RESERVA IMORAL DO ESTADO – Oficiais da PM roubaram mais de 300 milhões do povo de São Paulo…( Tudo santo do pau oco ) 52

O órgão não colocou o R7 em contato com os citados. A reportagem não conseguiu localizar os sócios da empresa Construworld LTDA.

207 crimes
Início da denúncia de José Afonso Adriano Filho à Corregedoria
Início da denúncia de José Afonso Adriano Filho à CorregedoriaReprodução

Em carta enviada à Corregedoria da Polícia Militar em 20 de maio, o ex-tenente-coronel da reserva José Afonso Adriano Filho sugere que 19 oficiais do comando da PM paulista, entre eles o ex-comandante da corporação e atual deputado estadual coronel Álvaro Camilo, estão envolvidos no caso de corrupção que pode ter desviado, segundo denúncia do Ministério Público, mais de R$ 300 milhões dos cofres públicos e o levou à prisão em março deste ano.

Adriano, que está negociando uma delação premiada, solicita a abertura de inquérito contra os oficiais, e reclama de parcialidade do órgão. Na carta, ele fala em reformas de apartamento, mimos a policiais e compra de viaturas incompletas. Por conta da tentativa de delação do ex-coronel, o caso vem sendo chamado de Lava Jato da PM nos bastidores.

“Verifica-se que esta Corregedoria apura com rigor os fatos ocorridos no DSA-CG [Departamento de Suporte Administrativo do Comando-Geral], porém com total parcialidade, tendo em vista que muito embora tenha conhecimento da participação e conhecimento de outros oficiais superiores, sequer (sic) foram ouvidos, limitando-se a investigar com rigor extremo o denunciante”, diz o documento obtido na íntegra pelo R7.

Adriano era oficial da PM até 16 de agosto deste ano, quando foi julgado pelo TJM (Tribunal de Justiça Militar), que afirma que o oficial teve seu posto de tenente-coronel cassado, assim como seu salário mensal — R$ 15.766,70 —  e pensão como reservista. Segundo o TJM, ele ainda foi expulso da corporação junto com a decisão.

R7 entrou em contato com os advogados do tenente-coronel, que não responderam até a publicação desta reportagem.

O PM teve seu pedido de Habeas Corpus negado pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) na última quarta (27), que cita o relatório da promotoria. Na decisão, o ministro Ribeiro Dantas defende a prisão preventiva de Adriano afirmando que mesmo com o passaporte retido, o policial poderia fugir a um país membro do Mercosul.

A decisão também afirma que Adriano ameaçou um parceiro, exigindo “ficar calado, pois estaria mexendo com peixe grande”.

Questionado, o MP confirma o interesse de fazer um acordo de delação premiada, e afirma que “no momento, as informações estão sob análise, não cabendo ao MP tecer qualquer tipo de consideração sobre tais tratativas”.

207 crimes

De acordo a denúncia, de 10 de abril de 2017, o esquema teve início em meados de 2005, quando a empresa Construworld LTDA foi contratada para um serviço de reparo no lago de carpas do quartel do Comando-Geral, na região da Luz, em São Paulo.

A empresa de materiais de construção é acusada de ser o ralo por onde escoou dinheiro público através de licitações fraudulentas entre 2005 e 2012.

O relato diz que em “determinado momento” de 2006, o tenente-coronel comprou a construtora por R$ 5.000. O acordo, no entanto, foi verbal, e Adriano nunca figurou entre os sócios da empresa na Junta Comercial de São Paulo.

A partir deste momento, de acordo com a denúncia do MP, o PM assumiu o controle da empresa de materiais de construção e “fazia com que a Construworld celebrasse contratos de fornecimento de serviços à Polícia Militar. Estes contratos ocorriam, por vezes, através de dispensas (irregulares) de licitações. Em outras ocasiões, havia a concorrência com outras empresas, mas os resultados eram manipulados para que a Construworld fosse vencedora. No entanto, tudo era fraude para o desvio de dinheiro (…) tudo era ‘fachada’, simulação para desviar o dinheiro da Administração Militar em proveito do tenente-coronel Adriano e dos comparsas dele, sem que houvesse a prestação dos serviços ou o emprego de materiais nas formas como estavam nos editais e nos contratos.”

Segundo as investigações do Inquérito Policial Militar, os valores dos contratos de serviços e materiais não prestados somam R$ 7.164.973,57 (mais de sete milhões). O dinheiro seria recebido por Adriano na conta bancária da Construworld. A empresa fechou as portas em dezembro de 2012.

