Governo de SP promete polícia com ‘padrão Poupatempo’ e atendimento com hora marcada 17

Reforma de 120 distritos policiais vai alterar layout para melhorar recepção da população

Rogério Pagnan
Folha de São Paulo

O governo de São Paulo iniciou a implementação de um pacote de medidas de modernização que buscam alterar o sistema de atendimento ao público no estado, com a possibilidade de a vítima ser atendida em dia e horário marcado, com agendamento feito pela internet.

As mudanças na forma de atuação da Polícia Civil estão sendo chamadas pelo governador João Doria (PSDB), como adiantou ele nesta sexta-feira (6), de sistema Poupatempo da polícia, frequentemente criticada pela ineficiência e pelo mau atendimento.

Quando o sistema estiver funcionando, o cidadão terá a possibilidade de registrar pela Delegacia Eletrônica todos os tipos de crimes e, pela internet, agendar um dia e horário para atendimento pelo policial, no distrito da preferência da vítima.

“Vamos dar essa oportunidade de atendimento com hora marcada, com pré-agendamento, a menos que caso seja muito urgente. Aí, os policiais da unidade serão encarregados de tomar providência imediatamente”, disse o delegado-geral Ruy Ferraz Fontes.

O delegado-geral Ruy Ferraz Fontes, durante anúncio de reforma de 120 delegacias de polícia com auxílio da iniciativa privada – Charles Sholl/Brazil Photo Press/Folhapress

Além disso, o cidadão poderá registrar queixas ou fazer agendamento não só nas unidades policiais, como ocorre hoje, mas também nas guardas municipais e, ainda, nas unidades do Poupatempo.

“É mais do que uma restruturação no atendimento ao público. Não queremos que a pessoa seja só bem atendida, mas que tenha resultado daquilo que foi buscar na unidade. Qual foi o resultado da investigação? Isso será uma mudança da prestação de serviço”, diz o delegado-geral.

A mudança do layout de todos os 94 distritos da capital começa nos próximos dias e, segundo o governo, deve ocorrer com apoio da iniciativa privada. Outras 25 delegacias da Grande São Paulo e uma de Lorena também devem passar por reformas –120 no total. Segundo o governo paulista, o custo estimado é de R$ 480 milhões.

“Gradualmente, o nosso objetivo é estabelecer o padrão Poupatempo de atendimento à população, não só na qualidade física como na velocidade, presteza e confiabilidade”, disse Doria sobre as delegacias que serão reformadas.

Para ajudar no pré-atendimento nas unidades físicas, o governo pretende colocar policiais aposentados. A gestão Doria prepara projeto para enviar à Assembleia para poder recrutar policias que foram para a inatividade e empregá-los novamente em serviços internos.

Pelos serviços, o policial receberá uma gratificação (de valor ainda não definido), como se estivesse em uma espécie de bico oficial só para aposentados.

Esses policiais aposentados deverão ser empregados emergencialmente até que novos policiais contratados em concurso assumam suas funções. Até o próximo ano, o governo pretende contratar 5.500 policiais —metade disso está em fase final de concurso.

A crise da instituição vem se agravando desde 2016, quando houve debandada de policiais que, temendo prejuízos com a reforma de previdência, pediram aposentadoria e deixaram um claro de 9.000 vagas.

Uma das funções mais atingidas foi a de escrivães, por isso a prioridade do governo no recrutamento de policiais aposentados dessa categoria.

Os anúncios de melhoria ocorrem após uma série de problemas de infraestrutura da Polícia Civil, a exemplo do que aconteceu com o 68º DP (Lajeado), onde uma laje caiu sobre seis carros e deixou parte do prédio interditado ao público. A divulgação do incidente trouxe desgaste ao governo.

“A situação da Polícia Civil de São Paulo passou de grave há muito tempo. Hoje ela é uma situação caótica que beira o insustentável”, disse Gustavo Mesquita Galvão Bueno, 38, presidente da Associação dos delegados de São Paulo. “É fruto de mais de duas décadas de total descaso e desrespeito e humilhação dos governos PSDB”, disse Bueno, para quem o déficit é de 14 mil policiais.

