PMs e Bombeiros respondem por 22% do gasto com inativos nos Estados 21

Marta Watanabe-VALOR ECONÔMICO 

Mesmo que adotada integralmente pelos Estados, a reforma previdenciária proposta pelo governo federal pode ter efeito limitado no alívio da despesa dos entes federados com inativos. A proposta não inclui os militares, representados nos Estados pelos policiais militares (PMs) e bombeiros. Essas carreiras respondem por 22% do total das despesas estaduais com previdência. Em alguns deles, chegam a 30%.

Os dados, levantados pelo Valor, incluem o Distrito Federal e levam em conta a despesa empenhada em 2016, exceto as intra-orçamentárias, de acordo com os relatórios fiscais. A alta representatividade é atribuída por governos estaduais à idade de aposentadoria considerada relativamente precoce nessas carreiras – abaixo dos 50 anos.

George Santoro, secretário de Fazenda de Alagoas, diz que no Estado os policiais militares e bombeiros respondem por 40% da despesa de pessoal com servidores ativos e inativos. No gasto com aposentados e pensionistas do Estado, eles representam 29%.

Para o secretário, uma mudança nas regras de aposentadoria dos policiais militares é imprescindível para o reequilíbrio nos gastos com inativos do Estado. A aposentadoria em torno dos 48 anos, diz ele, acaba fazendo com que a despesa de inativos dos militares estaduais cresça em ritmo mais acelerado. Para Santoro, é preciso que a situação dos militares estaduais seja definida nacionalmente, porque para os Estados é inviável fazer as mudanças de forma individual.

Em Alagoas, diz Santoro, a reforma previdenciária ainda está sendo avaliada. Não se sabe se o Estado adotará a emenda do governo federal ou se tentará fazer sua própria reforma no período de seis meses. De qualquer forma, diz o secretário, o prazo de seis meses parece curto para que os Estados estabeleçam mudanças nessa área.
Mauro Ricardo Costa, secretário de Fazenda do Paraná, diz que o Estado deve adotar integralmente a reforma previdenciária proposta pelo governo federal. Sua expectativa é que a aposentadoria dos militares seja alvo de discussão logo depois de aprovada a emenda. No Paraná, diz ele, a idade média de aposentadoria dos PMs é de 47 anos. “Com isso, eles trabalham em média 25 anos e gozam dos benefícios por 30 a 35 anos”, afirma. “Essa conta não fecha.”

A despesa com militares inativos no Paraná já é maior que com a folha de ativos da categoria. O secretário destaca que, no mês de abril, o Estado contabilizou 19.163 militares inativos que geraram gasto de R$ 126,5 milhões no mês. Entre os ativos, são 21.462 servidores que geram gasto com folha de R$ 121,2 milhões. Como os inativos já fizeram a progressão na carreira, explica, mesmo em menor número, são mais representativos nos pagamentos.

No Paraná, de acordo com os relatórios fiscais, os militares representam 19% da despesa com inativos e pensionistas. O déficit previdenciário na categoria, informa Mauro Ricardo, é de R$ 1,4 bilhão, 28% do aporte total de R$ 5 bilhões que o Estado precisa fazer anualmente para cobrir os pagamentos de aposentados e pensionistas

Em São Paulo, os militares respondem por 26% das despesas previdenciárias. Segundo a São Paulo Previdência (SPPrev), que administra as aposentadorias dos servidores paulistas, os militares representam 21% da quantidade de beneficiários, incluindo aposentados e pensionistas. O órgão não quis comentar a reforma previdenciária.

O coronel Janary Maranhão Bussmann, vice-presidente da Amai, entidade que reúne policiais militares ativos, inativos e pensionistas do Paraná, diz que a idade do regime geral, de 65 anos, não cabe para os policiais que atuam no serviço de segurança. “Eles estão sujeitos a fortes cargas psicológicas. No momento em que estão auxiliando o público a atravessar a rua, por exemplo, pode acontecer um assalto a mão armada que os obrigue a atuar. E isso acontece ao longo da vida profissional.”