A denúncia no MP calcula que o prejuízo com a fraude ultrapasse R$ 300 milhões.

Reforma em apartamento

Na carta à Corregedoria obtida pelo R7, o PM afirma não ser o único beneficiário dos desvios, e cita 18 coronéis — o posto mais alto da PM — e um major da PM. Em forma de perguntas, ele sugere possíveis irregularidade nas quais os oficiais estariam envolvidos.

Coronel Camilo é questionado sobre o uso de verba pública para reforma do apartamento do filho
Coronel Camilo é questionado sobre o uso de verba pública para reforma do apartamento do filhoReprodução

Entre os citados pelo ex-PM está o coronel da reserva Álvaro Batista Camilo. Mais conhecido como deputado estadual coronel Camilo (PSD), Camilo foi comandante-geral da PM entre março de 2009 e abril de 2012. Segundo o relato de Adriano, Camilo teria utilizado policiais militares e recursos públicos para reformar o apartamento de seu filho Adriano Camilo.

O PM ainda sugere que a Corregedoria questione coronel Camilo sobre a suposta determinação de internar o filho em uma clínica de reabilitação utilizando recursos públicos.

Assim como a todos os citados, Adriano questiona ainda se Camilo recebeu cheque ou dinheiro em espécie para custear “despesas diversas”.

Em nota, a assessoria de imprensa do deputado estadual diz que “a alegação sobre sua pessoa é completamente infundada, provavelmente motivada por vingança, tendo em vista que ele, como Comandante-Geral, tomou conhecimento da denúncia e determinou imediatamente apuração, e o afastou das atribuições e o transferiu de unidade. Esta atitude culminou na perda de posto, patente e salário do ex-PM. coronel Camilo confia na isenção da Justiça”.

O coronel da reserva João Claudio Valério é citado como reponsável por determinar o pagamento de obrigações não inerentes à Polícia Militar.

R$ 21 milhões em tablets e mimos

Ao coronel da reverva Marco Antonio Augusto, Adriano questiona o que aconteceu com tablets e capas de colete que teriam sido comprados por cerca de R$ 21 milhões e descartados. Pergunta ainda se Augusto observou “mimos ou comportamentos diferenciados” a membros do alto comando, e se observou irregularidades como reformas custeadas pelo DSA-CG a outras unidades da PM.

Trecho da carta à Corregedoria onde Adriano questiona o fim de R$ 21 milhões em tablets e capas de colete
Trecho da carta à Corregedoria onde Adriano questiona o fim de R$ 21 milhões em tablets e capas de coleteReprodução

O coronel da reserva Kooki Taguti é questionado pelo período à frente do DSA-CG, em que teria recebido vantagens vinda de escalão superior e não tomado nenhuma “medida pertinente em relação aos fatos apurados”. Laerte Veloso Pazzoto, também coronel da reserva, é questionado se recebeu do DSA-CG materiais e serviços em unidades onde serviu.

O ex-coronel questiona a existência de mimos da corporação ao coronel da reserva Marco Antonio Augusto
O ex-coronel questiona a existência de mimos da corporação ao coronel da reserva Marco Antonio AugustoReprodução

O ex-coronel Adriano questiona ao coronel da reserva Vagner Bernardo Maria se recebeu ordem do diretor da diretoria de finanças para realizar uma auditoria interna nas UGEs (Unidades Gestoras Executoras — órgãos que, pela lei, utilizam o crédito recebido de outra unidade).

Viaturas incompletas

Ao coronel da reserva Marcus Vinicius Valério, Adriano questiona se, quando estava lotado na DAL (Diretoria de Apoio Logístico), teve conhecimento de que o órgão recebeu viaturas Fiat Palio Weekend básicas, mas pagou pelo modelos ELX, completo. Adriano sugere que a Corregedoria questione se Valério autorizou o recebimento do básico, apesar do veículo completo constar nas notas fiscais; se sabe a diferença de preço entre um modelo e outro, e quantos veículos foram adquiridos.

O coronel da reserva Marinho Oliveira é questionado sobre se recebeu materiais e serviços para reformas no DSA-CG. O coronel da reserva Audi Anastácio Felix é questionado apenas por receber verba em dinheiro ou cheque da DSA-CG “para custear despesas diversas”, questão feita a todos os envolvidos. E o major Marcello Hideo Takarabe é questionado por receber verba do DSA-CG quando atuou no Comando-Geral como ajudante de ordens do comandante geral da PM.

