Sentença meramente simbólica – Justiça de primeira instância determina que governo Alckmin reponha policiais civis 71

Justiça obriga governo Alckmin a repor policiais civis, mesmo após fim de resolução

Venceslau Borlina Filho

Do UOL, em São Paulo

31/07/201704h00

  • Foto: ABr

    O governador Geraldo Alckmin (PSDB), responsável pela segurança no Estado de SP

    O governador Geraldo Alckmin (PSDB), responsável pela segurança no Estado de SP

Uma determinação que a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) criou em 2013 e que ela mesmo revogou no ano passado tem causado uma série de questionamentos e brigas judiciais entre o governo do Estado e os municípios. Há quatro anos, a gestão estabeleceu um número ideal de policiais para cada delegacia, mas sem conseguir cumprir a demanda, voltou atrás em abril de 2016. Agora, decisões na Justiça têm obrigado o governo Geraldo Alckmin (PSDB) a cobrir o deficit de delegados, investigadores, escrivães e agentes nas delegacias paulistas.

A primeira decisão de mérito nas ações ajuizadas pelo Ministério Público por todo o Estado saiu em maio. No entendimento da juíza Juliana Maria Finatti, a segurança é um direito constitucional do cidadão e obrigação do Estado. Coube a ela determinar que o governo estadual adotasse medidas cabíveis para garantir à Delegacia de Polícia de Águas de Lindóia, município de 18,4 mil habitantes na região de Campinas, o mínimo de 22 policiais.

“Certo é que a resolução foi revogada. No entanto, a obrigação do Estado não advém apenas de um ato normativo, mas da Constituição Federal, que instituiu a segurança pública como um direito fundamental do cidadão”, afirmou a juíza na sentença.

No despacho, Juliana rebateu os argumentos do Estado, que tinha afirmado que o pedido de reforço de policiais feito pelo Ministério Público feria o princípio constitucional da divisão dos poderes.

Danilo Verpa/Folhapress

O secretário de Estado da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho

Para o Estado, a demanda é ilegal, pois interfere no poder discricionário do Executivo, além de atingir os princípios da igualdade e equidade, não sendo possível planejar nomeações, afastamentos e aposentadorias.

“Nem se diga que haja ingerência indevida do Judiciário em assunto exclusivo do Poder Executivo, pois isso não se dá neste caso, onde se determina a implementação de políticas públicas para assegurar direitos fundamentais do cidadão, como a segurança”, afirmou a juíza.

Pela decisão, o governo do Estado tem de reservar para Águas de Lindóia, nas próximas nomeações, um delegado, sete investigadores, cinco escrivães, quatro agentes, um auxiliar e três carcereiros, sob pena de multa diária de R$ 1.000. O Estado pode recorrer da decisão.

Atualmente, a unidade conta apenas com cinco policiais, sendo um delegado, um investigador, dois escrivães e um agente. Nos últimos seis meses, os furtos na cidade cresceram 60,7% –para 90 casos– em relação ao mesmo período do ano passado.

“A investigação está parada. Nós temos quase 200 inquéritos aqui em andamento. Não tem como fazer um trabalho de qualidade”, disse o delegado Oswaldo Faria Júnior, que observou que os principais desafios no município são combater os furtos e o tráfico de drogas.

Faria Júnior afirmou que nas atuais condições, busca priorizar o registro de ocorrências e o atendimento ao público. “Aqui eu só tenho um investigador. Não dá para ele ir sozinho para a rua. Por isso a gente só faz uma apuração inicial e pede ajuda da Seccional para mandados de busca, por exemplo.”

De acordo com o delegado, o último servidor estadual chegou na delegacia em 2012. De lá para cá, não houve nenhuma notícia de reposição. A delegacia conta ainda com dois servidores cedidos pela prefeitura para auxiliar nos trabalhos administrativos.

Cidades maiores

No final de junho, o juiz Wander Pereira Rossette Júnior, da Vara da Fazenda Pública de Piracicaba, no interior paulista, determinou que o governo do Estado providencie, em um prazo máximo de seis meses, a nomeação e lotação de 110 policiais para as delegacias da cidade e de outros dois municípios da região, além do IC (Instituto de Criminalística) e a da Polícia Científica.

A decisão liminar foi obtida pelo Ministério Público, que investigou o deficit de servidores. Piracicaba tem quase 400 mil habitantes, de acordo com estimativas do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

“Os transtornos sofridos pela população se dão basicamente pelo descaso das autoridades responsáveis pelo funcionamento da segurança pública no Estado, bem como pela gestão equivocada e nefasta desenvolvida pelo governo estadual, gerando a debilidade do serviço essencial”, afirmou o juiz na decisão liminar.

Responsável pela ação, o promotor do Patrimônio Público e Social de Piracicaba, João Carlos de Azevedo Camargo, afirmou que a revogação da resolução pelo próprio Estado “demonstra o desinteresse em solucionar, de forma definitiva, o problema crônico de falta de policiais civis.”

Outros casos

Leme, no interior do Estado, foi um dos primeiros municípios a registrar decisão da Justiça obrigando o governo a repor os policiais em falta. A liminar foi dada em abril do ano passado. O governo recorreu, mas a Justiça manteve a decisão. Segundo a Promotoria, a cidade tinha 31 policiais, quando o necessário seria ao menos 49 funcionários.

Também no ano passado, a Justiça concedeu liminar na ação ajuizada pelo Ministério Público em Jales, determinando que o Estado apresentasse em 60 dias um cronograma de providências para garantir à Polícia Civil da cidade e da região o número mínimo de policiais. O Estado recorreu e a liminar foi suspensa. Agora, a decisão de mérito está pronta para ser dada.

Fernando Nascimento/Brazil Photo Press/Folhapress

Ex-secretário de Segurança de SP, o ministro do STF Alexandre de Moraes revogou a resolução em 2016

Segundo a Promotoria, faltam ao menos 32 delegados na comarca, sendo que oito deles estão às vésperas de se aposentarem. Além disso, cinco dos sete municípios da comarca não contam com delegado titular. Para o Ministério Público, “a deficiência da investigação criminal implica em impunidade, que, por conseguinte, estimula a criminalidade”.

Também foram ajuizadas ações em São José do Rio Preto, Dracena, Ilha Solteira, Itapura, Lindóia e Jacareí. Em nenhum dos casos há informações de que o efetivo recebeu reforço ou que foi cumprida integralmente a decisão.

Deficit

Segundo levantamento do Sindpesp (Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo), o Estado de São Paulo tem um deficit de 560 delegados e cerca de 10 mil policiais civis, entre investigadores, escrivães, agentes e carcereiros. Ainda de acordo com o sindicato, 256 dos 645 municípios paulistas não têm delegado de polícia.

“A conta nunca fecha. O Estado não acompanhou o crescimento da população desde os anos 1990. Pelo contrário, houve enxugamento. E das nomeações feitas a partir do último concurso público, em 2013, não preencheu sequer os cargos vagos em razão de aposentadorias ou exonerações”, disse a presidente do sindicato, a delegada de polícia Raquel Kobashi Gallinati.

Segundo ela, o trabalho da Polícia Civil no Estado é “limitado”. Além da falta de profissionais, a estrutura é precária e há cinco anos o governo não paga a reposição inflacionária. “O governo paulista não trata bem o policial civil. Apesar de ser o Estado mais rico do país, é o que pior remunera o policial”, afirmou Raquel.

Joel Silva/Folhapress

A delegada Raquel Kobashi Gallinati, presidente do Sindpesp

De acordo com a sindicalista, a demanda por policiais no Estado é “absoluta”. “O governo eleito não pode ficar dando justificativas para o descumprimento de suas obrigações. Alegar que não tem orçamento não coaduna com a realidade”, afirmou ela. “O Estado não é uma empresa para se vangloriar de ter superávit. Esse dinheiro precisa ser investido para a sociedade”, disse Raquel.

