Resposta ao investigador de polícia Eduardo Lanzetta Packer & Cia. sobre os direitos de um ex-Delegado opinar sobre a conduta de quem quer ser Presidente da República 36

Brasileiras, pensem bem antes de votar em Bolsonaro ( pretenso ex-praticante de adultério ) e denunciem seus maridos, companheiros ou namorados que tentarem obrigá-las a votar em qualquer candidato que ainda pensa que mulher deve ser submissa aos homens, saco de pancada e deposito de esperma 21

Eduardo Lanzetta Packer Lembrando que esta é apenas a opinião de uma pessoa que foi exinerada ao bem do serviço público.

Resposta em autodesagravo 

Caro investigador Eduardo Lanzetta Packer, tomei conhecimento do seu comentário acima publicado no Facebook e como se trata de uma tentativa abjeta de desqualificação pessoal, vinda da parte de um policial civil , tomo a liberdade de esclarecer que   não fui exonerado “ao bem do serviço público” (sic) como você escreveu e deve escrever: “ao bem” .

De se conferir o Estatuto, a LOP e a gramática.

Aliás, não existe exoneração “ao bem” ou a bem do serviço.
Cabendo esclarecer-lhe que exoneração não é penalidade; é mero desligamento de quem não é estável ou de quem , por exemplo, ocupa cargo comissionado ( de confiança ).
Eu fui demitido, verdadeiramente!
Demissão simples; sem a qualificadora “a bem do serviço público” , que é aquela penalidade aplicada a quem comete graves crimes; dela decorrendo , além do desligamento do funcionalismo público, uma série de consequências.
Impedimento de exercer a advocacia, por exemplo!
Apenas para ilustrar, fui demitido e , subsequentemente, voltei a advogar com a mesma inscrição na OAB,  que obtive em 1985.
Mas voltando à demissão, o meu grave pecado funcional foi nunca ter suportado bandidos policiais e  policiais insipientes como você; do tipo  que nem sequer conhece o regulamento policial , muito menos sabe argumentar de forma inteligente sem desqualificar o interlocutor.
Mas se arvora a voz de todas as verdades , alimentando um “phatos” de autoridade intelectual e moral ( falsa ).
Os ditos mais realistas do que o rei!
Inteligência é de se esperar de todo e qualquer investigador de polícia, mesmo daqueles , como o senhor , que ingressaram antes de ser exigida formação universitária ( NU ).
E o Sr, já conta mais de 20 anos na carreira, não é ?
Delegado de Polícia – querendo ou não querendo – nunca será!
Com efeito , o fato de eu ter sido demitido , expulso ou seja lá como queira denominar o meu desligamento do cargo de delegado de polícia que ocupei por 23 anos , não me impede de opinar sobre nada, especialmente sobre política e candidatos.  E ainda que eu tivesse sido demitido por ser corrupto poderia opinar sobre a conduta moral e familiar do seu candidato.
Mas como o Sr. bem sabe,  não fui corrupto e nem fui demitido por crimes contra a Administração Pública.
Também nunca transei com colegas , funcionários e amantes em meu gabinete de trabalho; muito menos registrei filhos à vista do exame de DNA.
Assim , obviamente, além de não saber escrever corretamente e argumentar, o Sr. também não sabe nada sobre Direito e sobre a Constituição Federal.
( Por favor, não me venha surpreender dizendo que é bacharel em Direito… )
Não passando de mais um tolo fanatizado acreditando que o seu “status” policial melhorará com o seu “messias” na presidência.
Ingenuidade a sua, para não dizer burrice.
Meu caro investigador   Eduardo Lanzetta Packer, o Sr. quis dizer que a minha opinião enquanto cidadão não merece crédito por eu ter sido demitido da Polícia Civil, mas diga-me qual é a autoridade , o crédito , que a sociedade tem pela opinião de um investigador de polícia ?
Cargo que além do pouco reconhecimento  e valorização salarial ( por conta de muitos como o Sr. ) é Justamente o cargo que  mais faz  demitidos “a bem do serviço público” e , também, o cargo que mais ocupa as instalações do Presídio da Polícia Civil, não é ?
Sim ,  fui demitido porque criei este Blog criticando e apontando as mazelas da Polícia Civil.
Enquanto o Sr. continua e continuará sendo sempre um investigador medíocre que se não for diretamente corrupto  para a corrupção concorre com a sua absoluta omissão .
Meu caro, fui demitido verdade!
Mas fui um bom delegado por 23 anos.
Vou repetir: o Sr. continua e continuará sendo um medíocre – e provavelmente inútil – investigador até a sua aposentadoria ( se a fortuna não lhe faltar, né? ). 
O Sr. será capaz de sobreviver e sustentar a sua família caso demitido?
Por fim, agora me rebaixando ao seu nível, em vez do valente investigador de polícia ficar nas redes sociais brincando de “jogos de guerra contra comunistas” vá praticar os seus deveres policiais ( já que recebe o salário pago pelo povo )  de prender roubadores , traficantes , homicidas , policiais corruptos, etc.
Mas isso eu sei que não fez, não  faz e jamais fará…
Tá escrito na sua cara o porquê…
Covarde!

