São Paulo é um estado seguro? 65

São Paulo é um estado seguro?

Resultado de imagem para pcc

A principal bandeira de campanha do candidato à presidência Geraldo Alckmin é a segurança pública do Estado de São Paulo, que, nos últimos 17 anos, viu a sua taxa de homicídios cair aproximadamente 70%. Evidentemente, como todo político, Alckmin coloca essa redução como mérito de sua política de segurança, o que, obviamente, não poderia ser mais falso.

Antes de iniciar o assunto, é preciso dizer alguns fatos importantes.

1-) O número de homicídios no Estado de São Paulo caiu drasticamente desde o ano de 2001.

2-) Todas as estatísticas mundiais que medem a violência de um local, inclusive aquelas feitas pela ONU e demais entidades internacionais, levam em conta, quase sempre, apenas a taxa de homicídios. Ou seja, a quantidade de furtos, roubos, estelionatos, tráfico de drogas, e outros crimes, geralmente, não é levada em conta na medição de violência de um local, fazendo com que uma cidade X, por exemplo, mesmo assolada com todo tipo de delito, não seja considerada violenta se tiver uma taxa de homicídios baixa.

Ditas essas duas observações, vamos ao que interessa: São Paulo é um Estado seguro?

Como todos sabem, a facção criminosa PCC possui o monopólio do crime organizado em São Paulo. Não possui “concorrentes” à altura e, por isso, detém o domínio completo do tráfico de drogas de TODO O ESTADO. O grupo não apenas domina soberanamente o “mercado” das drogas, como também o dos roubos a bancos, caixas eletrônicos e carros fortes. Além disso, o PCC também cobra mensalidade de seus membros e, desta maneira, tem a sua receita aumentada em razão de todos os crimes praticados por seus integrantes, que ocorrem todos os dias, em todas as cidades de São Paulo.

Apenas por meio desta pequena introdução, sem se mencionar outras fontes de renda da quadrilha, já é possível ter uma noção da dimensão que o PCC alcançou e do faturamento que arrecada anualmente à custa do trabalho da população e da ineficiência estatal, o qual alcança a ordem dos bilhões de reais. Isso mesmo, BILHÕES DE REAIS POR ANO EM FATURAMENTO.

Ocorre que o PCC, para chegar ao tamanho que chegou, não se utilizou exclusivamente da violência. Além da imprescindível ajuda da ineficiência estatal, precisou atuar nas periferias e nas prisões como mediador de conflitos sociais. Quem não possui familiaridade com o trabalho de combate ao crime talvez não saiba, mas o PCC é respeitado não apenas pelo medo que impõe, como também por possuir um rígido código de normas que, por incrível que pareça, estabelece a solução violenta como medida a ser tomada em último caso.

Qualquer presidiário que permaneceu em alguma prisão brasileira nos anos 80 ou 90 pode atestar com tranquilidade sobre os “benefícios” advindos do o crescimento do PCC. Isso porque a facção proibiu atos indiscriminados de violência nas penitenciárias, bem como perseguições causadas por rusgas pessoais, levando, de certa forma, paz e tranquilidade a muitos dos detentos. Esse poder do grupo revertido em prol dos detentos, aos poucos, foi substituindo a autoridade estatal.

O poder aumentou tanto que, com o tempo, ultrapassou os muros dos presídios e veio para as ruas.

Neste contexto, toda unidade prisional, assim como todo e qualquer bairro de qualquer cidade do Estado de São Paulo, possui um representante da facção, que, além de cuidar dos “negócios” do grupo, fica incumbido de fiscalizar e dar cumprimento às regras vigentes. Em caso de descumprimento de alguma norma, o poder punitivo não será exercido sumariamente, posto que, antes da concretização de qualquer sanção, é instalado um “julgamento” do caso, em que as partes e testemunhas são ouvidas antes da decisão final.

Dado o tamanho do PCC, bem como pela estratégia de ocupar espaços para aumentar o seu poder, as “causas” que tramitam em seus “tribunais” dizem respeito a todo tipo de conflito, desde briga entre vizinhos e desentendimentos familiares, até estupradores e homossexualismo no grupo.

E é aqui que vem a principal informação deste texto: O PCC, via de regra, proíbe o homicídio.

Homicídios em um local levam até lá a presença policial, o que diminui o faturamento do tráfico, já que inibe os usuários de comprarem a droga. Lembram-se das “brigas de bar” que terminavam em morte? Das inúmeras campanhas nos anos 90 que pediam o fechamento dos bares depois das 22h? Essas mortes intensificavam o policiamento no local e prejudicavam o tráfico que era realizado justamente nestes mesmos bares e nas suas adjacências, revertendo em prejuízo à quadrilha.

Além disso, nos casos de desentendimentos entre bandidos, um bandido morto por outro diminui a renda da quadrilha. É melhor dois bandidos inimigos fazerem as pazes e continuarem dando lucro à facção, do que, aos poucos, irem se aniquilando até a extinção do grupo.