Outro lado

Em nota, a assessoria da Secretaria de Estado da Segurança Pública informou que a pasta “realiza estudos em conjunto com a área técnica do governo para viabilizar a abertura de novos concursos para reforçar a Polícia Civil.”

No entanto, ressaltou que “o Estado deve obedecer aos limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal e, para toda contratação, deve ser observado o seu impacto orçamentário”.

A assessoria da secretaria informou ainda que contratou 4.219 agentes desde 2011 e que 742 novos profissionais estão em formação e serão distribuídos para todo o Estado após a conclusão do curso na academia de polícia.

  1. Só vou me manifestar, no inicio de 2019.
    Nunca mais vou comentar alguma coisa sobre policia ou policiais.
    Tchau, até 2019, Feliz natal e prospero, 2017 e 2018, a todos…

  2. A conduta do ex-secretário e do governador revogando a resolução existente, dá mostra clara como seria um
    governo federal nas maos de ambos, um na presidência o outro no stf… lamentável !

  3. gostei do ” meramente simbólica “…

    tudo neste país , governado por gente nefasta , é meramente simbólico…

  4. Há uma entrevista do Clodovil no Show de Calouros, da antiga TVS, na qual ele já dizia que esse país é de mentira. Que tudo aqui é de mentira!
    Enfim…aqui tudo é de mentira.

  5. Eu espero que a sentença continue de pé nas instâncias superiores.

    Afinal, não vivemos no ABSOLUTISMO!

    E os interesses da administração não estão acima dos interesses da sociedade. Na verdade, deveria ser justamente o contrário num Estado Democrático de Direito, com Poderes Independentes.

  6. o judiciario percebeu que o enfraquecimento da pc, tambem enfraquece o judiciario e fortalece o ministerio publico e por tabela a pm.

  7. Se ele não respeita nem o artigo 37, X da CF, no que diz respeito a nosso reajuste, o que dirá uma decisão judicial

  8. Nao vou nem dizer em termos de Educação e Saúde, mas no que diz respeito a Segurança Publica, esse Governador e disparado o pior de todos os tempos!!

  9. O que fica evidente com o presente descaso, é que o Governador faz parte de um plano (que pode não ser de sua autoria) para enfraquecer a Polícia Civil. Mas qual a vantagem de se ter uma polícia repressiva sucateada?

    Ao meu ver, o único que podem se aproveitar da derrocada da Polícia Civil de São Paulo é o crime organizado. Não incluí os cidadãos que cometem crimes e que não fazem parte de organizações criminosas, pois esses sempre irão existir, independentemente de existir polícias ostensivas e repressivas efetivas.

    Tendo isso em vista e o fato de o Governador “aparentemente” ter laços com o PCC, podemos chegar a conclusão de que: as organizações criminosas encontraram na atual administração a oportunidade de crescer e se estruturar, de uma forma em que mesmo existindo um posterior investimento em segurança pública, o Estado não irá ter condições de combater a criminalidade, pois essas organizações irão fazer parte da estrutura do executivo, legislativo e judiciário. E uma vez dentro, difícil será diferenciar um bandido de um funcionário honesto.

    Talvez o Governador esteja agindo dessa forma, por estar sendo chantageado, mas, nunca iremos saber, talvez daqui a 40 anos, quem sabe.

    Mas uma coisa é certa, podemos esperar um futuro sombrio e incerto para a Polícia Civil de São Paulo, quem sabe até a sua extinção.

  10. O Judiciário são bobos de vez extinguirem os delegados, e pegarem logo a PC para eles.

  11. Tenho ojeriza do PT….mas se for PR e PSDB pro governo do Estado de SP …voto PT.
    Voto PR…
    Voto PSB…
    Voto no Zé das couves da feira da esquina….
    MAS PSDB CHEGA….PELO AMOR DE DEUS!
    É preciso mudar. Muito tempo do mesmo partido.
    E qualquer funcionário público com cargos que não sejam de direção que votem no PSDB…sob qualquer argumento…serão OTÁRIOS!

  12. “Agora sim! Agora vai!

    O governador deve estar se cagando de medo com essa decisão que o obriga a repor o número de policiais que está faltando!

    Hoje ou no mais tardar amanhã o governador irá anunciar, sem licitação e em caráter de urgência, a contratação de uma organizadora para que seja realizado, ainda em agosto de 2017, edital para todas as carreiras, sendo que as vagas serão sobre o total faltante de policiais, ou seja, nenhuma carreira irá ficar com cargo vago!

    Para evitar a debandada dos futuros policiais a serem aprovados ou dos que já estejam trabalhando, o governador irá aumentar em 100% o salário de todas as carreiras, irá pagar nível superior aos escrivães e investigadores e também equiparará os delegados com o salário dos promotores, isso sem contar com aumento nos vale alimentação, transporte, insalubridade etc!

    Ah, se não fosse nossa justiça estaríamos ferrados!

    Obrigado vossas excelências!”

    Ops! Acordei! Sonhei que estava num país sério! Que pena!

  13. Eu falei q ir fechar essa porra se ficassem de mimimi… Vai tudo tradalha dobrado!! Bando de vagabundo FDP!!!

  14. todo mundo sabe que o mp e o juiz de primeira fizeram o que fizeram só para aparecer…sabem muito bem que não podem mandar o governador contratar quem quer que seja….quem pode mudar algo são os eleitores e olha lá…pode aparecer outro que venha a agir da mesma forma……o correto seria, em nome do sucateamento, nos ips, por exemplo, ir pedindo prazos, um atrás do outro alegando o sacateamento…e quanto as investigações alegar falta de viaturas descaracterizadas, falta de investigadores, etc…etc …etc….e, nos nos esqueçamos, nos plantões aguardar a autoridade decidir tudo…..simples assim

  15. Como disse o colega, ele não respeita nem a Constituição Federal….

    Nosso sistema político só vai mudar com 2 condições:
    1 – fim da reeleição (criada pelo FHC)
    2 – Político que prometer em campanha e não cumprir suas promessas no seu mandato, torna-se inelegível para qualquer cargo público.

    A boa notícia é que Serra não ganha mais em SP e Alckmin tentará a presidência e perderá, perdendo o foro privilegiado

  16. Salário q bom ninguém fala nada….
    Salário salário salário.
    KD as associações, sindicatos????
    Só tô vendo a associação dos delegados se mexendo.
    Daqui a pouco so vem aumento p majuras….
    E resto q se fod@…..

  17. Robson disse:
    31/07/2017 ÀS 17:31
    “Agora sim! Agora vai!

    O governador deve estar se cagando de medo com essa decisão que o obriga a repor o número de policiais que está faltando!

    Hoje ou no mais tardar amanhã o governador irá anunciar, sem licitação e em caráter de urgência, a contratação de uma organizadora para que seja realizado, ainda em agosto de 2017, edital para todas as carreiras, sendo que as vagas serão sobre o total faltante de policiais, ou seja, nenhuma carreira irá ficar com cargo vago!

    Para evitar a debandada dos futuros policiais a serem aprovados ou dos que já estejam trabalhando, o governador irá aumentar em 100% o salário de todas as carreiras, irá pagar nível superior aos escrivães e investigadores e também equiparará os delegados com o salário dos promotores, isso sem contar com aumento nos vale alimentação, transporte, insalubridade etc!

    Ah, se não fosse nossa justiça estaríamos ferrados!

    Obrigado vossas excelências!”

    Ops! Acordei! Sonhei que estava num país sério! Que pena!

    É isso mesmo Robson, mas antes será criado um grupo de estudos!!!!!

  18. Depois que mexeram na merenda do governador cara ficou puto e agora conosco é “poucas ideias” alguém já viu PM e MP atrás de alguém ligado ao governador? Acho q agora só resta mesmo o Hot Dog do Marquinho q tá show de bola,hoje foi a estreia de um molho novo do chief,agora tá aceitando nosso Sodexo alimentação, enquanto não sai reajuste bora pro Hot Dog do Marquinho

  19. Policial Civil é tonto, trabalha além do limite aceitável, escolta mala sozinho, vira plantões e expediente sem descanso, acumula funções sem pedir nada em troca, destrói a saúde e se acha o cara, e no interior quase sem efetivo, agora vão morrer de trabalhar com as audiências de custódia.

