Bolsonaro é um cínico cara de pau: se diz a virgem do puteiro 34

Hoje às 15h36 – Atualizada hoje às 16h58

‘Qual é o partido que não recebe propina?’, questiona Bolsonaro

Em entrevista a rádio, deputado foi provocado a comentar sobre repasse da JBS

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) comentou, em entrevista ao Jornal da Manhã da rádio Jovem Pan nesta terça-feira (23), sobre repasses do grupo JBS a ele e a seu antigo partido, o PP. Provocado pelo comentarista Marco Antonio Villa a explicar a questão, o parlamentarrespondeu: “O partido recebeu propina, sim”. “Mas olha só, mas qual é o partido que não recebe propina? Qual o partido não recebe propina?”

O programa destacou que, na “Consulta aos Doadores e Fornecedores de Campanha de Candidatos” do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), consta que o deputado recebeu R$ 200 mil do grupo JBS durante sua campanha de 2014, e que ele teria encaminhado o dinheiro como doação ao seu partido, que na época era o PP.

Em março deste ano, Bolsonaro publicou um vídeo em sua página nas redes sociais, destacando a “devolução” do dinheiro que recebeu, oriundo da JBS, dona da marca Friboi. O comentarista da rádio o questionou justamente sobre o caminho deste dinheiro, com base nos registros da Justiça, que teria retornado para a conta dele pelo partido.

Consta no TSE que deputado recebeu R$ 200 mil da JBS e que teria encaminhado o valor ao PP
Consta no TSE que deputado recebeu R$ 200 mil da JBS e que teria encaminhado o valor ao PP

Bolsonaro explicou: “Começaram as eleições de 2014. Me liga o presidente do meu partido [Ciro Nogueira, na época] e diz que vai botar R$ 300 mil na minha conta. Disse que tudo bem, mas que colocasse R$ 200 mil na minha conta e R$ 100 mil na do meu filho. Quando vi o nome da Friboi, perguntei se queriam estornar. Falei que ia para a Câmara dos Deputados, ia jogar R$ 200 mil e dizer que é dinheiro do povo, porque foi dinheiro que pegaram do PT para se coligar com o meu partido”, disse.

“A Friboi não colocou nada na minha conta, foi o partido”, ressaltou o deputado, frisando que o dinheiro que entrou em sua conta foi do fundo partidário e que devolveu o dinheiro da Friboi, ou seja, que o valor igual depositado em sua conta depois vinha do fundo partidário, não da empresa. “Eu aceito do fundo partidário. Dinheiro foi para outro deputado, porque o carimbo tinha que estar embaixo no papel”.

“O partido recebeu propina, sim”, disse em seguida. “Mas olha só, mas qual é o partido que não recebe propina? Qual o partido não recebe propina?, insistiu.

“E outra, não é propina, propina… Em 2014, [Marco Antonio] Villa, ninguém falava em propina ilegal, Villa”, destacou. “Meu partido tem R$ 5 milhões por mês de fundo partidário e me passam R$ 200 mil. Acha que estou na pedalada? Por que você não me responde o que Alberto Youssef falou na delação? Que dois deputados do PP não pegaram dinheiro da Petrobras. Um fui eu. Queria que eu fizesse o que? Teve mais também, na ação do Mensalão, teve o caso de Joaquim Barbosa. Ele leu seu voto e leu meu nome, disse que fui único da base aliada que não fui comprado pelo PT. Isso não conta?”

  1. JA OUVI O MESMO SE REF A ESTE ASSUNTO.. AO DATENA…

    ele disse que o dinheiro que deram a ele , ele doou ao partido , entrando oficialmente como doação para a campanha politica..

    então isso é legal….,

  2. este é o meu candidato….

    não estou conseguindo achar outro .

    vou nele mesmo….

  3. A pergunta “qual partido não recebe propina?” é tão injustificável quanto “quem não compra peça pra moto lá na General Osório?”. 2018 vai ser um horror. Esse indivíduo, Doria, Huck (que, junto com Regina Casé, personifica o que há de pior no meio cultural), Lula, Maia… terra maldita desde 1500.