Outro lado

R7 solicitou à SSP entrevista com todos os oficiais citados na carta do ex-coronel Adriano, e questionou a pasta sobre qual foi o encaminhamento dado pela Corregedoria às denuncias feitas em maio pelo ex-oficial preso. Em nota, a SSP respondeu:

“A Corregedoria da Polícia Militar instaurou, em 2015, IPM [Inquérito Policial Militar] para investigar fraudes em licitações ocorridas na seção de finanças do Departamento de Suporte Administrativo da Polícia Militar. O inquérito foi relatado à Justiça Militar em abril de 2017.

A SSP esclarece que não compactua com qualquer desvio de conduta e ressalta que todas as denúncias contra policiais, civis ou militares, são rigorosamente investigadas pelas respectivas Corregedorias. Se comprovada as irregularidades apontadas, os responsáveis podem penalizados civil e criminalmente”.

  1. TÁ BOM,

    ALGUÉM JÁ LEVOU ESSA REPORTAGEM PARA A REDE GLOBO E ENTRE OUTRAS EMISSORAS IGUAL EU JÁ FIZ QUANDO AS ARMAS DA rota FORAM ROUBADAS POR UM BANDIDO DESSA FACÇÃO CRIMINOSA?

    PERA AÍ, ESTOU OCUPADO AGORA E ATÉ AMANHÃ JÁ INFESTAREI OS NOTICIÁRIOS DAS EMISSORAS DE TV.

    BANDO DE VAGABUNDOS, BANDIDOS fardados, LIXOS DA SOCIEDADE, FALSOS MORALISTAS, MARGINAIS, CORRUPTOS, SUJOS…

  2. O OFICIAL DA pmesp E A SUA CAPELAPORCARIA (capelania) PADRE OSVALDO NÃO FOI CITADO É?

  3. CADÊ O JACA HEIN?

    A COISA PEGANDO FOGO AQUI E ELE DESAPARECE NESSA HORA SÓ PQ AINDA NÃO APRESENTOU O SEU DIPLOMA PARA NÓS.

  4. Quero ver acontecer algo exemplar
    Vão pegar alguem e coloca lo na rua
    Quero ver punição para todos os envolvidos.
    Igual nossa cúpula do PSDB; roubam, mas estão blidandos pelo MP e judiciário.
    vão pegar alguem de bode expiatório
    Mas a cúpula esta livre.
    Quando e pt, e uma medida; quando e PSDB, outra bem mais leve.
    Só burro não vê.

  5. Bando de LADRÃO.
    Periga, apesar de só Oficiais Superiores citados, sobrar para alguns Oficiais Subalternos e Praças e estes sim, serem punidos.
    Bando de hipócritas.

  6. Quem não deve, não teme uma investigação imparcial e transparente. Honestidade é dever do administrador e direito do cidadão. disse:

    Em alguns comentários anteriores, postamos neste blog a verdadeira caixa de pandora que era a Diretoria de Finanças da PM.

    A PM recebe anualmente uma verba gigantesca do orçamento estadual para manter sua enorme estrutura administrativa e, boa parte das verbas que vinham da Senasp também era abocanhado pela PM neste Estado.

    No Gabinete do Secretário da Segurança Pública quem administrava todo esse dinheiro era o GPS(Grupo de Planejamento Setorial) composto exclusivamente por oficiais e praças da PM.

    Na época em que o Secretário da Segurança Pública era o Drº Saulo, que é procurador de justiça do MP paulista,o responsável pelo GPS era o Coronel Valério que o acompanha até hoje e o Coronel Camilo também trabalhava no Gabinete como major.

    Os nomes referenciados na carta, realmente possuem ligações com a administração financeira da PM e do Gabinete da Secretaria de Segurança Pública durante os períodos citados, por conta disso, sem fazer qualquer acusação leviana em relação aos nomes envolvidos, os fatos são graves e merecem uma investigação rigorosa e transparente que envolva o Tribunal de Contas, o Ministério Público Estadual e o Tribunal de Contas da União, vez que também envolvem verba federal liberada pelo Ministério da Justiça através da Senasp.

    O Tribunal de Contas deste Estado tem em seus quadros ex membros do MP. O MP tem em seus quadros ex integrantes do oficialato da PM. O governo deste Estado tem em seu secretariado ex integrantes do MP.