  20. Alguém aqui acredita em Papai Noel? O melhor é transformar os PC’s em Oficiais de Justiça, Executivo Público, Oficial do DETRAN, entre outros e fechar a firma. Passa logo tudo pra PM e MP.

  21. Podem preparar mais 8 anos de PSDB no estado de São Paulo. O Dória é quem vai sair ano que vem para governador e com a moral que ele está, pagando de prefeito gari, prefeito guarda, etc…., vai ganhar fácil. E vai rezar a mesma cartilha do Alckmim ( que sairá para presidente).
    E nós, vamos ganhar o que estamos ganhando há 16 anos. Fumo!!!!!

  22. Policial Civil de SP precisa ter aposentadoria com paridade e integralidade, bem como deve ser promovido a uma classe superior quando se aposentar, Se já ocupante de classe especial, deve receber mais 20%. DEUS salve a Consagrada PCESP.

  23. (…Justiça obriga governo Alckmin a repor policiais civis…)

    Ele cumprira esta determinação dia 30 de fevereiro, ou no dia em que o Palmeiras ganhar um mundial.

    Resumindo: provavelmente NUNCA.

  24. infelizmente o governo vai recorrer e ganhar pois vivemos numa ditadura enrustida cujo qual os falsos moralistas vao dizer que vivenciamos numa democracia e que nao existe ditadura no Brasil

  25. ESSE ESCULACHO QUE A POLÍCIA CIVIL VEM LEVANDO DO GOVERNO, ESSE MASSACRE QUE PODE LEVAR A EXTINÇÃO, É CULPA DO DESLEIXO DA FALTA DE ORGANIZAÇÃO DA PRÓPRIA POLÍCIA CIVIL, QUE SE DEIXOU REDUZIR EM TROCA DE CADEIRAS.

  26. O Ze matou a letra parcialmente. parcialmente o Dória nas próximas eleições para Governador de SP.

    Agora o Alckmin parã Presidente pode tirar o cavalo da chuva. Nao ganham nem em outra vida . Ta mais queimado que arroz de pensão!!!!

  27. A verdade dos fatos
    Em artigo, o presidente do SEPESP mostra quem são as entidades que se dizem “defensoras” da categoria policial.

    Data: 30/09/2013

    A verdade que alguns membros de entidades do interior não têm a coragem de falar para a base da Polícia Civil do Estado de São Paulo!
    Enquanto uns Policiais e alguns “representantes” da categoria criticam a fala do presidente do SEPESP na reunião do Colégio de Líderes, os Policiais Militares estão de parabéns pelo apoio e aplausos aos discursos contundentes do Deputado Olímpio Gomes contra o governador Alckmin, sua equipe e aos deputados da sua base aliada sobre o descaso na Segurança Pública, com as Polícias Civis e Militar, deputado que profere seus discursos contundentes sem utilizar palavras carinhosas e polidas.
    Há de se salientar que, embora a luta pelas conquistas na Polícia Civil, especialmente, pela conquista do salário de nível universitário para Escrivães e Investigadores, tenha sido eleita pelo Sindicato dos Escrivães, como PRIORIDADE, desde a assembleia ocorrida em 08 de dezembro de 2011 no salão do sindicato dos Bancários, conseguido através da CUT, mesmo com os sucessivos atos públicos organizados por iniciativa do SEPESP, como o realizado em 15 de agosto de 2012 (no vão do MASP); mesmo tendo organizado o maior Ato Público da História de Lutas das classes policiais civis no Estado de São Paulo, em 11 de junho de 2013, no mesmo MASP; outro no dia 8 de julho/2013 com passeata da rua Galvão Bueno, até o MASP; com mais dois Atos Públicos no Palácio dos Bandeirantes, neste ano de 2013; tendo desde início buscado a UNIÃO COM TODAS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DAS DIVERSAS CARREIRAS POLICIAIS, principalmente, com o Sindicato dos Investigadores de Polícia, presidido pelo Sr. Rebouças, realizando todos esses atos de forma UNIFICADA, o SEPESP convidou todas legítimas entidades representativas para participarem; tendo buscado apoio logístico da CUT e da COBRAPOL; somou com o SIPESP na ação impetrada perante o Tribunal de Justiça para que o governo atendesse nossas reivindicações.
    O governo, temendo nossa união de forças, pediu a extinção do processo, alegando que estava aberto à negociação, o que só aconteceu depois de quase 20 (vinte) anos no Palácio dos Bandeirantes, DESGOVERNANDO O ESTADO DE SÃO PAULO.
    Durante todo este tempo, nunca deram atenção aos movimentos reivindicatórios da Polícia Civil.
    ESTRANHAMENTE, aparecem alguns membros de entidades querendo se pousar de legítimos representantes de carreiras policiais civis estaduais, a revelia dos preceitos constitucionais estabelecidos no art. 8º incisos e parágrafos, onde consta que não pode haver mais de um sindicato na mesma base territorial por categoria profissional, e, pasmem, fundam entidades municipais, com a finalidade única de DIVIDIR AS FORÇAS DAS CATEGORIAS POLICIAIS CIVIS ESTADUAIS para fazer o jogo do governo.
    Alguns desses membros , na verdade, SÃO ALIADOS CONFESSOS DO GOVERNO DO PSDB, cujo relacionamento com a equipe do governo é tão latente que deixa transparecer serem filiados ao mesmo partido ou de sua base aliada, que DESGOVERNA O ESTADO DE SÃO PAULO.
    Alguns deles vão ao Palácio, estão sempre ao lado do governador, de membros do governo e fazem questão de divulgar as suas presenças no Palácio dos Bandeirantes.
    Assim, como podem reivindicar?
    Tudo indica, que seguindo orientação da equipe do governo, para enfrentar os autênticos sindicalistas de base estadual, fundaram até uma “federação” de entidades municipais para que o seu respectivo presidente faça o discurso com a língua do governo, fingindo de oposição à administração da pasta da segurança pública, mas falando do jeito que agrada a equipe do governo.
    Evidente que alguns membros dessas entidades municipais, logicamente, não apoiam e não aplaudem os discursos contundentes dos legítimos representantes sindicais de base estadual, que não têm rabo preso, que batem forte no governo e na sua base aliada, para combater o descaso à coisa e à causa pública, o abandono a todos os servidores públicos do Estado de São Paulo: os profissionais da segurança pública; da educação; da saúde… de forma a deixar a sua população aflita, clamando por socorro, num estado ingovernável, com o poder público nas mãos do crime organizado fomentando a criminalidade e a impunidade!
    Basta refletirmos um pouco sobre o clima de vandalismo que está tomando conta do estado de São Paulo!
    Os verdadeiros representantes sindicais, além da legitimidade prevista no art. 8º da Constituição, ainda devem ser livres, independentes e não podem estar devendo nenhum favor a qualquer membro do governo, bem como, a nenhum Deputado de sua base aliada.
    Só assim, terá moral para, de cabeça erguida, com seriedade, de forma contundente, cobrar deles o cumprimento do dever das funções dos cargos em que ocupam: quer no executivo, quer no legislativo, de forma a não trair o povo paulista que os elegeu, cujos votos recebidos da sociedade devem ser honrados.
    Os legítimos sindicalistas são aqueles que representam toda a sua base em todo território do Estado de São Paulo, não precisam pedir benção a quem quer que seja para, dentro das prerrogativas do seu cargo de presidente do respectivo sindicato de base estadual, para falar e defender a sua respectiva categoria, devendo respeitar e honrar os seus representados.
    Devem falar como representantes da categoria representada não só reivindicando salários, mas também as condições dignas de trabalho, exigindo mais recursos humanos, materiais e físicos.
    Devem também denunciar as irregulares nos serviços administrativos, perseguições infundadas (punições, remoções de local de trabalho sem justo motivo, sindicâncias, processos administrativos sem nexo, sobrecargas de trabalho, escalas abusivas).
    O autêntico sindicalista deve ao expressar as suas palavras para quem seja competente e tem a legitimidade para propor soluções e defender as reivindicações.
    Deve fazê-la expondo o sentimento da base que representa. Isto implica, muitas vezes, para transmitir ao interlocutor a situação grave dos representados, em não proferi-las com gestos de alegria, sorrisos, com palavrinhas doces e polidas, como querem alguns membros de entidades de âmbito municipal, com o intuito de agradar o governador, sua equipe e sua base aliada!
    Enquanto isso, as categorias policiais civis do Estado, estão trabalhando em regime de escravidão, inseridas no processo do escravagismo, subjugadas, humilhadas, sendo vítimas de constantes assédios morais!
    Já o Deputado Olimpio Gomes, também tem os mesmos discursos contundentes dirigidos ao governador, sua equipe e à sua base aliada, chegando a mandar “se f…” à minoria que o critica! Mas, é aplaudido por quase todos policiais militares, inclusive, por muitos integrantes da polícia civil.
    O Sindicato dos Escrivães de Polícia do Estado de São Paulo (SEPESP) também agradece ao referido deputado pela efetiva participação nas lutas reivindicatórias dos policiais civis, haja vista que no contexto da complexidade dos trabalhos por segurança pública, nossa luta é uma só e devermos somar forças e não dividi-las.
    A pergunta que deve ser feita aos que criticam o presidente do Sindicato dos Escrivães é: quem nunca nos tratou com dignidade, respeito, que só contribuiu para este estado de vexame da situação humilhante em razão do destrato que o governador nos dispensou durante quase duas décadas, e agora vem com as iníquas propostas contidas no PLC 44/13, que nos deixou nesta situação de martírio, de massacre, de escravidão, com essa nossa situação de aflição, será que o governador, sua equipe, os deputados de sua base aliada que sempre foram seus coniventes, merecem discursos com PALAVRAS DOCES E POLIDAS?
    Mas, para que o governo pudesse sustentar e manter a lógica de sua política de descaso com a segurança pública, com todas as categorias policiais, inclusive Escrivães, Investigadores, precisa de vozes dissimuladas que lhe dêem respaldo político.
    Então, descobrimos, o motivo da fundação de entidades municipais (não estadual), congregada por apenas algumas entidades interioranas), para dividir e enfraquecer as legítimas forças sindicais, mas que não conta com a adesão da base estadual.
    Repita-se: Nas referidas entidades municipais não existe a congregação de nenhum sindicato estadual da polícia civil do Estado de São Paulo. OU EXISTE POLÍCIA CIVIL MUNICIPAL?
    Portanto, são entidades irregulares, porque são carecedoras de legitimidade para representar todas as carreiras policiais civis do Estado de São Paulo, sendo carecedoras também de credibilidade.

