Para “comemorar aniversário”, PCC planeja matar juiz, procurador, delegado e agentes 46

Para “comemorar aniversário”, PCC planeja matar juiz, procurador, delegado e agentes

Terça, 22 Agosto 2017 08:38

O PCC (Primeiro Comando da Capital) planeja matar um juiz federal, um procurador da República, um delegado federal e pelo menos quatro agentes penitenciários de Porto Velho (RO) até o dia 31 de agosto, data em que a facção criminosa faz aniversário de 24 anos.

A maior facção criminosa do país já matou três agentes penitenciários federais, entre setembro de 2016 e maio deste ano, de acordo com investigações da PF (Polícia Federal). Para executar os atentados, o PCC criou células de inteligência que, entre outras ações, monitoram a rotina dos agentes públicos escolhidos como alvos.

A informação sobre a possibilidade de novos assassinatos consta em ofício assinado pelo diretor do presídio federal de Porto Velho, Cristiano Tavares Torquato, a cujo conteúdo o UOL teve acesso com exclusividade. O documento foi encaminhado no último dia 17 de agosto ao superintendente regional da Polícia Federal de Rondônia, Araquém Alencar Tavares de Lima. A reportagem confirmou a veracidade do documento com três fontes do governo federal.

“De acordo com informações prestadas por fonte humana, estaria em andamento um ‘salve’ (ordem) do primeiro comando da capital (PCC) para execução de Agentes Públicos em Porto Velho/RO, dos quais seriam potenciais alvos o Juiz Corregedor da Penitenciária Federal em Porto Velho, um Procurador da República, um Delegado da Polícia Federal (todas as autoridades envolvidas na Operação Epístola) e pelo menos quatro Agentes Federais de Execução Penal, lotados em Porto Velho”, lê-se no ofício (veja a reprodução do documento acima).

Ainda de acordo com as informações colhidas, os atentados deveriam acontecer até o dia 31 agosto, data de fundação da maior facção criminosa do país, de acordo com a PF (Polícia Federal).

A facção criminosa foi criada por oito presos, em 31 de agosto de 1993, no Anexo da Casa de Custódia de Taubaté (130 km de São Paulo), o Piranhão, tida naquela época como a prisão mais segura do Estado.

“Os motivos da ordem seriam a suspensão de visita íntima e a permanência dos presos do PCC por período muito longo na Penitenciária Federal, referindo-se as (sic) prorrogações de permanência no Sistema Penitenciário Federal (SPF)”, finaliza o diretor do presídio federal no documento.

O Depen (Departamento Penitenciário Nacional), órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública, informou que medidas foram tomadas para proteger a vida dos agentes. A respeito da última ordem do PCC, “as forças de Segurança Pública em âmbito federal e estadual foram informadas a respeito do caso” (leia a resposta abaixo).

Agentes receberam alerta

Os agentes penitenciários federais receberam alerta por conta das proximidades do aniversário da facção. O primeiro atentado do PCC no ano passado foi realizado em 2 de setembro, dois dias depois de 31 de agosto. Na cidade de Cascavel (PR), o agente Alex Belarmino Almeida Silva foi atingido por 24 tiros, a maioria pelas costas, quando dirigia seu carro para o trabalho, na unidade de Catanduvas.

Belarmino, Henry e Melissa: agentes federais mortos pelo PCC

Os funcionários receberam o seguinte alerta nesta semana:

“Caros e Caras colegas! O dia 31 próximo será aniversário do PCC. Solicitamos que redobrem os cuidados e cautelas de segurança. No e-mail funcional será enviado novamente orientações de segurança pessoal. Ademais, a Área de Inteligência e Direção estão à disposição para qualquer auxílio necessário”.

Fontes ouvidas pelo UOL indicam que o clima entre os agentes penitenciários federais lotados em Porto Velho é de apreensão. Desde o início das mortes de agentes, em 2016, a maior parte deles já havia redobrado as medidas de precaução para evitar se transformarem em alvos do PCC.

