Felonia na cúpula da Polícia Civil – Delegados “astronautas” querem a cabeça do atual DGP em troca de cargos de direção 49

Independentemente de iniciativas particulares ( até louváveis )   como a do radialista João Alckmin , que , provavelmente, municiado por comentários ,  informações e pareceres distorcidos, pretende  atribuir ao delegado geral Dr. Youssef Abou Chahin o cometimento de ato de improbidade administrativa consistente numa pretensa irregularidade em comissionamentos de delegados em classe superior, especialmente nas primeira e classe especial, verifica-se uma movimentação fomentada por ex-membros do Conselho da Polícia Civil buscando a exoneração do atual DGP.

Como pano de fundo para o descontentamento se vê a  mera insatisfação de muitas autoridades que perderam cargos de titularidade  sentindo-se ilegalmente preteridos pela Administração;  a esta atribuindo suposto favorecimento a colegas de classe inferior nomeados para ocupar cargos de classe superior.

Mentiras!

Na teoria alega-se uma espécie de “capitis diminutio” funcional.

Na prática , sem generalização , há  interesses obscuros e pouco republicanos de alguns elementos alimentando essa revolta dos “sem-delegacia”  ( para chamar de sua ).

Observe-se que um comissionado aufere , apenas, cerca de 10 % a mais em seus vencimentos; enquanto  que os aludidos inconformados nada perdem.

Aliás, até dizem que alguns ficam vantajosamente em casa ganhando sem trabalhar.

Mas , se verdade for , a responsabilidade não cabe ao Delegado-geral, mas a quem certifica a presença do faltoso.

E a prova cabe a quem acusa; dificilmente se encontrará um “sem-cadeira” que confirme tal afirmação, ou seja, fico em casa recebendo sem trabalhar…

Qual a diferença salarial de um classe especial ocupando uma Seccional daquele que oficia numa assistência policial ?

Qual a diferença em dignidade funcional  de um primeira classe titular de Distrito do primeira classe eventualmente plantonista ?

Na gíria policial chamam NASA a contingência de um delegado das ultimas classes da carreira não ser contemplado com titularidade.

Mas o que nenhum deles explica é qual o efetivo prejuízo pessoal e , também, para Administração Pública.

Com efeito, classe na carreira não garante titularidade de Unidade Policial.

E não se diga que um ex-diretor de departamento ser incumbido de setor de cartas precatórias é indigno. Não é ! Ser responsável pelo cumprimento de cartas precatórias é tão meritório quanto ser membro do Conselho ou  mesmo titular de Seccionais.

Frisando uma vez mais: na NASA não há perda de direitos e vencimentos.

Verdadeiramente, tal  inconformismo não tem fundamentos plausíveis; especialmente quando se trata de  provimento de cargos em comissão na pessoa de ocupantes de cargos efetivos , cujo melhor desempenho liga-se intimamente à filosofia administrativa e ao estilo da atuação governamental,  tornando  irrecusável a liberdade de nomeação, a qual deve recair sobre pessoas de estrita confiança da Administração.

Nesse sentido qualquer medida judicial nitidamente afronta ao princípio da separação de poderes, usurpando, assim, potestade exclusiva do Delegado Geral ( cargo de confiança do Secretário de Segurança e do Governador )  no desempenho de sua função administrativa.

Obviamente, desde que os comissionamentos não atentem contra os princípios  administrativos, ou seja, que não tenham a finalidade de apadrinhamentos ( nepotismo ).

E que não se empregue argumentos de autoridade ( juristas , ex-juízes , ex- promotores , ex- quaisquer coisas ) para sustentar a pretensa improbidade administrativa. Ela não existe; qualquer mediano bacharel em direito é  capaz de verificar.

De se ver que o delegado geral – salvo aqueles que lhe são diretamente subordinados – formaliza o comissionamento atendendo a indicações da cadeia hierárquica. Se há vício no comissionamento  a nulidade se verifica na origem.

