL !, PARA QUEM NÃO SE LEMBRA,A ÚLTIMA REPOSIÇÃO SALARIAL DESSE DESGOVERNO, FOI NO 5º DIA ÚTIL DE SETEMBRO DE 2014, PORTANTO JÁ SE PASSARAM 30 MESES, OU SEJA DOIS ANOS E MEIO, QUANDO ELE NOS CONCEDEU AQUELA MERREQUINHA DE 6%. SE PUSERMOS NA PONTA DO LÁPIS, A INFLAÇÃO DESSE PERÍODO, O NOSSO SALÁRIO JÁ FOI CORROÍDO EM MAIS DE 30%. DIANTE DE UMA SITUAÇÃO CATASTRÓFICA DESSA, SE EVENTUALMENTE EU AINDA ESTIVESSE NA ATIVA, ELE FINGIA QUE ME PAGAVA E EU FINGIRIA QUE TRABALHAVA. E, ME AJUDEM AÍ Ó !….

  142. SÃO 300 SINDICATOS E ASSOCIAÇÕES LUTANDO CADA UM POR SI, SIPESP DE UM LADO, AIPESP DO OUTRO E OS SINPOLS CADA UM PARA SEU LADO, RESULTADO EM NADA, SE NÃO TEMOS UM SINDICATO ÚNICO, QUE AO MENOS ESSE AGLOMERADO DE SINDICATOS NANICOS SE UNAM:

  143. Ribeiro:
    Sistema imbecil e ter 02 policias estaduais fazendo a mesma coisa, ou seja, 02 policias com ciclo completo, causando um onos aos cofres públicos, havendo atritos constantes em ocorrências, devemos evoluir, não regredir, como já ficou demonstrado que é melhor economicamente, administrativamente, sem falar na eficiência ter uma Única Policia com carreira única.
    Porque então existir 02 policias estaduais, com ciclo completo? para agradar um grupo de interessados, ai não, a policia deve servir a sociedade, não interesses particulares.

  144. O governo crápula dizendo que seguridade social dá prejuízo, quer que o povo pague a conta, em dinheiro e trabalhando até morrer. O governo ao contrário, continua a esbanjar e a vilipendiar os cofres público, continuando assim a sua farra desenfreada, fazendo a festa com o dinheiro dos outro. Agora a casa é de TRILHÃO, bilhão já era.

  145. O governo crápula dizendo que seguridade social dá prejuízo, quer que o povo pague a conta, em dinheiro e trabalhando até morrer. O governo ao contrário, continua a esbanjar e a vilipendiar os cofres público, continuando assim a sua farra desenfreada, fazendo a festa com o dinheiro dos outro. Agora a casa é de TRILHÃO, bilhão já era.

  146. Sandro disse:
    10/02/2017 ÀS 8:15
    Uma polícia única no formato da Polícia Rodoviária Federal, isto é…

    Sandro: além de foragida, premiada!

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  147. Policial Consciente:
    O texto em tela:
    “Depois de conhecerem experiências de unificação policial na Alemanha, Itália e França, os deputados pretendem observar, neste ano, os modelos dos Estados Unidos e do Canadá.” , ou seja: irão conhecer os modelos dos Estados Unidos e Canadá, NESSES A POLICIA ESTADUAL É CARREIRA ÚNICA.
    E também os países citados : Alemanha, Itália e França, não possuem policia única, porém admitem concurso interno.

    Então, se não quer admitir mudanças para preservar o sistema atual, que al´me de barot esta funcionando que é uma beleza, eu respeito, mas vamos demonstrar toda a verdade.

  148. Policial Consciente:
    Pois bem, vamos colocar a verdade,mas toda ela:
    Na Alemanha :
    há Policia Federal e Estaduais.
    Polícia Federal: Tem Competência Federal, não militar, com carreira única e ciclo completo
    Polícia da Baviera: É um especie de policia Regional, não militar, com carreira única e ciclo completo, que cuida da região da Baviera.
    Polícia de Berlim: É um especie de policia Regional, não militar, com carreira única e ciclo completo, que cuida da capital da Alemanha
    Landeskriminalamt: E uma agencia de investigação responsável para coordenar a integração entre policias de Estados diferentes dentro da Alemanha , não militar e integrada por policiais das policias Estaduais.

    OBS: Na Alemanha: o ingresso de todas as policias é na forma de carreira única, exige-se nível médio, porém os alunos cursam a academia de policia por 03 anos.

    Na Itália:
    há Policias judiciarias e militares
    Polizia di Stato ou PdS: é uma especie de policia judiciaria.
    Guardia di Finanza : é uma policia financeira,
    Carabinieri: especie de policia militar
    Há também guardas municipais
    Essa policias , não são carreira única, embora admitam concurso interno de acesso.