Deste modo, vemos que a grande maioria dos conflitos é solucionada com outro tipo de sanção que não a morte. Como já dito, apenas em situações específicas a “pena de morte” é aplicada, como, por exemplo, a estupradores, delatores, traidores e até mesmo a homossexuais que pertençam à facção e sejam descobertos. Ademais, TODO E QUALQUER HOMICÍDIO DEVERÁ SER PRATICADO DEPOIS DA AUTORIZAÇÃO DA FACÇÃO. Essa regra vale para todo o território abrangido pelo PCC, ou seja, praticamente todo o Estado de São Paulo, e quem descumpri-la também será morto.

Vale dizer que, depois de autorizado pela facção, o homicídio deverá ser praticado abertamente, para que todos tenham ciência do porquê aquilo está acontecendo e, também, para se demonstrar o poder do grupo, sendo proibido o uso de capuzes ou máscaras pelos executores do crime.

É por isso que a taxa de homicídios de São Paulo é INVERSAMENTE PROPORCIONAL ao crescimento do PCC no estado. Noutras palavras, quanto mais o PCC cresceu, mais os homicídios diminuíram. Os dois fatores estão umbilicalmente ligados.

Por tudo o que foi exposto, apenas uma pessoa muito ingênua acredita que uma política pública eficiente foi a causa da redução drástica dos homicídios em São Paulo. Alguém já viu política pública eficiente e tão exitosa no Brasil? Eu nunca vi.

Mas o presente texto não acaba aqui. É necessário, também, analisar se os últimos governos de São Paulo foram complacentes com essa situação por incompetência, ou se, por conveniência, deixaram as coisas tomarem essa proporção.

Como mencionado anteriormente, as estatísticas sobre violência de um determinado local tomam como base exclusivamente o número de homicídios ali ocorridos. Assim, hoje em dia, São Paulo é um dos estados “mais seguros” quando tomamos por base tais dados, visto que o número de homicídios por 100 mil habitantes é bem menor do que o dos outros estados brasileiros. Porém, quando analisamos outros tipos de crimes, como roubos e furtos, os quais NÃO SÃO PROIBIDOS PELO PCC, vemos que São Paulo ocupa posição de destaque, figurando sempre entre os cinco mais violentos. Que política de segurança é essa que só inibe assassinos?

Analisando desta forma, é possível dizer que o PCC fez bem para a imagem do Estado de São Paulo no que diz respeito à segurança, uma vez que o principal indicador de violência – a taxa de homicídios- desabou graças àquela facção, ao passo que as taxas de outros crimes violentos que não são levados em conta nessas estatísticas continuam estacionadas.

Um governador maquiavélico e inescrupuloso combateria o PCC ou seria leniente com a facção, já que, na prática, ela lhe presta um favor e lhe rende lucros políticos?

Vejamos:

Uma quadrilha altamente complexa, extremamente poderosa e muito bem organizada só se combate com uma estratégia muito bem planejada, elaborada pela inteligência policial. Neste caso, essa tarefa incumbe à Polícia Civil do Estado de São Paulo, órgão responsável pela INVESTIGAÇÃO dos crimes e combate às quadrilhas organizadas. Esse trabalho deveria ser realizado por meio de modernas técnicas investigativas, escutas telefônicas, equipamentos modernos, mão de obra qualificada e bem remunerada.

Ocorre que a Polícia Civil é aquela que atua de forma velada, uma vez que seus integrantes, por trabalharem com investigação, não usam fardas, trabalham muitas vezes infiltrados, suas viaturas normalmente são descaracterizadas e sua atuação não é percebida pela população de maneira imediata.

Por outro lado, a Polícia Militar é aquela que atua na PREVENÇÃO do crime, realizada por meio de patrulhamento ostensivo. São os policiais fardados que vemos na rua e que nos trazem sensação de segurança.

Em outras palavras, a polícia investigativa representa a inteligência e a polícia ostensiva representa a força. A primeira atua na investigação e a população não percebe sua presença na rua; a segunda, na prevenção ostensiva e, por isso, sempre é notada na rua pelas pessoas. A primeira prende com QUALIDADE, a segunda, em QUANTIDADE. As duas são de vital importância à segurança pública.

Como é possível perceber, a investigação é trabalhosa, demanda tempo, muito esforço e inteligência, e, via de regra, por não ter visibilidade para a população, é preterida pelos políticos, por não garantir frutos para a suas propagandas. Já o policiamento ostensivo é mais barato, é imediato, menos trabalhoso e possui visibilidade, coisa que os políticos adoram.