    VAMOS AOS FATOS PELOS QUAIS O PRESIDENTE DO SEPESP ESTÁ SENDO CRITICADO POR ALGUNS MEMBROS DESSAS ENTIDADES:

    Preliminarmente, é de se notar que até agora, os que criticam sem qualquer fundamento, NÃO TÊM A CORAGEM DE REPETIR AS PALAVRAS QUE FORAM DITAS AOS DEPUTADOS NO COLÉGIO DE LÍDERES NO DIA 22.10.13, PELO PRESIDENTE DO SEPESP.
    Os opositores, aliados confessos do atual governo, divagam, não entram no mérito do discurso pronunciado pelo presidente do SEPESP, falam do seu traje, que não foi polido nas suas palavras!!
    Não falam sobre o conteúdo da matéria exposta aos deputados líderes partidários.
    Pelas críticas sem conteúdo, eles mesmos confessam que estão perdidos e demonstram estarem preocupados em procurar pelo em ovo! Nada mais que isso!
    Se a TV Assembléia transmitir a reunião, que todos fiquem atentos ao noticiário do referido canal, que irá transmitir a verdade proferida pelo presidente do SEPESP.
    Com relação às críticas que foram feitas por alguns membros de entidades, sobre fatos ocorridos no colégio de líderes, informa que:
    A) O presidente do SEPESP esteve presente no dia da reunião para tratar do PLC 44/2013, embora não seja simpatizante aos hábitos da indumentária do sistema conservador, lá esteve trajado de paletó e gravata;
    B) Quanto à boina que usa com honra, semelhante ao do grande líder mundial “Che” Guevara, é em homenagem à luta que ele dedicou para combater à escravidão tanto na África como na América Latina;
    C) E também porque a categoria dos Escrivães de Polícia no estado de São Paulo, está submissa a esse processo de exploração e escravidão – E QUE É PRECISO LUTAR, PARA ACABAR COM ESSE SISTEMA ESCRAVOCRATA IMPOSTO AOS ESCRIVÃES DE POLÍCIA EM TODO O ESTADO DE SÃO PAULO QUE PRECISAM SER LIBERTADOS!
    D) Quanto a crítica sobre a camiseta que usava com as foto desse grande líder mundial, vestia-a discretamente por baixo do paletó, pois, como democrata , pensa que respeitar a opinião dos outros é a PORTA ABERTA PARA O INÍCIO DO DIÁLOGO!
    Imagine se todo mundo pensasse igual? Evidente que não haveria necessidade de debates! O qual é imprescindível para o aperfeiçoamento do processo democrático! São as opiniões diferentes que enriquecem a democracia!
    Após pedir a palavra, inicialmente, identificou-se como presidente do SEPESP.
    Nas suas palavras disse que o referido PLC 44/13 era uma humilhação para os Escrivães de Polícia, que já estavam martirizados, pisoteados, escravizados na instituição.
    Que, os Srs. Deputados haviam sido eleitos pelo poder do povo através do voto e que deviam honrar as cadeiras de Deputados, elaborando e aprovando leis de interesse da sociedade que estava carente por segurança pública.
    Que a Polícia Civil estava SUCATEADA, com muitas de suas Delegacias fechadas!
    Que, a Constituição não estava sendo cumprida, pois ela diz que TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI, MAS NÃO É APLICADA EM PÉ DE IGUALDADE PARA TODOS!
    Que, para combater a impunidade precisava valorizar a Polícia Civil, na qual o Delegado exerce função de comando, mas os Escrivães e os Investigadores, são os profissionais que de fato, executam as atividades-fim de polícia judiciária, mas não são reconhecidos!
    Que, para colocar o criminoso na cadeia os Promotores de Justiça e o Judiciário dependem das atividades de polícia judiciária!
    Disse mais que existe até um ditado de que os Promotores de Justiça e os Juízes comem nas mãos da Polícia Civil, pois dependem de nossos trabalhos para fazer a denúncia do criminoso, a instrução criminal e a condenação do criminoso!
    Foi claro e afirmou que os Deputados tinham responsabilidade pela situação de “caos” que se encontra a segurança pública no Estado de São Paulo, com a instituição Policial Civil, com os seus integrantes e com muitas Delegacias de Polícia que estão fechadas!
    Falou de forma que os Srs. Deputados como legisladores tinham responsabilidades pelas leis, apresentação e aprovação de projetos, para atender o clamor público sobre segurança pública e à Polícia Civil!
    Evidente, que o seu discurso não foi do agrado da equipe da base aliada do governo do PSDB, de sua equipe, pois, se assim fosse, não tratariam a nossa instituição, os Policiais Civis e os Escrivães com tanto descaso.
    O presidente do Sindicato dos Escrivães não foi lá para falar em tom carinhoso, nem polido, com quem sempre nos tratou com total desrespeito!
    Então, se desagradou alguns membros de entidades do interior, a conclusão em que chegamos é que eles ao invés de serem sindicalistas, na verdade, agem como se fossem advogados de defesa do governador, de sua equipe e de sua base aliada.
    Não é verdade que a palavra do presidente do SEPESP tenha sido cassada, pois o Deputado Samuel Moreira disse, diplomaticamente, antes de pedir o microfone, que já tinha entendido o que havia sido dito. Com reciprocidade, da mesma forma diplomática, foi dito: “Se já entendeu, tudo bem!” , tendo o microfone sido entregue a seguir; Até porque, naquele momento, imagina que já havia sido expirado o tempo regimental concedido.
    Quem de fato estavam pedindo para que a palavra do presidente do SEPESP fosse cassada, eram uns dois membros de entidades do interior.
    Possivelmente, porque estavam presentes seus padrinhos políticos no colégio de líderes! Mesmo assim, não foram atendidos pelo Ilustre Deputado Samuel Moreira que usou da diplomacia e disse apenas que já havia entendido a mensagem .
    Com a forma incisiva ao falar sobre as reivindicações e a situação de massacre dos Escrivães, do “caos” na Segurança Pública, evidente que os Deputados torceram o nariz !
    Embora tivesse sido dito que os escrivães estavam massacrados, explorados, havia a necessidade de expor ainda as suas péssimas condições de trabalho, pois muitos deles, repito muitos, já foram encontrados chorando, lastimando, nas Delegacias, uma colega escrivã de Bauru, até já pediu demissão!
    Havia necessidade de dizer também que o PLC-44/2013, além da enganação, ocultando o índice relativo ao reconhecimento do salário de Nível Superior, é discriminatório aos Escrivães e Investigadores de Polícia, porque para os Delegados de Polícia propuseram em separado, uma gratificação por direção.
