Resposta do delegado de polícia Dr. Sergio Nassur acerca da morte de jovem revela certo “destempero” de causa…( Nada pessoal, Doutor! ) 57

Me vejo na obrigação de vir a este espaço para dizer a vc, Guerra, que a investigação está em andamento desde o dia do encontro do corpo. Pouco me importa se o corpo foi encontrado na Riviera ou em qualquer outra parte do município de Bertioga. Cumpro minha missão sem ter em vista o local ou o poder aquisitivo dos seus moradores e/ou frequentadores . Se a imprensa não noticiou o fato de imediato, problema da imprensa. Boletins de Ocorrência, como vc vem sabe, são públicos, inclusive aqueles registrados sobre fatos ocorridos na Riviera de São Lourenço. Não creio, e tampouco espero que vc conheça os fatos como eu, e disponha das informações de que disponho, além de seu evidente envolvimento pessoal com o fato, pelo registro de que conhecia a vítima, razões pelas quais vou relevar as palavras ásperas e absolutamente dispensáveis no que toca ao trabalho que vem se desenvolvendo, desde a descoberta do corpo, voltado ao esclarecimento do ocorrido. Digo somente que, para um blog que pretende informar, neste caso em particular, desinforma, misturando alhos com bugalhos ao tratar da investigação misturada a questões relacionadas ao local onde o fato ocorreu. Adianto que seus questionamentos serão devidamente respondidos pela investigação, e posso adiantar que eles não possuem fundamento fático. Abraço.
Sergio Nassur
Delegado Titular de Bertioga .
PS: aos médicos legistas de plantão no blog, e aos especialistas em suicídio aqui presentes, sugiro leiam um pouco de literatura especializada de medicina legal, relacionada ao enforcamento atípico (aquele em que o corpo ou parte dele toca o solo, em que o nó da corda não está na posição clássica e outras coisinhas do mesmo gênero).


Caro, Dr. Nassur:

Inicialmente, nem sequer o subscritor sabia que Vossa Excelência é o titular de Bertioga e responsável pelas investigações.

Nos desculpe pela desinformação e falta de cuidado.

Também pouco importava, a postagem não possui cunho pessoal. Não nos interessa quem seja o delegado “titular” de Bertioga.

Mas, acredite se quiser,  de suas virtudes,  competência e imparcialidade jamais duvidamos.  As conhecemos desde que Vossa Excelência era delegado de Praia Grande, lembra ?

Mas não é bem assim como o senhor argumenta !

A imprensa tem lá seus interesses, mas a Polícia Civil , também!

O Dr. trabalhou no DENARC, não é?

Se chama a imprensa quando interessa; se esconde quando a coisa não dá certo. Como naquela operação em que o respeitável delegado se viu envolvido e processado por obra de superiores . Absolvido, diga-se !

Com efeito, quando interessa – de pronto – a imprensa é acionada e até instrumentalizada para colaborar com as investigações. Quando não interessa, retira-se da pasta e decreta-se sigilo. Especialmente em casos cujo título do boletim não é muito esclarecedor.

Verdadeiramente, eu não tenho as informações que o presidente das investigações possui.

Neste sentido, Vossa Excelência até poderia nos informar – já que é público – qual a natureza do Boletim de Ocorrência?

Ah, nos mande cópia! Público é público.

Morte a esclarecer, homicídio,  averiguação de suicídio …O título direciona a instauração ou não de inquérito, não é?

Ou será que a Polícia Civil mudou desde a nossa ( minha ) demissão ?

Qual o número e a data da instauração do respectivo inquérito policial?

Se é que já foi instaurado…Morte violenta necessita  ( aguardar ) de laudo e relatório de investigador ( para instauração de inquéerito )?

Quem foi o delegado que compareceu – no sábado –  ao local de interesse policial?

Não vou dizer local do crime, não é ?

Já que pode ter sido suicídio …

Vossa Excelência fez o local ?

Repito: quem foi o delegado que viu o local?

Na polícia o perito dos peritos é o delegado; ninguém mais…

Quem divulgou as imagens do local?

O fato de eu ter declarado conhecer a morta significa envolvimento pessoal ?

Penso que não!

Mas se eu tiver interesse pessoal, qual o problema? Será que fui eu quem a matou?

Ora, apenas significa que  – além  da transparência do subscritor – diante do seu silêncio alguém nos buscou para noticiar um fato grave que ficou escamoteado pela Polícia Civil desde sábado até  ontem…

Não obstante,  Vossa Excelência  quer que eu diga o motivo: a menina era apenas uma PRETA , PUTA,  POBRE , não é ?