  4. Ainda é cedo para dizer em quem votar, vou continuar analisando cada passo, cada atitude dos candidatos a candidatos.

  5. Lembrei de uma novela de quando criança “Fascinação”, acho que era esse o nome.
    Até acredito em virgem no puteiro, mas só no começo da carreira 😁😁😁

  6. EU VOU VOTAR NESSE CARA, QUERO VER COMO SE SAI. VAI SER COMO COLOCAR UM CARA BEBADO, APOS TER TOMADO VIAGRA , DENTRO DE UM PUTEIRO, VAI FUDER TODAS AS PUTAS, OU VÃO FAZER FIO TERRA NELE.
    VOTO BOLSONARO, ATÉ ELE PEGAR OS ESQUEMAS EMPREGADOS PELO PT, PSDB, PMDB, DEM ETC…. JÁ DEU PARA O BRASIL TOMAR UM FOLEGOZINHO.

    BOLSONARO 2018, DE CEM PARENTES MEUS , 80 JÁ DECLARARAM VOTAR NO BOLSONARO.

  7. Bolsonaro é o meu candidato para 2018. A verdade é que o cara é limpo, ao descobrir que a grana era originária da JBS imediatamente devolveu a doação. Dias depois, de sua cota de 1 milhão, recebeu 200 mil do fundo partidário, ou seja, com origem legal. Fala a verdade, todos os partidos receberam dinheiro de propina em 2014, hoje pagam o preço na Lava Jato, ele claro está fora desta lista mais uma vez. Não foi comprado pelo Mensalão. Não foi comprado pela Oderbrech. Não foi comprado pelo Petrolão. Não foi comprado pelo OAS, e não foi comprado pela JBS Friboi… Por isso o meu voto é do
    cara!

  8. Escriludida disse:
    23/05/2017 ÀS 15:12
    http://arte.folha.uol.com.br/poder/2017/04/12/quem-esta-na-lista/

    NOSTRADAMUS disse:
    23/05/2017 ÀS 18:47
    pela lista do faquim ….lista acima….
    os presidente da camara do senado estão envolvidos..

    então podem escrever ..

    cai themer…atual..
    cai rodrigo…1º substituto..
    cai eunicio. 2º substituto..

    e assumira a BAM BAM BAM do STF.,. AINDA ESTE ANO…
    se bobearem no primeiro semestre de 2017…

    podem escrever ai..

  9. TRIBUNA DA BAHIA
    Brasil / Economia / Política
    Maia marca votação da reforma da Previdência para o início de junho
    Presidente da Câmara defende manutenção da agenda legislativa e diz que não será instrumento para desestabilização do governo em um momento de grave crise política
    porAgência CâmaraPublicada em 23/05/2017 13:16:50

    Maia marca votação da reforma da Previdência para o início de junho
    Presidente da Câmara defende manutenção da agenda legislativa e diz que não será instrumento para desestabilização do governo em um momento de grave crise política
    porAgência CâmaraPublicada em 23/05/2017 13:16:50

    Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

    Ele defende a continuidade das votações, especialmente, temas ligados à recuperação da economia
    O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, marcou para o período entre 5 e 12 de junho o início das discussões em Plenário sobre a proposta de reforma da Previdência (PEC 287/16).
    Segundo ele, a Câmara tem um compromisso com a recuperação econômica, com a geração de empregos e com a redução da taxa de juros no País. “Precisamos ter todas nossas energias focadas na agenda econômica, que garante desenvolvimento social para todos.”
    Na primeira manifestação após o Supremo Tribunal Federal autorizar a abertura de inquérito contra o presidente da República, Michel Temer, Maia reconheceu a gravidade da situação.
    Para ele, a atual crise só poderá ser superada com paciência e com o fortalecimento das instituições, para que cada Poder cumpra o seu papel constitucional.
    “A Câmara dos Deputados e sua presidência não serão instrumentos para desestabilização do governo. O Brasil já vive uma crise muito profunda para que esta Casa cumpra um papel de desestabilização maior”, afirmou Rodrigo Maia.
    “Neste momento, eu trabalho mais com a relação entre os Poderes, mais com a harmonia, e menos com uma independência que pode gerar desestabilização. Nossa independência é para que tenhamos uma pauta, e é a pauta econômica. O resto vamos trabalhar de forma harmônica”, continuou.
    Para Maia, Temer terá oportunidade de se defender durante o inquérito, que apura denúncias dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do grupo J&F, que controla o frigorífico JBS.
    A Procuradoria-Geral da República suspeita de corrupção passiva, organização criminosa e obstrução à Justiça.
    Pauta legislativa
    No pronunciamento, Rodrigo Maia defendeu ainda a continuidade das votações na Câmara e anunciou para esta semana a análise, em Plenário, da proposta que que regulariza incentivos fiscais dados pelos estados a empresas (PLP 54/15).
    Duas medidas provisórias também podem ser votadas. A MP 766/17 permite o abatimento de dívidas com a Receita Federal ou com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional de créditos tributários (recursos a receber) e prejuízos fiscais de anos anteriores.
    Já a MP 767/17 aumenta as carências para concessão benefícios do segurado do INSS.
    Vice-líder do PMDB, deputado Carlos Marun (MS), apoiou a manutenção das votações. “O Brasil não pode parar”, disse. Mais cedo, o líder do DEM, deputado Efraim Filho (PB), também havia defendido a continuidade da agenda legislativa na Câmara.
    Oposição prevê obstrução
    O deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), criticou o fato de o presidente da Câmara não ter analisado ainda os pedidos de impeachment de Michel Temer – já são oito desde quarta-feira (17), quando surgiram as primeiras denúncias dos irmãos Batista.
    “Maia se coloca contra o Brasil, que não suporta mais impunidade, sobretudo do principal mandatário”, disse. “O que desestabiliza é ter alguém que usa a Presidência da República para obstruir a Justiça, para praticar corrupção passiva e para integrar uma organização criminosa.”
    O líder do PT, deputado Carlos Zarattini (SP), afirmou que a oposição vai obstruir todos os trabalhos até que Temer renuncie ao cargo. Para o petista, o governo perdeu a capacidade de continuar.
    “As denúncias em torno do episódio são gravíssimas. Temer tem que sair do governo, e a forma mais rápida é a renúncia. Vamos fazer uma obstrução permanente com objetivo de que não se vote nada na Câmara até que se resolvam esses problemas.”

  10. O BOLSONARO. é um cara que ja esta a um bom tempo na politica,…

    e o fato dele não estar incluido na lista do FAQUIM .. é motivo para nós o escolhermos para ser o futuro
    presidente do brasil…

    isso sem contar a ideologia dele…. nas quais sou favoravel em 100% do que ele prega nas suas declarações……

  11. BOLSONARO PRESIDENTE, RAQUEL SHERAZADE VICE, E AS FORÇAS ARMADAS NA RETAGUARDA, AI SIM PUTARIA PODERIA TER FREIO NESSA MERDA DE PAIS .

  12. o proprio SAPÃO , a poucos dias declarou pra midia que os candidatos fortes que ele se preocupa é o BOLSONARO e o DÓRIA…..

  13. JAIR BOLSONARO, O FECHAMENTO CONGRESSO NACIONAL DAS PUTARIAS O SENADO , MAIS O FIM DA DEMOCRACIA E A VILTA DO REGIME MILITAR, O BLOQUEIO DE TODOS OS BENS DE TODOS OS POLITICOS, REVERTENDO TODO O DINHEIRO APURADO NA PREVIDENCIA SOCIAL E NA SAUDE, SOMENTE ASSIM ESSE PAIS IRIA PARA FRENTE

  14. mentiu no que ?? alguem tinha duvidas que partidos recebem dinheiro ilegalmente , ahhh toma vergonha na cara , precisava nem ele falar . Bolsonaro 2018