    Foi uma discriminação, aos Escrivães e Investigadores (não contestada por nenhum membro da “federação de instituições municipais”, nem pelo seu presidente).
    Mas, o Sindicato dos Escrivães de Polícia, através de sua competente assessoria de Segurança Pública e parlamentar, na pessoa do Professor Tenente Paz (advogado, filósofo e economista), elaborou o substitutivo nº 2, apresentado pelo Deputado Estadual José Zico Prado, do PT(Partido dos Trabalhadores).
    Neste substitutivo o SEPESP reivindica também a gratificação para os Escrivães e Investigadores, denominada Gratificação de Execução de Atividade de Polícia Judiciária (GEAPJ). Pois se os Delegados merecem a gratificação porque comandam as atividades de Polícia Judiciária, nós, Escrivães e Investigadores, somos quem as de fato executam, logo, por questão de justiça, o Estado nos deve pagá-la (acessem referido substitutivos pela internet e vejam com detalhes as justificativas).
    O presidente do SEPESP tem ciência de que o Colégio de Líderes é composto só pelos Deputados líderes dos partidos, sendo a maioria deles (PSDB – PTB – PV – PSD – PEN – PSB – PR – SOLIDARIEDADE – DEM – PDT – PMDB – PP – PPS -PRB e PSC) aliados do Governador de PSDB, que são coniventes com o massacre da Segurança Pública, especialmente dos Escrivães de Polícia e, assim, não poderia expressar a eles de outra forma, a não ser com seriedade, externando a voz da agonia que está guardada no peito da maioria dos Escrivães de Policia de todo o Estado de São Paulo.
    Foi dito tudo isso, porque sabemos que convivemos numa democracia, temos o direito de pensar, de expressar, com a legitimidade que foi delegada pelos Escrivães de Polícia, que acreditaram na história de luta pela classe e também pelos 30(trinta) anos que o presidente do SEPESP serviu a instituição policial civil com muita dignidade.
    Teve a honra de ter recebido o apoio de muitos dos policiais do interior que estavam presentes na reunião da “federação” realizada na própria ALESP logo após a saída do colégio de líderes, os quais devem ser homenageados e agradecidos.
    Muitos dos policiais presentes a referida reunião, pediram ansiosamente que o presidente do SEPESP falasse sobre seu discurso proferido na reunião de líderes, porém, a mesa que era composta por membros da aludida “federação” boicotou , porque fazem o jogo do governo do PSDB para nos massacrar e sucatear.
    Mesmo assim, o presidente do SEPESP não ficou calado na reunião da “federação” e insistentemente pedia para que alguém da mesa repetisse o seu discurso no colégio de líderes, mas ninguém, absolutamente, ninguém ousou proferir o que havia falado! Não tiveram coragem, porque iriam cair em descrédito e com certeza iriam ficar ridicularizados perante os respeitáveis Policiais Civis de seus respectivos municípios interioranos!
    Ora! Se os que criticam são aliados e defensores confessos do governador, de sua equipe, de sua base aliada e estão sempre lá no Palácio dos Bandeirantes fazendo articulação com a equipe do governo, há de se perguntar: Tem procedência as suas críticas a respeito da fala do presidente do SEPESP, que não tem conduta e postura de bajulador? E que tem relacionamento com o governador, a sua equipe e com os Deputados da base aliada apenas no nível da diplomacia e no aspecto formal?
    Companheiros que criticam: vocês sabiam que tem um Deputado do PSDB que se recusa a entrar em uma Delegacia de Polícia alegando que não quer correr riscos de ser contaminado pelo contato com os Policiais Civis?
    Assim, por esses e outros motivos, o presidente do SEPESP julga que não deve ser obrigado a tratar os aliados do governo com amenidades e polidez, haja vista que a categoria que representa está sendo escravizada, massacrada, pisoteada, mal paga e trabalhando em péssimas condições de trabalho, com muitos colegas enfermos, em tratamento médico, outros readaptados, muitos em tratamento de saúde em razão do massacre que sofrem e ainda respondendo a expediente administrativo na CORREGEPOL com o objetivo de demiti-los da instituição, enquadrando os doentes em abandono de função!
    O presidente do SEPESP lamenta que alguns colegas mesmo sabendo que o Governador, sua equipe, sua base aliada que além de sucatear a Polícia Civil, maltratar todas as carreiras policiais e os Escrivães de Polícia e que ainda nunca aprovam CPI’s , anti-corrupção, nos governos do PSDB, achem que eles devam ser tratados com sorriso nos lábios e polidez!

    João Xavier Fernandes é presidente do SEPESP/CUT

  28. ACORDA NAO RESPEITA NADA, VAI RESPEITA ISTO PIADA, E NO FINAL CARTEIRA VERMELHA VAI GANHAR AUMENTO E CARTEIRA PRETA FERRO MAIS UMA VEZ

  29. No diário oficial de hoje, 01/08/2017 foram publicados 90 aposentadorias de policiais civis. Para o governo do Psdb não interessa uma Polícia Civil investigativa.

  30. Bom dia!
    Senhoras e Senhores.

    Fazer estudos sobre assuntos relativos às áreas de Educação, Saúde e Segurança não é difícil, basta inicialmente que se invista na Educação e Saúde inicialmente, pois se estes anteriores forem de fato levados à sério, a Segurança ficaria mais fácil de equacionar!

    Agora! não investir nestes principais setores gera consequências irreversíveis à SOCIEDADE!

    Deixar de investir na área de investigação e repressão à criminalidade achando que uma simples maquiagem nas estatísticas fará os problemas ficarem debaixo do tapete é fruto de pensamento equivocado e seguramente ofertará grande espaço para o aumento da criminalidade!

    A criminalidade somente aumenta quando não se tem tenacidade, conhecimento pleno, energia nas decisões, condenações e prisões, pois gera sensação de impunidade!

    A Administração tem que ser composta por Membros de Carreira, transparentes e somente investir o dinheiro público nas áreas que satisfaçam os interesses da sociedade.

    Não investir na Polícia Civil é dar um tremendo tiro no pé!

    Caronte

  31. Sugiro que todos assistam a entrevista do roda viva, do presidente da adpf, a respeito da policia federal, no programa roda viva da tv cultura, mostrando porque eles estão a nos luz da pcesp.