  1. Até eu que não sou tira sei que exoneração é no probatório.
    Demissão é apenas para servidor estável.

    Feio

  2. Exoneração não é necessariamente no probatório.

    É o desligamento a pedido.
    Se vc achou feio…fez feio tb…

    • Plantão SP,

      Caro Prof. Dr. em Direito Administrativo, as nossas pouco abalizadas apreciações foram meramente exemplificativas; sem objetivo de esgotar o assunto. Mas observe que estávamos falando de exoneração enquanto ato unilateral ( da Administração , obviamente).
      Mas para o seu conhecimento , há também a exoneração “de ofício” quando o já funcionário toma posse noutro cargo público ou quando, tendo tomado posse, o servidor não entrar em exercício no prazo estabelecido, viu?
      Sabido!

  3. Pisou na bola Dr. Guerra, vc escrevendo essas besteiras atė parece que os Delegados algum dia na vida tiveram importãncia na segurança pública.

    • ELIAS,

      Honestamente, pode até ser que desde sempre os delegados de polícia nunca tiveram importância na segurança pública.
      Pode até ser que uma Praça da PM seja mais importante para a segurança pública do que um delegado.
      Mas se delegado não tem importância, consequência lógica, os seus subordinados ( no caso investigador ) , menos ainda!

  4. parabéns roberto conde guerra, respondem bem,,,e conheço vários policiais civis,, presos ,,absolvidos,,,., outros condenados em primeira instância , absolvidos, e depois demitido, etc……..e tem tb.aquela época ,quem tinha dinheiro,era reintegrado. ,não estou enganado……sucesso..

  5. Com NU ou sem NU, Tira existe em quase todas as policias do mundo. E o delegados de pelúcia ??… Ah esqueci, acho que só no Braziiill mesmo ķkkklkkkkkkkk

    • ELIAS,

      Errado , pelo mundo afora há policiais judiciários, agentes de polícia, investigadores criminais, detetives de polícia, patrulheiros, inspetores, sargentos detetives, tenentes detetives, capitães detetives, diretores de polícia ( estes formados em Direito ), etc.

      Tira é uma gíria própria dos argentinos e uruguaios para tratar os guardas fardados. No Brasil é empregado pejorativamente e indistintamente ( embora com um orgulho inexplicável ) para designar policiais civis em geral.

      Mas veja bem, no Brasil para alguém ingressar ( pela porta da frente ) na carreira de Delegado de Polícia deve ter sido , pelo menos durante três anos , um profissional ligado a área jurídica. O comum é ter exercido a advocacia profissionalmente ou, no mínimo, para facilitar a vida dos policias, ter sido TIRA pelo menos por dois anos antes de prestar concurso para Delegado.

      Qual a qualificação e experiência exigidas de um candidato a tira?
      Com NU ou sem NU: nenhuma!
      Antes o supletivo bastava; hoje qualquer diploma de Educação Física, serve.
      Em qualquer país sério para se tornar tira o candidato primeiro deve ter trabalhado muito tempo nas ruas como patrulheiro ou tentar o FBI com um belo diploma em Direito ou formação científica relevante.
      Você está rindo de si mesmo…Bobalhão!

      • Elias ,

        Complementando: tira na gíria dos “platinos” decorre das antigas fardas das guardas daqueles países. Gíria que a malandragem portenha empregava respeitosamente, até!
        No Brasil bandido não chama polícia de “tira”.
        PM é bota ( vem do coturno ) ; PC é “os verme” ( corrupto que não vale nada e sem palavra ) .