    O MP é a instituição que detém a maior credibilidade junto à opinião pública neste Estado e no Brasil. Não acredito que, por razões obscuras ou políticas, o MP deixará de cumprir com suas atribuições constitucionais não investigando com rigor e transparência as acusações irrogadas pelo denunciante.

  7. Ja tem inquerito instaurado em alguma delegacia da capital para apurar? ou porque e crime militar?

  8. Iguais as aulas administradas para o praças, oficiais e oficiais superiores, que pelo regulamento são remunerados até 10 horas- aulas por mês, ou seja, caso administra 15 receberá apenas 10, com o jeitinho as 5 sobressalentes passa para o mês seguinte e sem a reposição da carga horária no período que ministrava aula, pois como não possue folha de ponto permanece o acordo de cavalheiros e após um ano será incorporado aos vencimentos.

  9. Crime contra a administração militar .

    Enquanto isso policial militar tomando tiro na rua e respondendo a sindicância por fazer bico !

  10. BOLSONARO, ASSIM COMO OS PMs ACIMA , TAMBÉM É RESERVA MORAL DA NAÇÃO?

    SEM OS AFRODESCENDENTES E AS MULHERES,L NÃO GANHA NEM PARA SINDICO DE PREDIO?
    “POLÍTICA NÃO É PIADA”
    Jair Bolsonaro é condenado a pagar R$ 50 mil por ofensas a quilombolas

    3 de outubro de 2017, 13h28
    Por Sérgio Rodas

    A imunidade parlamentar não autoriza ofensas contra grupos ou pessoas. Com base nesse entendimento, a juíza Frana Elizabeth Mendes, da 26ª Vara Federal do Rio de Janeiro, condenou o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais coletivos aos quilombolas e à comunidade negra em geral.

    Juíza observou que atitudes de Bolsonaro podem incitar reações “prejudiciais”.
    Reprodução
    A condenação decorre de uma declaração que o parlamentar deu no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro, em 3 de abril. Na ocasião, o deputado afirmou que a demarcação de terras indígenas e quilombolas atrapalhava a economia e criticou os moradores desses locais.

    “Eu fui num quilombola [sic] em Eldorado Paulista. Olha, o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada, eu acho que nem pra procriador [sic] servem mais. Mais de R$ 1 bilhão por ano gastados [sic] com eles, recebem cesta básica e mais, material, implementos agrícolas”, disse Bolsonaro na ocasião.

    A ação foi movida pelo Ministério Público Federal, para quem as palavras do parlamentar não tiveram apenas o intuito de expressar opinião política, mas de ofender os povos quilombolas e os negros. Em sua defesa, Bolsonaro alegou que está protegido pela imunidade parlamentar.

    Em sua decisão, a juíza Frana Mendes ressalta que política não é piada e o mandato parlamentar deve ser exercido de forma respeitosa. A magistrada observou que a conduta do parlamentar é usual e que suas atitudes ainda podem incitar reações “exageradas e prejudiciais à coletividade”.

    Ela explicou que o deputado estaria imune se tivesse apenas discutido a demarcação de terras quilombolas. Porém, ao dizer, “em tom jocoso”, que moradores da comunidade que visitou “nem pra procriador servem mais”, Bolsonaro não expôs apenas que discorda a política pública com o grupo, mas o ofendeu. A decisão, publicada nesta segunda-feira (2/10), estabelece que o dinheiro deverá ser revertido ao Fundo Federal de Defesa dos Direitos Difusos.

    Sem novidades
    Em agosto, a 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça decidiu que Jair Bolsonaro deve indenizar a também deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) por ter afirmado, em 2014, que não estupraria a deputada porque ela não merecia. Por unanimidade, o colegiado seguiu o voto da relatora do recurso, ministra Nancy Andrighi, pela manutenção da condenação de R$ 10 mil por danos morais estabelecida em primeiro e segundo grau.

    Por causa do episódio, o deputado tornou-se réu no Supremo Tribunal Federal por apologia ao estupro. A decisão foi tomada pela 1ª Turma em junho de 2016, por maioria, ficando vencido o ministro Marco Aurélio. A turma entendeu que as afirmações de Bolsonaro extrapolaram a imunidade parlamentar e configuram ofensa pessoal. O caso foi analisado pelo colegiado em duas ações: uma queixa-crime apresentada por Maria do Rosário (Pet 5.243) e uma denúncia da Procuradoria-Geral da República (Inq 3.932).

    Processo 0101298-70.2017.4.02.5101

    I

    Sérgio Rodas é correspondente da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro.