A boa-fé milita em favor do Dr. Youssef Abou Chahin.

Também, em seu favor ,  o  princípio da confiança, ou seja,  a espera – quase certeza  – de que as outras pessoas – subordinados –  se comportem conforme a lei .  Consiste, portanto, na realização da conduta de uma determinada forma na confiança de que o comportamento do outro agente público  se deu  conforme o que  a lei determina.

Ora, imputar ao DGP ato de improbidade administrativa por supostos comissionamentos que desatendem a interesses de pretensos  luminares da Polícia Civil , mais do que temeridade ou leviandade : É CRIME!

Pior: quando a iniciativa é urdida nos recônditos palacianos para que Cesar não possa punir os Brutus policiais!

Ser desleal – aparentemente – está no DNA de  alguns delegados que quando estão no poder dizem na sua cara:

Polícia é time; alguns ficam no banco de reservas aguardando a vez!

Por fim, parafraseando o delegado Paulo Lew: POSSO NÃO GOSTAR DE VOCÊ, MAS ODEIO INJUSTIÇAS…

Indo além: ODEIO INJUSTIÇAS ,  SAFADEZAS E CHICANAS !

  1. Vale a máxima:
    NÃO CONCORDO COM ABSOLUTAMENTE NADA DO QUE DIZES EM SEU TEXTO,
    MAS HAVEREI DE DEFENDER INTRANSIGENTEMENTE SEU DIREITO DE DIZÊ-LO.

  2. Vixe! Li agora isto aqui, em outro post do Flit.
    Lamento, mas além de não concordar com essa estúpida decisão, não tenho – por não estar bêbado e não ser débil mental – como defender intransigentemente o afirmado direito de proferi-la.

    Na Sindicância Administrativa Disciplinar 270/2012, da
    Equipe “T” da Divisão de Sindicâncias Administrativas/CGPC
    (DGP 2896/2012 – Vol. Único), em que figura como Sindicado
    Roberto Conde Guerra, foi exarado o seguinte despacho (APTDGP-272/2013):
    “Portanto e à vista dos elementos de instrução
    constantes dos autos, destacando-se o relatório de fls. 172/174,
    da Autoridade Sindicante, julgo procedente a acusação irrogada
    ao sindicado ROBERTO CONDE GUERRA, RG 5.862.836 SSP,
    ex-Delegado de Polícia, aplicando-lhe, em decorrência, a pena
    disciplinar de Suspensão por 03 (três) dias, com fundamento nos
    artigos 67, inciso IV, 69, 70, inciso III e 73, inciso II, por infração
    ao artigo 62, inciso IV, todos da Lei complementar Estadual 207,
    de 05-01-1979, alterada pela Lei Complementar 922, de 02-07-
    2002. Considerando, entretanto, a sua precedente demissão do
    cargo de que era titular, por decreto Governamental publicado
    no D.O. de 03-05-2011, fica suspensa a execução da pena,
    procedendo-se às anotações de praxe em seus assentamentos
    funcionais, para salvaguarda de eventuais interesses da
    Administraç

    Artigo 62 – São deveres do policial civil
    IV – zelar pela economia e conservação dos bens do Estado, especialmente daqueles cuja guarda ou utilização lhe for confiada;

  3. caca coitado que assume a dgp, recebe a herança de decadas de malfeitos, sem poder mudar nada, so administrar a massa falida, logo com entrada novos policiais, vai ocorrer o que esta acontecendo na policia federal, ou seja guerra interna dentro da policia.

  4. A única regra da “dança das cadeiras” é: para sentar tem que dançar conforme a música, ou seja não faça nada por seus subordinados.

  5. Dr. Tovani,
    Aqui não se espera que o leitor pense como o blogueiro. Até pelo fato de não possuirmos autoridade moral , intelectual e jurídica para afirmar isto ou aquilo. Mas fico feliz por ter lido a nossa singela manifestação.

