Policiais da Seccional Centro e do 2º DP da Capital libertam 12 chinesas mantidas como escravas sexuais 15

Polícia descobre rede de prostituição em karaokê de fachada no Bom Retiro

Doze mulheres chinesas eram mantidas no local para atender clientes

A Polícia Civil descobriu nesta quarta-feira (3) um karaokê falso que servia de fachada para uma casa de prostituição no Bom Retiro, região central de São Paulo. Em operação desencadeada no número 669 da Rua Newton Prado, a investigação encontrou doze mulheres chinesas vivendo em condições insalubres, além de uma estrutura montada para atendimento de clientes.

Segundo a polícia, o logradouro era dividido em dois prédios. À frente, estava o karaokê no térreo e alguns dormitórios acima, onde as moças ficavam quando sozinhas. Ao fundo, um segundo edifício escondia quartos com uma estrutura mais apropriada, nos quais aconteceriam os programas.

O caso vinha sendo investigado havia pelo menos quinze dias pelo 2º Distrito Policial, no próprio Bom Retiro. Como os passaportes das moças estavam no local, mas não em posse delas, também será investigado o crime de cárcere privado, além de favorecimento sexual.

Pelo menos vinte pessoas acabaram encaminhadas ao DP para averiguação, entre as mulheres e outros envolvidos no caso. Como as mulheres não falam português, um intérprete fluente em mandarim está ajudando nas investigações das autoridades.

_________________________________

O interprete é um policial civil que vem participando das investigações  há quase um mês, iniciada em razão de um familiar da vítima que veio especialmente ao Brasil depois de receber telefonema de uma das moças pedindo socorro em razão de ter sido escravizada pela máfia oriental estabelecida na Capital. 

 

  1. parabens nada. quem descobriu foi um parente da vitima que estava na china. me poupe. eh..

    Curtir

  2. Ainda que tenha sido caguetagem, é bom saber que a PC de São Paulo ainda trabalha, apesar do PSDB (seu maior inimigo).

    Curtir

  3. Parabéns nada,isso foi corre do parente da família q levantou todo trampo daí alguém q ficou fora da recolha disse”eu sei onde é,vamo lá derrubar” e o resto todo já sabe. Acorda meu, chineses pagam a bala pra existirem ou todo acha q realmente era muuuuuuuuito “escondidinho”? Me poupe né.

    Curtir

    • De uma forma ou de outra, estourou, mas, ainda acredito no trabalho do Dr. Sucupira, grande cara!

      As considerações são suas, não entrarei no mérito.

      Curtir

  4. Ações como essa enaltecem a Polícia Civil de São Paulo!! Parabéns a todos os envolvidos!!

    Curtir

  5. Muito bom ver a atuação da PC… após muita investigação e esforços sobrenaturais foi possível identificar o local, que funcionava distante cerca de 250 metros da delegacia…

    Nada como alguém denunciando para fazer a PC trabalhar, afinal, por conta própria parece não funcionar muito…

    Curtir

  6. Como tem gente suja e sem escrúpulos nesta PC, preferem
    criticar do que enaltecer. Bando de covarde, prego, faz melhor, nos dizeres do ícone da Apple ” você sempre será criticado por aqueles que fazem menos que você, nunca pelos que fazem mais”.

    Curtir

  7. A Seccional Centro, file mignon, do DECAPastelaria que já fez fama e fortuna para un$ poucos e vergonha para muitos, deu essa “putz” cana.
    Segundo consta a poucos metros de uma delegacia.
    Me vem a memória outra “putz” cana, alguns vão se lembrar a poucos anos atrás fecharam a 1ª Delegacia do Cidadão, uma delegacia fake, que até placa indicativa e tudo na sua fachada, essa “delegacia” montada por uns advogados malandrões, a OAB tão preocupada com outras “questões” nada fez e faz constra anel ladrão.
    Esses “advogados” intimava partes e cobrava para fazer BOs, etc. etc, etc…..
    Essa delegacia fake estava situada a menos de 100 metros do 3º DP e da 1ª Seccional, só fecharam quando o SPTV fez reportagem.
    Me desculpem os crédulos, mas só acredito que derrubam tal casa por esta não colaborava com a quinzena, espero estar errado.

    Para os que não acredita, o link da reportagem da época dos fatos.

    http://revistaquem.globo.com/Revista/Quem/0,,EMI35475-9531,00-FALSA+DELEGACIA+ERA+MANTIDA+EM+FRENTE+A+DISTRITO+POLICIAL+DE+SAO+PAULO.html

    Curtir

  8. concordo que 1 por cento da policia civil, faz jus ao salario, mas, 99 por cento, vive de ” correria”, usando todo sistema e aparelhos da instituição para isso, outrossim, tem que aqueles que vivem fazendo bico e acabam tirando o foco do trabalho poliicial. esses que fazem bico, pertencem ao pessoal do 1 por cento.

    Curtir

  9. O pessoal aqui vive um amargor em vida que nem fica feliz com um trabalho feito.
    Dane se que seja caguetagem. Diversos trabalhos e operações são iniciadas desse modo. Pessoas locais/ vizinhos/ parentes são fontes de informação em uma investigação. Nem parece que o pessoal aqui é polícia.
    12 famílias tiveram familiares resgatados, isso que importa.

    Curtir

Os comentários estão desativados.