  11. Se fosse soldado, prisão perpétua no Romão. Como só dá “estrelinha” na roubalheira, não vai dar em nada. Todos morando em condomínios de luxo e rodando com carrão comprado com o dinheiro roubado do povo.
    Só dá ladrão e eu me arrastando para sobreviver com esse salário de fome sem revisão há 4 anos.
    Ou sejamos honestos ou roubemos todos juntos.
    Do jeito que a coisa anda tá valendo muito a pena ser ladrão neste país. Enche o bolso e não responde por nada.

  12. Pois é Silas, e vai fazer de tudo para ser presidente. Aí “phodeu” geral.

  13. A PM e os pms que se gabavam de ser reservas morais, devem estar fazendo incisões nos retos , sabem o que eu quero dizer,. Não tomam de marginais, fazem pior, roubam do erário publico, e com isso ceifam vidas de outros policiais, fornecendo armas defeituosas, coletes de qualidade ruim, viaturas com sérios problemas de fabricação. Então, o que tem na PC, tem na PM, corruptos que recebem de marginais, e corruptos que subtraem dos cofres públicos, que cá entre nós batem, no segundo quesito, de mil a zero na P.C. . Sendo assim, deixem a empáfia, a vaidade, e a mentirosa superioridade de lado, e pensem na unificação, para extirparmos esses cornoneis desonestos (até agora 19 da reserva) , e os corruptos da PC, e formarmos uma POLICIA forte contra os desmandos politicos, e contra a marginalidade que se aproveita da dicotomia policial para crescer e atacar os sofridos policiais .

  14. Isso aí todos já sabiam!!! Só o Ministério Público finge que não vê!! Assim como o governador finge que não vê os supervaloriza acima de 100 mil dos promotores e estes por sua vez fingem que não veem os desvios de dinheiro do governo, nas obras superfaturadas.

    Não tem salvador dá pátria. Todos querem dar uma mordidinha no dinheiro público

  15. Imaginem só…. o alto clero da Polícia Militar fazendo isso?????? Nunca, além de que, a reserva moral do estado qualifica nós, policiais civis, de ladrões. Os semideuses nunca fariam isso, logo sobrará para algum praça. E ainda tem a cara de pau de prejudicar muitos de baixo……

  16. O correto é o erário público ser ressarcido por todos os envolvidos, além da cana. Chega de ver cargos elevados em TODAS as esferas serem afastados, aposentados compulsóriamente e as investigações não chegarem a lugar algum. Ainda ficar com res furtiva???? Já é demais né…….

  17. ESSE BANDO DE LADRÕES SÃO LEGÍTIMOS TROMBADINHAS SEMELHANTES AO LADRÃO ROCHA LOURES QUE POR COINCIDÊNCIA FAZ PARTE DO PARTIDO POLÍTICO DO PAI DA pm O CHEFÃO MICHEL TEMER DO pmdb ONDE OS SEUS INTEGRANTES COMETEM CRIMES SEMELHANTES AO INTEGRANTES DA OUTRAS FACÇÃO pmesp.

    JACA, CADÊ VC PRAGA?

  18. V E R G O N H A
    NÉ DEPUTADO major OLÍMPIO?

    É PT, PMDB, PSDB, pmesp TUDO ROUBANDO NÉ DEPUTADO?

  19. sou reformado da PM< mais se soldado faz coisa errada eles dizem que é ladrão duas vezes pq é Policial e outra por estar fardado e é sacrificado, preso e condenado e romão gomes e agora coroneis, tem que ter o mesmo tratamento , alem de Coronel , Policial é ladrão duas vezes, tem que perder tudo também, o pau que bate no chico, tb bate no Francisco.

  20. ¨ A PM EM 2014 ENCERRA UMA SINDICÂNCIA SOBRE FRAUDES EM LICITAÇÕES ¨ Só esqueceram de dizer que foi o Tribunal de Contas de SP que constatou as irregularidades , que ha décadas ocorriam , porque se fosse pela vontade do Alto Comando da PM, as fraudes ficariam impunes, e todos os envolvidos riquíssimos . Bem , em se tratando de TJM e cornoneis envolvidos, é bem possível que só o ex cornonel Adriano fique preso e pobre .