    Na França:
    há Policias Civis e Militares.
    Atuam em esferas distintas:
    POLÍCIA NACIONAL “Police National”: é uma especie de Polícia Judiciaria seus quadros são:
    Policiais, Administrativos, Científicos, Técnicos, possui carreira única dentro destes quadros, e admite concurso de acesso por qualquer servidor público, com nivel superior.
    GENDARMERIE NATIONALE : é uma especie de policia militar, há quadro de oficiais e praças, porem admitem o concurso de acesso, até mesmo por militares.

    No Canadá:
    E´uma policia única com carreira única:
    Royal Canadian Mounted Police : é única, civil, com ciclo completo, requisito para ingresso, dentre outros, nível médio, conhecida como a melhor policia do mundo a mais respeitada e melhor remunerada.

    No EUA:
    Há policias Federais, Estaduais, Municipais e de Condados
    As policias Estaduais e Municipais, são civis, com carreira única e ciclo completo, e possuem atribuições exclusivas dentro de sua competência, ou seja, não atuam 02 policias no mesmo município, não há duas força fazendo a mesma coisa.

    Isto posto, pode-se concluir que os países que possuem a forma Federativa de Estado, assim como o Brasil, adotam uma policia única, civil, com carreira única dentro de uma esfera de competência.

    Acredito que para melhorar devemos utilizar um modelo que já foi consagrado e deu certo atendendo nossos fundamentos constitucionais, assim como os princípios da Eficiência e Economicidade, visando o bem estar da sociedade, como exemplo podemos utilizar a policia do Canadá.

  149. Mais um monte de pessoas sem expressão aproveitando um gancho para aparecer, tirando o foco da realidade e do que realmente importa, como Policial e com 20 anos de carreira acredito ser o que resolve o problema da Segurança Pública um conjunto de fatores:
    – vontade política;
    – sociedade comprometida;
    – investimento em educação e não em cadeia;
    – estender a influência radiante do princípio da dignidade humana para os Policiais também, porque estes são humanos de direitos que dão a vida por todos;
    – salários adequados e compatíveis as responsabilidades e riscos do cargo ou função;
    – MUDANÇA NA CULTURA DA SOCIEDADE BRASILEIRA…e por ai vai, abraço a todos e bom final de semana.

  150. Mais do mesmo:
    Concordo em parte com seu exposto, contudo para ocorre mudança cultural é difícil, por isso precisamos de um novo sistema de segurança pública , este esta falido, moroso, ineficiente e comprometido e a sociedade não acredita mais, apenas com uma nova policia haverá esperança e credibilidade, desta forma o modelo proposto me parece o mais correto: POLICIA ÚNICA COM CARREIRA ÚNICA.

  151. É fácil comprovar se é viável ou não uma POLICIA ÚNICA COM CARREIRA ÚNICA, pelo método da administração pública gerencial, pilar do princípio constitucional da eficiência, ou seja, observar quanto se investe em 02 policias sem carreira única e quais os resultados obtidos e quanto seria investido em uma POLICIA ÚNICA COM CARREIRA ÚNICA e quais os resultados seriam obtidos, essa é uma forma técnica de avaliação para implantação do item proposto.

  152. Eu, investigador?
    Credo. Kkkkk. Brincadeira.
    Nada contra a tiragem. Mas prestei concurso para ser delegado. Não sou egresso das demais carreiras. Ou seja, antes de ingressar, advogava. Nessa toada, e fazendo o devido cotejo do ganho obtido, se fosse para ser tira, ficava mesmo advogando.

  153. Mais uma prova que é melhor a carreira única, pois dessa forma não teriamos pessoas como voce na policia, entre outros da sua especie.

  154. Acho esquisito uma pessoa advogar na area criminal e depois passa no concurso para delegado e vai prender criminosos, ontem soltava hoje prendo, é um contra-senso, o mais logico seria uma carreira única, o policial ingressaria na corporação e com o passar do tempo seria promovido até o ultimo grau hierárquico, assim como na PRF.
    Já para carreira como o MP e a Magistratura, tudo bem ter sido advogado, mas para policia me parece que não esta dando tão certo.

  155. Dr. Pacheco Floreados :
    Nem precisava falar que não veio de outra carreira, com essas conversinhas fiadas, sem saber nada de policia, até o Tonelada foi novidade, isso prova sua bagem policial, sabe tudo!!

  156. Realmente, o tal de “Dr.” Pacheco esta muito longe de Doutor. Como alguém muito bem disse, ele é o Jacaré de dente afiado, Jacaré entre outros apelidos que adota. Pacheco, escorregou feio no verbo e na concordância, mas esses erros ficam bem evidentes quando lemos o que os Jacarés (mesmo adotando outros cognomes) escrevem há exemplo:

    Dr. Pacheco. disse:
    10/02/2017 às 20:49

    Morrendo de rir com as enormidades veiculadas. Vcs me deixam muito FELIZES. Esse erro é característico do Jacaré e seus cognomes variados.

