Policiais de São Paulo, se preparem para trabalhar mais por muito menos ou quem puder: aposente-se , fuja ou compre uma boa cadeira…( Cadeira pra esperar sentado por melhorias , não é cadeira pra arrecadação, viu? ) 55

São Paulo só tem caixa para uma folha de pagamento, diz Henrique Meirelles

  • Por Jovem Pan
  • 05/01/2019 10h17

O novo secretário da Fazenda e Planejamento de São Paulo, Henrique Meirelles, afirmou nesta sexta-feira (4) ter assumido a pasta com caixa disponível para apenas uma folha de pagamento. “São Paulo tem sido um estado de contas equilibradas, mas estamos recebendo [o estado] com um valor equivalente a mais ou menos uma folha de pagamento”, disse.

“De um lado, isso é bom, tem muitos estados por aí em situação de déficit, mas é um caixa bem menor do que tem sido a tradição do estado de São Paulo nos últimos anos”, lamentou. O valor é de aproximadamente R$ 8 bilhões. O secretário, no entanto, descarta a criação e o aumento de impostos para arrecadar mais dinheiro para o estado.

Como uma das primeiras medidas, Henrique Meirelles disse que deve tornar mais transparente a política de incentivos fiscais e as metas que as empresas devem cumprir em contrapartida. “Nós temos totais condições de deixar mais transparente qual é o incentivo e qual é a contrapartida, cobrar isso e condicionar a manutenção dos incentivos ao cumprimento dos objetivos”, declarou.

Além disso, Meirelles comentou a proposta do presidente Jair Bolsonaro para a Reforma da Previdência. “Eu acho que o presidente Bolsonaro disse uma coisa absolutamente correta, que a previdência ideal é a previdência que é possível aprovar. É uma proposta interessante”, disse.

*Com informações da repórter Natacha Mazzaro


 

Esse Meirelles é um baita de um debochado…

Eu tenho ideia melhor para acabar com o déficit da previdência: VAMOS ACABAR COM O DIREITO A APOSENTADORIA! 

Da mesma forma que acabamos com o desemprego ACABANDO COM OS TRABALHADORES…

Agora todo mundo faz bico! 

  1. Deixe a PMESP em um fundo previdenciàrio a parte que desafogará em muito o déficit da previdência dos demais funcionários estaduais. Por que será que somente neste caso específico eles querem ficar juntos dos demais? Porque o rombo é disperso ao restante dos funcionários de uma forma dissimulada e quase imperceptível. Quem se aposenta antes dos 50 anos com paridade e integralidade mais um cargo acima de forma inquestionável? O volume de PMs é tão grande na inserção da SPPrev que deve estar já na proporcão do nível federal, ou seja, 3 outros funcionários para sustentar um PM aposentado ou as pensionistas PMs.
    Esta conta quadrada contribui em muito para o aumento do déficit da previdência, do caixa do governo e do futuro dos próximos aposentados.

  2. Resumindo:

    -Não vão pagar o bônus,
    -Reajuste salarial somente na véspera da próxima eleição,
    -Abertura de novos concursos, nem pensar.

    E tome ronda “segura cadeira”, no lombo do pião.

  3. Eu também tenho uma ideia SENSACIONAL…. para resolver o caso em tela………governo do PSDB parem de dar ao AUMENTO para o Poder Judiciario e Ministerio Público.

  4. Ele falou dos 40 bilhões em renúncia fiscal desde 2014 ?
    Ele falou dos 158 bilhões que o Estado de SP deve ao IPESP ?
    Ele falou que havia uma proposta para a devolução das nossas contribuições com juros e correção monetária? Seria criado um fundo de pensão exclusivo para policiais civis e havia um pré projeto pelo Citibank. E que o governo federal, DO QUAL ESSE SENHOR FAZIA PARTE, não quis nem ouvir?
    Pq será? Pq todos os estados torram o dinheiro das nossas contribuições?
    Ele falou dos terrenos tungados do IPESP pelo governo do estado ? Que nunca pagou um centavo por eles ?
    Esse dinheiro não era do governo. ERA NOSSO!
    Dr. Guerra, me perdoe as palavras sem educação: Mas estou cansado, como policial civil, de ser acusado de causar todos os males da previdência.
    Enche o saco, querem nos equiparar ao servidor público comum e ao trabalhador da iniciativa privada.
    Nenhum policial, seja PC.. PM…PF…PRF…PFF…GM… pode ser equiparado. Quando eu tocava interceptação telefônica cheguei a ficar 4 mesessem folga, pq era a merda do PCC e tinha medo de deixar passar algo, custando a vida de colegas.
    Desculpem o desabafo, mas dá vontade de mandar tudo à merda.