PCC quer intimidar e desestabilizar

O UOL revelou no último dia 29 de junho que o PCC cometeu os homicídios, de acordo com parecer do MPF (Ministério Público Federal), com o objetivo de “intimidar e desestabilizar” os servidores que trabalham nas quatro unidades federais do país: Catanduvas (PR), Campo Grande (MS), Mossoró (RN) e Porto Velho.

A facção havia estabelecido uma meta de matar dois agentes para cada penitenciária federal. Como resposta aos assassinatos, o Ministério da Justiça determinou a suspensão das visitas íntimas e sociais nas unidades, já que as investigações sinalizam que os presos utilizam a ocasião de contato físico com parentes para repassar suas ordens.

No último dia 7, o Ministério da Justiça publicou uma portaria que mantém a proibição para as visitas íntimas, mas voltou a permitir as chamadas sociais.

A PF afirma ainda que a ordem dos assassinatos partiu, no dia 17 de junho de 2016, do detento do presídio de Catanduvas Roberto Soriano. Conhecido como “Tiriça”, ele faz parte da “sintonia final”, a cúpula do PCC.

Após o assassinato de Belarmino, Tiriça foi transferido para o presídio de Porto Velho, justamente de onde partiram as últimas informações sobre novos atentados, que incluem agora como alvos membros da Justiça, do MPF e da PF.

Resposta do Depen/Ministério da Justiça

Em sua resposta, o Depen afirma que “vem, há muito, se preocupando com a integridade física dos agentes de execução penal e dos demais colaboradores que contribuem para que as pessoas privadas de liberdade, no sistema federal, cumpram suas penas, como determinado pela Justiça, mas com respeito à dignidade da pessoa humana”.

O órgão federal diz que “medidas são deflagradas costumeiramente, eis que a missão do Sistema Penitenciário Federal abarca a custódia de líderes de facções”. Ainda em sua nota, o Depen listou as ações que foram tomadas:

“Limitação de acesso às dependências da Penitenciária Federal; gestões de informações com órgãos de inteligência; aumento do aparato de fogo nas torres e pontos de apoio; inspeção compulsória de todos os veículos que ingressarem na unidade, a partir do portão de acesso primário, incluindo porta-malas e interior dos veículos; alerta aos servidores para que redobrem as cautelas de praxe em todos os deslocamentos; aumento do efetivos nos postos de controle; suspensão de entrada e saídas de veículos no período noturno, salvo em situações de emergência”.

Procurado pela reportagem, o TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região), ao qual é subordinada a Seção Federal de Rondônia, afirmou que, “em resposta a sua consulta, informamos que não temos informações a esse respeito no TRF 1ª Região”.

Por sua vez, o MPF em Rondônia afirmou “que não iria se pronunciar sobre o assunto”.

UOL Folha Press

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

  1. Estão mostrando o poder que realmente possuem!!!! Poder esse que as autoridades foram deixando crescer à cada dia. Já virou rotina matarem policiais civis e militares, agora querem ir prá cima de autoridades federais. Partido que já está embrenhado nas mais diversas esferas públicas, dominando aos poucos…….nem imagino qual a solução para isso !!! Acho ironico o lema Paz ( são os primeiros a tirar a paz dos outros) , Justiça ( bom, essa nem precisa mencionar) e Liberdade, a qual tiraram da maioria da população de bem há tempos…..

  2. Juarez(Mexico) Medelim e Cali(Colombia) e agora Rio de Janeiro e São Paulo,os tentaculos do quarto poder esta se estendendo!!!

  3. Esses caras estão errando de alvo. Eles tem que exterminar os concorrentes do congresso e não os já “phodidos” agentes da insegurança pública.

  4. jfranck
    Sonhar não mata ninguém né… kkk
    É capaz de eles darem um jeitinho de ganhar mais ao invés de nós.