  32. O Estado de SP se transformou na república dos tucanos, isso é péssimo pra democracia, mas o presunçoso povo paulista acha bonito.

  33. Hoje no diario oficial se aposentaram mais 90 bravos amigos da Policia Civil, e assim vai, e assim o trabalho se acumula, a remuneração continua baixa e nada de reposição… Depois querem exigir eficiência. Não tem aumento, tem trabalho mas não tem pessoal suficiente… Mas ta beleza.

  34. Dr. Pacheco disse:

    TODAS AS CLASSES INFERIORES A DELEGADOS DE POLÍCIA TEM QUE CHAFURDAREM NA LAMA COMO PORCOS………………………..

  35. Dr. Pacheco disse:
    28/07/2017 ÀS 18:40
    Os delegados de polícia deveríamos cada vez mais nos afastar dos operacionais. Deveríamos propugnar pelo nosso reconhecimento com juízes de instrução, ou algo similar “Grosso modo”, chefiar essa barafunda só nos onera. Eles que se organizem do modo que a eles aprouver. Lamentavelmente, os designados operacionais não conseguem urdir nenhuma estratagema que preste. Ficam só vociferando contra esse ou aquele. Porra, francamente, não acho credível que eles, tiras e escrivães, possam a vir trabalhar diretamente com promotores ou figura quejanda. Mas vai lá. Vai que consigam. O busílis é que eles simplesmente não conseguem se articular. Não conseguem esgrimir uma postulação defensável que seja. O que dizer dos órgãos de classe? Uma piada.

  36. A REAL É ESSA TODOS OS BENEFÍCIOS QUE EXISTEM NO ESTADO

    SÃO PARA OS DELEGADOS QUE ENTRARAM APADRINHADOS EM SUA GRANDE MAIORIA !

    E DOS PEIXES , PUXA SACOS , BABA OVOS , CHEIRA SACOS, LAMBE SACOS, CHUPA SACOS , ENFIA A

    CARA NO SACO E ETC…

    QUE RECEBEM VERBAS DE GABINETE

    GAT

    DÉCIMOS

    PODEM ATUAREM NOS POUPA TEMPO PARA RECEBEREM R$ 2.000,00 A MAIS NOS SALÁRIOS

    ADICIONAIS DE CHEFIA, FUNÇÃO

    ACUMULAR FUNCÕES

    RECEBEREM DÉCIMOS DOS DELEGADOS

    ISSO É OU NÃO É SAFADEZA

    E O RESTOPOL DISCRIMINADOS

    O GOVERNADOR TEM QUE ACABAR COM TODA ESSA SAFADEZA !

  37. 31/07/2017
    Sentença meramente simbólica – Justiça de primeira instância determina que governo Alckmin reponha policiais civis 40
    por FLIT PARALISANTE • Sem-categoria
    Justiça obriga governo Alckmin a repor policiais civis, mesmo após fim de resolução

    Venceslau Borlina Filho

    Do UOL, em São Paulo

    31/07/201704h00

    ESTA É A PRIMEIRA VEZ

    QUE OUÇO FALAR EM SENTENÇA SIMBÓLICA !

  38. SE O DR. DANIEL LEON BIALSKI

    NÃO CONSEGUIR RESOLVER ESSE

    PROBLEMA ADMINISTRATIVO

    QUE LHE VEM CAUSANO DOR, SOFRIMENTO,

    NINGUEM MAIS CONSEGUIRA !

    QUE É SAFADEZA, CANALHISSE O QUE FIZERAM COM VOSSA SENHORIA É !

    FORA MUITA MALDADE, CAUSANDO TODA ESSA TORTURA PSICOLÓGICA !

    VEJA !

    QUANTOS POLICIAIS QUE FORAM INJUSTIÇADOS PELA CORREGEDORIA, PROCURADORIA DO ESTADO

    COM PALAVRAS FALACIOSAS , EQUIVOCADAS QUE LEVARAM O SECRETÁRIO DA SEGURANÇA A ERRO !

    E O MESMO TEM TOTAL OPÇÃO DE DISCORDAR;

    MAS COMO ERA PROMOTORES DE JUSTIÇA

    SEGUIRAM TODA ESSA INJUSTIÇA

    JUIZES DE DIREITO NÃO FAZEM ISSO

    SÃO MAIS PONDERADOS, ABALIZADOS !

  39. VEJAM O GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

    NÃO VAI DEIXAR A POLÍCIA INVESTIGAR ERROS DO PRÓPRIO GOVERNO

    NÃO VAI COMETER O ERRO QUE O TEMER FEZ EM DEIXAR A POLÍCIA FEDERAL INVESTIGAR O GOVERNO

    PARA FERRAR COM O PRÓPRIO GOVERNO

    OU A POLÍCIA CORRE JUNTO COM O GOVERNO

    FECHA COM ELE OU ENTÃO ELE

    ACABA COM ELA !

    PORQUE ELE É O GOVERNO !

    ELE PODE TUDO !

    NUNCA IRÁ PERMITIR Q QUE OCORREU

    RECENTEMENTE COM: PROCURADOR, DEFENSOR, PROMOTOR,,

    NO ESTADO DE SÃO PAULO A POLÍCIA TEM QUE COMER NA MÃO DO GOVERNO

    E VAI LEVAR MAIS ESCULACHO, EXCRACHO ATÉ APRENDEREM

    AQUI EM SÃO PAULO É O GOVERNO COM MAIS DE 25 ANOS NO CARGO ELEITO PELO POVO

    É QUE MANDA VALEU

    É ASSIM QUE É

    SIMPLES ASSIM !

  40. SAIBAM TODOS QUE:

    AS ASSOCIAÇOES, E SINDICATOS

    DE POLÍCIA SÓ VEEM O QUE MELHOR LHES APROUVEREM

    NUNCA FARÃO NADA EM PROL DOS POLICIAIS

    TROUXA SÃO OS ASSOCIADOS

    QUE VIVEM DE SONHO E ILUSÕES !

  41. VEJAM !

    OS POLÍTICOS SÉRIOS QUE FALAM SÉRIO

    QUE DEMONSTRAM SEREM OS MAIS SÉRIOS DO BRASIL

    FORAM PEGOS NA LAVA JATO

    E AGORA QUE É SÉRIO NESTE PAIS ?

  42. É curioso, numa polícia que tanto preza por cadeiras o sindicato ter como titular uma delegada de 3ª classe. Ou não né. Já que os classe especial e 1ª classe que tivemos até hoje colaboraram (um pouco ou muito) para a atual mervalinhosa situação. Quem sabe os que estão chegando vão fazer diferente dos que estão saindo.

    https://limpinhoecheiroso.com/2015/07/29/no-acordo-entre-pcc-e-alckmin-o-estado-de-sao-paulo-se-rendeu-ao-mundo-do-crime/

    intriga da oposição, ora, imagine.
    jamais.
    discordo da matéria do blog acima, confio 100% em nosso governador, futuro Presidente!

  43. O que o Sr. José Luiz Ramos Cavalcanti diria sobre isso? E o Sr. Conte Lopes? Há muitos anos, fizeram comentários pertinentes, antevendo tudo que agora ocorre. E o Claudiney Alves dos Santos, conhecido como Ney Santos? Passa bem? Quem era mesmo advogado em ao menos 123 processos de uma cooperativa denominada citada em investigações que apuram lavagem de dinheiro do PCC? E essas investigações não deram em nada, aposto.

    NÃO SOU EU QUEM ESTÁ FALANDO NADA DISSO.
    OS QUE SABEM MAIS QUE EU, ACIMA MENCIONADOS, É QUE FALARAM E COMPROVARAM.
    Fatos são fatos.
    Mas sei que nas altas esferas só tem santos, todos muito honestos.

  44. NÃO SE ILUDAM…. AQUI QUEM MANDA É O IMPERADOR XUXU…..

    1- saiu a sentença contra o xuxu em maio de 2017 né ???