O coronel Élzio Lourenço Nagalli, presidente da Associação dos Militares Estaduais do Brasil (Amebrasil) tem opinião semelhante. Ele diz que os PMs e bombeiros deverão ser contemplados na proposta de reforma da previdência das Forças Armadas que, avalia ele, começará a ser discutida no segundo semestre. Segundo Nagalli, a reforma é necessária, mas é preciso haver bom senso. Não é possível, defende, adotar idade de 65 anos para aposentadoria de cabos, soldados e capitães que atuam na rua, prestando serviço de segurança à população.

Nagalli apoia, porém, a eliminação de “regalias”. Entre elas, ele cita a possibilidade de coronéis se aposentarem antes do 50 anos e de filhas de coronéis e generais terem direito à pensão enquanto permanecem solteiras. “Isso não é viável, não tem cabimento e vai ser mudado.”

Enquanto a reforma não vem, os Estados tentam amenizar a despesa com militares. Santoro diz que Alagoas pretende oferecer bônus para que o PM se mantenha na ativa mesmo quando cumpridos os requisitos para aposentadoria e também para fazer com que o militar aposentado volte ao trabalho.

O secretário acha que pode atrair 15% desse contingente. Com as duas medidas, é capaz de manter trabalhando cerca de mil policiais, o que evitaria contratações no período de dois a três anos.

Os incentivos ainda devem ser propostos para a Assembleia Legislativa este ano, conta Santoro e, se aprovados, darão origem a uma nova despesa de pessoal, mas bem menor que as contratações. O secretário de Alagoas ressalta, porém, que a medida é paliativa e serve para dar maior fôlego ao pagamento dessas categorias, mas é necessário que haja uma reforma para os militares nesse período.

  1. MANTER A EXISTÊNCIA DA pm NO BRASIL É UM GASTO FUTURO DESNECESSÁRIO.

    MODERNIDADE JÁ!

    O CORRETO É COMEÇAR A INVESTIR NAS POLÍCIAS MUNICIPAIS QUE NÃO GUERREIAM ENTRE SI E SE TRATA DE UMA POLÍCIA MODERNA.

    O CORRETO É CRIAR UM QUADRO DE PATRULHEIROS NAS POLÍCIAS CIVIS EM TODOS OS ESTADOS BRASILEIROS E COM O APOIO DAS POLÍCIAS MUNICIPAIS PARA O ATENDIMENTO A POPULAÇÃO E ASSIM, NO FUTURO, QUANDO UM PATRULHEIRO POLICIAL CIVIL OU MUNICIPAL QUANDO FALECER O SEU SALÁRIO NÃO FICARÁ PARA A SUA FILHA CAÇULA QUE NÃO PRECISARÁ DEIXAR DE SE CASAR PARA FICAR COM O GORDUCHO SALÁRIO DO PAPAI E DESFALCAR AINDA MAIS OS COFRES PÚBLICOS COMO FAZEM OS OFICIAIS QUE SÃO AMPARADOS POR UMA LEI ABSURDA QUE NÃO É CONTESTADA PELO DEPUTADO major OLÍMPIO QUE SE DIZ DEFENSOR DOS DIREITOS DOS POLICIAIS BRASILEIROS.

  2. Creio que muita coisa, como foi dito, deve ser revista e modificada no que tange à aposentadorias, de ambas as Polícias. Primeiramente mudança na idade, deve haver um teto mínimo independente do tempo ( conheço muitos PMs que se aposentaram aos 46 anos), deve haver um limite, dentro de um padrão a ser estudado, para que nao haja aposentadorias estratosféricas,salários elevadíssimos, nas duas polícias, bem como pensão, só para a viúva, nada de filhas solteiras recebendo-as. No final de carreira o policial pode perfeitamente trabalhar interno, e com função, nada de adms das mais diversas onde não se faz absolutamente nada, deixando sobrecarregado o quadro daqueles que estão nas ruas, combatendo o crime de frente. Mexer com salário do alto oficialato, tanto ativo como aposentado, missão que eu quero ver quem terá essa coragem, a qual extremamente necessária para corrigir isso.