Nos últimos anos, os governadores do Estado de São Paulo têm optado por um modelo de segurança pública específico, em que o policiamento ostensivo (Polícia Militar) tem obtido praticamente todos os investimentos públicos. Em contrapartida, a polícia investigativa e inteligente (Polícia Civil), única apta a combater e destruir as bases dos grandes grupos criminosos, sobretudo o PCC, vem sendo gradualmente sucateada pelos administradores. E isso não é exagero. Basta ver a situação miserável em que se encontram as delegacias de polícia, o número irrisório de esclarecimentos de crimes, a falta de investimentos e o efetivo cada vez menor e que não é reposto, enquanto a população está aumentando constantemente. Alguns departamentos responsáveis por investigar o crime organizado estão com menos da metade do efetivo que tinham anos atrás. Isso sem contar no salário dos policiais civis paulistas, que, quando comparados aos dos outros estados do Brasil, fica nas últimas posições, apesar de São Paulo ser, de longe, o estado mais rico do país.

Por tudo isso que foi relatado acima, algumas conclusões ficam claras:

a-) São Paulo não é um estado seguro. Apenas possui uma taxa de homicídios baixa.

b-) A queda dos números de homicídios deveu-se ao crescimento do PCC, que, como regra, proíbe que tal delito seja cometido, exceto quando expressamente autorizado pela facção.

c-) O crescimento do PCC foi bom para o Governo de São Paulo, pois, de acordo com os indicadores mundiais, o estado é considerado um dos menos violentos do país, já que apenas a taxa de homicídios é levada em conta nessas estatísticas;

d-) O Governo de São Paulo fez um acordo tácito com o PCC, pois como a facção foi a responsável pela queda da taxa de homicídios, ela não é incomodada pela Polícia Civil e suas investigações.

e-) O Governo de São Paulo vem aumentando os investimentos na Polícia Militar, fazendo com que a população veja muitos policiais na rua e, com isso, tenha maior sensação de segurança. Evidentemente, uma sensação falsa.

f-) Como parte do acordo tácito feito com o PCC, a Polícia Civil vem sendo gradativamente sucateada e atualmente encontra-se em verdadeira penúria. Não são feitos investimentos, os seus homens não são repostos, faltam recursos materiais, e os salários, nos últimos anos, vêm sendo achatados. Para se ter uma ideia, um Investigador da Polícia Civil, que precisa ter nível superior para ingressar na carreira, ganha menos do que um Oficial da Polícia Militar, que precisa apenas do Ensino Médio para entrar na carreira, desproporção esta que não existia há duas décadas.

g-) A Polícia de São Paulo prende em bastante quantidade, mas em péssima qualidade.

h-) Os últimos governantes não se preocuparam com a população, apenas consigo próprios. Apesar de o PCC aterrorizar a população, a facção é útil aos governantes e lhes fornece material para propaganda, e por isso NUNCA FOI COMBATIDA. Pelo contrário, as políticas de segurança se adaptaram de forma a dar cada vez mais liberdade de ação ao grupo criminoso.

Escrito pelo leitor TIRA-DÚVIDAS

  1. Exatamente isso. Terrível.
    Reestruturação de carreiras daria um fôlego e um pouco mais de força, porém, nunca haverá uma graças a fogueira de vaidades, não existir interesse político e causar impacto aos cofre público.

    Fecha logo as portas ou começa do zero.
    A quem interessa esta situação? Com certeza muita gente.

  2. Se existe um crime, cujo aumento ou diminuição tem muito pouco a ver com a eficácia das forças de segurança, este crime é o homicídio. Até o fato dos cornos terem se tornado mais mansos nos últimos anos, por questões culturais, teve muito mais influência na diminuição deste delito do que qualquer política de segurança pública.

  3. Estatísticas….

    Estatística… parece mais a arte de “mentir com números”…..

    “Quantos de nós, mormente os – antigões – sabem muito bem que essas chamadas: Estatísticas – foram, em muito tempo, manipuladas ao bel-prazer de interesses de alguns…”.

    Qualquer Escriba que já foi chefe de cartório ou trabalhou com as “estatísticas policiais” sabe o que estou dizendo…

    (perdoem-me os estatísticos e matemáticos sérios!), mas

    Estatística está virando a arte de “mentir com números”…. Onde a criminalidade diminuiu???

    Eu (como conheço a nossa Puliça do jeito que é…) não acredito em estatísticas…

    Não acredito em certas estatísticas…. nem tampouco acredito nas ditas pesquisas eleitorais!

    Pergunte ao pobre coitado do cidadão cururú-comum, do fundão das periferias, como ele “sente a criminalidade” na sua região, pergunte se a “criminalidade diminuiu”…., diminuiu???

    Eu também nunca vi um entrevistador do Ibope e nem da DataFolha……

    rs rs rs rs!!!!

  4. saia na rua as 21.00 e ande por 15 minutos com um lindo celular na mão…… sem ser uma avenida..
    sentira o resultado

  5. Va p Diadema de Mercedes, Rolex e Montblanc. Qualquer hora do dia. Qdo e o estado que vc voltar, responderá sua pergunta.

  6. Este texto já tem sentido e pode ser aplicado ao restante do país e quem sabe à America do Sul devido à grande evolução do PCC, aquele que como o Serra e Alckmin bem ilustraram, não existe !!!!