  6. Vamos dizer a verdade, ainda que doa em algumas pessoas.
    A polícia precisa de sangue novo, de ideias novas. A sociedade evoluiu e o crime também.
    De que adianta colocar dirigentes de classes superiores para ocupar cadeiras importantes da polícia, se alguns deles sequer sabem lidar com as novas tecnologias. Alguns sequer sabem lidar com um Notebook….
    Esses aí já deveriam ter deixado de lado o desejo de comandar alguma coisa. Não basta ser um dinossauro pra ter o direito de estar acima dos outros, porque estar acima dos demais deveria significar ditar seus caminhos.
    Sinceramente…O que eles querem é o que todo mundo sabe….
    E dane-se o resto…E querem saber? Vão acabar derrubando o dgp…Ah vão…

  7. Enquanto isto, 148 aprovados aguardam a nomeação para Delegado de Polícia (concurso de 2013), dizem que o governador irá anunciar a nomeação nesta semana de “pasmem”, 79 aprovados, deixando os demais na angustiante espera. #nãoaofracionamento #nomeaçãototaljá.

  8. DR. DO SITE, BOA NOITE !, ´ME DESCULPE. MAIS S.M.J., ATÉ PARECE QUE O SR. NUNCA FOI DELEGADO DE POLÍCIA. ENTENDO QUE O QUE MUITOS VISLUMBRAM NÃO É APENAS OS 10% DE DIFERENÇA E, SIM A ” PAMONHA” QUE S.M.J., APORTA QUINZENALMENTE. O SENHOR NÃO ACHA QUE UM DELEGADO, TIPO SECCIONAL CENTRO NÃO AUFERE DEZ OU MAIS VEZES O SALÁRIO ! POIS EU ACHO. UM ABRAÇO….

  9. Tudo nao passa de um joguinho de vaidades, alguns insatisfeitos por estarem na nasa……sentem falta do trabalho $$$$$$$$$$$$$$$$$. E graças à todos é que estamos nesta situação de penúria, ninguém fala nada porque nao quer perder a cadeira$$$$, o restante……..DANEM-SE!!!!!!!!!!!

  10. Sergio, vaidade é muito diferente de grana! Em 2007 um colega me disse : tem diretor que prefere ver um filho morto a perder a propina mensal. Ele trabalhou no DEIC.

  11. Senhor Guerra

    Não há novidade alguma, desde que entrei na decada de 80 que a coisa funciona assim…”a pá dos sem cadeira, armando para derrubar a pá dos com cadeira”, o incentivo para a ação, todos sabemos!
    Comissionamento, também existe mesmo antes de eu entrar…
    O que me estranha é a tentativa de atingir o DGP, salvo engano meu, o Seccional indica, o regional abona e o DGP autoriza, sem nem saber quem é o beneficiado, concordo contigo, é tiro n’agua!

    é o que penso

    C.A.

  12. Uma instituição basilada em legislatura da década de 40, modestamente, “estruturada”, ainda na dita “década perdida”, que resiste à reestruturação, agarrando-se, desesperadamente, com garras, bicos e dentes à era paleolítica das pluralidades de carreiras policiais em Polícia Judiciária, não tem outra opção que não a recolha de todos os panos pretos, já que, brevemente, a decoração será toda em azul.
    Causa mortis: Ingerência política.

  13. Imagina agora podendo ficar até 75 anos!!!!!Que se igualasse a PM 5 anos na Classe Especial!!Pegue seu banquinh vai pra beira do pesqueiro,vai cuidar dos netinhos,arruma uma amante novinha,ou sei lá o que,mas larga o osso!!

  14. Que seja igual a PM!! 5 anos na Classe Especial ou 60 anos de idade,não 60 anos de Policia kkk,pega seu banquinho,vai pro pesqueiro,arruma uma amante novinha(quem conseguir),vai cuidar dos netinhos sei lá mas não fica ate os 75 anos!!