  21. Ai, ai, ai,ai, ai……como é delicioso ver aqueles mesmos que sempre taxaram, os policiais civis, de ratões serem escrachados.
    É delicioso ver a reserva (in)moral se contorcendo para explicar o inexplicável só a fina flor, a nata, o creme de lá creme envolvidos em maracutais com dinheiro público, e nos que em tese tomanos uma nota de ladrão é que somos corruptos como pode?
    Pode umapaçoca desta!
    Explica ai Camilo & Cia!
    Será que a PM vai contratar a empresa de algum Coronel PM para conserta o seu telhado de vidro.
    Em consertando o telho de vidro quebrado ou mesmo reformando qual será o custo vão pagar vidro temperado e utilizar vido comum?
    Podem até colocar um acrílico vagabundo a preço de Blindex!
    Vão aditar a licitação para colocar uma bela clarabóia, ou melhor, vão pagar por vidros escurecidos de fabrica, mas vão aceitar os claros para depois colocar insulfilm de algum QSA milhão?
    Oh… quantas questões existências que estes oficiais PM tem que tomar!
    Oh… que dúvida cruel!

  22. Cama o Coronel Miler e sua “DEFENDA PM” para abraçar esse BO cheio de “estrelas” como as dele na condição de INDICIRATOS.

  23. Reapresentação de comentário decorrente da postagem intitulada: Lava devagar na PM – Matéria do “El País” insinua que o deputado Álvaro Camilo ex-comandante da Polícia Militar no estado de São Paulo recebeu dinheiro roubado do povo paulista.

    O Ministério Público deste Estado tem que deixar de ser governo para cumprir integralmente suas atribuições constitucionais. disse:
    22/09/2017 ÀS 15:34
    Como delegado de polícia trabalhei alguns anos com o Cel. Camilo, o qual sempre se mostrou uma pessoa diplomática, proativa e de fácil convivência. Durante esse período jamais ouvi qualquer comentário que comprometesse sua reputação, mormente no tocante à moralidade administrativa de suas decisões.
    Se porventura for procedente qualquer acusação nesse sentido, efetivamente, será uma desagradável surpresa.
    O ônus da prova cabe a quem acusa.
    Não basta bater a carteira e sair gritando pega ladrão.
    Tem que matar a cobra e mostrar o pau.
    Em se tratando de uma acusação grave como essa e dos eventuais protagonistas, é prudente ter cautela com vistas à preservação da imagem dos envolvidos.
    Agora, o que não pode é o Ministério Público deixar de investigar e a imprensa deixar de acompanhar o andamento das investigações.
    Agentes públicos e políticos corruptos, peculatários, etc., estão pulverizados por todas as agremiações políticas e pela Administração Pública de um modo geral.

    Faça, você mesmo (antes do MP) seu teste de honestidade em relação ao PILANTRA, SEM-VERGONHA E IMORAL Deputado Coronel Camilo. Pergunte para esse safado:
    1º) Qual nível de “conversa” ele, enquanto Comandante-geral, manteve com o então Comandante do CPI/8 – Presidente Prudente -, aquele dos grampos clandestinos cuja bomba foi divulgada aqui, no Flit, Coronel PM Homero de Almeida Sobrinho, sobre a inviabilidade de minha continuação naquele Comando, no final de junho/2009, para onde fui CHUTADO no dia 24/04/09, em nome de “movimentação por conveniência do serviço público”.
    2º) Qual “motivação legal” para que o então BANDIDO FARDADO, Major PM Daniel César Simões Teixeira, não me ter mantido na Unidade da PM da qual ele era Chefe Interino, na capital, por isso fui CHUTADO para aquele CPI;
    3º) Qual solução do Procedimento Disciplinar nº CMTG-105/362/2010, cujos PILANTRAS e BANDIDOS FARDADOS acobertados por ele, Coronel Camilo, se merecem, ou seja, da mesma laia;
    4º) Por que ele não me corresponde ao REQUERIMENTO S/Nº, de 18/03/17 (enviado por e-mail) acerca das PATIFARIAS perpetradas na ASSPM – Associação de Subtenentes e Sargentos – cuja direção causa inveja ao PCC.

    Esse falamansa, imoral, está no mesmo nível do pilantra, vagabundo e anônimo safado que, aqui, no Flit, semeou verossimilhanças sobre mim, MUITO PROVAVELMENTE na condição de “pau mandado” da cúpula da PM. Master é a “identificação” desse pilantra, anônimo o qual em 16/06/16, às 02h11mim, postou besteiras, aqui, a meu respeito. Tentei a real identificação do pilantra, sem êxito. Busquei apoio jurídico, mediante o Dr (Clauder) da Associação de Cabos e Soldados, mas, lastimavelmente, percebi-o no mesmo nível espúrio do comparsa dele, na tal Associação, advogado Eliezer Pereira Martins. Enfim, afastei-me deste espaço.