  3. Ha mais de 20 e tantos anos, um soldado iniciava ganhando 4 sal mínimos, enquanto q muitos aposentados contribuíam com o teto d 20 salários mínimos.
    Hoje, o aposentado pelo INSS ganha pouco mais de 3000 mensais, e o PM, que no mínimo e sargento ganha no minimo 6 mil líquidos.

    Viram a distorção que tem que ser corrigida?
    Um aposentado da esfera federal equivale a 7 aposentados do INSS.
    Fui investigador no final da década de 80, e sai porque na empresa em que me aposentei pagava mais, em geral as empresas pagavam mais do que o estado, inclusive sempre contribui sobre o teto previdenciario. Na época ganhava em torno de 22 sal mínimos.
    Se estivesse na policia, que na época qudo ingressei pagava 8 sal minimos, q o valor em comparação ao de hoje era bem inferior,estaria ganhando em torno de 7000 liquidos.
    Não que o servidor aposentado mereça ganhar menos, mas deveria haver equidade de salários, como acontece em paises da europa.

  4. Esses 3000 líquidos do INSS refere se a quem contribuiu sempre sobre o teto previdenciario

  5. Pra vcs verem, a PM segurando o rojão e aí da da um gasto mínimo para sp. É carreira de estado, não mudou e não vai mudar, quem tiver insatisfeito vão chorar no pau da bandeira.

  6. em sp 89 mil ativos, 96 mil inativos
    df 40 mil ativos e 46 inativos
    mg 46 mil ativos 52 mil inativos
    em tocantins a coisa esta equilibrada inativos igual ativos

    a pm tornou maior que o estado, o pagamento de oficiais equivale ao contigente de subtenentes a soldados

  7. HÁ POUCO TEMPO ATRÁS, BRASILEIROS ESTAVAM SENDO IMPEDIDOS DE ENTRAREM EM ALGUNS PAÍSES EUROPEUS E PRINCIPALMENTE NA ESPANHA.

    O EX-PRESIDENTE LULA, EM UM ATO DE SOLIDARIEDADE COM OS SEUS “FILHOS”, IMPÔS PARA UM SETOR DA POLÍCIA FEDERAL PARA QUE TIVESSE MAIOR ATENÇÃO EM RELAÇÃO A ENTRADA DE EUROPEUS NO BRASIL E COMO CONSEQUENCIA DA SUA JUSTA ATITUDE, QUASE FOI MASSACRADO NO RIO DE JANEIRO POR IMPEDIR QUE ESSA RAÇA DEIXASSE DINHEIRO NAQUELA CIDADE “MARAVILHOSA”.

    COM UMA ATITUDE SEMELHANTE EM OUTRO ASSUNTO, O GOVERNADOR DE SÃO PAULO GERALDINHO TENTOU CANCELAR, POR ALGUNS MESES, O GORDO SALÁRIO QUE É PAGO PARA AS SOLTEIRONAS FILHAS DOS oficiais DA pm E COMO CONSEQUENCIA DISSO, TAMBÉM QUASE FOI ESPANCADO NAS REDES SOCIAIS, DE UMA MANEIRA OCULTA, POR oficiais E NO FINAL DAS CONTAS FOI A PRÓPRIA JUSTIÇA QUEM DETERMINOU QUE OS GORDOS SALÁRIOS CONTINUASSEM PAGOS PARA AS SOLTEIRONAS, NÃO HOUVE, NA ÉPOCA, NENHUM OUTRO POLÍTICO DEFENSOR DOS GASTOS DESNECESSÁRIOS QUE SE JUNTARAM A FAVOR DO GOVERNADOR EM UM ATO DE APOIO A SUA DECISÃO, NEM MESMO, NA ÉPOCA AINDA CANDIDATO QUE JÁ FALAVA MUITO, O major OLÍMPIO QUE ATÉ HOJE, JÁ COMO DEPUTADO, DEIXA DE SE MANIFESTAR CONTRA ESSA LOUCURA.

