Familiares de rapaz morto durante abordagem em SV dizem que falta preparo à Polícia Militar 7

“Não há palavras pra descrever o que a gente está sentindo”

JÚNIOR BATISTA
08/04/2017 – 20:35 – Atualizado em 08/04/2017 – 20:43

A família do jovem David Pereira Serafim, de 19 anos, que morreu após ser baleado por um Policial Militar durante uma abordagem no Centro de São Vicente, está sem chão. “Não há palavras pra descrever o que a gente está sentindo. Ele era um jovem cheio de sonhos, estava começando uma família, terminando cursos… Estamos até agora sem digerir  que houve”, contou um familiar do rapaz.

David seria pai em cerca de dois meses. Há um ano ele namorava e dividia com a moça o mesmo teto. Eles moravam em São Vicente, na casa do pai do garoto. “Enquanto estou falando aqui com você tem várias pessoas falando coisas boas dele. Recebemos a visita de muitos amigos. Ele era muito querido, estudioso, não tinha nada de passagem pela polícia. Uma vida limpa”.

O jovem havia acabado de terminar um curso de Carga e Descarga, no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS), em Santos. A ideia era conseguir um trabalho melhor. “Ele fazia bicos como motoboy, por isso tinha muitos amigos. Mas, a ideia dele era usar o curso pra conseguir um emprego fixo. É um garoto que a gente dizia que achava que não cresceu. Ele mantinha a alegria de uma criança inocente”. Segundo o parente, até o fim do ano passado, ele trabalhava na empresa Seara.

“Não guardamos rancor, nem raiva, nada disso. A gente fica triste, acabado. Pensando ‘será que estão preparando direito esses policiais? Essas armas são realmente confiáveis?’. Como que fica agora a filha dele, que vai nascer? Como vamos explicar para ela o jeito que o pai faleceu? Nós mesmos agora estamos até com medo de ser abordado pela polícia, é um trauma muito grande na família uma situação dessas. E pior, quando irão pensar nisso? Quando morrer mais alguém?”.

Leia a matéria completa na edição deste domingo (9) de A Tribuna de Santos 

  1. O problema é que o povo paulista gosta de votar no PSDB, que compra refugo de armas da Taurus com defeito, A política de Segurança Pública de Alckmin, Serra< Covas sempre foi de desmoralizar o policial com baixos salários e péssimo material de trabalho além de se aliarem à Facção Criminosa. Nunca se preocuparam com o povo e sim com seus próprios interesses e o futuro dos filhos deles que administram empresas que prestam serviço ao Estado.Culpar o policial é fácil pois é mais cômodo atirar pedra.

  2. Policial civil Emerson 2 dp taboao da serra baleado em tentativa de roubo junto com o filho. Se encontra em estado grave no hc necessitando doadores de sangue pois perdeu muito

  3. Não é falta de preparo não, é o vício de fazer coisa errada mesmo.

  4. Ano que vem tem eleição. Espero que até lá não só o paulista, mas todos eleitores brasileiros estejam convencidos de que os principais partidos políticos deste país não passam de organizações criminosas, que estão levando o país pro buraco e fudendo com o povo brasileiro.

  5. É a fartura de “faltura”, falta de educação, de respeito com o próximo, falta de civilidade, de moralidade, de honestidade, de salário, de seriedade, enfim, falta de tudo. Isso é o reflexo de desgovernos desastrados, de um país que mingua a cada segundo, em que nos dias atuais, nós brasileiros, não temos nada a se orgulhar, liga-se a tv e só vê barbaridades, crimes crescendo a cada dia, policiais sendo caçados como ratos, uma sociedade estúpida entorpecida por uma enxurrada de desinformações e acredito que hoje em dia para colocar isso tudo em ordem, somente por meio de uma guerra civil lavada com muito sangue. É isso. Esperar que algo de bom aconteça neste país torcendo para timinho de futebol e conversinhas fiadas regadas a brahma não resolverá nada! Este país tem de recomeçar do ZERO!!!

  6. ÚNICO ESTADO DO PAÍS QUE AINDA NÃO REESTRUTUROU AS CARREIRAS DA SUA POLÍCIA CIVIL disse:

    Dr Guerra, achei muito importante o assunto abaixo relatado, bastante pertinente para se tornar um tópico em seu blog

    Os policiais civis e a custódia de presos

    André L. Borges Netto e Angelo Sichinel da Silva

    Assunto que tem sido discutido judicialmente no Mato Grosso do Sul diz respeito à desvalia jurídica da exigência estatal de policiais civis atuarem como custodiadores de presos nas Delegacias de Polícia…

    http://www.migalhas.com.br/dePeso/16,MI43341,11049-Os+policiais+civis+e+a+custodia+de+presos

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s