  7. Esse Alckmim é um brincalhão, um fanfarrão. “Quem quer rir tem que fazer rir”. Será que ele não percebe que ninguém mais cair na lábia dele. Tá achando que somos mulher de malandro que diz que vai mudar e nunca muda. Os únicos que podem acreditar nele são mulheres pobres e burras.

  8. Acabou o romance: Temer chamando o picolé de chuchu de mentiroso:

  9. Bom dia

    Temer expôs a verdade afirmando que o PSDB é parte integrante do governo. Com isso: a candidatura do Geraldo Pinóquio Alckmin virou cinzas. Né, não?

  10. E lá vem a enxurrada de vídeozinhos.
    Santa paciência.
    Bando de IDIOTAS. Com certeza vou mudar meu voto e jeito de pensar depois de assistir a esses vídeozinhos.
    🤢🤢🤢🤢🤢🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🖕🏿🖕🏿🖕🏿🖕🏿🖕🏿🖕🏿🖕🏿🖕🏿🖕🏿🖕🏿🖕🏿🖕🏿🖕🏿

  11. Lula ainda está no jogo presidencial, apesar das fake news da velha mídia

    6 de setembro de 2018 por Esmael Morais

    Apesar das fake news da velha mídia, Lula ainda está no jogo presidencial e caberá ao ministro do STF Celso de Mello a decisão se ele continuará ou não em campo.

    Antevendo a rejeição de Edson Fachin, ao pedido pela suspensão da inelegibilidade, ontem mesmo a defesa do ex-presidente protocolou novo recurso ao STF.

    Os advogados de Lula na Justiça Eleitoral pleiteiam pedido de liminar no STF para que a corte suspenda a eficácia da cassação da candidatura do PT, até o julgamento do mérito da contestação.

    Após a decisão de Celso de Mello, o PT terá até o próximo dia 17 de setembro para confirmar Lula ou substituí-lo pelo vice Fernando Haddad.

    A velha mídia, que agora se divide entre Alckmin e Bolsonaro, luta para que o PT desista de Lula. Por isso os jornalões disseminam tantas fake news.

    Em tempo: por onde andam aquelas “festejadas” agências fact-checking?

  12. Alguém tem o vídeo do Michel Temer elogiando os parceiros da coligação do Alquimista para exibir neste blog? Coloca o vídeo do Temer aqui neste imparcial espaço virtual.

  13. Quem diria que o Michel Temer jogaria a última pá de cal na candidatura do Chuchu. Esta foi de f….der, quer dizer, de doer!!!

  14. Ladrões (de votos) utilizam-se desse mesmo “truque” (o da distração)!

    Quando Bolsonaro lança a subliminar expectativa de oferecer “retaguarda para policiais operarem”, está MENTINDO, DESCARADAMENTE! Não se deixe iludir: ele quer ganhar o debate sem ter razão. Ele quer laçar os incautos com a “liberdade de ação”; Cuidado: isso já se acha EXPLÍCITO nas excludentes de antijuricidade, O marqueteiro dele, certamente, o concitou a decorar alguns postulados (ou premissas) da Dialética de Arthur Schopenhauer!

    Lembra-te do seguinte bordão de Maluf: “Vou por a ROTA na rua”?

    Lembra-te do “Eu prendo e arrebento”, de Figueiredo?

    Lembra-te da MUITÍSSIMO RECENTE campanha do general Heleno, para arrecadação de fundo$$$ para a campanha do “pobre” Bol$onaro?

  15. Esther…ilizando a cabeça oca do Bol$o cheio!

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  16. Inocente, a “jornalista” não temeu a revogação da Lei da Palmada!