Ah, de São Vicente e pior: do Joquei Clube  ( um dos bairros mais pobres da Célula Mater da Nacionalidade ).   

Que se matou ou morreu em um localidade peculiar ( de gente branca e rica )  , cujas autoridades  para o bom viver da coletividade não praticam o “sincericídio”.

Meu caro, caso Vossa Excelência tivesse efetuado uma grande operação no mesmo sábado o resultado estaria em todos os jornais de domingo.

Não culpe a imprensa, não! Vossa Excelência pode se machucar!

Leia bem a sua argumentação: “Se a imprensa não noticiou o fato de imediato, problema da imprensa. Boletins de Ocorrência, como vc vem sabe, são públicos, inclusive aqueles registrados sobre fatos ocorridos na Riviera de São Lourenço”( “sic” ). 

Não é verdade, Doutor!

A Adminstração quando não impede dificulta, todo mundo sabe.

De qualquer forma,  o  propósito deste Blog – que não é lido por delegados de polícia – foi cumprindo: a polícia de Bertioga irá demonstrar que  os nossos questionamentos são despidos de fundamento fático. Assim, esperamos!

E Vossa Excelência , como responsável pela circunscrição, deu a cara a tapa…Parabéns, poucos dariam!

Por fim : posso prestar declarações ou depoimento sobre o nosso envolvimento pessoal com a morta, caso seja de seu interesse.

É só intimar!

❤️😍

http://picbear.com/media/1675921695809273717_5639213936

  1. Pessoal vocês receberam aquele cartão sodexo alimentação?

  2. QUEM QUER, ARRUMA UM JEITO. QUEM NÃO QUER, ARRUMA UMA DESCULPA.

  3. AINDA BEM QUE FLIT TÁ EM CIMA DESTE CASO, PORQUE SE DEPENDER DA POLÍCIA CIVIL DE BERTIOGA TERIA O MESMO FIM DA HISTÓRIA DO FILHO DO CABRAL. .

  4. Sei não Guerra… O Delta cagou na sua cabeça e do outro colega. Ficou parecendo briga de crianças. Hahaha
    O Delta de Bertioga foi um tanto pilantra também.

    O Dr.Sergio aqui é carreira de necrotério que atualmente trabalha na investigação e te afirmo que o afirmação do colega é totalmente plausível. A sua também, porém a sua “teoria” fica parecendo “vertente”. Igualmente ao Direito sua teoria não é a majoritária e neste caso está bem claro qual foi sua manobra.
    Não sou Legista, mas já trabalhei muito com isso e já li milhares destes Laudos. Por este motivo afirmo a ambos… Em casos como este se vcs não são Legistas é melhor aguardar o Laudo para não passar desinformação. Kkkkk

    Briguinha de luva de pelica? Pütz é o fim mesmo.
    Sucesso a ambos. E para o papagaio de pirata bajulador logo abaixo também.

  5. Sério mesmo? disse:
    10/01/2018 ÀS 9:00
    Sei não Guerra… O Delta cagou na sua cabeça e do outro colega. Ficou parecendo briga de crianças. Hahaha
    O Delta de Bertioga foi um tanto pilantra também.

    O Dr.Sergio aqui é carreira de necrotério que atualmente trabalha na investigação e te afirmo que o afirmação do colega é totalmente plausível. A sua também, porém a sua “teoria” fica parecendo “vertente”. Igualmente ao Direito sua teoria não é a majoritária e neste caso está bem claro qual foi sua manobra.
    Não sou Legista, mas já trabalhei muito com isso e já li milhares destes Laudos. Por este motivo afirmo a ambos… Em casos como este se vcs não são Legistas é melhor aguardar o Laudo para não passar desinformação. Kkkkk

    Briguinha de luva de pelica? Pütz é o fim mesmo.

    Sucesso a ambos. E para o papagaio de pirata bajulador logo abaixo também.

    Típica conduta de ex, deve ser síndrome.
    Certamente se encaixa perfeitamente para ex Delegado também!

  6. Preliminarmente parabenizo o Dr. Roberto Conde Guerra pela belíssima explanação. Indubitavelmente demonstrou grande conhecimento de como funciona as investigações dentro da gloriosa polícia Civil, infelizmente jamais irá mudar, trabalhei durante mais de 30 anos na corporação e posso dizer com sinceridade de conhecimento de causa de que os interesses são outros, mas espero que um dia mude, o que acho praticamente impossível, quanto ao senhor Nassur, espero exclusivamente que faça sua parte, determinando as investigações necessárias para elucidação do caso, mínimo que se pode fazer, independentemente de quem seja a vítima. Bom dia

  7. Pro gayrra defender tanto assim a coitada, pobre e oprimida, devia ser parente ou comes.
    Vai cuidar da tua vida guerra!