  6. Pqp, Guerra, se tu não tivesses sido majura, monge tibetano serias. Vá ter paciência assim lá em Lhasa para responder a esses provocadores que se aferram sempre a teu desligamento da casa, pois incapazes da dialética. “A palavras néscias, ouvidos surdos” ou enlouquecerás nessa fábrica de idiotas virtual que é a internet, onde encontraram ambiente fértil para se multiplicarem. E para a desgraça da humanidade, são maioria! Parafraseando o célebre anjo pornográfico (que fora um reaça empedernido), ou o sujeito se submete ao idiota ou o idiota o extermina. Que continuemos insubmissos!

  7. Tira canhoto,

    Ele é uma vergonha para a Polícia Civil e para a carreira dos investigadores de polícia.
    Ainda passou atestado de idiota para esse Bob Fernandes.
    É do tipo que se um dia fosse para uma desova deixaria a funcional ao lado do defunto…kkk

  8. Sabe Guerra, concordo com seus comentários sobre a situação do tópico. Mas, não estaria você agindo da mesma forma com o Bolsonaro já a alguns dias neste blog?
    Provar do próprio veneno nunca é agradável né não?
    Ah, mas claro que a situação é diferente pois …..blablabla…

    Blablabla
    Blablabla

    • Jamiro,

      Absolutamente!
      Ele é uma figura pública aspirante ao maior cargo deste país, será o responsável maior pelo bem estar de mais de 200 milhões de brasileiros.
      Erramos com Lula, erramos com Dilma e penso que não podemos errar pela 3a. vez consecutiva.
      O que ele fez no passado , ainda que na vida privada , demonstra as suas fraquezas mais comezinhas.
      Quem traiu a mulher e os filhos por uma aventura, também pode atraiçoar a pátria.
      Ele diz que não prática corrupção administrativa, mas cometeu corrupção de valores morais.
      Paradoxalmente, ele faz questão de se dizer defensor da moral e dos bons costumes.
      Se para ele a prática do homossexualismo ( ela deve acreditar que a homossexualidade é apenas fruto do livre-arbítrio ou de influências externas ) é conduta imoral; então o adultério , como maior razão , é mais imoral ainda.
      Aliás, imoral , ilícito civil e , outrora, infração penal.
      Tanto quando o homossexualismo o adultério é proscrito na Bíblia, embora – segundo a Lei de Deus soprada para Moises – somente a mulher casada fosse morta apedrejada, não é ?
      Um Presidente não pode ostentar esses pecadilhos em seu passado.
      Ele nem sequer seria aceito em Loja Maçônica ( de membros sérios ), viu ?
      Quanto a minha pessoa, não preciso provar nada a ninguém; a rigor nem precisava me dar ao trabalho de ficar respondendo às assacadilhas que recebo diariamente.
      Mas amo um bom debate e polemizar além de uma forma de exercício mental é prazeroso.
      E não se trata de digerir o próprio veneno, pois como eu disse nunca registrei filho à vista de laudo de DNA.
      Muito menos me separei em razão de a minha mulher não votar em quem eu mandei ela votar ( Separou-se afirmando que Rogéria havia deixado de seguir suas orientações nas votações e retirou o apoio à ex-esposa ).
      Sinteticamente, a questão aqui , em relação ao investigador , pura e simplesmente é que a minha opinião – segundo ele quis dizer – não vale nada por ter sido eu demitido. E da maneira que ele escreveu “exonerado ao bem do serviço” ( sic ) , está implícita a pratica de crimes contra a Administração Pública, demissão a bem do serviço público cujo motivo mais comum é a CORRUPÇÃO.
      É ladrão, logo não gosta do Bolsonaro!
      Verdadeiramente, você é inteligente e sempre honesto em suas colocações, sabe que não é mero…..blablabla…
      E diga-se de passagem, há dezenas de comentários no FLIT ( Facebook ) reprovando essa mesma postagem; não me incomodei com nenhum deles…
      Muitos publicados por PMs, aceito com toda naturalidade da mesma maneira que recebo elogios.
      Mas um policial civil deve pensar bem antes de me atacar moralmente…
      Há dois dias – conforme você pode ler no Blog – um delegado de polícia – no meu Face pessoal me chamou de ladrão pelo simples fato de eu ter compartilhado uma postagem de terceiros sobre alguns tipos de bolsonaristas. Eu dei a resposta lá; depois fiz a postagem aqui ( eu nem queria colocar aqui o referido texto der terceiros ), quem é polícia antigo sabe muito bem quem é o verdadeiro ladrão. Se tiver interesse em mais blá , blá, blá :
      Disse CARMINO PEPE : Voce prefere a quadrilha petista de esquerda insana, vai a merda ladrao