    2- la por setembro de 2017 ela sera apelada e subira ao TJ …………

    3- nos meados de setembro de 2018 o tj pode até concordar com a decisão de 1º grau…

    4- ai o xuxu entra com embargos de declaração .. e vai até janeiro de 2019…

    5- se o tj for favoravel a sentença. o xuxu entra com um recurso extraordinário..indo até julho de 2019…

    6- se o presidente do TJ apoiar a sentença de 1º grau , o xuxu entra com agravo de instrumento em recurso extraordinário..
    e isso ira até meados de dezembro de 2019…..

    7- se o xuxu perder de novo.. ele vai entrara com um agravo regimental …e a sentença Subira ao STF…

    8- NO STF o tempo é zicado…se demorar 02 anos estaremos no lucro….

    então camaradas… até o ano de 2021 o xuxu vai ficar apelando até o ultimo recurso……………
    somente depois que o processo retornar do STF e for favoravel a sentença de 1º grau . é que ele contratara novos policiais…………………………………………………………

    entenderam ??????????????????????????????????????????????

    o mais facil é esquecermos essa sentença de 1º grau………………..

    aqui o xuxu manda e desmanda…………………………..

  45. Wagner Nunes Leite Gonçalves disse:
    01/08/2017 ÀS 10:42
    No diário oficial de hoje, 01/08/2017 foram publicados 90 aposentadorias de policiais civis. Para o governo do Psdb não interessa uma Polícia Civil investigativa.

    =======================================================

    nesta lista de aposentados tem policiais de todas as idades… meia vida e velhinhos…..

    o que tem de cara esperando 30 anos de contribuição não esta escrito…..
    os caras não estão nem dormindo direito…. não veem a hora de pendurar as chuteiras….
    o que mais se ouve é ….pra mim só falta tantos anos…. é o dialogo mais ouvido no meio policiai civil….

  46. só para lembrar…. os PMS tambem estão na fita…. contando os dias para completar os 30 anos de contribuição e pegar o boné a sair fora …..

  47. de nada adiantará completar o contingente , se não houver uma reestruturação, que torne a Policia Civil mais definida em seus quadros, e voltadas a sua atividade fim, investigação,, e os grupos de rondas, sejam integrados por Agentes , sob a coordenação de Delegados e Investigadores (em numero reduzido ao máximo)

  48. A POLÍCIA CIVIL É VÍTIMA DO ABANDONO, DA VAIDADE E O DESLEIXO DOS DELTAS, E DO CONFORMISMO EM ACHAR QUE SER POLICIAL, É DEVER SE PRIVAR DOS DIREITOS TRABALHISTAS E HUMANOS, TRABALHANDO EM CONDIÇÃO ANÁLOGA A ESCRAVIDÃO, E OS JUÍZES E PROMOTORES NÃO VEEM ISSO.

  49. Cuidado, agora o Governador conta com o PCC no STF – Ministro Alexandre de Morais que trabalhou no AFAM da PME SP, foi Secretário da SSP/SP, foi Ministro da Justiça e agora está no STF para ajudar o PCC e o Governador Alkimin.

  50. o futuro que importa disse:
    01/08/2017 ÀS 19:12
    de nada adiantará completar o contingente , se não houver uma reestruturação, que torne a Policia Civil mais definida em seus quadros, e voltadas a sua atividade fim, investigação,, e os grupos de rondas, sejam integrados por Agentes , sob a coordenação de Delegados e Investigadores (em numero reduzido ao máximo)

    hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

    A PC de alguns anos pra cá deixou de fazer o serviço a que a ela é atribuido..
    hoje em dia quando vemos VTR da PC na rua em 99% dos casos é para cumprir OS.. ou em remoção de presos…………….só isso…

    a tempos atras, quando se fazia policia investigativa de verdade , isso era raridade acontecer..
    quando a barca saia as ruas era para combater a bandidagem de verdade…. hoje , isso ficou na saudade…

    a PC de hoje é puramente burocrática……………. só faz papel p/ inquérito…

  51. INVESTIGADOR HOJE É:

    PLANTONISTA;
    ESCOLTADOR;
    CUSTODIADOR;
    CARTEIRO;
    MOTORISTA;
    NA BOA, NÃO TEM COMO COBRAR INVESTIGAÇÃO, O CARA ENLOUQUECE E SE AFASTA, E A POPULAÇÃO AINDA TEM ILUSÃO QUE O INVESTIGADOR VAI INVESTIGADOR, NÃO DÁ TEMPO, E SE DER O CARA FICA COM ESTAFA DE TRABALHO.

  52. Têm policial aqui que parece que bobo, quantas vezes terei que escrever aqui que não existe CRIME ORGANIZADO, tudo que acontece é orquestrado pelos próprios políticos. Só sendo muito idiota mesmo para acreditar que uma cambada de analfabetos que nem terminaram o ensino fundamental, conseguiria tamanha organização.
    Quer acabar com PCC, CV, ADA, TPC entre outros, simples acaba com PSDB, PMDB e PT !!!
    http://g1.globo.com/ceara/noticia/audio-revela-traficante-orientando-sargento-a-cometer-extorsao-essas-coisas-so-confio-em-voce.ghtml

  53. ESTA SURGINDO MAIS UMA CIDADE MARAVILHOSA? A PEROLA DO ATLANTICO, JÁ NÃO É A MESMA PEROLA DE ANTIGAMENTE ?

    Polícia identifica marginal que baleou investigador em Guarujá
    Barão, de 26 anos, abriu fogo na direção de uma viatura descaracterizada da DIG
    EDUARDO VELOZO FUCCIA 01/08/2017 – 21:36 – Atualizado em 01/08/2017 – 23:07

    O marginal que baleou às 6h20 desta terça-feira (1º), em Guarujá, um policial da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) já está identificado, embora permaneça foragido. Ele já possui passagem por tentativa de homicídio e teve um irmão morto em tiroteio com policiais militares.

    Acusado de traficar drogas, Wellington Medeiros de Pádua, o Barão, de 26 anos, abriu fogo na direção de uma viatura descaracterizada da DIG quando ela transitava pela Rua Santo Amaro, na Favela do Caranguejo. Acompanhado de um parceiro, o rapaz disparou no para-brisa, na direção do motorista, logo após sair do Beco Operário.

    O policial, de 41 anos, dirigia o carro e foi atingido no peito, próximo ao coração. Porém, o projétil teve o seu impacto amortecido pelo colete à prova de bala, que ainda desviou a sua trajetória. A munição percorreu a região torácica até se alojar no ombro direito e fraturar a clavícula.

    Apesar de ferido, ele revidou o disparo, o mesmo fazendo dois colegas que o acompanhavam. Barão conseguiu fugir ileso e com a sua arma, provavelmente uma pistola .40, calibre de uso restrito. Um disparo atingiu o seu comparsa, Matheus da Silva dos Santos, de 18 anos, que portava um revólver 22 e também atirou, mas sem acertar os agentes.

    Ferido no joelho, Matheus foi encaminhado ao Hospital Santo Amaro, em Guarujá. Levado ao Pronto Atendimento Médico (PAM) da Rodoviária, onde recebeu os primeiros socorros, o policial foi transferido ao Hospital São Lucas, em Santos. Submetido a cirurgia para a extração do projétil, ele passa bem.

    Flagrante

    Além do revólver, Matheus portava uma pochete presa à cintura, na qual havia R$ 189,00, 96 cápsulas de cocaína e 18 porções de maconha. No bolso da sua bermuda havia um rádio de comunicação e uma chave.

    Uma tia e a mãe deste rapaz compareceram ao local do tiroteio. A segunda mulher acompanhou o filho até o Santo Amaro, enquanto a outra indicou aos investigadores a residência do sobrinho, na própria Rua Santo Amaro.

    Segundo o chefe dos investigadores Paulo Carvalhal, a chave achada com Matheus abriu a porta da casa, não pairando qualquer dúvida de que esse acusado ali reside. “A tia também acompanhou a revista feita no imóvel e testemunhou o encontro de um tijolo de crack pesando um quilo e de 12 cápsulas de cocaína idênticas às apreendidas na pochete”.