  5. P’C’C É LENDA URBANA. JÁ FALEI MIL VEZES QUE NÃO EXISTE. Ô POVO TEIMOSO. VOTEM EM MIM. AL’CKMI’N RALABUNDA

  6. P-C-C NÃO EXISTE. É LENDA URBANA. FALEI MIL VEZES. Ô POVO TEIMOSO.

  7. QUERO REITERAR QUE DIANTE DESTA CRIS1E QUE ASS1OLA O NOSSO ESTADO, NÃO1 FALTARÁ1 DINH1EIRO PRO PAPEL HIGIÊNICO E PARA A CAMISINH1A. QUER1O REITER1AR QUE ALCKMING1AU É O MELHOR GOVERNADOR1 DO MUNDO E QUE O P-C-C NÃO EXISTWLE. É LEND1A URBA1NA.

  8. Facinho de se resolver isso. Assim que algum agente público tombar, dois familiares de cada um dos lideres- lixos devem morrer também.

  9. CRIME IMPOSSÍVEL-furto tentado em supermercado e crime de bagatela
    Notícias STF
    Imprimir
    Terça-feira, 22 de agosto de 2017
    2ª Turma encerra ação penal em caso de furto de produtos devolvidos ao estabelecimento comercial

    Por unanimidade de votos, na sessão desta terça-feira (22) a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) trancou ações penais, por atipicidade da conduta, abertas na Justiça paulista, contra um casal que tentou furtar três peças de carne no valor de R$ 100; e na Justiça de Santa Catarina contra um auxiliar de serviços gerais, que tentou furtar um short masculino, no valor de R$ 99. Em ambos os casos, os produtos foram devolvidos aos lojistas. Os processos são de relatoria do ministro Dias Toffoli e foram apresentados pela Defensoria Pública da União (DPU).
    No primeiro caso (HC 144851), a Justiça paulista (SP) condenou L.M.S. pela prática do crime de furto qualificado (concurso de agentes), na forma tentada, a oito meses de reclusão em regime aberto e multa (a pena foi substituída por restritiva de direito), e M.N. a 10 meses e 20 dias, além de multa, em regime semiaberto, em razão de reincidência. De acordo com os autos, em 9 de outubro de 2013, M.N. subtraiu as peças de carne da prateleira de um supermercado, as entregou a L.M.S. para que colocasse em sua bolsa e saiu do local. A moça foi abordada por seguranças quando tentava deixar o estabelecimento sem pagar pelo produto.
    No Recurso Ordinário em Habeas Corpus (RHC) 144516, J.L.S. foi condenado à pena de oito meses e cinco dias de reclusão, a ser cumprida em regime fechado, mais multa, depois de tentar furtar de uma loja de departamentos um short masculino. Nos dois processos, a DPU pediu que fosse aplicado o princípio da insignificância, argumentando ainda que os bens subtraídos foram restituídos às vítimas.
    Crime impossível
    Em seu voto, o ministro Dias Toffoli ressaltou que as razões da atipicidade nas duas hipóteses decorrem da figura jurídica do “crime impossível”. Ele lembrou que o artigo 17 do Código Penal (CP) estabelece que não se pode punir a tentativa de crime quando o meio ou o objeto empregados para perpetrá-lo impedem que seja consumado. Nos dois casos, segundo observou, a forma específica mediante a qual os funcionários dos estabelecimentos exerceram a vigilância direta sobre os acusados, acompanhando ininterruptamente todo o trajeto de suas condutas, tornou impossível a consumação do crime, dada a ineficácia absoluta do meio empregado.
    Nessas hipóteses em que os produtos estão dispostos em gôndolas de estabelecimento comercial e são acessados sem a intermediação de terceiro, o relator entende que a questão se resolve na esfera de cobrança civil por aquilo que foi pego ou na devolução do produto ao lojista. No entanto, ele deixou consignado em seu voto que a conclusão pela atipicidade, tal como se deu na espécie, dependerá da análise individualizada das circunstâncias de cada caso concreto.
    Assim, ele votou pela concessão do habeas corpus para reconhecer a atipicidade da conduta imputada aos acusados nas ações penais. Esse entendimento foi seguido pelos ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, que votou pela concessão do HC com duplo fundamento – acolhendo também o princípio da insignificância. Ele especificou que a caracterização do crime impossível nessas circunstâncias depende do porte do estabelecimento comercial e dos aparatos de tecnologia empregados para evitar furtos.
    Insignificância
    Os ministros Celso de Mello e Edson Fachin também votaram pela concessão dos habeas corpus, mas baseando-se na aplicação do princípio da insignificância aos dois casos. “Em ambos, ocorreu mera tentativa de subtração patrimonial, destituída de qualquer ato de violência, seja moral (ameaça) ou física; os valores são irrisórios e os vetores que a Corte tem considerado, para efeito de qualificar determinado fato como insignificante, estão aqui presentes”, observou o decano.
    VP/AD
     