  8. Muito trmpo sem passar por este blog e ja me deparo com uma injustiça contra um Delegado competente, que esta fazendo seu trabalho, de muito melhor forma que esta policia nos proporciona. A maioria dos comentários é ridicula, fica bem claro que sao feitos por pessoas que nao conhecem nada de poicia, ou por puxa sacos.. Mas, o que mais me adimira é voce Guerra, falando de um dos melhores profissionais da polícia. Decepcionada

  9. Por exemplo, esse Renato, gostou de que? Qual é “a boa”? Explane Renato. Ou sua opinião é só concordar com a opinião alhria, sem nem saber com o que está concordando?

  10. Quanto ao comentario de Khoy, respeito sua opinião, como a de todos que rem uma, e nao só concordam…. Porem, o Guerra é Sr. e Nassur, Dr., ou Excelencia, como preferir….

  11. Adriana,

    Acho que você não entendeu nada, né ? Eu jamais falei do Dr. Nassur; ele foi quem veio aqui nos censurar por postagem anterior com argumentos despropositados. Mais uma vez: nems sequer sabiamos que ele era delegado em Bertioga. Diga-se de passagem , maior razão para puxassaquismo tem você do que os nossos leitores. Você trabalhou com ele e pode voltar a travalhar; os comentaristas nem me conhecem pessoalmente e muito menos algum dia trabalharão comigo. Quanto a sua observação , por ser advogado de profissão – muito antes de ter sido delegado – talvez eu mereça muito mais os títulos de Dr. e Excelência, mas prefiro o simples tratamento: você!
    Eu trato as autoridades policias por Doutor e Excelência por possuir educação de berço, além de ser advogado inscrito na OAB desde 1984. Advogados conhecem as normas protocolares, policiais em geral nem tanto. Mas como disse: educação e etiqueta vem de berço!

  12. Nao, nunca trabalhei com ele diretamente e, nao pretendo trabalhar, pirque estou prestes a me aposentar 🙏🙏🙏.Nao fosse por isso teria muito orgulho. Já tivemos (eu e você) nossos entreveiros antes e sei que estao estão resolvidos, mas, se quiser jogar meu ip, minha localização, de novo no blog, por mim tudo bem. Mas eu defendo o que eu sei que é certo, independente de qualquer coisa. Falo do que sei!

  13. E so para completar, esse negocio de Dr, Sr! excelencia! Para mim é tudo baboseira…..

  14. Cada um que colowue seus titulos, diplomas e afins em um quadro na parede e se faça respeitar!,,,,,

  15. Opa. Vou sim!!! Espero que você também descanse bem! Mas já que ainda se preocupa tanto com a polícia , procure alguém que não trabalhe, que esteja fazendo alguma coisa errada, Deixa quem está trabalhando em paz ok? 😘

  16. Engraçado né Guerra, você sempre teve o poder da palavra, da oratória, e agora fala como se “nós” não falamos, não faríamos, etc ” Mais uma vez: nems sequer sabiamos que ele era delegado em Bertioga. ” não sabíamos? Pra quem você vendeu o blog?

  17. É Guerra podia ter ido dormir sem essa.
    “Talvez eu mereça o título de Excelência…”
    Essa foi foda hein!
    Pelo Jeito Guerra o Sr. deve ter passado em algum concurso do Judiciário. Acredito q quando o Sr. foi demitido era dispensável o tratamento de Excelência.
    Isso q educação vem de berço hein…
    Cara… Baita mania de grandeza para depois se fazer de humilde.
    Acho q a galera já se ligou do seu perfil. Ainda assim vc tem uma quantidade enorme de puxa sacos! Parabéns! Preciso aprender mais com vc. Kkkk

  18. Overlord,

    Contextualize os comentários anteriores.
    Leia com atenção aquilo que a carcereira Adriana escreveu e a nossa resposta.
    E não se trata de mania de grandeza, trata-se de tratamento formal previsto em lei. Obviamente, no exercício da advocacia.
    Quando fomos demitidos o tratamento de Excelência era dispensável, mas nós o empregávamos em diversas situações além da obrigatoriedade ao tratar-se do DGP.
    Quanto á galera se ligar no meu perfil, no popular: “tô cagando e andando” pra galera.
    Por fim, você – sem falsa modéstia, deveria sim aprender mais comigo, mas como diz a máxima cristã: Não deis aos cães as coisas santas, nem lanceis aos porcos as vossas pérolas, para que não aconteça que as pisem …

