Dois anjos em sua vida – Com a ajuda da internet, jovem reencontra bombeiros 20 anos após acidente 16

Com a ajuda da internet, jovem reencontra bombeiros 20 anos após acidente

Santista teve corpo queimado com óleo quente e sonhava em agradecer pessoalmente aos “anjos” que lhe salvaram

CAROLINA IGLESIAS
MATHEUS MÜLLER
A TRIBUNA DE SANTOS
05/07/2017 – 18:01 – Atualizado em 05/07/2017 – 18:19
Isabela permaneceu internada por três meses
após acidente (Foto: Arquivo Pessoal)

O poder da internet possibilitou que uma santista de 21 anos reencontrasse nesta quarta-feira (5) dois anjos em sua vida. Filha de ambulantes, Isabela Quevedo sofreu um acidente quando tinha pouco mais de 2 anos. A jovem brincava no carrinho de pastel dos pais, na Avenida dos Bancários, na Ponta da Praia, em Santos, quando, durante a troca do óleo do tacho, acabou sofrendo queimaduras em diversas partes do corpo. Dois bombeiros, que estavam em um orelhão, em frente ao carrinho, viram o momento em que tudo aconteceu e prontamente a socorreram. Hoje, a jovem que ficou três meses internada teve a chance de poder agradecer pessoalmente aos heróis que salvaram a sua vida.

A ideia de reencontrar os dois bombeiros surgiu após uma visita da jovem à casa de uma prima, em Santos. A santista, que há pouco mais de um ano reside em Campo Grande (MS), conta que sempre pensou em procurá-los, mas nunca imaginou que pudesse encontrá-los tão facilmente. Por isso, nunca havia enxergado na internet a possibilidade de contar sua história.

“Eu era muito pequena quando tudo aconteceu e não me lembro de nada. Meus pais falam que ficaram desesperados. A gente morava na Avenida dos Bancários e, naquele dia, eu entrei embaixo do carrinho. Só que, durante a troca do óleo, o recipiente se rompeu e abriu um buraco, que fez com o que o óleo caísse em mim. Desesperada, minha mãe tirou minha camiseta e também acabou se queimando. Por sorte, esses dois anjos estavam ali e puderam me salvar”.

Segundo Isabela, como o carrinho de pastel ficava em frente ao imóvel onde seus pais residiam, os bombeiros a levaram para o apartamento, onde lhe garantiram os primeiros socorros. “Eles me enrolaram em um lençol e me colocaram debaixo d’água. De lá, me encaminharam à Santa Casa, onde fiquei internada por três meses”.

Na ocasião, os pais da jovem se desencontraram dos bombeiros e acabaram não conseguindo agradecer por terem socorrido a garota. Somente nesta terça-feira (4), após vir a Santos para visitar uma prima, a jovem decidiu compartilhar na internet sua história. Ela só não esperava que com a repercussão do caso pudesse, pessoalmente, reencontrar os dois bombeiros.

“Eu sempre quis poder dizer obrigado aos dois e agora pude realizar esse sonho. Eles salvaram a minha vida e por isso sou muito grata a eles. Sempre disse aos meus pais que eles não deveriam se sentir culpados pelo que aconteceu comigo, foi uma fatalidade”, comenta a jovem que, mesmo sendo vaidosa, nunca se importou com as cicatrizes deixadas pelo acidente. “Eu nunca me importei com as cicatrizes que carrego até hoje, mas quem me salvou, carrego comigo todos os dias, desde que entendi o que houve”.

Rodrigo Carlos Francisco (à esq), Isabela Quevedo e George Gaiato, durante o reencontro nesta tarde

Dever cumprido

Os dois bombeiros que estavam no orelhão eram Rodrigo Carlos Francisco, hoje aposentado, e George de Oliveira Gaiato, que ainda está na ativa e atua no Posto 1, em Santos. Apesar de fazer 20 anos da ocorrência, ambos guardam o momento na memória e relembram de toda a ação.