      Caro, Dr. Carmino Pepe,
      Inicialmente, o texto acima não é de minha autoria.
      Como destacado logo abaixo é de uma página que se denomina “SOU ESQUERDA E DAÍ?”
      O que não é o meu caso, pois não sou de esquerda , nem de direita.
      Aristotelicamente falando , acredito na moderação.
      Entretanto concordo em parte com o autor ( texto acima compartilhado no Face ).
      E Vossa Excelência , com o seu elegante e construtivo comentário,faz prova daquilo que foi descrito acerca dos simpatizantes do candidato em questão ; nada obstante não possa ser considerado desletrado.
      Quanto ao termo “ladrão” , caso a invectiva tenha sido dirigida a mim, devo esclarecer aos demais leitores que nunca fui.
      Agora não posso por a mão no fogo por Vossa Excelência ( nem quer lhe conheço pessoalmente ), valoroso delegado de polícia por tantas décadas titular de importantes Unidades da Capital.
      Se não foi ladrão , aparentemente nunca se sentiu incomodado com a ladroagem policial , não é ?
      Só a ladroagem política é nefasta?
      Quanto a ser ladrão, mais uma vez , qual a diferença da quadrilha petista para a quadrilha malufista ou a quadrilha do Valdemar Costa Neto ?
      Lembrando que o Dr. foi vereador pelo PL ( mesmo partido que ajudou a eleger e indicou o vice do Lula ) , não é ?
      E esse mesmo PL – pelo qual o nobre delegado aposentado foi eleito , era um partido ou uma organização criminosa ?
      Por fim, entre o Bolsonaro e o Geraldo Alckmin escolheria o segundo ( pelo bem do Brasil ) , mesmo tendo o governador decretado a minha demissão do cargo de Delegado de Polícia atendendo a pleitos e representação dos grandes ladrões de nomeada da corrupta Polícia Civil de São Paulo .
      Cujos dirigentes ( delegados ) sempre fizeram pose de virgens do puteiro!
      Um grande abraço!

  9. Entendo sua revolta, Administrador do Site, mas você fez textão. Quem faz textão, perde, são as regras da internet.

    • Incompetenta, Bolsominions e Anti-Bolsonaro,

      Deixe-me calcular…
      Hummmm, pelo que eu ainda tenho depois de 7 anos sem trabalhar, uns R$ 8.000.000,00 ( oito milhões )…mais ou menos…
      Sei lá, gastei muito só com putaria…
      Nem fazia conta, chegava pra trabalhar as 17h00, assinava uma papelada e metia a mão no que tinha na gaveta; depois tchau!

  10. Realmente o Sr. Não merece nem nunca mereceu pertencer aos quadros da polícia civil em qualquer cargo, não passa de escória que a polícia infelizmente teve a infelicidade de ter. Ouvi muitas coisas sobre o Sr. Não acreditei em muitas delas, mas pelo jeito seu caráter é questionável e o Sr. Não passa de um ex-policial que fez um monte de merda e culpa a todos bpor sua demissão.

    • Indignado,

      A sua opinião sobre o meu demérito e sobre o meu caráter questionável é insignificante.
      Na Polícia – e fora dela – só quem conviveu e convive comigo pode me julgar.
      Mas fiz “um monte de merda” , sim!
      A maior delas não foi a causadora da minha demissão…
      Ao contrário, a maior merda da minha vida foi ter ingressado na Polícia Civil; nela eu conheci o que é escória humana…( que a parcela honrada me perdoe ). Com um pouco mais de estudo , tranquilamente , teríamos ingressado no MP ou Magistratura. E nelas seria motivo de orgulho para os seus quadros e não do opróbrio que me é imposto pela escumalha que chafurda na Polícia Civil.
      E por escória não falo daqueles que apenas se adiantam financeiramente sem prejudicar o colega ou o superior hierárquico.
      Aí abundam honestos nefastos : bajuladores, fofoqueiros, parasitas, covardes intelectual e fisicamente , depravados e imorais de todas as formas.
      E não culpo ninguém viu , tenha certeza!