  5. A “BOLSA FAMILIA” CHAMADA DE “DEJEM” (PM), DEJEC (PC) e DEJEP (SAP) QUE AMARROU O ESTÔMAGO DE IDIOTAS PARA SERVIÇO ESCRAVO VAI PRO SACO

  6. Quer economizar muito na segurança pública, muito mesmo?

    É simples, embora a solução deve vir de emenda constitucional, unificar as policias e instituir a carreira única, só haveria um comando, uma administração, os recursos seriam otimizados, sem falar na economia em concursos de admissão para diversas carreiras e na eficiência desse sistema.

    Dessa forma haveria uma única policia com carreira única, mais eficiente e custando muito menos para os cofres públicos.

    É só colocar os custos no papel e irão ver com é mais barato.

  7. VETO TOTAL AO PROJETO DE
    LEI COMPLEMENTAR Nº 13, DE 2018
    São Paulo, 07 de janeiro de 2019
    A-nº 004/2019
    Senhor Presidente
    Tenho a honra de levar ao conhecimento de Vossa Excelência,
    para os devidos fins, nos termos do artigo 28, § 1º, combinado
    com o artigo 47, inciso IV, da Constituição do Estado, as razões de
    veto total ao Projeto de lei complementar nº 13, de 2018, aprovado por essa nobre Assembleia, conforme Autógrafo nº 32.398.
    De iniciativa parlamentar, a propositura transforma o
    “extinto” cargo de “Carcereiro” no cargo de “Agente Policial”,
    estabelecendo a equivalência de remuneração e classes a que
    pertenciam para “enquadramento na nova nomenclatura”, bem
    assim que para “adequação na nova função” os carcereiros
    deverão, no prazo de até um ano, habilitar-se para a condução
    de veículos automotores de categoria “D”, no mínimo, com
    permissão para o exercício de atividade remunerada.
    Nada obstante os elevados propósitos do Legislador, realçados na justificativa que acompanha a proposta, vejo-me compelido a negar sanção à medida, acolhendo das razões suscitadas
    pelas Secretarias da Segurança Pública, de Planejamento e Gestão e da Fazenda.
    Ao transformar o cargo de “Carcereiro” no cargo de “Agente Policial”, a propositura incorre em inconstitucionalidade formal e material.
    A inconstitucionalidade formal consiste na usurpação da
    iniciativa privativa do Chefe do Poder Executivo para as leis que
    disponham sobre: criação e extinção de cargos na administração
    direta, e a fixação da respectiva remuneração; bem como sobre
    servidores públicos, do Estado, seu regime jurídico, provimento
    de cargos, estabilidade e aposentadoria (artigo 24, § 2º, itens 1
    e 4 da Constituição do Estado e artigo 61, § 1º, II, “a” e “c” da
    Constituição Federal).
    Em consequência, a propositura não guarda a necessária
    harmonia com as imposições decorrentes do princípio da separação de poderes (artigo 2º da Constituição Federal, e artigo 5º da Constituição do Estado).
    Provindos do postulado básico que norteia a divisão funcional
    do Poder, tais preceitos acham-se refletidos no artigo 47, incisos II,
    XIV e XIX, da Constituição do Estado, que atribuem ao Governador,
    competência privativa para dispor sobre matéria de cunho administrativo e exercer a direção superior da administração estadual, praticar os demais atos de administração e dispor, mediante decreto,
    sobre organização e funcionamento da administração estadual e a
    extinção de funções ou cargos públicos, quando vagos; bem como,
    com exclusividade, a prerrogativa de deflagrar o processo legislativo, quando necessária a edição da lei para concretizar a medida (artigo 24, § 2º, itens 1 a 6 da Constituição Estadual).
    É, pois, no campo dessa competência privativa que se insere
    a proposição, levando em conta aspectos de ordem técnica e
    operacional, a serem avaliados segundo critérios próprios de
    planejamento deferidos ao Poder Executivo, no exercício precípuo da função de administrar.
    De outra parte, observa-se que, com fundamento no artigo
    47, XIX, “a”, da Constituição do Estado, foram extintos apenas
    os cargos vagos de “Carcereiro”; os cargos providos continuarão
    a existir até sua vacância (artigo 7º, I, do Decreto nº 59.957, de
    13 de dezembro de 2013), portanto, ao caso em análise, não é
    aplicável a regra do artigo 41, § 3º da Constituição da República,
    a qual, de toda sorte, não altera as regras de iniciativa legislativa.
    Além disso, não sendo aplicável a regra do artigo 41, § 3º
    da Constituição da República, não há que se falar em transformação de um cargo em outro, com diferentes atribuições e requisitos de formação profissional, tendo em vista o critério
    imperativo de acesso a cargos, empregos e funções públicas, por
    concurso público. Dessa forma, a propositura também padece de
    inconstitucionalidade material, tendo em vista sua incompatibilidade com o disposto nos artigos 37, II, da Constituição Federal e 115, II, da Constituição do Estado.
    Considerando o vício que macula a proposta legislativa na sua essência, os demais dispositivos, em virtude de seu caráter acessório, não podem subsistir.
    Fundamentado nestes termos o veto total que oponho ao Projeto de lei complementar nº 13, de 2018 e fazendo-o publicar no Diário Oficial em obediência ao disposto no § 3º do artigo
    28 da Constituição do Estado, restituo o assunto ao oportuno reexame dessa ilustre Assembleia.
    Reitero a Vossa Excelência os protestos de minha alta consideração.
    João Doria
    GOVERNADOR DO ESTADO
    A Sua Excelência o Senhor Deputado Cauê Macris, Presidente da Assembleia Legislativa do Estado.
    Publicada na Assessoria Técnica da Casa Civil, em 07 de
    janeiro de 2019.