    Rsrsrs

  17. Eu li o texto e parecia que eu estava vendo um vídeo do tal Mano Bronw.
    Essa conversinha é balela, desculpem-me. É como chegar no PS e a equipe que lá está negar-se a fazer o serviço alegando que eles fingem que atendem porque governo finge que paga. Mas continuam recebendo adicionais, gratificações etc e tal. É a mesmíssima coisa.
    Aliás, antes das tais O.S que passaram a atuar na saúde () o povo suportava a falta de serviço combinada com greves. Agora, continua não tendo o serviço adequado, mas não tem mais greve. Continua ruim, mas está menos pior. E a folha de pagamento da Secretaria de Saúde não diminui. E por qual motivo o serviço nunca melhorou?! Na segurança é a mesma coisa.
    Quer exemplo concreto e atual: o tal do Museu da Quinta da Boa Vista, administrada pela UFRJ. Tudo lá pelas bandas da UFRJ relacionado a custeio de pessoal tinha elevação de gastos, menos o repasse que a UFRJ. no exercício da sua autonomia universitária, fazia para o tal Museu.
    A mesma coisa ocorre em São Paulo com a USP e o Museu do Ipiranga. A USP tem ORÇAMENTO CARIMBADO do ICMS. A elite da USP (entenda-se por docentes e Procuradoria) tem aumentos sistemáticos, mas as instalações da instituição, incluindo o Museu, não tem verba suficiente, caem aos pedaços.
    Desculpem-me, mas foge da razoabilidade lógica! Até entendo que um parlamentar – dado que hoje muitos dos quadros dos legislativos são provenientes de regiões periféricas, dominadas pelo crime e dependentes do crime para obter votos e apoio – possa estar “argolado” com organização criminosa. Para um Governador isso não é inteligente, nem produtivo.
    Quando se trata de Governador, penso eu, a lógica impede tal raciocínio. Manter o crime ativo representa gasto com folha de pessoal, e o custeio da folha (ineficiente) é trava para a execução de projetos políticos de impacto real. A atividade da criminalidade pode até interessar para os empresários () da segurança (e quem são os verdadeiros donos das firmas?!), mas é pouco inteligente que interesse a um Governador, em termos políticos, de realização.
    Lógico, na hora da eleição é outro papo. Mas durante a execução do mandado, nos quatro anos, manter a criminalidade ativa não é inteligente e nem produtivo.
    Duvido que em 2002, 2006 e dali por diante a população quisesse guerra. Duvido! A população burramente apoia greve de caminhoneiro (não compreende que sofrerá desabastecimento, alta de preços, queda da atividade econômica, perda de renda, aumento do combustível) e tolera tal ato de protesto SIMPLESMENTE porque não está impedida de sair de casa.
    Mas uma guerra entre polícia e bandido a população não aguenta. Não aguenta ficar trancada em casa.
    Esta, parece-me, é a única explicação para o tal “acordo”. Na realidade, penso eu, fez-se uma trégua porque cabia ao governante garantir a tranquilidade dos seus eleitores. E como a população e a opinião pública não aguentariam uma guerra, então o tal suposto “acordo”. E se a polícia cumprisse o seu “papel” naqueles tempos? Como estariam hoje os heróis de outrora?
    Esta semana reprisaram um entrevista com o protagonista da tal Favela Naval. Não conheço o bairro. Mas, na minha visão de leigo, uma favela movimentada às 00:00, em meados da década de 90, não era comum…E nem existia smartphone com câmera, mas filmaram direitinho, nos mínimos detalhes. E o que aconteceu com os PMs do episódio? Santos eles não eram… Mas a mídia caiu em cima. Se houvesse guerra em 2002, 2006…, a população ia apoiar? A polícia queria isso?
    Mas a segurança continua fingindo que trabalha, e continua pondo a culpa não em político, mas em governante.
    Para mim, o texto reproduz opinião de Mano Bronw e não de policial.
    (*) Parece que há uma investigação apurando o fato de uma O.S ter como sócio, administrador ou equivalente servidor da Secretaria da Saúde.
    (
    ) Vide (
    ). Não é a mesma coisa?

    Lamento, acho que o cidadão abaixo não merece cartaz. É mais um, vendendo e capitalizando seus produtos sobre a pobreza, garantindo a sua tranquilidade financeira. Mas posto o link apenas para demonstrar que o texto reproduz fala do citado rapper.

  18. Melhor post que já li no Flit.

    Já passou da hora dos policiais se unirem para desmontar essa farsa da segurança pública de São Paulo.

  19. Esfaquearam o Bolsonaro.
    Esse petista foi SENSACIONAL!
    VIVA O PT!
    VIVA A ESQUERDA!
    Ou mataram o Bolsonaro ou acabaram de eleger ele presidente….kkkk
    Qualquer dessas notícias é boa…kkkkkk

  20. Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em Juiz de Fora

    Candidato foi atingido na região da barriga quando estava sendo carregado nos ombros por um apoiador. Suspeito foi preso
    .
    Por Nathalia Alves, G1, Brasília
    06/09/2018 16h13 Atualizado agora

    Veja no JN: Jair Bolsonaro, do PSL, é esfaqueado em ato de campanha

    O candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro, levou uma facada na região da barriga durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), por volta de 15h40 desta quinta-feira, 6. Um suspeito foi preso.
    De acordo com um dos filhos de Bolsonaro, o deputado estadual Flavio Bolsonaro, o ferimento foi superficial e o candidato passa bem. Em entrevista à GloboNews, ele afirmou que o pai levou seis pontos. A TV Globo apurou, no entanto, que Bolsonaro foi levado para a sala de cirurgia e será operado. Há suspeita de lesão no fígado e na alça intestinal.
    Em nota, a Polícia Federal afirmou que Bolsonaro “contava com a escolta de policiais federais quando foi atingido por uma faca durante um ato público na cidade de Juiz de Fora (MG). O agressor foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia da PF naquele município. Foi instaurado inquérito policial para apurar as circunstâncias do fato.”
    O suspeito de ter dado a facada foi identificado pela PM como Adélio Bispo de Oliveira. Segundo informações da polícia, ele foi espancado e está muito machucado.
    No momento da confusão, Bolsonaro estava sendo carregado nos ombros por um apoiador de sua campanha, fazendo corpo a corpo com eleitores, na região do Parque Halfeld. Enquanto ele acenava para os simpatizantes de sua candidatura, uma pessoa se aproximou dele e, supostamente, deu uma facada no presidenciável.
    Bolsonaro é retirado às pressas por seguranças após ataque em Juiz de Fora (Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo) Bolsonaro é retirado às pressas por seguranças após ataque em Juiz de Fora (Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo)
    Bolsonaro é retirado às pressas por seguranças após ataque em Juiz de Fora (Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo)

