Justiça começa a rever casos de militares afastadas por serem transgêneros 15

FANTÁSTICO – Edição do dia 04/02/2018
04/02/2018 22h11 – Atualizado em 04/02/2018 22h56
Justiça começa a rever casos de militares afastadas por serem trans
Situação motiva processos de aposentadoria de oficiais que não queriam ser aposentadas. MPF divulga recomendação às Forças Armadas.

Três mulheres lutam na Justiça pelo direito de poder trabalhar. Elas não têm nenhum problema de saúde nem limitação física, mas, mesmo assim, foram afastadas de seus postos nas Forças Armadas.
Em 1979, Maria Luiza era um rapaz de 18 anos apaixonado por aviões. O sonho virou carreira, e foram 22 anos servindo à Força Aérea Brasileira, até que a trajetória foi interrompida.
Quando Maria Luiza comunicou à Aeronáutica que era uma mulher trans e que iria fazer a transição, ou seja, que se tornaria uma mulher, todo o seu currículo de militar exemplar foi ignorado, e ela foi forçada a se aposentar.
No documento da aposentadoria, o diagnóstico, transexualismo, e, consequente, “incapaz definitivamente para o serviço militar”. Maria Luiza é a primeira transexual das Forças Armadas do Brasil.
QUEM SOU EU? VEJA SÉRIE PREMIADA DO FANTÁSTICO SOBRE TRANSGÊNEROS
O transexualismo também motivou outros processos de aposentadoria de outros militares que são transexuais e não queriam ser aposentados. Bruna é segundo sargento da Marinha, tem mais de 20 anos de carreira, está afastada de seu posto e, neste momento, luta na Justiça para não ser aposentada.
O procedimento é o mesmo adotado no caso de Maria Luiza. Primeiro, afastamentos consecutivos por problemas de saúde; quando a licença atinge o tempo máximo, começa o processo de reforma forçada. Mas, apesar do caso de Bruna começar como os outros, ele já é diferente.
Bruna está afastada, procurou a Defensoria Pública e entrou com uma ação porque queria muito voltar a trabalhar. E, pela primeira vez, um juiz decidiu que a militar tinha razão e determinou que o processo de aposentadoria dela fosse interrompido e que ela voltasse à ativa como segundo sargento da Marinha.
Para a Defensoria, “não há justificativa constitucional e legal para a reforma de um militar por motivo de identidade de gênero”. Para o juiz, o processo de reforma se fundamenta em preconceitos arraigados dentro da Marinha. A decisão determina que ela volta a trabalhar e que seja incorporada ao quadro feminino da Marinha.
Maria Eduarda é advogada da cabo Alanis, outra militar transexual que, desde 2015, está afastada do trabalho. A licença médica veio logo depois de ela informar que faria a transição de gênero. A advogada é a terceira mulher trans do Brasil a conseguir a inclusão do nome social na carteira da OAB, a Ordem dos Advogados do Brasil; ela também tenta na Justiça que sua cliente volte a trabalhar e que a transxesualidade não seja motivo relevante para a incapacidade para qualquer serviço, inclusive dentro das Forças Armadas.
Na semana passada, o Ministério Público Federal divulgou uma recomendação às Forças Armadas depois de analisar casos de aposentadoria compulsória de militares transexuais. O documento diz que: “Um inquérito civil vai apurar possível violação aos direitos humanos no âmbito das Forças Armadas Brasileiras – Exército, Marinha e Aeronáutica -, que estariam reformando sistematicamente militares por conta da condição ou opção sexual”. Veja mais na reportagem do Fantástico.

  1. Não tenho dúvidas, o final dos tempos se aproxima! Homem lutando para ser mulher! Mulher lutando para ser homem e aqueles que defendem a sociedade, são tratados como alienígenas, quanto eu, nesse momento! Fui!

  2. O SR. VÊ, SR. ” jfrank” ! , E O O BLINDADÃO, QUE ATÉ A CUECA É DE AÇO, FICA EM JP, COM SUAS ” gatinhas” CONTUMAZES. E, SÓ DIZENDO. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  3. Deixa os caras na deles. Trabalham e pagam impostos como qualquer outra pessoa.

  4. Blindada quando tira a cueca de aço libera o anel de couro, e fica aí com duas gatinhas de tromba namorando com o bumbum.

  5. HEI , OCIOSO LOGO AI ACIMA !, TU DEVES ESTÁ QUEIMANDO MUITO A ROSCA NUM É SEU PEDERASTA !, POIS DIUTURNAMENTE TU NÃO SAI DO SITE. VAI TRABALHAR SEU ” NADA”. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  6. se todos os problemas fossem desse tipo…tava bom

    masss…..o salário..óóó

  7. Blindada tá diuturnamente ardendo , a menina do Brejo com seu corsinha 95 ficou bravinha, kkkkk, demente.

  8. HEI, NADA AI DE CIMA !, NUM FOI O “MALVADEZA” QUE TE MANDOU PRA O P.E.P.C. E A SEGUIR RUA ?…. EITA ” ex tirinha pé de chinelo ! “. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  9. Apareceu ele de novo, esse imbecil do blindado. Vá jogar truco na praça, trouxa.

  10. Blindado analfabeto , se quer zuar alguem pelo menos aprenda o nome do departamento , que é P.P.C. , energumeno , o lugar onde vc deveria ter ido , pq prevaricação tb e crime seu prevaricador covarde , alem de cagueta.

  11. ainda bem que sou PC……….. na minha instituição não temos estes problemas…
    la o cabra é macho ou é mulher…………………….

  12. HEI, ” Ex tira por opção” ! TU ENTRASTE, FAZ PARTE) DE QUAL DAS ESTATÍSTICAS DE SAFADOS MANDADOS INICIALMENTE PARA O P.E.P.C. E POSTERIORMENTE PARA O OLHO DA RUA, A DE 2016 OU 2017. SEU MANÉ, S.M.J., O PRESIDIO ESPECIAL DA POLICIA CIVIL ( P.E.P.C), JAMAIS FOI DEPARTAMENTO. VAI ZÉ RUELA DO KCT. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  13. Retardado blindado , o Especial já caiu a algum tempo seu cagueta sem informação, burro demente , prevaricador covarde , 20 anos de classe especial se escondendo atrás de sua covardia caguetando e falando bosta dos correrias coisa que vc não tinha coragem de ser , corsinha 95 , e tb não tinha coragem de prender quem fazia os truques seu prevaricador covarde e fofoqueiro , o lixo do estrume da PC , seu resto de aborto.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s