  15. e os ” subalternos ‘” na esperança de uns 200 mirréis de aumento……

    acelera meteoro !!!!

  16. PESSOAL !, É COMO SEMPRE DIZ UM COLEGA, ” VAMOS PRODUZIR, POIS OS CHEFES NECESSITAM SEGURAR AS RESPECTIVAS CADEIRAS”, A FIM DE AUFERIREM VINTE OU MAIS SALÁRIOS, ENQUANTO QUE OS RESTOPOLs. DEUS QUEIRA QUE NÃO, MAIS LOGO MAIS NEM MERDA PARA COMER TEM E MUITO MENOS PARA CAGAR. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  17. Queira ou não, uma hora o “povo” pega o “peão” pra crucificar. É bíblico! Na minha opinião, está mais do que na hora desse DGP cair fora porque não fez, não faz e não fará nada de importante para a Polícia Civil.

  18. Como eu disse em outro comentário não vale a pena queimar vela com defunto ruim.

  19. Pior DGP dos últimos 10 anos pelo menos… Inerte, não trouxe ou buscou trazer nenhuma melhoria para a PCSP

  20. E claro e cristalino, que este delegado geral veste com louvor as sandálias dos subordinados do governo alkmin. Esqueceu momentaneamente, isto e, enquanto está no cargo de dg, que a instituição a que representa, não tem policiais suficientes e os que nela estão estão se aposentando. E omisso e está mais preocupado com a fábrica de blindados.

  21. Wagner,

    Não se trata de queimar vela com defunto ruim ou fazer defesa do DGP. Se trata de defender o comissionamento como instituto legítimo . Tem delegado que ainda não aprendeu que na Polícia Civil antiguidade não é garantia de titularidade. Ademais, a carreira virou uma piramide invertida, ou seja, a maioria de seus membros hoje se encontra nas classes finais. Não tem titularidade para todos.

  22. Dr. Guerra.

    Até entendo que não há titularidade para todos das classes finais, mas, para os mais novos têm?
    Pelo menos é estranho o Sr. não acha?

  23. SRS. Wagner, nojo, 666, FLIT PARALISANTE E DEMAIS !, EU SEMPRE DISSE E CONTINUOU DIZENDO PARA MIM ESSE D.G. É SIMPLESMENTE É UM ” N.A.D.A “, OU SEJA UM 0,0% DE REPOSIÇÃO SALARIAL PARA OS VALOROSOS POLICIAIS CIVIS DE SÃO PAULO. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  24. Bom, se fuçarem bem pelo Estado, verão que tem delegado com menos de 18 anos de casa com Titularidade. Ou seja, segunda classe.

  25. Guerra, certa vez computei cerca de 80 cadeiras entre Deptos, Divisões e Seccionais, ou seja o correto seria destiná-las aos Classes Especiais, pois há no interior Seccional de primeira classe. Interessante tb seria classificar alguns distritos da capital e gde São Paulo como Especiais e Primeiras classes. Com a reclassificação das unidades teria cadeira para todos, O que não pode é 2classe comissionado e 1classe e Especial na Nasa, não simplesmente pelos 10%, mas pela valorização dos mais velhinhos. O que não pode é apadrinhados serem titulares desde 3 classe até a Especial.

  26. Estamos numa sinuca de bico. Comissionando o 2ª, vai se tornar um pau mandado de quem o comissionou. Deixando aqueles conhecido 1ª ,velhas raposas que não querem largar a teta, que não sabem fazer nada a não ser colocar a bunda na cadeira e arrecadar, é melhor comissionar.
    Se acostumaram com o “De Lei”, ou seja, o extra do bicho, do desmanche, do maquineiro, da biqueira, do puteiro, tudo contabilizado pelo policial “de confiança”, agente, ou escrivão, ou investigador que manda mais na delegacia do que o delegado. Entende?