  11. Ao invés de responder à altura, o sujeito no facebook, que é onde foi postado o comentário, Guerra faz esse ataque pessoal, baixo e covarde, num blog que tem visibilidade de toda instituição.
    Que nojo de você! Realmente, um velho patético e tudo que te resta é esse blog.

    • Polizei,

      Já que o seu nojo por mim lhe obtura a atenção e a prudência, vou tentar aclarar suas ideias.
      Inicialmente, eu fui a vítima de ataque ( pessoal, baixo e covarde ) na página FLIT PARALISANTE mantida no Facebook, tudo que é publicado aqui ( salvo os comentários dos leitores ) é automaticamente publicado naquela página.
      Aqui como lá , a visibilidade “de toda a instituição” é idêntica ( a página é publica ).
      O seu colega não publicou na minha página pessoal ( para isso teria que ser “meu amigo” ) .
      Assim, tanto lá como aqui, tenho toda a legitimidade de refutar a intencional tentativa de me desqualificar.
      Baixo e covarde é todo aquele que , não concordando com uma manifestação escrita por alguém, não tendo atributos intelectuais para argumentar em contrário , tenta diminuir o interlocutor valendo-se da demissão como um certificado de “capitis diminutio maxima”.
      O investigador Packer , assumidamente , pura e simplesmente , tentou me humilhar e me submeter a uma situação vexatória.
      Com efeito, se ele procedeu corretamente, qual o problema da minha resposta ?
      Ah, o rapaz foi ridicularizado publicamente ?
      Por que você , então, não faz uma defesa à altura do investigador em questão?
      Não pode e nem saberia como fazer, né?
      Observe os seus termos: “nojo de você” , “velho patético” e “tudo que te resta é esse blog” …
      Sabe apenas ofender , desqualificar, agredir e amesquinhar …
      Será que você não tem vergonha – mesmo escondido sob o pseudônimo Polizei – de ser um boçal ainda maior do que esse Packer?
      Aliás, não há única intervenção sua neste Blog sem que aponte a sua língua-viperina contra mim: que nem sequer sei quem você é, aliás.
      Por fim, fique tranquilo , o investigador não será sindicado ou processado por tentar me ofender; ganhará muitos simpatizantes na Polícia Civil.
      Se tivesse me elogiado tava ferrado ( perdão pela palavra ).
      Agora, covarde ele foi…
      Mas você é mais covarde ainda do que ele, pois não mostra a cara.

  12. Esse Dr Guerra não deixa por menos.
    Está corretíssimo.
    Mas deixarei minha pequena colaboração jurídica:
    Exoneração trata-se de modalidade de VACÂNCIA de cargo público ao passo que Demissão, modalidade de PUNIÇÃO.

  13. Dr Guerra,

    Nem perde tempo… Os mesmos aqui criticando são os mesmos correrias que se doem quando se fala em corrupção e ladroagem.

    Temos muitos leões de teclado mas pessoalmente não tem disposição.

    Ignora essa corja… Na PC o correto é tido como zica mas o ladrão é bem vindo….

    Perde tempo não..continue expondo sua opinião…Quem não quer ler que não venha aqui…

  14. Não concordo com as posições a respeito do BOLSONARO.
    Votarei nele e o defendo!
    Dito isso, afirmo que é, na minha visão, baixeza tripudiar sobre demissão de colega.
    Ainda que não se goste da pessoa, ainda que não se saiba a causa real, com ou sem justiça.
    Triste demais ver a pessoa ir pra rua!
    Já vi. Cara brother e cara antipático.
    Triste!

  15. Não sei se foi ironia. Afinal conhecendo a maioria dos Delegados que têm por aí não me surpreenderia, pois eles fazem exatamente como o descrito pelo senhor. Só que às vezes chegam mais cedo. Simples fato pq o Sr escreveu isso:
    “Mas como o Sr. bem sabe, não fui corrupto…”
    “Enquanto o Sr. continua e continuará sendo sempre um investigador medíocre que se não for diretamente corrupto para a corrupção concorre com a sua absoluta omissão .”

    Bom o papo é com outra pessoa. Eu levantei a bandeira branca. Não pegava o “J”?

    Só um aparte como escreveu o Tired para mim:
    “Inteligência é de se esperar de todo e qualquer investigador de polícia, mesmo daqueles , como o senhor , que ingressaram antes de ser exigida formação universitária ( NU ).”

    Os três anos de atividade Jurídica é recente também.