    Momento em que Jair Bolsonaro leva facada em Minas (Foto: Reprodução Twitter) Momento em que Jair Bolsonaro leva facada em Minas (Foto: Reprodução Twitter)
    Momento em que Jair Bolsonaro leva facada em Minas (Foto: Reprodução Twitter)

    https://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2018/09/06/ato-de-campanha-de-bolsonaro-em-juiz-de-fora-e-interrompido-apos-tumulto.ghtml

  21. Agora o Bolssonaro terá que dar uma de 50 cent e usar colete nas caravanas!
    Aposto que o segurança do boçal será demitido depois dessa.

  22. a oposição esta desesperada mesmo hein ?????? mas que apelação !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    que a oposição aprenda uma coisa……

    se o MITO falecer devido a este atentado, os estrelinhas tomarão o poder …..podem apostar nisso……………….
    eles jamais deixarão estes bandidos quadrilheiros , terminar de acabar com o pais por mais 04 anos……………

  23. sera que os idiotas da oposição se esqueceram que o vice do MITO é um GAL de saco roxo da reserva ???????????? .
    e acham que ele aceitara pianinho um atentado deste.. ???????????????…

    no meu entender isso que aconteceu é um atentado contra a DEMOCRACIA………………..

  24. O DOLAR COMEÇOU A SUBIR DEPOIS DO ATENTADO………………

    O NEGOCIO É SERIO….
    NÃO SE ESPANTEM SE AMANHECEREMOS COM TANQUES NAS RUAS……..´PARA IMPOR A LEI E A ORDEM NO PAIS….

  25. A POLICIA FEDERAL TEM QUE APERTAR ESTE CHAROPE QUE ATENTOU CONTRA O MITO ..
    TEM QUE SER DEVIDAMENTE ESCLARECIDO , E QUAL É A MOTIVAÇÃO DO OCORRIDO…E QUEM ESTA POR TRAS DISSO, DA NOME AOS BOIS DOS RESPONSAVEIS PELA DERROTA DA NAÇÃO… CASO ACONTECA O PIOR COM O NOSSO CANDIDATO………

    FAZER O QUE SERA PRECISO , … CUSTE O QUE CUSTAR , PARA SABER O VERDADEIRO MOTIVO DESTE ATENTADO…

  26. Essa subraça de petista e metastases, só entendem a linguagem da baioneta, nao tem papo atravessado, é pau ! Pendurava todos e soava o realejo com muita agua para refrescar bem o hospede, o resto é bla bla bla. Isso nao é gente. Chico doce nao resolve, só realejo e banho de imersao. Ahhhh que saudades, ouvir chorar como bebe e chamando a mamae.

  27. OS DESESPERADOS NÃO SE CONTENTAM EM SAIR DO PODER ……………….

    O ÓBVIO É QUE O OCORRIDO FOI UM ATENTADO CONTRA A DEMOCRACIA BRASILEIRA…..

    AQUELE CHAROPE . TA NA CARA QUE FEZ AQUILO A MANDO DOS DESESPERADOS ADVERSARIOS DO MITO……

    BANDO DE FDPs…

    SE DER VOTEM MITO , 2018……………

  28. O gato comeu o “j” e aí o comentarista logo acima deu um “geito”. kkkk

  29. ACABEI DE VER NA GLOBO NEWS…
    este vagabundo que fez isso com o mito … foi militante do PSOL de 2007 a 2014…………..
    penso que é só apertar legal, daquele jeito este malandro que se descubrira quem mandou e pagou para ele fazer isso…….
    se preciso … deixa lo por 30 minutos na mão do vice do MITO. que ele descubrira a verdade……………………..
    é questão de honra para sabermos quem foi o mandante ou quem são os mandantes…..

    agora mais do que nunca . MITO 2018………………BRASIL acima de tudo………….

  30. Agressor de Bolsonaro parece ser mais confuso que o processo eleitoral do país
    6 de setembro de 2018 por Esmael Morais

    A Polícia Militar de Minas Gerais identificou como sendo Adélio Bispo de Oliveira o agressor do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

    A princípio, o agressor já preso pela PF parece ser tão confuso [e violento] quanto o atual processo eleitoral no Brasil.
    De acordo com informações preliminares, o homem que esfaqueou Bolsonaro foi filiado ao PSOL entre 2007 e 2014. Compartilhou mensagem de Cabo Daciolo (Patriota), também ex-psolista, e mostra-se oponente da maçonaria.
    Portanto, Adélio Bispo é cria da cultura da violência e do ódio tão estimulados — inclusive pela mídia — contra adversários políticos.