  8. Basicamente disse: Quem manda nessa bagaça é eu!!! Tem que me chupar primeiro e depois eu penso em vcs. RS

  9. SO UMA COISA ME DEIXA TRISTE, É QUE OS CARCEREIROS CARREGOU NAS COSTAS TODAS AS CADEIAS DESTE ESTADO. NAQUELES TEMPOS NÃO HAVIA O CRIME ORGANIZADO, AI MOSTRA COMO ERA EFICIENTE A FUNÇÃO DOS CARCEREIROS. HOJE ESTÃO ABANDONADOS PELA ADMINISTRAÇÃO. NOSSOS SALÁRIOS ERAM MAIORES QUE AOS AGEPOIS OU MOTOPOIS.

  10. Os carcereiros que permaneceram na função, terão mais chances de ascensão de classe, que os Agentes Policiais,

    Se ficasse tudo junto e misturado, iriam somar os cargos vagos em cada classe, de ambas as carreiras para disponibilizarem as promoções em cada classe.

    Outra coisa, que fazer com os carcereiros que não são habilitados em nenhuma categoria para dirigir veículo automotor, ou na categoria exigida para ocupar o cargo de Agente Policial;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

    Sendo certo até onde eu sei, salvo engano, não havia no edital pré-requisito de possuir CNH classe D, para ingresso na carreira de Carcereiro. Então essa “transformação” de carcereiro em agente policial torna-se inconstitucional. O que aconteceria com os carcereiros sem CNH, que quando prestaram seus concursos. não lhes eram exigidos tal particularidade????,

    Seriam exonerados a bem do serviço público, era só o que faltava para “legalizar” a inobservância de direitos adquiridos.