  27. Esse é o melhor DGP de todos os tempos……………

    Para o Alkimim………………..está no sossego ……

  28. RAPAZ !, AI QUE SAUDADES DO DR. ANTONIO FERREIRA PINTO, PELO MENOS DURANTE SUA GESTÃO, S.M.J., TODO ANO APESAR DE IRRISÓRIA, TÍNHAMOS ALGUMA REPOSIÇÃO SALARIAL. E, ME AJUDEM AÍ Ó !;;;

  29. Meu post saiu duas vezes porque na primeira nao tinha saído, aí escrevi de novo para o Jacaré!!! Aliás, se ele quiser levar os delpols prá PM, fica à vontade!!! Dr Guerra, foi isso que eu quis dizer, a vaidade é justamente e$$a……….

  30. PERFEITOS:

    FREITAS CHARLIE disse:
    03/04/2017 ÀS 7:05
    Uma instituição basilada em legislatura da década de 40, modestamente, “estruturada”, ainda na dita “década perdida”, que resiste à reestruturação, agarrando-se, desesperadamente, com garras, bicos e dentes à era paleolítica das pluralidades de carreiras policiais em Polícia Judiciária, não tem outra opção que não a recolha de todos os panos pretos, já que, brevemente, a decoração será toda em azul.
    Causa mortis: Ingerência política.

    Caleidoscópio da PC disse:
    03/04/2017 ÀS 17:35
    “Poder” é o orgasmo dos velhos

    ABRAÇO A TODOS E BOA SORTE, VAMOS PRECISAR.

  31. Não sei porque imputam responsabilidade do DGP na ausência de reposições salariais ou outros benefícios, isso não é função do Delegado Geral, ele não é líder classista ou sindical, isso não tem o mínimo sentido
    Ele no maximo deveria apoiar mobilizações ou servir de intermediador, muito ingênuo quem acha que ele ou qq outro que ocupe a mesma posicao irá obter vantagens sem a massa de movimentar

  32. Conversando esta semana com uma colega que fez curso de aperfeiçoamento há pouco tempo, ele disse-me que um “douto” professor, quase implorou aos alunos, afirmando que os “doutos” precisavam de suas ajudas, ato continuo, um colega indagou: “Agora Dr? Vocês sempre cuspiram no restopol e agora pedem colaboração? Agora é tarde Dr, o doente (PC) esta quase morto, só falta desligarem os aparelhos.”
    E vou mais longe, em época distante, uns 10 anos passados, eu, quando fiz o referido curso, também ouvi a seguinte súplica de um “douto”: “Não podemos perder o IP, se isso acontecer, a PC vai acabar.”
    Logo, depreende-se que os “doutos” estavam, estão e sempre estarão pensando só nos próprios umbigos, e o restopol que se dane.

  33. Não sei porque imputam responsabilidade do DGP na ausência de reposições salariais ou outros benefícios, isso não é função do Delegado Geral, ele não é líder classista ou sindical, isso não tem o mínimo sentido
    Ele no maximo deveria apoiar mobilizações ou servir de intermediador, muito ingênuo quem acha que ele ou qq outro que ocupe a mesma posicao irá obter vantagens sem a massa de movimentar

  34. Realmente… apenas 10% de prejuízo por cada delegado que assume função de classe superior é uma ninharia… Nem pode ser considerado improbidade administrativa…

    O fato de existirem outros delegados já na classe da “cadeira”, mas que, por não pertencerem a “pá”, não podem assumir, justifica o prejuízo ao Estado. Sem dúvida.

    Isso porque estamos falando apenas de exercer função em classe superior, mesmo existindo funcionários aptos a exercer a função e que já estejam na classe.

    Mas, se lembrarmos que atualmente criaram, sobretudo no DECAP, equipes “EPJ”, “CPJ”, em número superior a quantidade de delegados e, para “funcionarem”, os delegados revezam na titularidade da equipe vaga, recebendo respectivo GAT… trazendo inevitável prejuízo ao Estado… fora outras…

    Não. não… nada de improbidade… isso é um absurdo.