Uma das principais queixas dos policiais de São Paulo é com relação aos salários. A gestão Doria afirma que pretende elevar o valor para o segundo melhor do país.

O diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima, disse que o sucatamento das polícias civis é nacional. “Os governadores sempre priorizam as policiais militares, que são as polícias ostensivas e que aparecem à população”, disse.

Ainda segundo ele, parte dessa situação é de responsabilidade das próprias polícias civis que, ao contrário da Polícia Federal, não investiram na capacitação de seu efetivo ou em projetos de modernização. “É verdade que elas estão sucateadas, é verdade que falta vontade política, mas as polícias civis, em especial a nossa, podem e devem investir em projetos de modernização”, disse ele.

  1. Retrato da Polícia Civil é o vídeo com cachoeira dentro do D.P.
    Recebemos insalubridade mas o Estado transformar o local tornando-o insalubre é demais.

    • Absurdo!
      O funcionário filmando a água caindo sobre os equipamentos, em vez de salvaguardá-los da água?
      Óbvio que não poderia estar chovendo dentro do DP, mas aí largaram os equipamentos públicos à deterioração?!
      E, diante da chuva registrada, certamente tiveram tempo de desligá-los, guardá-los, protegê-los.
      Acabou a chuva, aí a não tem equipamento para atender, é isso?!

  2. Quando estava pegando fogo a disputa Dória X Marcio França nas eleições, eu fiz tudo que pude contra o mauricinho que quer ser político por que sabia que com ele (E o PSDB) no governo só podíamos ter duas certezas:

    1 – Não haveria aumento ou mesmo reposição salarial. Tudo o que haveria é promessas vagas “Estilo Xuxu” para a imprensa ver. E muito oba oba sem base.

    2 – O Mauricinho ia inventar algo que, inevitavelmente resultaria em algum tipo de aumento de trabalho sem nenhuma contrapartida. Apenas para fazer marketing às custas da classe policial.

    Infelizmente até aqui acertei em cheio. PSDB é sempre muito previsível.

  3. REESTRUTURAÇÃO DA POLICIA CIVIL SP

    DELEGADO DE POLICIA
    ESCRIVÃO DE POLICIA
    AGENTE DE POLICIA JUDICIARIA
    PERITO

    NÍVEL SUPERIOR PARA TODAS AS CARREIRAS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    SINDICATO UNICO JÁ !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  4. tomara que isso se estenda rápido pelo Estado e que somente flagrantes, ocorrencias conduzidas pela PM ou GCM, roubos, homicidios, tráficos e outros crimes graves sejam apresentados fora do agendamento.

    Inadmissivel a equipe ter que adiar um flagrante porque o camarada xingou o vizinho e este quer fazer BO de injúria às 2 da manhã.

    • A ideia é essa. Tinha que fazer como INSS agenda para outra cidade.

    • Eu acho que isso é verdade pois não acaterrará muitos custos, apenas mudará a forma de atendimento. Uma seção no site da Policia Civil feita pelo pessoal da tecnologia e um pouco de divulgação faz o projeto vingar.

      O que devemos duvidar é quando ele fala de salários. Aí sim tem que ser “loque” para acreditar.

  5. É engraçado que tem gente ainda que é contra as medidas “anunciadas”.

    Querem continuar a tratar o cidadão como lixo nos plantões… querem continuar a chutar o cidadão de um DP para outro até que algum “amigo” se sensibilize e registre a ocorrência para ele.

    Infelizmente o que pendura na PC é o sentimento de posse, superioridade, etc… você aparece em plantões e ve delegados gritando como desequilibrados, funcionários no facebook, fila de gente esperando enquanto alguns ficam lá sem fazer nada.

    Claro que não é a realidade de todas as unidades, porém, infelizmente, e reflexo da maioria.

    Que contratem funcionários terceirizados para atender a população para fazer o que os policiais pensam que é um favor.