“Estávamos em deslocamento, quando recebemos um chamado via rádio para fazer um atendimento por telefone para a central e parei para ligar. Nisso, do outro lado da rua vi a mãe desesperada com a menina queimada no colo. Corremos, pegamos a criança, entramos no apartamento para dar um banho e hidratá-la. Também a colocamos em um lençol molhado para depois levá-la ao Hospital Santa Casa”, diz Gaiato.

O parceiro de Gaiato, Francisco lembra de ter corrido pela casa a procura de um lenço de algodão, no qual a menina foi enrolada, enquanto o companheiro estava com Isabela debaixo do chuveiro.

“Jamais esquecemos disso. Ficamos felizes pelo reconhecimento. Estamos preparados para a ocorrência, mas o reconhecimento é algo diferente”, comenta emocionado.

Gaiato explica que ocorrência envolvendo criança é sempre diferente e essa em especial o marcou mais pelo momento que vivia. “Tenho três filhos e na época uma tinha a idade dela (Isabela)”, conta.

  1. Por histórias como essa … eu não consigo sair da Polícia!
    Reclamo da falta de estrutura, do salário mísero … enfim.
    Mas, quando vejo o olhar de gratidão das vítimas, parentes (que são poucos que reconhecem), sinto que contribui para algo maior.
    Enfim, coisa de louco mesmo!

  2. A população tem um respeito, admiração e gratidão absurda pelo Corpo de Bombeiros, talvez seja este o maior motivo da PMESP bater tanto o pé, e não aceitar a desmilitarização. Eles sabem que Corpo de Bombeiros são bastante respeitado pela sociedade, e torna a instituição Policia Militar muito faz forte.

  3. Salve o Bombeiro!!!!
    Faz parte do inconsciente coletivo.
    Você vê uma VTR do Bombeiro passando e logo pensa: Estão indo salvar alguém!
    Por outro lado;
    Você vê uma VTR da Civil passando e logo pensa: Estão indo…….. alguém!!

  4. Força auxiliar e reserva do Exercito. Isso é de uma bestialidade ímpar. O Exercito já deveria ter deixado de meter o dedo nas questões de segurança pública desde o fim do regime militar.

    É graças ao Exercito que não podemos ter armas de qualidade na segurança pública, pois, é o Exercito quem proibe de comprarmos armas importadas para nossas polícias. É o Exercito quem controla o número de armas, coletes e munições que nossa polícia pode ter. É o Exercito que não te permite importar, com seu dinheiro, uma arma de qualidade para trabalhar com um mínimo de condições, etc.

    Militar não tem que se envolver em segurança pública, os valores e tradições militares são excelentes, para os militares, mas péssimos para a segurança pública.

    Mas nossos governantes e governadores têm verdadeiro fetiche por fardas e estrelas nos ombros.

    Os corpos de bombeiros deveriam ser órgãos autônomos ou integrarem a defesa civil, NUNCA! a polícia.

    Tenho alguns amigos bombeiros e na época em que trabalhei na milícia, fizemos o curso de formação juntos. Bombeiros e soldados fazem o mesmo curso básico juntos e na fase específica os bombeiros fazem um módulo específico e os patrulheiros outro. Isso deve ser muito importante, pois, o bombeiro vai apagar incêndios, resgatar afogados e socorrer feridos marchando, né mesmo?

    Até sei o argumento que alguns utilizarão para defender o militarismo nos corpos de bombeiros, a velha ladainha de sempre, HIERARQUIA E DISCIPLINA, como se hierarquia e disciplina só existisse na milícia.

    Abraço

  5. Um bonito ato dessa moça que mesmo após tanto tempo do ocorrido nunca se esqueceu dos heróis que a socorreram.

  6. Todos nós somos um pouco Bombeiro, e concordo que o Corpo de Bombeiros deveria de emancipar da PM. Mas heróis existem em todas a instituições.

  7. Vejo que o link ” https://flitparalisante.wordpress.com/2017/06/29/farma-conde-empresa-de-ex-delegado-de-policia-que-ja-foi-alvo-de-noticias-jornalisticas-por-suposto-envolvimento-com-o-trafico-de-drogas-e-lavagem-de-dinheiro-e-alvo-de-operacao-do-gaeco-do-ministe/ ” foi suprimido.