  31. este adelio é um safado…. militante politico de esquerda….
    pelo visto o pilantra pé de montes claros…. é facil… é a P`F invadir a casa deste vagabundo, e vasculhas tudinho na casa dele… levantar sigilo telefonico… movel e fixo do vagabundo… conta bancaria… dele e de familiares proximos a ele… namorada ou namorado … ja que é amiguinho da minoria né ???
    e com certeza se descubrira que ele é esperto até demais………….

    pra mim ele é um pistoleiro…senta o chico doce nele , que ele vai berrar…………………

  32. s eele mora em montes claros …. ele premeditou este atentado contra o nosso MITO……………

    pau nele …. que ele entrega. os mandantes………….

  33. A T E N Ç Ã O …………………tomem o maximo cuidado com este vagabundo esquerdista..;.;.

    este vagabundo esquerdista, tem que ficar preso em uma cadeia da policia federal……
    é que MINAS GERAIS , é governada pela esquerda petralha….. e se deixar este vagabundo preso em uma cadeia mineira, corre se o risco de CALAREM O MESMO… ( TIPO se suicidou na cela ) para ele não entregar o mandante….
    se esta vagabundo se matar na cadeia ( ENTRE ASPAS ) nunca saberemos a verdadeira história do atentado contra a democracia……

  34. todo o cuidado é pouco…………..

    1- o vagabundo tem que ficar em uma cela da PF….
    para evitar que o mesmo seja assassinado , pelo mandante…………….que logicamente é um esquerdista…
    só não sei de qual partido… mas que é é …

  35. COMO CANDIDATO DE LULA, HADDAD JÁ LIDERA E PODE GANHAR NO PRIMEIRO TURNO

    A pesquisa do Ibope revela: se Lula for cassado, 22% do eleitorado informa que votará com certeza em Haddad como representante do ex-presidente; isso o coloca no mínimo como líder empatado com Bolsonaro; mas há ainda 17% que dizem poder votar nele; com isso, ele chega a 39% de intenção de voto, o que indica não uma “transferência”, mas uma verdadeira “transposição” de Lula para Haddad

    6 DE SETEMBRO DE 2018 ÀS 13:08 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

    247 – Em menos de quinze dias, o percentual de entrevistados pelo Ibope que responderam que “votaria com certeza” em Haddad, no caso de Lula ser efetivamente cassado da eleição subiu de 13% para 22% -o mesmo índice de Bolsonaro no cenário da pesquisa sem Lula; aqueles que responderam que “poderiam votar” cresceu três pontos, chegando a 17%. Ou seja, um total de 39% de todo eleitorado brasileiro considera votar em Haddad, se esse for “abençoado” por Lula, abrindo a possibilidade de vitória já no primeiro turno, o que parecia algo até agora possível apenas para o ex-presidente. Todo eleitorado de Lula pode migrar para Haddad se for necessário.

    https://scontent.fssz1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.15752-9/41079294_666692870371083_237513817477611520_n.jpg?_nc_cat=0&oh=ca654569ebb19e319e25f3ed92321c30&oe=5C39BA5D

    Elaborado por Thais Moya 2018. Fonte: Pesquisa eleitoral IBOPE, Ver https://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,potencial-de-transferencia-de-votos-de-lula-para-haddad-aumenta-diz-ibope,70002490250

    O potencial eleitoral total de Haddad é o reflexo quase perfeito da última intenção de votos de Lula publicada pelo IBOPE, em 20 de agosto passado, na qual pontuou 37%; veja:

    https://lh6.googleusercontent.com/SRSfq6tZJ3o1i8U3lcdIOQ7fXuQ10jF4oaaiS5M_o24N8gjjbyi8QZg74s_jfY4VPGjest0IMRfGv_BhDhRhteFtBbK9k8lZoe8TTt03uMM7SVXxgh0Jsr8yRDsC5INJHn6ng5J0

    Fonte:http://www.ibopeinteligencia.com/noticias-e-pesquisas/lula-fica-a-frente-na-disputa-pela-presidencia-da-republica-no-cenario-com-haddad-como-opcao-do-pt-bolsonaro-aparece-na-lideranca/

    Portanto, considerada a margem de erro de 2%, é possível concluir que o eleitorado integral de Lula já está refletido em uma possível candidatura de Haddad. Nem é o caso de falar mais em “transferência de votos”, mas numa verdadeira transposição.

  36. Com atentado, Bolsonaro pode ganhar no 1º turno; só Lula para segurar o ex-capitão
    6 de setembro de 2018 por Esmael Morais

    O lamentável atentado contra a vida de Jair Bolsonaro (PSL), nesta quinta (6), em Juiz de Fora (MG), esfaqueado por um fundamentalista, tem potencial de elegê-lo já no 1º turno em um cenário sem Lula.