    A zorra que é a PC se reflete claramente em muitos plantões… uma verdadeira zorra, cada um faz o que bem quer, geralmente o mínimo possível.

    As péssimas condições das unidades policiais refletem o longo período que seus administradores devolveram verba ao cofres públicos por não terem utilizado… ou seja, para os “administradores da PC”, tudo estava mil maravilhas… agora o governador tem culpa? o secretário tem culpa?

    A culpa é de quem administra… a culpa é de quem manda… que tinha obrigação de fazer ou mandar fazer… e não fez.

    Enquanto isso… as delegacias caem os pedaços, os equipamentos não funcionam porque não contratam manutenção preventiva, viaturas caem os pedaços… tem objetos até o teto por falta de depósito central da PC… e a zona continua… por culpa dos administradores.

    Querem ser os “donos da PC”… para falar “eu mando”, mas não querem ter o ônus da culpa por não terem feito um serviço minimamente digno.

    • Parabens pelo exposto.

      Não votei no Joao mas toda medida que melhore nossas condições de trabalho é bem vinda.

      Sou a favor do retorno da SPTC para a PC como DEPTO.
      Tem muita sala vazia em DELPOL que caberia o pessoal e ainda economizariam com alugueis interior a dentro.

      Abraço

  6. É muito boa essa notícia de modernização da polícia civil. Tempos passados ,era uma das melhores polícia do mundo. É ingrato o governo PSDB ,fazer isso ,sucateando e maltratando os policiais civis.

  7. Um dos problemas que vejo, é que muitos casos que chegam na delegacia não são casos de polícia e o cidadão acha que tem DIREITO FUNDAMENTAL AO B.O.
    .
    Vejo pessoas ficar duas horas esperando o atendimento para um caso que não é caso de polícia. Muitas vezes, mal orientado por advogados e policiais em geral (PM/PC/GCM). Outras vezes, registros simples, que podem ser feito pela internet, por exemplo, extravios de documentos.
    .
    Com relação ao tempo de espera nas delegacias, a questão é matemática, se um registro demora meia hora e o cidadão chegar na delegacia e tiver quatro pessoas na frente dele, vai esperar duas horas, não dar pra fazer mágica. O governador poderia mudar isso com uma canetada, bastaria fazer um decreto dizendo que nenhum plantão policial poderia funcionar com menos de três escrivães. Agora quero ver como se consegue atender rápido com apenas um escrivão. Sem falar no déficit de 14 MIL policiais a menos.

  8. Já tivemos um outro boneco de Olinda, que também sentou na cadeira de DG, que fez essa mesma promessa, aquele não cumpriu, este também não vai cumprir.
    Falar até papagaio fala, agora fazer e uma outra história, vai ser igual a outro DG, se não me engano o mais longevolo, saiu do cargo e disse; só não fiz mais porque não tive tempo.
    Este também não vai fazer nada e vai sair dando desculpa por não ter feito nada, podem escrever.

  9. Entendi…além de escravizar o policial civil na ativa, a Polícia Civil quer escravizar os aposentados. PC padrão Poupatempo significa a multiplicação de inquéritos inúteis tipo, ameaça, briga de cachorro, galo do vizinho cantando de madrugada, etc. Eu tenho inquérito até de fato atípico. A melhor parte: apoio da iniciativa privada, nós sabemos que são os “empresários” que ajudam a casa.

    • Inquérito de “fato atípico” é culpa do Governador? Do DGP? Creio que a culpa seja do tremedeira que instaurou… que não tem coragem suficiente para justificar a não instauração…

      Vejo inúmeros “donos da pc” culpando o titular, o divisionário, o diretor, o dgp, o governador… mas, na realidade, a sumidade espera que alguém faça algo.. que alguém “queime a cara”… não quer tomar qualquer atitude…

      Esperar sentado que alguém faça algo é muito fácil… quem quer que algo mude, começa a mudança por conta própria.

Os comentários estão desativados.