    ENTÃO SENHORES, ACABAR COM OS GORDUCHOS SALÁRIOS DESNECESSÁRIOS DENTRO DA pm DEPENDE DA ATITUDE DE TODOS OS DEPUTADOS E ENTRE ELES OS PRÓPRIOS POLÍTICOS QUE SÃO oficiais.

    RELATEI TAMBÉM A ATITUDE DO EX-PRESIDENTE LULA PARA QUE TODOS TENHAM UMA IDEIA DE QUE NO BRASIL O QUE IMPORTA SE TRATA DO QUE VEM PARA O BOLSO, O RESTO QUE SE FODA!

    NÃO É ASSIM MESMO?

    POUCA VERGONHA!

  8. Já participou de uma guerra?

    Pelo jeito no máximo participou de guerra de travesseiro.

  9. O PROBLEMA DA PREVIDÊNCIA SE RESUME NA POLÍCIA MILITAR E ISSO É FATO.

  10. Teto previdenciário pra todo mundo (R$ 5.500,00) do soldado ao coronel. E na PC também, do agente ao delegado.

  11. Para uma Polícia Militar do tamanho da do Estado de São Paulo, 26% é uma pechincha.
    Queriam o quê, ter um exército à disposição e não gastar nada?
    E vejam bem…a um ano atrás se falava em mais de 40% … agora se chegou em 26%.
    É o mínimo. Se não quiserem pagar, aí faço coro com os leões de teclado.
    ACABEM COM A PM!
    Agora se a resposta for “Não dá. Sem a PM o caos se instala. Vejam o que houve no ES”…
    Ou se a resposta for ” Se virar todo mundo civil, quem garante que a PM extinta não se torne uma PC atual? E se decidirem fazer greve? E se decidirem que não vão fazer nada nas operações? Sem os princípios de hierarquia e disciplina esse efetivo todo não ia degringolar?
    Se forem estas ou outras parecidas as respostas….26% está de graça.
    Aceita e coloquem a mão pro céu que o PM….o chamado seu guarda que está na Rua…ele é o parceiro (a), com tudo e todos contra, não desistiram e ainda tem força moral pra pegar o caneco dizer QAP e ir atender desde a briga de marido e mulher ao assalto à banco.
    Coloquem a mão pro céu, pois quando esses homens e mulheres decidirem que o limite já deu e que vão tirar as 12 horas de serviço sem pisar numa delegacia, sob hipótese alguma…Se chegar o dia que o ladrão descrito na rede rádio passar do outro lado da Rua e o guarda decidir dar um tchau e bora esperar o plantão acabar….
    Se chegar esse dia….É não, ainda não chegou apesar do que leões de teclado possam argumentar….
    Senhores, se esse dia chegar, peguem vossas famílias e migrem para Uruguai….Portugal….até pra Bolívia….pois se esse dia chegar….FODEU!

  12. VITÓRIA NA GUERRA DE TRAVESSEIRO disse:
    11/05/2017 ÀS 9:38
    Já participou de uma guerra?

    Pelo jeito no máximo participou de guerra de travesseiro.

    SE DOEU, pm?

  13. o policiamento ostensivo sera transferido para as gms, como foi educacao e saude e a pm vai voltar a ser o que era antes de 1969, 20% do que hoje aquartelada

  14. Não sou “especialista” em previdência, mais leio muito sobre o assunto, mais uma vez e como sempre um montão de “especialista” falam e escrevem muito m… comparando coisa diferentes, não se deve nunca comparar o regime geral da previdência com o regime próprio dos servidores em segurança pública, em especial por contas das outras tetas e boca rica do funcionalismos da qual não posso falar pois não participo.