    Processos relacionados
    HC 144851
    RHC 144516

  10. Concordo com o Carlos Eduardo! a Receita é essa mesmo. Resolve rapidinho. É só deixar a Policia fazer a faxina!

  11. Não faz muito tempo, vi uma reportagem sobre o rigoroso sistema prisional russo. Ao final da matéria cheguei a ter pena dos presos, mas eles tem que ser tratados com rigor.

  12. MUDANÇA DAS LEIS, REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL, TRABALHO NA CADEIA (OBRIGATÓRIO) PARA QUE O PRESO PAGUE SUA “ESTADIA”, PARA POLÍTICO A PENA TEM QUE SER SEMPRE MAIOR.
    Quem pode mudar as leis?………
    Onde está a mudança com a redução da maioridade penal?….
    Por que consta na constituição que ninguém será obrigado a trabalho forçado?…
    A quem interessa que isso tudo não mude e o crime continue crescendo e tomando conta do Brasil?….
    Quem protege bandidos e diz que eles são apenas desassistidos e não tiveram chance na vida?….

  13. Convidaram o Geraldo Alckmin padrinho do PCC pro aniversário? Ele já está matando os policiais e seus familiares de fome.

  14. No começo do governo PSDB, no Estado de São Paulo, a mais de 20 anos atras deram inicio a metástase.
    O que era um problema localizado tão somente na Capital de São Paulo se alastrou, com a distribuição de presos da capital paulista para os presídios do interior.
    Os bandidinhos pés de chinelo das penitenciaria do interior aos poucos foram se integrando a essa facção criminosa.

    Criaram regras e organizaram o crime dentro e fora dos presídios em todo estado de SP.

    Em 2006, após os ataques dessa mesma facção criminosa, dizem que foi feito um acordo entre governo e a facção pecece para cessar os ataque dos criminosos contra o Estado, PM, PC, GCM e polpulação.

    De lá para cá esta facção só aumentou suas ramificações, chegando até fazer acordos até com terroristas de outros países.

    Essa novela ainda tem muitos capítulos, quem viver verá.

    Politico faz acordo até com o diabo para conseguir se eleger.

  15. Parabéns Geraldo Alckmin, sem sua valorosa contribuição essa facção jamais teria ido tão longe!

  16. mas e o acordo? não era a mídia não dizer mais o nome “PCC”? E aquele antigo SSP ex capitão da PM que durante ANOS afirmava que o PCC não existia mais, que se limitava a meia dúzia de presos sem organização, enquanto andava escoltado por meia dúzia de seguranças? Que gostava de fazer visita surpresa nas delegacias?
    E quem é que governou o estado ESSE TEMPO TODO? Que diz que COMBATE O CRIME?
    Mas acabou com a polícia?
    agora fala-se até em transformar em CLT.
    Podem apagar a luz, pq já acabou.