    Dr. Pacheco. disse:
    10/02/2017 às 21:11

    Nossa, Sensato. A mim me parece lhe faltar bom-senso. Pacheco, ó Pacheco, BOM SENSO com hífen, ninguém merece, isso é uma falta de BOM SENSO, ó Pacheco.

    Dr. Pacheco disse:
    10/02/2017 às 14:48

    Não. Sou delegado mesmo. De ofício. E de carreira… Ora, Pacheco, não existe Delegado de oficio, pois “de ofício” corresponde a um ato e não à carreira de Delegado. Que feio em.

    Dr. Pacheco disse:
    10/02/2017 às 15:51

    A propósito, uma pena que na acadepol, não HAJA um curso de português idôneo. Haja paciência para ficar lendo esses erros crassos que comete em Pacheco.
    Vou ajudá-lo: Escreva assim, na Acadepol não HÁ um curso de… O que não é verdade, pois lá não faz parte aluno como você, pois para fazer parte do quadro de alunos da Acadepol, há que se escrever um bom português, o que cá entre nós Pacheco, da maneira que escreve, nunca foi aluno da Acadepol.

    Bem, poderia me alongar por muito tempo mostrando os erros crassos do ” Dr. Pacheco”, mas como já sabemos, ele já tentou escrever em Latim aqui com outros apelidos e agora quer pagar uma de Policial Civil, de Delegado de Polícia, não sendo nenhum e nem outro, Pacheco é mesmo um PM, provavelmente um dos Jacarés ou correlatos.

    Pacheco a casa caiu, vê se arruma outro apelido agora e pare de ficar usando esse seu dicionário de sinônimos aí, pois isso não fará você mais inteligente, muito menos melhorará sua gramática, sua concordância verbal e pronominal. Em suma disfarça e crie outro apelido, já esta ficando feio seu FúFúca.

  157. Realmente, o tal de “Dr.” Pacheco esta muito longe de Doutor. Como alguém muito bem disse, ele é o Jacaré de dente afiado, Jacaré entre outros apelidos que adota. Pacheco, escorregou feio no verbo e na concordância, mas esses erros ficam bem evidentes quando lemos o que os Jacarés (mesmo adotando outros cognomes) escrevem há exemplo:

    Dr. Pacheco. disse:
    10/02/2017 às 20:49

    Morrendo de rir com as enormidades veiculadas. Vcs me deixam muito FELIZES. Esse erro é característico do Jacaré e seus cognomes variados.

    Dr. Pacheco. disse:
    10/02/2017 às 21:11

    Nossa, Sensato. A mim me parece lhe faltar bom-senso. Pacheco, ó Pacheco, BOM SENSO com hífen, ninguém merece, isso é uma falta de BOM SENSO, ó Pacheco.

    Dr. Pacheco disse:
    10/02/2017 às 14:48

    Não. Sou delegado mesmo. De ofício. E de carreira… Ora, Pacheco, não existe Delegado de oficio, pois “de ofício” corresponde a um ato e não à carreira de Delegado. Que feio em.

    Dr. Pacheco disse:
    10/02/2017 às 15:51

    A propósito, uma pena que na acadepol, não HAJA um curso de português idôneo. Haja paciência para ficar lendo esses erros crassos que comete em Pacheco.
    Vou ajudá-lo: Escreva assim, na Acadepol não HÁ um curso de… O que não é verdade, pois lá não faz parte aluno como você, pois para fazer parte do quadro de alunos da Acadepol, há que se escrever um bom português, o que cá entre nós Pacheco, da maneira que escreve, nunca foi aluno da Acadepol.

    Bem, poderia me alongar por muito tempo mostrando os erros crassos do ” Dr. Pacheco”, mas como já sabemos, ele já tentou escrever em Latim aqui com outros apelidos e agora quer pagar uma de Policial Civil, de Delegado de Polícia, não sendo nenhum e nem outro, Pacheco é mesmo um PM, provavelmente um dos Jacarés ou correlatos.

    Pacheco a casa caiu, vê se arruma outro apelido agora e pare de ficar usando esse seu dicionário de sinônimos aí, pois isso não fará você mais inteligente, muito menos melhorará sua gramática, sua concordância verbal e pronominal. Em suma disfarça e crie outro apelido, já esta ficando feio seu FúFúca.

  158. Cade o DJEC? Lembram?
    É uma espécie de hora extra que poderia ajudar paliativamente a falta de funcionários e ainda aumentar os vencimentos dos que estão na ativa.
    Na PM essa hora extra está funcionando.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s