    Matheu não pôde ser interrogado porque ficou hospitalizado. Porém, a equipe da DIG conseguiu identificar ainda pela manhã o autor do disparo que atingiu o policial. “Populares da comunidade do Caranguejo disseram que o investigador foi baleado pelo irmão do finado William Hulk”, contou o delegado titular Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior.

    Lara e Carvalhal estavam lotados na Delegacia de Guarujá quando William Medeiros de Pádua, o Hulk, foi morto em confronto com policiais militares. Ele era apontado como autor de inúmeros roubos a motoristas na Avenida Tancredo Neves e imediações do túnel da Vila Zilda, em Guarujá.

    De posse da informação da participação de Barão no atentado de ontem, a equipe da DIG logo obteve o seu nome completo e a sua fotografia. O policial e os demais ocupantes da viatura não tiveram dúvidas em reconhecê-lo como quem saiu do beco armado de pistola e atirando.

    O delegado Lara autuou Matheus em flagrante pelos crimes de tráfico, associação para o tráfico e tentativa de homicídio qualificado, requerendo ainda à Justiça a decretação da prisão preventiva de Barão pelos mesmos delitos.

    Operação frustrada

    Os policiais da DIG, em várias viaturas, se deslocaram na manha desta terça (1º.) ao Guarujá para cumprir nove mandados de busca e apreensão. As vistorias seriam nas residências de suspeitos de furtos e roubos de carga.

    A operação, no entanto, foi frustrada pelo ataque cometido por Barão e Matheus, antes mesmo do início do cumprimento das ordens judiciais. “Não tivemos como prosseguir a diligência, porque a prioridade foi socorrer o nosso colega e tentar identificar e prender o autor da tentativa de homicídio que conseguiu escapar”, justificou Carvalhal.

  54. o futuro que importa disse:
    01/08/2017 ÀS 19:12
    de nada adiantará completar o contingente , se não houver uma reestruturação, que torne a Policia Civil mais definida em seus quadros, e voltadas a sua atividade fim, investigação,, e os grupos de rondas, sejam integrados por Agentes , sob a coordenação de Delegados e Investigadores (em numero reduzido ao máximo)

    hahaha
    Olha o colega (imagino que seja tira) tentando pular fora das rondas segura cadeira aí!!! Agentes coordenados por tiras… Velho… Vc trabalha onde??? Logo pela linha de raciocínio teria uns 8 mil tiras ”mandando ou coordenando” 3 mil Agentes… A lógica é uma minoria coordenar a maioria (exemplo apenas; Jamais estarei deixando a entender que Agente deveria mandar em Tira).
    Vai ser preguiçoso ou braço curto assim na casa do …
    Investigador não investiga há décadas. Os caras têm que fazer tudo (é verdade), mas os Agentes e Carcereiros também têm que fazer o mesmo!!!
    Se Investigadores não tivessem que fazer custódia, escolta e ”pedra” teriam que sentar a bunda na cadeira e ler todos os RDO’s do mês e ir um por um investigar, ver se tem câmeras e imagens, testemunhas diretas e indiretas. Não ficar selecionando o que inter$$a ou o que é promissor. Dá para contar nos dedos quantos tiras eu vi fazer como realmente deveria fazer o Investigador. Produção deveria ser só na parte de serviço, sem essa de flagrante e tc.

    Deixa a Ronda para os Agentes sob coordenação dos Tiras… Para de sonhar filhão…No máximo coordenados pelo chefe dos Tiras.
    Vamos fazer o seguinte então… Eu só vou medir o nível do óleo, dirigir e levar preso em fórum e etc. Quando for para entrar na favela vai o tira, sozinho, falar com quem tem que falar. Afinal eu tenho de zelar pela viatura e no papel eu não deveria fazer ou participar da investigação.
    Eu queria ver se realmente cada um ficasse no seu quadrado… Essa merd… fecha no mesmo dia. O Governo não irá valorizar os Tiras e muito menos preencher os quadros como já demonstrou reiteradas vezes. Daí (assim como é hoje) vem um monte de chefe pedir colaboração ou tentando vencer na ”força”.
    Tem alguns que são bem hipócritas não?
    O.S, intimação, cumprimento de mandados e etc, faz tudo parte da investigação e tramite do IP, logo é tudo trabalho do Tira e por este motivo que existe tanto ”tira” na Civil. Chega a ser óbvio.

    Agente = Motorista (Não é isso que todo mundo fala?). Detalhe só dirige a trabalho, ou seja, levar fulano ou ciclano para almoçar é negado no ato. Que vão com os veículos particulares.
    Parece que Agente na Civil, atualmente, é apenas para dirigir Ônibus ou equivalente, já que para quase todas as carreiras exigi-se habilitação categoria B para o ingresso nas mesmas.

    Tira não tem tempo nem material o suficiente para exercer e desempenhar, com dignidade, seu mister, mas querer subir nas costas dos outros é fod..
    É praticamente desumano o que o Investigador teria que fazer… Para funcionar deveria ter, no minimo, o quádruplo de servidores nesta categoria (sem contar os maltratados escrivães). Nessas horas Agente e Carcereiro (e desviados) têm que ajudar a segurar a bucha, mas quando pede qualquer tipo de isonomia escuta uma pá de groselha.
    Eu sonho o dia em que eu terei apenas que dirigir, lavar vtr, medir óleo e etc (vocês deixarão isso ocorrer algum dia? Eu apenas desempenhar minha função). Caso o fizesse, hj em dia, eu acabaria tomando um belo de um bonde para bem perto de minha residência, com um baita de um X nas costas e sabe-se lá mais o q!!! Quem é o culpado disso? O Governo? Os Tiras? O chefe? Minha categoria? Já não sei mais para quem apontar o dedo… Devo ser um baita de um covarde para não bater de frente contra meu chefe né? (nem entrarei em méritos e deméritos).
    Agradeçam aos Agentes e Carcereiros (e outras carreiras, inclusive, desviadas) de mão de obra de qualidade ”duvidosa” senhores.

    Reestruturem do jeito que quiser essas carreiras, no fim é muita gente querendo ser cacique para quase nenhum índio.
    Funções bem definidas em Lei? Já não respeitam nem isso! Levem em conta que esta reestruturação de carreiras de nada funcionará enquanto existir o desviado por interesse próprio. O Tira (ou qualquer outra carreira) que gosta de trabalhar no HC, Zelador de prédio do IML central, Zelador de prédios e garagens em geral, Guardadores de vtr em frente ao DGP (essa é pra fod…) e um monte de maçanetas que existem por aí em Departamentos e congeneres. Imagine que o Governo eleva os salários dos NU igual aos do Perito (o que deveria ter ocorrido no papel – fato que para mim que seria fabuloso! Como sou obrigado a fazer o mesmo eu poderia pedir o mesmo vencimento em tese) e daí os caras querem ser zeladores de prédio e afins (foda-se a investigação em suma) ou puxar plantão noturno em Delegacia que fecha neste período… Perito não consegue ser Zelador de prédio e afins. A unica maçaneta para os caras são as famosas cadeiras de núcleo e Diretoria (e esquemas com escalas, assim como já ocorre em diversos locais).

    Desculpe o tamanho do texto e o desabafo já batido. Gostaria eu de poder, apenas, ficar no meu ”quadrado”, isso ninguém comenta.
    Todos estão fod…e mal pagos.

  55. Ao vivo: denúncia contra Temer é analisada em sessão da Câmara
    Deputados discutem nesta quarta acusação de corrupção passiva contra o presidente; votação depende de quórum mínimo de 342 deputados presentes

    VEJA NO LINK LOGO ACIMA

  56. Tira calça branca querendo ser chefe de agente. É pra cair o cu da bunda mesmo. Não me admira, por isso estamos nessa situação de merda, um monte de imbecil querendo mandar e nao fazer nada

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s