  17. O “ACORDO”, O ex- Secretário, era Sub Oficial e nem Capitão era, defendia os Delegados em Prejuízo dos outros policiais e quem saiu prejudicada, foi sim, a Polícia Judiciária. E a população, pode ficar tranquila, dependendo Geraldo, ele vai facilitar a entrada dela, muito antes, através da bala, no reino dos céus!

  18. VEJAM !

    NO RIO DE JANEIRO

    ÀS FACÇÕES CRIMINOSAS ENFRENTAM O ESTADO DE IGUAL PARA IGUAL

    ATRAVÉS DA DROGA ESTÃO ATÉ MAIS APARELHADOS QUE O ESTADO

    NOS MORROS DO RIO DE JANEIRO

    TEM MILHARES DE FUZIS, DE TODOS OS PAÍSES DO MUNDO

    MUNIÇÕES, COLETES A PROVA DE BALA, ETC….

    EM SÃO PAULO, FACE O ESTADO SER MUITO GRANDE TERRITORIALMENTE

    NÃO TEM COMO ÀS FACÇÕES DOMINAREM

    SE ORGANIZAM DE FORMA ISOLADA

    EM 10, 15, ATÉ 20 PESSOAS

    PARA ASSALTOS A BANCOS, ETC…

    O ESTADO PODE DAR PRONTA RESPOSTA E LEVA VANTAGEM NESSA SITUAÇÃO !

  19. Se você põe um filho no mundo ou adota um filho, e o trata mal, desprezando, humilhando, hostilizado, rejeitando; como pode esperar que alguém respeite seu filho. É o que acontece com o funcionalismo público, principalmente no estado de São Paulo, e, de uma forma particularmente nociva, com os profissionais da segurança pública. O desprezo que este partido nefasto, que há mais de vinte anos governa este estado, tem pelo funcionalismo público, o torna o maior responsável pelo que se verifica dia a dia contra profissionais da saúde, educação e segurança pública.

  20. http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/justica-determina-que-delegado-de-taubate-condenado-por-envolvimento-com-traficantes-retome-cargo.ghtml

    Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou que o delegado Marcelo Duarte, condenado a prisão por quatro tipos de crimes, retome as atividades na polícia. O delegado foi condenado por associação criminosa, falsidade ideológica, invasão de domicílio e abuso de autoridade

    (…)

    A defesa do delegado não quis comentar.

    E nosso amigo que gosta de um trem vai fazer os tren$ interligando o interior pauli$ta.

  21. Quem deu toda a estrutura social para a formação e expansão do PCC foi a legislação do PSDB na Lei Orgânica da Polícia.

    O PT e outros partidos de esquerda podem até ter tido uma contribuição, como deixarem as FARC serem membros do Foro de São Paulo. FARC que, obviamente, sempre foi uma porta de acesso a armas e drogas. A esquerda também deu todo o espaço social para outras facções criminosas noutros estados, principalmente no Rio.

    Afinal, como disse uma senhora numa rádio “uma ovada é um ato revolucionário”, enquanto reclamava de um soco que tomou de um de seus alunos.

    Agora, o PCC e qualquer outra facção criminosa não se combate no tiro em execuções. A Polícia entrar atirando em favelas, cenas de guerra na TV e Exército nas ruas só alimentam a força social de organizações criminosas nas favelas. E os políticos sabem disso, mas o uso da força dá voto, porque as pessoas querem uma resposta do governo e qualquer resposta, por mais tosca que seja, se aparecer na TV, conta, criando a ilusão de ação contra o crime.

    Quando o governo falava que não existia Primeiro Comando da Capital, era só meia mentira.
    A outra parte da mentira é dizer que existe uma Polícia Repressiva.

  22. Eu estava la tambem

    E ai aprovado como anda la a nomeacao ta td na academia ja?