    Pensem nisto

    • Acredito que só quem gostaria de mudar a nomenclatura da carreira faria isso. Caso fosse obrigatório, aí sim, tudo que a senhora expôs seria bem observado. Tem carcereiros que não podem ver grade e outros que não podem ver chefia e plantão. Acredito que o principal problema é o que a senhora salientou… As promoções e colocação na fila. Iria dar uma ferrada em alguns e ajudaria outros. Foi assim com a extinção das 4 e 5 classes.

      OBS: Viu como é bom conversar com a senhora quando não quer ficar com discurso político e replicação de reportagens. Obrigado.

    • a historia e outra, estava-se esperando o governador assinar, para que os agentes fossem trabalhar nas cadeias….

  11. O Dória está possuído pelo Lampião, está picando “bala” na Volante, fuzilou os Carcereiros. Já vi que em breve vão parcelar o meu salário. Vou poder parcelar os meus plantões, também?

    • Sandro
      Toda essa conversa do Estado dizer que não tem dinheiro em caixa é conversa……tudo para forçar a reforma da previdência

  12. Carcereiro que se presta vai ficar na porta da delegacia vendo a banda passar…. não é obrigado a fazer nada além de cuidar da trança

      • Concordo plenamente. Se Não houve boa vontade do governo, os carcereiros têm mais é que se recusar a fazer outras atividades que não estejam relacionadas a presos.

        Boa sorte.

  13. Cita algum caso de carcereiro que não queira fazer serviço de tira !!!!
    Deveriam cruzar os braços mesmo, no entanto, vão continuar “Carcetiras”.

  14. E outra, escrivão ninguém quer ser né, agora agepol todos querem !!! Pra escrivão não precisa de Cnh categoria D. Mas ai não né chefe, escrivão não quero, quero ser tira……!!!! Ahhhh, para né !!!

    • E lavar Bunda de cadáver? Alguém quer? Eu troco pelo escrivanato de boas. Detalhe que Agente não é Investigador e tira são todos os operacionais da PC (eu acho kkk).

  15. Ahh não….aí também já e demais…. Essas carreiras do iml nem polícia são !!!!
    Quando digo p os carcereiros virarem escrivães eu digo pq é carreira policial.

    • Que eu saiba a PC tem 14 carreiras. Não existe carreira da SPTC. Ser polícia é ficar atrás de uma mesa? Fazer “paperzinho” no plantão? Babá de preso? Kkkkk
      Polícia é só chefia então.RS

      • Ahhh e chefia dos investigadores, não a dos escribas. Sem contar os telemarketings, os manicures. Kkkkkk

  16. As unicas carreiras que aceitam chefia é escrivão e investigador!!! Deem uma olhada nos livros de plantão e também irão notar um outro detalhe irão ler outros funcionários

  17. Tudo lorota pra enganar trouxa. Sabem que vai haver pressão para aumento de salário e já estão com essa desculpinha esfarrapada!!

    Parem de reajustar salários do MP, Judiciário e Procuradoria e coloque na rua todos os que detém cargo comissionado ( aqueles que nunca prestaram concurso) mas tem cargo público por apadrinhamento político.

    Fazendo essas simples medidas, sobra dinheiro para pagar bem quem realmente trabalha!!

  18. Desejos em 10/01/2019 às 23:40
    Seu comentário está aguardando moderação.
    Libera aí meu TCP/IP + MAC
    Dr. Guerra
    Os Carcereiros devem deixar de serem trouxas e parar de servir de Escrivão, Investigador e Motorista, e se recolherem ás Centrais de Flagrantes CPJ e fazerem Escalas de serviço 24 horas por 500 horas. É isso que o Dória e todos merecem

  19. Cadeira pra arrecadação é como promoção a classe especial, coisa pra barão.

  20. Acabem com a ALESP e coloquem o eleitor para votar os projetos do governo, bem como apresentar projetos de iniciativa popular. Isso gerará uma baita economia ao erário e, por outro lado, estaremos livres destes deputados que não nos representam.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS.. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s