    Obs.: por “recaída”, não resisti à tentação de deixar de me manifestar acerca de reportagem desta magnitude, pois, certamente, acabará como embrionária da Operação Ratos de Botas.

  24. TIRA DECAP:

    Se o mínimo de probidade houvesse na Polícia Militar paulista, o BANDIDO FARDADO e então Major PM Daniel César Simões Teixeira teria sido EXPULSO, não apenas pela insistência como me tentou persuadir, com saturável insistência, nos dias 18 e 20 de fevereiro de 2009, a fraudarmos minha “avaliação de desempenho”. Como eu já estava sem função havia 01 (UM) ANO, no mesmo quartel, a única maneira que ele encontrou para se aventurar a escapar de um crime (o de improbidade administrativa), foi agravada para o cometimento de dois! Orgulhoso estratosférico, vaidoso pessoal, e, pior, “segurador de bronca” do CPA/M-6 – Comando das Patifarias Abafadas nº 6 – de Santo André, o berço do mensalão e da viatura M-10290, montada sobre veículo roubado.

  25. TIRA DECAP disse:
    04/10/2017 ÀS 20:10
    http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2017/10/04/ccj-aprova-demissao-de-servidor-por-insuficiencia-de-desempenho?utm_source=midias-sociais&utm_medium=midias-sociais&utm_campaign=midias-sociais

    Qual será a competência e a legitimidade moral e politica do avaliador? O servidor receberá o FGTS dos anos passados trabalhados; terá direito ao FGTS e ao seguro desemprego, ou só com ação judicial? Terá participação nos lucros como empresa privada? E o direito adquirido como fica? O FGTS dos anos trabalhados devem ser depositados como uma garantia de dignidade e sustentabilidade em caso de demissão.

  26. VALDIR DE SOUZA?
    FALA MEU PATRÃO, TUDO BEM COM O SENHOR?

    ESTÁVAMOS SENTINDO FALTA DAS SUAS POSTAGEM ONDE REVELA AS VERDADES CONTRA ESSA CORJA DE LADRÃO.
    SEJA BEM VINDO NOVAMENTE.

    AH, TÊM UM CIDADÃO QUE ANDOU DIZENDO AQUI NO FLIT QUE TÊM O CURSO SUPERIOR DESDE O ANO DE 1981 E QDO APERTAMOS ESSA PRAGA PARA QUE APRESENTASSE O DIPLOMA DEU UMA DE NERVOSINHO E ESTÁ MEIO SUMIDO DAQUI, É O JACA (JACARÉ SEM DENTE)

  27. VALDIR DE SOUZA

    Satisfação em vê-lo aqui novamente, estava com saudades de suas postagens rsrsrsrsr

    Saúde e paz amigo!

  28. Assédio moral, perseguição e domínio para cima do coitado do servidor concursado. E os direitos trabalhistas? O governo já providenciou o depósito do FGTS atrasado dos anos trabalhados? FGTS + 40% de multa aos demitidos, seguro desemprego, indenização pelo fim do direito adquirido por concurso público, direitos trabalhistas pelos anos trabalhados, e para o trabalhador sobreviver até conseguir um outro emprego. Direito adquirido garantia constitucional.

  29. Esse projeto não vale para policiais. Para polícia, auditor, procurador continua a mesma coisa .

    Agora, se isso for aprovado, vale pedir o FGTS corrigido.

  30. FGTS RETROATIVO SERIA UMA BOA.

    Ciclo Completo e Carreira Única disse:
    05/10/2017 ÀS 15:50
    Esse projeto não vale para policiais. Para polícia, auditor, procurador continua a mesma coisa .

    Agora, se isso for aprovado, vale pedir o FGTS corrigido.

  31. só está dando zica porque o Tribunal de contas do Estado que constatou as falcatruas. no caso do Cap. Waldir, ele quem denunciou , e não o tribunal de contas, motivo pelo qual , foi tudo para debaixo do tapete, e ele quem foi punido. Corja de safados. Agora queria saber onde está um sem vergonha que se denomina Tambaupress, que tem cachorrão no perfil, que deve ser seu namoradão, que dia desses, escreveu que delegado no regime militar não serviria para nada ? Digo pra menina, realmente não serviriamos para roubar como os oficiais da sua gloriosa instituição, 19 corNoneis , é mole ? Ladrão tem em todo lugar, mas na sua , bateu o record , vai para o Guinness book !