    Senão vejamos:

    Servidor em segurança tem FGTS?
    Servidor tem participação nos lucros, cesta básica, vale transporte, etc., etc., etc., sem contar o direito a greve e a justiça trabalhista.
    Servidor tem adicional noturno, hora extra, etc., etc., etc…
    Alguns vão dizer que temos “estabilidade”, a via rápida está ai para provar o contrário, a demais o segurados do INSS ou contribuintes do INSS respondem cível, criminal e administrativamente pelas suas ações?
    Aposentado do INSS contribui para o sistema após aposentadoria como os servidores fazem?
    Somente após muitos anos de trabalho e quando da chegada da sexta parte é que temos um pequeno refresco, dai vem os espertões comparar.
    Vamos lá especificamente ao caso dos bombeiros a imensa maioria faz o horário 24 h por 48 h, ou seja, a cada 3 três noite uma ele dorme fora de casa, e todos que são ligados à segurança pública sabem muito bem que é quase impossível passar um plantão sem uma bela zica, com horário para começar e sem hora para terminar, e mais uma vez sem horas extra, ao menos no Estado de São Paulo.
    Nem vou entrar no mérito das condições dos alojamentos!
    Também para que não reste dúvida o STF já julgou e decidiu que a contribuição pelo teto não gera direito a números em salários mínimos. Quem faz esta comparação e constatação deve cobrar o FHC pai do fator previdenciário.
    E por ai vamos.
    Agora querer culpar os servidores em segurança pela total incapacidade dos políticos, a imensa maioria ladrões, em gerir os recursos da previdência é igual ao depoimento LULA que jogou toda a CULPA do tríplex nas costas da MARISA.

  15. Senhores

    Para o funcionario publico que tomou posse após o ano de 2013, já vale o limite do teto do INSS, mas também só se desconta até este valor. Insinuar para quem contribuiu sempre acima do teto, se aposentar limitado a este valor, na melhor das hipoteses é desonestidade.

    é o que penso

    C.A.

  16. Quanto as comparações sobre o que se ganhava no ano tal em salários minimos e levar como parametro o salario de agora, não é correto, pois nos ultimos 20 anos, o salario minimo acumulou ganho superior a 80%, as aposentadorias do INSS, para os não recebedores de salario minimo, no máximo a inflação, e para os funcionários do Governo do Estado de São Paulo, o indice se baseia na vontade do alcaide de plantão.

    C.A.

  17. Mantendo-se esta politica, daqui uns anos, poucos aposentados do INSS receberão acima do salario minimo. Ou seja, justiça social nivelando quem contribuiu com maior valor, igualando ao que contribuiu com menor valor ou mesmo não contribuiu!

    C.A.

  18. Mas e isso que disse; o salário minimo em 1991, equivalia a cerca de 50% do valor atual.
    O SM vem tendo ganho real ha anos, inclusive muitos benefícios do INSS que não acompanham tal ganho, acabam perdendo o valor e ganha atualmente 1 sal minimo.
    Quem contribuía com ate 3 sm sabe o que estou dizendo.
    E dizer que muitas empresas pagam salários como o dito acima, e exceção; a maioria paga um salario miserável, por isso muitos hj querem ir pata o funcionalismo, algo que não se via ha 25 anos ou mais.
    Recordo-me que quem dizia que queria prestar concurso publico era tido como encostado, miserável, pq na media pagava menos que na iniciativa privada, algo diferente hoje em dia.

  19. Portanto, a minha questão e também a seguinte: tenho uma
    CARABINA DE PRESSÃO DIONE BLACK OPTIC CAL.5,5 COM LUNETA 4X20 e também tenho notado que a arma é de
    insuficiente precisão usando a luneta ou não mesmo em pequenas distancias com
    10m, a arma é novidade, já testei copiosos chumbinhos (rifle, norica,
    gamo…)sendo assim gostaria que você me indicasse uma arma preferivelmente de cal 5,5 de ótima presisão (30m
    ou +) e de pontência suficiente para atrofiar animais como
    pombo silvestre ou maiores. http://hiradweb.ir/User-Profile/userId/1554

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s