Delegacia Seccional de Americana tem a maior defasagem de funcionários do Deinter-9 15

Americana tem a maior defasagem de funcionários no Deinter-9

Resultado deficitário leva em conta a proporção entre policiais e habitantes no interior paulista; sindicato cobra governo


Com uma proporção de um policial civil para cada 4,5 mil habitantes, a Delegacia Seccional de Americana tem a maior defasagem de funcionários na região do Deinter-9, que atende a outras cinco seccionais.

Delegados relatam cobrança “cruel” e “mal-estar” na corporação, enquanto o Estado diz que concursos estão em andamento para contratar agentes. O Deinter-9, inclusive, foi apontado como o de maior déficit no Estado.

Na seccional de Americana são 269 policiais para uma região com população estimada em 1,2 milhão de habitantes, que abrange também as cidades de Artur Nogueira, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré.

Foto: Arquivo / O Liberal
Delegacia sediada em Americana atende ainda mais 8 municípios, incluindo os outros quatro da RPT

Os dados, de junho deste ano, são da SSP (Secretaria de Segurança Pública) e foram divulgados pelo Sindesp (Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo). O índice é pior do que o registrado nas demais seccionais do Deinter-9. Nas unidades de Casa Branca e São João da Boa Vista a proporção é de duas mil pessoas para cada policial, por exemplo.

Um delegado da área de Americana, que pediu para não ser identificado, diz que a sobrecarga no trabalho gera um clima de instabilidade e de “muito mal-estar” na corporação por conta de cobranças “cruéis” que eles vêm recebendo.

Ele cita que a medida adotada pela Polícia Civil de regionalizar plantões por meio de videoconferência sobrecarregou ainda mais os delegados.

“Isso só foi feito para parecer, equivocadamente, que esse déficit de delegado não é tão sensível assim. Se nós conseguimos cumprir os plantões lá, nós estamos, sim, deixando de cumprir com outras tarefas aqui na nossa unidade de origem”, afirma.

Em resposta, a SSP diz que estão em andamento concursos para contratação de 2.750 policiais civis e que desde 24 de agosto 1.100 deles foram convocados para análise de documentos e realização de perícias de aptidão mental.

Informa ainda que já foi autorizada a abertura de um novo certame para contratar mais 2.750 atentes a partir do próximo ano. “O governo do Estado investirá na aquisição de mais de oito mil coletes balísticos, 200 viaturas e equipamentos aplicados à inteligência policial. Além disso, 120 delegacias serão reformadas em parceria com a iniciativa privada”, traz a nota enviada ao LIBERAL.

Um relatório do Sindesp foi entregue ao governador João Doria (PSDB) na última terça-feira. A presidente do sindicato, Raquel Kobashi Gallinati, diz que o efetivo da Polícia Civil não acompanhou o crescimento populacional e que não houve uma renovação nas forças policiais depois de pedidos de aposentadorias.

“Os policiais civis são os que pior recebem. Vimos um acúmulo de funções, justamente pelo déficit de policiais. A partir do momento que você não estrutura uma instituição que tem atribuição legal de investigar e combater o crime você não dá a certeza do castigo para aquele que comete o crime, deixando a população à mercê da criminalidade”, avalia.

O delegado assistente da Seccional de Americana, José Luis Joveli, considera que essa defasagem ocorre apenas em “um ou outro cargo” por conta de pedidos de aposentadorias. “Tem vários concursos em andamento que provavelmente vão suprir essas eventuais lacunas. Independente disso, estamos cumprindo nossa obrigação. Os plantões continuam operando normalmente”, ressalta.

Distribuição

O problema não é a falta de policiais, mas sim a distribuição deles dentro das unidades policiais do Estado de São Paulo. Essa é a avaliação de José Vicente da Silva Filho, especialista em segurança pública e coronel aposentado da PM (Polícia Militar), em entrevista ao LIBERAL.

Ele utiliza duas seccionais do Deinter-9 para exemplificar sua opinião. “A seccional de Americana com 1,2 milhão [de habitantes] e Casa Branca com 252 mil não tem sentido. Se tem 200 mil, basta duas delegacias para cuidar disso, não precisa de seccional. Isso é um sinal de que é necessário uma reorganização da Polícia Civil no território de São Paulo”, argumenta.

O especialista conta que há cerca de sete anos surgiu um movimento de delegados da região de Piracicaba para cobrar uma restruturação da Polícia Civil, mas o projeto não prosperou. “São 25 mil policiais para 45 milhões de habitantes”.

“Estamos falando de praticamente um policial para cada 2 mil habitantes. Esse é o padrão, e não está errado isso. O problema é a estrutura, delegacia, onde precisa ter delegado ou não, isso precisa ser revisto pela Polícia Civil. Ela tá devendo isso há uns 15 anos”, complementa.