    Nos próximos dias 10 e 12 teremos pesquisas Datafolha e Ibope, respectivamente, poderão confirmar, haja vista que imbecilidade costuma gerar imbecilidade também na política.
    LEIA TAMBÉM
    Agressor de Bolsonaro parece ser mais confuso que o processo eleitoral do país

    O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) tem duas “balas” na agulha para segurar mais essa tragédia que seria a eleição de Bolsonaro, já primeiro turno, julgando os dois recursos de Lula e, por óbvio, liberando-o da injusta prisão política imposta ao petista há 153 dias.

    Nas últimas horas, os ministros Edson Fachin e Celso de Mello não quiseram decidir o Caso Lula monocraticamente. Por isso, as chances de segurar a vitória do ex-capitão do Exército já no 1º turno agora estão nas mãos da corte suprema.
    Ver para crer, como diria o incrédulo São Thomé.

  37. EU ESPERO QUE ESSE AGRESSOR SEJA PUNIDO COM O MÁXIMO RIGOR DA LEI.
    TAMBÉM ESPERO QUE AS DUAS BOLSAS DE SANGUE RECEBIDAS PELO DEPUTADO JAIR BOLSONARO SEJA DE PESSOAS DIVERSAS COMO NEGROS, ÍNDIOS, MULHERES, HOMOSSEXUAIS, militares, TRABALHADORES, DESEMPREGADOS, PETISTAS…

    FORÇA CANDIDATO, E QUE DEUS TE ABENÇOE!

  38. A FRÍGIDA da ESCRIFUDIDA voltou com TD de Bertioga hein,voltou àquela burrice de control “C” Control “V” e postando duas vezes a mesma porra de matéria

  39. Entenda por que não havia sangue após a facada em Bolsonaro

    O gastrocirurgião Marcos Belotto, do Hospital Sírio-Libanês, explica que sangramento ocorre dentro da barriga, enchendo cavidade abdominal
    SAÚDE
    Deborah Giannini, Do R7
    07/09/2018 – 15h07 (Atualizado em 08/09/2018 – 09h25)

    https://img.r7.com/images/bolsonaro-campanha-atentado-07092018092934609?dimensions=460×305
    Bolsonaro logo após o momento em que levou a facada
    Fábio Motta/Estado Conteúdo – 06.09.2018

    O fato de não haver sangue na perfuração causada pela faca que foi introduzida no abdôme de Jair Bolsonaro nesta quinta-feira (6) chamou a atenção, levantando até dúvidas sobre a veracidade do incidente. No entanto, o gastrocirurgião Marcos Belotto, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, explica que isso é normal e ocorre porque geralmente o sangramento ocorre dentro da barriga e não fora.

    “Mesmo quando a perfuração atinge veia ou artéria, o sangue só jorra para fora quando a barriga fica muito cheia de sangue”, afirma.

    Leia também: Bolsonaro está consciente e em boas condições clínicas, diz hospital

    O cirurgião explica que, quando se fala “perdeu sangue”, significa que o sangue saiu do vaso sanguíneo e se acumulou dentro da cavidade abdominal. No caso de Bolsonaro, ele “perdeu” 2,5 litros sangue, o que corresponde a 40% do sangue do corpo.

    Segundo o cirurgião, quando o sangue começa a jorrar para fora do corpo, a situação é bem preocupante.

    Bolsonaro foi atingido no abdômen enquanto fazia campanha eleitoral em Juiz de Fora, em Minas Gerais. A facada provocou uma perfuração no intestino grosso, três no intestino delgado e uma na veia mesentérica superior, que leva sangue para parte do intestino. As lesões foram reparadas em uma cirurgia de emergência. A operação foi feita na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora e, nesta sexta-feira (7), ele foi transferido para o Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

    Leia também: Riscos de infecção e de morte no caso Bolsonaro ainda existem, explica cirurgião

    Cerca de 10 cm do intestino grosso foi removido e foi realizada uma colostomia, alteração do trajeto das fezes para uma bolsa de coleta que fica acoplada no corpo.

    O cirurgião Sérgio Nahas, diretor do Serviço de Cirurgia do Cólon e do Reto do Hospital das Clínicas de São Paulo, explica a colostomia, neste caso, é feita para evitar contaminação e risco de infecção. “Ao ser perfurada, a barriga dele recebeu um banho de cocô com sangue”.

    A previsão é que permaneça com a bolsa intestinal por até 3 meses.

    https://img.r7.com/images/arte-lesoes-cirurgia-bolsonaro-07092018145736192

  40. 3 lembretes para o dia da eleição.

    Leve cola no BOLSO, pois são vários cargos.
    É chegar na urna e JA IR votando, não demore, não faça as pessoas te esperar.

    3 . A votação encerrará as 17

  41. E pra quem não sabe, o eleitor pode ir votar trajando camiseta, boné e usar adesivos amostra com o nome e ou número de seu candidato, só não pode fazer boca de una. Mas é bom se prevenir, levando a cartilha do STE, que orienta o que pode e o que não pode. Vai que uns trogloditas, fascistas queiram impedir você de votar, caso o seu candidato não seja o mesmo que os deles;;;;;; kkkk. Ainda estamos em uma democracia.

Os comentários estão desativados.