  35. GENTE !, ATÉ QUE ENFIM UM COLEGA ACIMA CORROBOROU COM O QUE EU SEMPRE DISSE, OU SEJA ELE SEMPRE FOI UM ” NADA”. SR.”Mondrongo” !, UM ABRAÇO. E, ME AJUDEM AÍ Ó !….

  36. ………………………………….“A verdade, somente a verdade e nada além da verdade”

    A policia Civil é uma instituição de extrema importância para o direito, visto ser o órgão que deveria elucidar os crimes de autoria desconhecida levando os culpados a prestarem contas de seus atos e dando uma reposta a sociedade, em tese, mas na realidade isto não ocorre.

    Só os mais fortes sobrevivem! NÃO -Só os que possuem capacidade de atualização- sobrevivem em uma sociedade cada vez mais competitiva.

    Vivemos na Era da Incerteza onde as mudanças ocorrem de uma forma que nos atordoa, temos crianças que antes de saberem ler e escrever, já conseguem manipular um “TABLET”, mas ainda temos Policias que são analfabetos digitais que tem orgulho de dizer:

    Não sei e não quero saber e tenho raiva de quem sabe.

    A PC é uma instituição que perdeu o trem da história os Delegados ao recusarem-se a fazer sua restruturação mantendo quatorze carreiras de uma forma arcaica “ fordista”, já superada pela moderna administração, enquanto outros grupos avançaram modernizando-se e colocando-se em condições de competir e finalmente tornando a superada e dispensável.

    Hoje não temos interessados em “vestir a camisa” como é tido na iniciativa privada em uma referência a defesa dos interesses da Instituição.

    Resumindo:

    -Aqueles que já possuem tempo devem aposentar-se e procurar outro ramo de atividade,
    -Quem ainda não possui tempo deve capacitar-se e procurar outros meios, lícitos, de vida.

    Antes que o tempo retire sua vitalidade.

  37. SR. ” Carcereiro 13 ” !, MEUS PARABÉNS PELO SEU EXCELENTE EXPOSTO E, DIGO MAIS, O EXEMPLO TÍPICO FOI A EXTINÇÃO DA CARREIRA DE CARCEREIRO, S.M.J.,PARA MIM, UM MILHÃO DE VEZES MAIS NECESSÁRIA À NOSSA EGRÉGIA POLÍCIA CIVIL DO QUE ESSE MONTE AGENTES DE TELECOMUNICAÇÕES OCIOSOS, SENDO CERTO QUE NADA TENHO CONTRA A REFERIDA CARREIRA. PRATICAMENTE QUANDO DO INÍCIO DESSE CONCEITUADO SITE ENTRAR NO ” AR”, SEMPRE DISSE QUE A CULPA DA POLÍCIA CIVIL ESTÁ NESSA PENÚRIA, SEMPRE FOI E SEMPRE SERÁ DOS SRS. DELEGADOS DE POLÍCIA. VEJA ! CHEGARMOS AO PONTO DE UM FUNCIONÁRIO DA INSTITUIÇÃO VIR E DIZER QUE O D.G. NADA TEM A VÊ COMO REPOSIÇÃO SALARIAL E DEMAIS BENEFÍCIOS PARA OS SOFRIDOS POLICIAIS CIVIS, DEMOROU EM FECHAR AS PORTAS E JOGAR AS CHAVES FORA. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  38. Cacereiro 13 não creio que a não reestruturação seja culpa dos majuras. Eles não têm todo este poder que muitos creem. Lembro me do Dr. Carneiro, quando delegado geral, querer transformar os carcereiros em agentes, porém não dependia apenas dele, mas de instâncias superiores. O fato é que, após deixar o comando da PC, a carreira foi extinta. Concordo com tudo o que disse acima, fazendo esta pequena ressalva. E digo mais: com a implantação dos poupa-tempos, os auxiliares de papiloscopistas se tornaram mais uma carreira ociosa, já que terceirizados passaram a desempenhar muitas de suas atividades. O fato de não haver uma reestruturação aglutinando três ou quatro carreiras em uma única é consequência da falta de visão e vontade política de nossos governantes, que muito pouco conhecem nossas instituições e não dão ouvidos a quem de direito.