    Essa noticia ai muitos takvez venham a criticar, mas policia tem q estar presente mesmo, o certi seria bandido ter medo de policia…antes nas ruas que nos batalhoes

  23. Deus do Céu com tudo que anda acontecendo, nossos governantes não criam vergonha na cara !! licitação de armas internacionais foi revogada por “suspeita” de direcionamento … a licitação foi aberta mas so duas empresas entraram , a Beretta e a Empresa Girsa .. o problema é que essa empresa Girsan é uma especie de representante, distribuidora da Beretta … ou seja é o mesmo que a Taurus e a Rossi … no fim a tal empresa turca não entregou as unidades para testes , fazendo com que a Beretta segundo lugar fosse contemplada na licitação, para piorar a beretta tambem não entregou as unidades para testes kkkkkkk, com isso a licitação foi revogada .. http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/08/1912188-policia-militar-de-sp-revoga-licitacao-internacional-para-compra-de-armas.shtml

  24. A tá, quer dizer que tem um bizu que vão atacar juiz/desembargador, promotor/procurador e delegado federal, sei!
    Não que eu seja adepto da teoria da conspiração mais acha uma grande coincidência justa nesta semana que a ministra presidente do STF, Carmem Lúcia informar que não vai solicitar reajuste para os magistrados, bem como vai efetivamente tentar, cobrar o teto constitucional para o pagamento dos vencimentos desta galera vem esta noticia!
    Alguns perguntariam o que uma coisa ter haver com outra?
    Com absoluta certeza estas categorias vão querer criar, se já é que não existe nas suas respectivas leis orgânicas, um adicional “segurança pessoal” no valor módicos de uns R$ 20.000,00 (vinte mil) reais mensal.
    Sem contar a origem deste bizuzão, setor(es) de “inteligência” levantaram esta bola, e pior diretoria regional de Porto Velho.
    Putz grilas como são fodaços em “ investigação” e “inteligência” estes caras.
    Eu que não sou formado em nenhum curso de inteligência vou meter esta ficha; na tríplice fronteira Brasil, Argentina e Paraguai o bagulho está louco, passa de tudo, de cigarro falsificado a toneladas de maconha, e mas um montão de quinquilharias ching ling.
    Já na região do Mato Grosso do Sul o bagulho é o seguinte carros roubados no Brasil são trocados por armas e drogas.
    O porto Santos e o aeroporto de Cumbica são a porta de entrada das drogas sintéticas.
    Nos morros do Rio de Janeiro quem manda é o tráfico de drogas!
    Pronto lancei um baita bizuzão, quentíssimo, agora é só me pagarem, não adicional inteligência máster, só os últimos 4 (quatro) anos de inflação não pagos, ficarei feliz.
    Fala sério! Qualquer projeto de trombadinha sabe que o PCC já dominou todo o sistema carcerário há muitos anos, só o PSDB e o Ferreira Pinto não sabem ou sabiam disto, e pelo visto os “serviços de (falta) de inteligência também não.
    Bando de comédias.
    Com certeza só levantaram esta bola para valorizar a pedida, muito parecido com alguns setores da administração.
    Alguém saberia dizer quais setores?
    Quem acertar ganha um curso grátis da SENASP ou ABIN ou qualquer outra m….parecida.

  25. ué !!!!!!!!!!!!!!!! o governo não disse que o PCC não existe ????????????????

  26. Quero ver a coragem dos criminosos do PCC para matar políticos, ah esqueci não têm coragem de se meterem com seus chefes. kkkkkkk

  27. EU ENTENDI DIREITO?
    O TAL DE FERNANDINHO ESTÁ DESEJANDO A MORTE DE PESSOAS NA SUA POSTAGEM?
    ESSE DEMÔNIO É pm?

  28. BLA….BLA….

    Estes PCC Bostas não perceberam que estamos marimbundos ou ..morimbundos ou é só bundos sei lá…..

  29. Alguém já ouviu falar de Polícia Organizada???
    Pois é, o Crime é Organizado.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s