    De fato o Sr pode opinar o quanto bem entender. Ter sido demitido não o desqualifica. Agora cobrar postura ilibada dos outros é um pouco demais. Kkkk
    Só mais um adendo…
    Tem mais Investigador no PEPC pq é a carreira q há mais servidores. Para ser corrupto não precisa pertencer a carreira X.
    Constantemente te atacam nesse sentido e constantemente o Sr ataca a carreira da pessoa. Hahaha

    Tired

    Sabe o que eu fiz em prol da minha carreira? O mesmo que o Sr. Vociferei no Flit. Kkkkk

    • Incompetenta, Bolsominions e Anti-Bolsonaro.

      Meu caro, tenho muito respeito e gratidão pela carreira dos investigadores, escrivães , agentes e operacionais em geral.
      Quando falei sobre o ingresso desse investigador , jamais quis dizer que então fossem despreparados.
      Com ou seu NU, a maioria dos investigadores com quem trabalhei eram muito inteligentes, alguns verdadeiras sumidades. Um deles , depois de se tornar delegado, obteve mestrado e doutorado e, atualmente, é mestre em uma das mais renomadas universidades deste país. Mencionei a demissão e a prisão de investigadores para ele refletir que a desgraça funcional pode abater qualquer um. Recentemente tivemos o caso de São José dos Campos. Assim quem sabe ele – e outros – reflita antes de tentar menosprezar alguém suscitando a demissão do cargo.
      Eu nunca exigi conduta ilibada de ninguém, salvo daqueles que exigem dos outros sem exigir de si próprio.
      O Sr. – pela sua carreira , diz que apenas vociferou aqui no Flit; como eu…
      Todavia, talvez o Sr. desconheça, antes de vociferar no Flit , vociferei ao meu Seccional, ao meu Diretor , na Corregedoria e, por fim, ao Ministério Público.
      Sempre por escrito e, para não deixar dúvidas, manuscritamente em papel almaço.
      Eu fui pra rua primeiro, a toque de caixa por procedimento irregular de natureza grave: FLIT PARALISANTE.
      Mas já trouxe para a vida privada – a bem do serviço público – três delegados.
      Infelizmente, alguns investigadores , a quem nunca quis mal ou quis atingir , posteriormente, com base nas minhas denúncias foram condenados criminalmente , com perda do cargo , inclusive!
      Há uma sentença criminal condenatória em que meu nome ( por força do meu depoimento judicial ) é mencionado pelo juiz 37 vezes.
      Resultado prático para a carreira e para a Polícia Civil, nenhum!
      Para a “minha” carreira: fim!
      Complementando, quanto ao “J” foi ironia, mas com base na conduta de delegado que me antecedeu numa determinada Unidade.
      Aliás, as 17h00 quando chegava, pois rotineiramente tinham que ir atrás dele .
      Resultado: por pouco não saiu algemado pelo GAECO ( Blat ) da delegacia.
      Como tinha corrida ( e molhava a mão da hierarquia ) foi absolvido, sobrando apenas a condenação e demissão para um escrivão , um tira e um funcionário da prefeitura.
      E como eu limpei a casa pondo todo mundo pra correr , acabei com a fama de filho da puta que queria foder todo mundo; e que apenas coloquei gente nova PARA ROUBAR SOZINHO !

    • Vergonha na Cara,

      Quem escreveu “demissão injustificada” ?
      Eu nem sequer falei que a minha demissão foi injusta!
      Disse ter sofrido a demissão simples , ou seja, sem a qualificadora “a bem do serviço público”.
      A segunda é desabonadora e impede o exercício de quaisquer funções públicas.
      Tenha vergonha na cara e vá pesquisar antes de vomitar sua ignorância.

      Artigo 74 – Será aplicada a pena de demissão nos casos de:
      I – abandono de cargo;
      II – procedimento irregular, de natureza grave;
      III – ineficiência intencional e reiterada no serviço;
      IV – aplicação indevida de dinheiros públicos;
      V – insubordinação grave.