  39. Sr. Maçaneta convicto

    ( .. não creio que a não reestruturação seja culpa dos majuras…)

    A cúpula da polícia civil é composta somente por Delegados apesar de existirem outras carreiras na instituição.

    (…O fato de não haver uma reestruturação … é consequência da falta de visão e vontade política de nossos governantes…)

    Na verdade, para que o atual sistema de recolha de propina funcione é imprescindível que não tenhamos um sistema moderno e eficiente de trabalho, visto que a reestruturação traria motivação ao policial. E motivação , no trabalho policial, traz 90 porcento dos resultados de uma investigação.

    (… muito pouco conhecem nossas instituições…)

    Vinte e dois anos, no poder, é tempo mais do que suficiente para conhece a máquina administrativa e colocar pessoas honestas e competentes em postos chaves.

    Corrupção um câncer que está destruindo o BRASIL.

  40. É simples, pega os cabeça branca que estão coçando o saco em casa ou na NASA e coloca na escala de plantão numa Central de Flagrantes.
    Vamos ver se eles estão doidos mesmo pra trabalhar por amarem a polícia ou estão doentes por não arrecadarem mais.

  41. É muito triste assistirmos pessoas se degladiarem por cargos ao invés de se unirem na reivindicação de melhorias urgentes para a nossa Instituição. Por que tanta critica ao delegado geral ? Será que é porque ele não aceita ingerência política para a indicação de pessoas para cargos na polícia? Será que é devido também ao fato dele ter instituído crieterios técnicos de aferição de produtividade ? Ou será devido ao fato da polícia civil estar realmente trabalhando e demonstrando eficiência apesar de todos os problemas estruturais ? Não sei realmente o motivo, mas uma coisa eu sei: a nossa luta não pode ser interna e temos que nos unir em torno de algo bem maior, que é a nossa Instituição a qual pertencemos e q devemos respeitar. Temos que nos manter unidos para conseguirmos ser realmente respeitados em todos os sentidos.

  42. CADA COMISSIONAMENTO SIGNIFICA:
    TIRAR UM SEGUNDA CLASSE DE SUAS FUNÇÕES ORIGINAIS, PRINCIPALMENTE PLANTAO, DESFALCANDO-O !
    COLOCAR O SEGUNDA COMO PRIMEIRA, DESLOCANDO UM PRIMEIRA CLASSE PARA OUTRA FUNÇÕES TÍPICAS
    DO SEGUNDA CLASSE…
    O MESMO VALE PARA O PRIMEIRA EM RELAÇÃO AO ESPECIAL..
    .
    A PM DÁ O EXEMPLO… VC NÃO VE TENENTE-CORONEL VOLTAR A POR A BUNDA NUMA VTR
    E SAIR PARA ATENDER OCORRÊNCIA…
    .
    TAIS MEDIDAS SÃO IMPROBIDADE ADM SIM… ALÉM DE QUEBRA DE HIERARQUIA SIM..
    .
    A RESPONSABILIDADE É DE QUEM COMISSIONA… E QUEM COMISSIONA OS SRS. SABEM QUEM É !!
    ,
    SIMPLES ASSIM !!
    PC FALIDA, DIVIDIDA E SEM ADMINISTRAÇÃO !
    .

  43. NAO ACEITA INGERÊNCIA POLÍTICA ?
    BOA ESSA !
    CONTA AQUELA DO PAPAGAIO AGORA !!!

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s