  19. Minha linda carcereira Adriana,

    Nós ( eu ) não vendemos o blog; o uso da primeira pessoa do plural (nós, nosso ) é apenas uma maneira de tornar a argumentação um pouco menos pessoal e afetada . Mas quando eu digo nosso blog, quero dizer meu blog . Quando afirmo que não falamos, não faríamos ou não sabíamos quero dizer que não falei, não faria e não sabia. Entende?

  20. Adriana,

    Minha cara carcereira, você está trabalhando na sua real função?
    Aliás, alguma vez em sua carreira você exerceu as suas verdadeiras funções ?
    Pelo que sei, até pelas suas próprias palavras, você sempre trabalhou como secretária de luxo de chefias, né? Ciretran, inclusive!
    Ora, conforme sua argumentação, nem sequer preciso procurar .
    Na Polícia Civil são 35.000 fazendo alguma coisa errada , não fazendo nada certo ou ainda nada fazendo.

  21. Carcereira Adriana,

    Verdade, nós ( eu ) nunca falamos ( falei ) acerca do Dr. Nassur!
    Foi ele quem tomou a iniciativa de vir até o nosso ( meu e dos leitores ) Blog fazer objurgatórios contra o Guerra ( eu ). Apenas respondi, educada e elevadamente, às afirmações por ele lançadas. Aliás, não fui muito mais fundo para não ser indelicado!

  22. Carcereira Adriana,

    É baboseira para quem não possui cargo ou função merecedora de tal deferência.
    Do mesmo modo que todo pobre invejoso diz que dinheiro não traz felicidade.

  23. Srª. Adriana,

    Errado!
    Títulos, diplomas e afins não se colocam em quadros na parede, devem ser transformados em uma bela conta bancária e um belo patrimônio.

  24. Temerário falarmos de ocorrência alheia. Ainda mais pra os que não são mais da polícia.

    Tentativa de ser canal de imprensa, usando sensacionalismo de imprensa, escrevendo no plural pra retirar a pessoalidade…? É livre a liberdade de expressão, sendo vedado o anonimato… escrever no plural parece certo anonimato?!

    Mais juridicidade, técnica e ciência. Abaixo a especulação e emocionalização desnecessárias.

    Ninguém pode partir de premissas que não se sabem verdadeiras (especulações) para criticar trabalho alheio. Se desconfieis de algo, sugerimo-nos contratar(em) um assistente técnico para ajudar na perícia, tirarem Vs. conclusões e então emitirem certo tipo de parecer público (que evita – pasmemo-nos – até mesmo processos judiciais).

    saudações e paz a todos.

  25. Claro que não estou exercendo minha função meu querido. Até porque foi extinta…. você pensa que me diminui me chamando de carcereira? Kkkkk. Pobre de você que reduz seres humanos à carreiras. Eu prestei um concurso, não me reduzi à isso. Ao contrário de você que foi expulso e continua vivendo de passado.

  26. Carcereira Adriana,

    Não se faça de burra, o governo extinguiu os cargos vagos de carcereiros, mas a carreira continuará até que o ultimo de vocês venha a se aposentar ou mudar de carreira. Desculpa esfarrapada de quem não trabalha, não quer e nunca quis trabalhar na grade.
    Por falar nisso, a Cadeia Feminina do 2º DP foi desativada ?
    A de São Vicente está em plena atividade e com as suas carcereiras em suas respectivas funções.
    Minha querida, fala a verdade. Você nunca exerceu a nobre e difícil função. Você prestou o concurso que lhe era mais conveniente ( mais fácil ) , com a finalidade de por meio de apadrinhamento exercer funções diversas. Você se reduziu a ser uma espécie de parasita funcional. Aliás, você deveria sentir muito orgulho de eu me dirigir a Srª como Carcereira. Você se autodiminui por ser frustrada. Uma patricinha que se acha melhor do que as demais colegas de carreira. E aparentemente você não possui boa memória, deve ser os remédios que você usa. Pois foi você que tentou nos diminuir primeiro, quando disse que eu era apenas Sr. enquanto o Nassur era Dr. ou Excelência. E agora tenta nos diminuir outra vez reafirmando a minha demissão. Você acredita que eu me incomodo quando chamado de expulso. Ora, esse é o recurso de quem não tem capacidade intelectual e recursos culturais para debater conosco.
    E você é muito tola acreditando que eu continuo vivendo de passado ou no passado. Mas é bom assim!
    Querida, não adianta subterfúgios para disfarçar o seu recalque por ser carcereira, prá você tá bom demais!