    Seria por conta dos advogados amigos que foram contatados pelo réu?
    Perguntar não ofende.

    tenho certeza que esse comentário será moderado, afinal, né, a verdade deve vir a tona, mas só às vezes.

    MOLE LEX, SED LEX

  8. APÓS O LEITE DERRAMADO?

    TROCA DE ENDEREÇO
    TJ-SP diz que todos os fóruns do estado deixaram de guardar armas

    6 de julho de 2017,
    Depois de dois grandes roubos de armas em fóruns do estado, o Tribunal de Justiça de São Paulo anunciou que nenhum de seus prédios guarda mais armamentos. A transferência foi feita entre os dias 22 e 27 de junho, mas só divulgada na noite desta quarta-feira (5/7).

    A corte não informa quem fez a “mudança” nem para onde foi o material. Diz apenas que, numa segunda fase, fará a triagem do material para “encaminhamentos pertinentes” — doações a forças de segurança pública ou destruição, por exemplo. Segundo o TJ-SP, já foram enviadas 15.543 armas ao Exército.

    Armas foram encaminhadas para depósitos, mas TJ-SP não informa locais.
    TJ-SP
    Num intervalo de 15 dias, grupos roubaram 566 armas guardadas nos fóruns de Diadema (Grande São Paulo) e em Guarujá (litoral paulista), como fuzis, espingardas e metralhadoras.

    O tribunal disse que agora “conseguiu resolver a grande dificuldade que tinha de segurança nos fóruns do estado”, com trabalho conjunto da Comissão de Segurança Pessoal e de Defesa das Prerrogativas dos Magistrados, das assessorias das policiais Militar e Civil, da Secretaria de Primeira Instância e dos juízes assessores da Presidência e da Corregedoria-Geral de Justiça.

    O TJ-SP tenta acabar com armas guardadas em fóruns do estado desde o ano passado, quando a Corregedoria-Geral da Justiça mudou regra para impedir que prédios forenses recebam armamentos que acompanham inquéritos policiais e termos circunstanciados — todos agora devem ficar em depósito ligado à polícia ou nas dependências do órgão responsável pela perícia.

    O Conselho Nacional de Justiça procurou disciplinar o tema em norma administrativa de 2011. Ao menos 12 dos 27 tribunais estaduais têm enviado armamentos que equipam polícias e Forças Armadas, de acordo com o CNJ. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-SP.

    Num intervalo de 15 dias, grupos roubaram 566 armas guardadas nos fóruns de Diadema (Grande São Paulo) e em Guarujá (litoral paulista), como fuzis, espingardas e metralhadoras.

    Revista Consultor Jurídico, 6 de julho de 2017, 18h00

  9. Joe,

    A notícia foi suprimida sim, ontem, menos pelos advogados, muito mais pelos comentários ofensivos de alguns leitores.
    Entretanto , caso soubesse que o Dr. Daniel Bialski era um dos patronos do investigado nem sequer teria reproduzido a notícia aqui no Flit.
    Nunca fiz segredo de que o escritório Bialski – gratuitamente – nos defendeu em um processo criminal e um processo administrativo. Aliás, tempos atrás havia um banner com a publicidade do advogado.
    De qualquer forma, que diferença faz retirar a notícia deste blog quando ela pode ser lida em dezenas de sites de jornais ?

  10. Muito bacana isso! Dá até um alívio na alma em saber que a menina foi salva e está bem!

    Pena que, no nosso país, as mídias fiquem idolatrando bandidos em vez dos heróis.

    #EsquerdaNuncaMais

  11. Maravilha! Bela atitude da moça em reconhecer verdadeiros heróis! Muito bom! Corpo de Bombeiros faz por merecer todo o respeito que tem. Talvez seja a í Iva coisa que ainda presta no país, PORQUE o resto…bom, deixa prá lá.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s