  1. Dr. Guerra

    Por favor explique, caso queira e possa.

    Como funciona o sobreaviso na polícia?
    Tem previsão legal?

    O policial fica em casa, se tiver serviço alguém liga daí ele vem, faz o serviço e volta pra casa.

    Pode?

    Curtir

  2. Se fosse só neste departamento estava bom…
    A PC precisa de 10.000 agentes senão continuará está bagunça e crimes sem apuração concreta e correta .

    Curtir

    • 14 mil pra ser mais exato fora a velharia que nao serve pra nada e os Nutella nem se fala kkkk a puliça acabou os poucos que restarwm no futuro seram readaptados em outros lugares; esse aumento que ira vir é apenas pra segurarem pois as aposentadorias estao vindo em massa e o governo nao quer; resumindo questao de tempo pra acabar a instituição policia civil.

      Curtir

  3. Tudo isso graças ao PSDB e aos nossos “chefes/diretores/cardeais” ; quando o furacão DORIA montou seu gabinete da SSP com o Dr. Yousef eu vi que afundariamos com toda a certeza. 01º de janeiro de 2023 está muito longe. Será que o “Chuchu” volta?

    Curtir

    • No meu caso nem precisou de tanto. Quando Dória FOI ELEITO eu já sabia que ia dar tudo errado pra Polícia.
      A definição de loucura é fazer tudo igual e esperar resultados diferentes. O Zé Povinho vota no PSDB que esta arregaçando a polícia a quase 30 anos e acha que outro Tucano no Governo de SP vai fazer diferente só por que é engomadinho e marketeiro. Ninguém merece.

      Curtir

  4. Zé Vicente entende tanto de polícia quanto eu entendo de física nuclear.
    O que o tiozinho não fala é que em 97 existiam 26 batalhões na região metropolitana e hj são 50… e para que servem os tais coordenadores operacionais de cada um deles e que são majores.
    Ele até pode opinar a respeito da PM.
    Da PC não. Não lembro dele apresentando ocorrência em nenhum plantão vinte e poucos anos atrás.

    Curtir

  5. Dr. Guerra!!!

    Peça para algum conhecido seu levantar quantos policiais “código 100” existem.

    Código 100 é o servidor que não pode mais nem por o pé na repartição pois a papelada da aposentadoria já correu, mas que efetivamente não está aposentado e é contado como sendo da ativa.

    A surpresa com a quantidade será grande!?

    Assim me disse um contador de histórias!
    Será verdade?

    Curtir

    • …. disse:

      Não é história não, sou prova viva disso….rsrsrsr

      Só não é verdade o “nem por o pé na repartição”, de resto é vdd.

      abç

      Curtir

    • Tem um colega escrivão na minha pastelaria que não sei se é “Código 100” mas é parecido. A Aposentadoria dele cantou, mas antes de dar no pé ele esta tirando as licenças-premio atrasadas. Ou seja: No papel esta trabalhando, mas na prática a parte do piano dele esta sendo carregada por outra pessoa e assim continuará.

      Curtir

  6. Essa Seccional não faz parte do Departamento do caipira que dizem ser próximo da ex 1ª dama do Estado? A bem da verdade ele é próximo de uma boa grana, não importa a origem, em relação à polícia e as condições de trabalho dos policiais, que se “phoda” . A Delegacia de Polícia de Artur Nogueira, numa determinada época, só tinha GCM como funcionário, inclusive um com antecedentes criminais.
    Em síntese, faliu! Todo mundo sabe e faz de conta que não viu.

    Curtir

  7. Só gostaria de receber de aumento o valor que o "surubeiro" deu de gratificação para os fiscais de renda. disse:

    A fórmula mágica do “surubeiro” para tentar frear as aposentadorias e ludibriar a opinião pública alardeando ter dado aumento às polícias, em flagrante estelionato eleitoral e ao arrepio da Constituição Federal, bem como em desfavor dos aposentados, é dar uma “gratificação” só para quem está na atividade. Já vimos esse filme. Isso é coisa de PSDB.

    Curtir

  8. Um leitor do FLIT disse: – “Serão 4 (quatro) aumentos de 20 % (total = 107 %) para todos os policiais nos 4 anos que antecedem a próxima eleição presidencial em que Dória está de ôlho; mas para os da ativa serão 4 de 25 % (total = 144 %) mais um bônus”. Caso ocorra isto, explodirão 50 mil Mandados de Segurança para corrigir este crime contra a Constituição que garante a PARIDADE. Será que o Dória sabe disto ou ignora ?

    Curtir

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS.. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s