  27. Títulos, diplomas e afins não se colocam em quadros na parede, devem ser transformados em uma bela conta bancária e um belo patrimônio. SIM!!!! Sei bem como está usando seus “diplomas” para escolher de quem fala. $$$$$$$$$$

  28. Carcereira Adriana,
    Adriana
    adriana.andrade150872@gmail.com
    179.215.46.215

    Títulos, diplomas e afins não se colocam em quadros na parede, devem ser transformados em uma bela conta bancária e um belo patrimônio. SIM!!!! Sei bem como está usando seus “diplomas” para escolher de quem fala. $$$$$$$$$$

    Sabe mesmo ?
    Então, compareça na Xavier de Toledo nº 154, lá no Campo Grande, e peça providências para o Dr. Assagra; apresente os seus fatos e os nomes DE QUEM EU NÃO FALO MEDIANTE $$$$$$. Mas, primeiramente, pergunte ao seu titular se ele me paga algum dinheiro para não ser falado no Blog?

    De qualquer forma, aguarde-me que eu representarei – amanhã mesmo – criminal e administrativamente contra a Sra. Depois irei lhe processar civilmente para aprender a ser urbana.

    Assim a diligente policial poderá fazer prova acerca de sua mentirosa insinuação.

    O I.P. de Guarujá e e-mail são seus, né ?

  29. Faca isso. 👏👏👏👏👏👏 e apresente provas de tudo que posta aqui! Nem vou dormir de tanta preocupação kkkkkkk

  30. Carcereira Adriana,

    Já estou fazendo, mas eu não tenho que apresentar provas de nada daquilo que eu posto aqui.

    A Sra. é quem vai ter que comprovar que eu emprego os meus “diplomas para escolher de quem falo” mediante $$$$$$$ ( dinheiro ) . Vamos ver o seu sono futuramente quando estiver respondendo a três processos .

    A Sra. ainda ri (kkkkkkk )fazendo pouco caso, pois saiba que vai descobrir na prática que quem ri por ultimo ri melhor!

  31. Comparecerei assim que for intimada por uma auroridade policial. Ex delegado e ex pm nao me intimidam

  32. Ok. Estou esperando. Mas eu sei que nao é o Conde Guerra respondendo 😋

  33. Carcereira Adriana,

    Passa o zap ou msn como você fez me pedindo favor quando o Dr. Estevão Urso queria lhe mandar para a carceragem e você pleiteava ser removida para Santos. Tá esquecida? Eu ainda tenho a conversa devidamente guardada.

  34. Claro que nao!!!!! Comparecerei chria de vontade defalsr a verdade. Todas as verdades que sei!,,,

  35. Carcereira Adriana,

    A verdade verdadeira sobre tudo e todos? Ou as verdades que dizem sobre a minha pessoa?
    Se for falar todas as que sabe comece pela sua família.
    Depois sobre aqueles com quem você trabalhou e certamente VIU muita coisa…
    Depois sobre si própria que nunca foi nenhuma santinha.
    Ao final você pode falar as verdades que ouviu dizer.

  36. Carcereira Adriana ,

    Nós vamos conversar no Fórum!
    Ameaçar sua família? Tá delirando !
    Chamar alguém de covarde pode caracterizar o crime de injúria, continue demonstrando toda a sua educação de berço, viu?

  37. Nunca! Nunca mais ameace minha familia , ok ? O que tiver que falar para elas, seja homem, e fale na minha cara. Entendeu?

  38. Carcereira Adriana,

    Agora eu percebi, além de não saber escrever corretamente você não sabe interpretar uma simples frase, não é ?

    Continue me ofendendo; posteriormente apresente na Corregedoria o seu atestado de desequilibrada emocional.

  39. Iremos sim! Chega de você falar o que quer , quando quer e sobre quem quer

  40. Blog de assuntos policiais ou programa da tarde comandado por Nelson Rubens?

  41. Carcereira Adriana,

    Pode ficar revelando a tua preferência sexual; aqui não temos preconceitos.
    Mas depois não fique reclamando quando o pessoal diz que a maioria das carcepas são lésbicas, né ?
    Vai dormir! Minha namorada acabou de chegar. Bjs

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s