  15. Em meio à crise, Temer se reúne com senadores do PMDB no Planalto
    Dos 22 senadores que o partido tem, 17 estão na reunião. Líder do PMDB no Senado, que rompeu com o presidente, Renan Calheiros não foi convidado.
    Por Gustavo Aguiar, G1, Brasília
    24/05/2017 11h19 Atualizado há 15 minutos
    No esforço para garantir sustentabilidade ao governo após a crise política causada pela delação dos executivos da JBS, o presidente Michel Temer se reúne na manhã desta quarta-feira (24) com a bancada do PMDB no Senado. O encontro estava marcado para as 10h no Palácio do Planalto e começou depois das 10h30.
    Dos 22 senadores que o partido tem, 17 estão reunidos com o presidente de acordo com o Planalto. Segundo o Blog da Andréia Sadi, Temer não convidou para o encontro o líder do partido na Casa, Renan Calheiros.
    Após reiteradas críticas às reformas encampadas por Temer, o senador alagoano decidiu romper de vez com o presidente e passou a defender sua renúncia. Está prevista a participação de Renan na manifestação que ocorre nesta tarde em Brasília contra as reformas trabalhista e previdenciária, o governo Temer e por eleições diretas.
    Veja a lista dos senadores reunidos com Temer:
    Airton Sandoval (SP)
    Dário Berger (SC)
    Edison Lobão (MA)
    Elmano Férrer (PI)
    Eunício Oliveira (CE)
    Garibaldi Alves Filho (RN)
    Hélio José (DF)
    Jader Barbalho (PA)
    João Alberto Souza (MA)
    José Maranhão (PB)
    Marta Suplicy (SP)
    Raimundo Lira (PB)
    Romero Jucá (RR)
    Rose de Freitas (ES)
    Simone Tebet (MS)
    Valdir Raupp (RO)
    Waldemir Moka (MS)
    O senador José Maranhão foi o último a chegar, quando a reunião já havia começado. Também participa o ministro Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo). Eliseu Padilha (Casa Civil) esteve no Planalto durante a reunião, mas saiu em seguida.
    Dissidência
    Segundo a TV Globo, Renan teria participado na noite desta terça-feira (23) de uma reunião com senadores da oposição e dissidentes do PMDB na casa da senadora Katia Abreu (PMDB-TO). Também foram convidados os senadores Paulo Paim (PT-RS), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Paulo Rocha (PT-PA).
    No mesmo horário, Temer recebia deputados da base aliada na última agenda do dia. O encontro se deu após um dia tumultuado no Congresso. Entre manifestações da oposição e discussões que quase levaram parlamentares às vias de fato, o governo conseguiu mais tempo para tentar reorganizar a base.
    Na Câmara, o adiamento do relatório favorável à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) das eleições diretas em caso de vacância da Presidência da República foi, para o Planalto, um sinal de que a fidelidade do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ao governo ainda é capaz de garantir alguns momentos de alívio.

    Na iminência da votação do relatório na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Maia decidiu dar início à ordem do dia no Plenário. A manobra obrigou a comissão a suspender os trabalhos e adiar a discussão sobre a possibilidade de eleições diretas antecipadas, que deverá ser retomada nesta quarta.
    No Senado, uma confusão entre os senadores Ataídes Oliveira (PSDB-TO) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) foi a justificativa para que o presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), desse como lido o relatório da reforma trabalhista.
    A decisão corrobora com a manutenção do calendário para a tramitação da medida na Casa, vista como uma das prioridades do governo Temer. No Planalto, a manutenção da agenda de reformas econômicas é vista como a garantia mais forte que Temer tem de resistir à crise política.
    330 COMENTÁRIOS
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

  16. SÓ PASSANDO AQUI PARA LEMBRAR QUE O BOZONARO, DIGO, BOLSONARO DISSE QUE : ” …SE EU NÃO FOR CANDIDATO(2018) QUERO SER O VICE DO AÉCIO das NEVES….”KKKKK….

  17. SOU BOLSONARO DESDE PEQUENINIM, QUEM VOTAR EM CANDIDATOS COM DISCURSO DE DIREITOS HUMANOS, ONGs, CONVERSINHA FIADA DE MINORIAS, ONU,GESTICULAÇÕES A LA TEMER, ENTRE OUTRA BABOSEIRAS, VAI VOTAR PARA QUE O PAÍS PERMANEÇA O CAUS.
    BOLSONARO, FUMO EM BANDIDOS, CABRA LOCO E DE SACO ROXO, CHEGA DE BORRA BOTAS!!!
    BOLSONARO 2018

  18. Tome vergonha nessa tua cara feia de comuna, Guerra.
    Bolsonaro é o melhor candidato do país e ponto final.

  19. Tem gente que defende o lula dentro da instituição onde já se viu!?

  20. Caro Dr. Guerra, se ele é o virgem do puteiro, o que seria o Sr. Alckimin???? a quem o sr vem rasgando elogios? O Santo no Inferno?

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s