      Artigo 75 – Será aplicada a pena de demissão a bem do serviço público, nos casos de:
      I – conduzir-se com incontinência pública e escandalosa e praticar Jogos proibidos;
      II – praticar ato definido como crime contra a Administração Pública, a Fé Pública e a Fazenda Pública ou previsto na Lei de Segurança Nacional;
      III – revelar dolosamente segredos de que tenha conhecimento em razão do cargo ou função, com prejuízo para o Estado ou particulares;
      IV – praticar ofensas físicas contra funcionários, servidores ou particulares, salvo em legitíma defesa;
      V – causar lesão dolosa ao patrimônio ou aos cofres públicos;
      VI – exigir, receber ou solicitar vantagem indevida, diretamente ou por intermédio de outrem, ainda que fora de suas funções, mas em razão destas;
      VII – provocar movimento de paralisação total ou parcial do serviço policial ou outro qualquer serviço, ou dele participar;
      VIII – pedir ou aceitar empréstimo de dinheiro ou valor de pessoas que tratem de interesses ou os tenham na repartição, ou estejam sujeitos à sua fiscalização;
      IX – exercer advocacia administrativa.

  16. Não conheço o doctor, mais é fato que na policia do seu Zé, fama de filha da puta geralmente é cabida aos honestos…

  17. Falar de demissão como insulto é, no mínimo, desconhecimento.

    A LC 922/2, que deu a VIA RÁPIDA, surgiu para demitir ad cautelam todo e qualquer policial que de alguma forma possa “manchar” a imagem de bom administrador do governador de plantão, sendo assinada pelo senhor Geraldo Alckmin.

    E funciona simplesmente dando o poder à Administração de demitir policiais acusados ANTES do julgamento.

    E como obviamente o poder corrompe, o poder absoluto corrompe absolutamente, não demorou para que o instrumento fosse usado para demitir qualquer um que atrapalhasse a corrupção, seja na forma direta de indiciar os “patrocinadores”, seja na forma indireta, por ser pego com “a mão na botija” e expor a cadeia alimentar da corrupção.

    O resultado foi que o PCC, em 2002 era uma quadrilha cadeeira enfraquecida por lutas internas e, após a LC 922/02, tornou-se um cartel internacional do crime. Mérito do Marcola? Na verdade, por mais talento para o crime que qualquer um tivesse, se a Polícia Repressiva funcionasse, ele não teria as oportunidades absurdas que teve.

    Como podemos ver cotidianamente, o PCC não apenas está crescendo, como já está substituindo o Estado em vários lugares, com as funções de Legislativo, Executivo e Judiciário.

    Há casos em que o demitido realmente sofreu a punição merecida? Sim, mas a corrupção já se tornou institucionalizada, ou seja, o aparente remédio na verdade é um veneno à saúde do paciente, a sociedade.

    Se alguém quisesse mesmo combater a corrupção, bastaria pedir uma vara específica em cada tribunal para julgar exclusivamente policiais. E, se com condenação, aí sim tomar as medidas administrativas. Mas vivemos no Brasil, com ouvindo só mais discursos políticos eleitoreiros para enganar a população, fragilizando o trabalho policial honesto, porque ninguém vai trabalhar de verdade sabendo que vai ser demitido isso.

    Ou seja, ser demitido, em muitos casos, é a prova da honestidade do policial.

  18. Pütz Guerra o Sr. Não dormiu hoje? Noite difícil pelo jeito.
    O vociferar não foi para o Sr e sim para o Tired de uma outra postagem.kkkk

  19. Caro investigador Eduardo Lanzetta Packer:

    Apareceram-me, neste espaço, reiterados insultos de um tal JACARÉ SEM DENTE…

    Uma malfadada espécie em extinção de “pau mandado” que NUNCA, JAMAIS, concitou, consultou ou convidou minhas “vítimas” a exercerem, neste mesmo espaço, respectivos direitos de respostas!

    Percebas a diferença entre o fato, em si, e a distorção malandra, intencional e CRIMINOSA do fato.

    Sinta-se, portanto, ENVERGONHADO do “toma-lá-dê-cá” entre a pm (em minúsculas) e a PC. Nem ouse duvidar de mim, a menos que me consiga desmentir que teria tido outro rumo o desfecho do acidente de trânsito provocado pelas Vtrs M-10290 e M-10220, enquanto “faziam racha”, na madrugada de 17/08/96.

    Opinar sobre fatos (ainda que envolvam “presidenciáveis”), é direito que assiste a todos.

    Teira, sim, quero crer, outro desenrolar o tal episódio, caso a vítima (arrancada das ferragens, depois de morta) se chamasse Elaine Gonçalves Packer.

  20. Essa pérola do investigador doeu na alma.
    Lembro – me de um investigador classe especial, aposentado faz uns 5 anos: seus relatórios eram dignos de pena. Inumeros erros.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s