  32. VITÓRIA NA GUERRA disse:
    04/10/2017 ÀS 23:52
    VALDIR DE SOUZA?
    FALA MEU PATRÃO, TUDO BEM COM O SENHOR?

    ESTÁVAMOS SENTINDO FALTA DAS SUAS POSTAGEM ONDE REVELA AS VERDADES CONTRA ESSA CORJA DE LADRÃO.
    SEJA BEM VINDO NOVAMENTE.

    AH, TÊM UM CIDADÃO QUE ANDOU DIZENDO AQUI NO FLIT QUE TÊM O CURSO SUPERIOR DESDE O ANO DE 1981 E QDO APERTAMOS ESSA PRAGA PARA QUE APRESENTASSE O DIPLOMA DEU UMA DE NERVOSINHO E ESTÁ MEIO SUMIDO DAQUI, É O JACA (JACARÉ SEM DENTE)

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK O Jakkkkkkkkkkkkkkaré é inocente útil. Ele é capaz de acreditar que os pontos Cardeais são 3: Norte e Sul!

    Rsrsrsrsrs

  33. Nas 32 (TRINTA E DUAS) Subprefeituras da ge$$$$$$$$$$$$tão Kassabichona, havia “apenas e tão-somente” 31 (TRINTA E UM) Coroneis! Por mais paradoxal que possa parecer ….., “ninguém” sabia da máfia do i$$.

    Quando bate a “amnésia”, ninguém nunKassab de nada!

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  34. TIRA VÉIO disse:
    05/10/2017 ÀS 11:16
    VALDIR DE SOUZA

    Satisfação em vê-lo aqui novamente, estava com saudades de suas postagens rsrsrsrsr

    Saúde e paz amigo!

    Obrigado pela confiança!

    Se vc acha que minhas postagens eram contundentes …. quando, então eu começar a revelar a BANDIDAGEM EXPLÍCITA reinante na ASSPM – Associação de Subtenentes e Sargentos -, com a participação direta do Presidente BANDIDO, Marco Antônio Zanca e com a anuência tácita do COVARDE Deputado Coronel Camilo, então vc vai perceber que a PATIFARIA é, incontestavelmente, generalizada!

  35. Trabalho
    ENVIAR POR E-MAIL
    05/10/2017
    Estado de SP paga amanhã reajuste para professores
    Larissa Quintino e Leda Antunes
    do Agora

    O governo do Estado pagará, amanhã, um reajuste de 10% concedido aos professores da ativa e aposentados da educação básica 1 (PEB 1).
    A medida vai beneficiar 112 mil educadores, segundo a Apeoesp (sindicato dos professores estaduais).
    Com o reajuste, o piso estadual da educação será igualado ao federal e os salários subirão de R$ 2.086,93 para R$ 2.298,80.

  36. Valdir de Souza

    Caracas Capitão, então o negócio vai ferver.

    Tô aqui pra ver suas postagens.

    Forte Abraço

  37. Enquanto isto o Dapena falando de corrupção no Deic há não sei quantos anos atrás….pseudojornalista se compra com medalhinhas mesmo

  38. TIRA VÉIO disse:
    06/10/2017 ÀS 0:53
    Valdir de Souza

    Caracas Capitão, então o negócio vai ferver.

    Tô aqui pra ver suas postagens.

    Forte Abraço

    Quando citarem o O$vadio Capeladrão PM a casa (de Santo Expedito) vai cair fielmente! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  39. VITÓRIA NA GUERRA. disse:
    09/10/2017 ÀS 12:43
    EU NÃO CONSIGO ENTENDER ESSA pm.

    É UM ATO BONITO LEVAR AS CRIANÇAS INDÍGENAS A UM PARQUE DE DIVERSÕES; MAS COMO FICA SE UMA DESSAS CRIANÇAS INDAGAR O GENTIL pm SOBRE A LAVA JATO PAULISTA?

    http://turismo.ig.com.br/2017-10-06/pm-ambiental-hopi-hari.html

    Nesse caso, o “especialista” em segurança pública, Coronel “Pijamizé” Vicente poderia explicar, aliás, desde que não roubasse o bordão de Rodrigo Janot, aquele da relação entre bambus e flechas. Poderia, no máximo, modificá-lo, ficando da seguinte configuração: São tantos ladrões na cúpula da “gloriosa” que vai acabar faltando flechas!

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: