Deic prende homem com 161 quilos de cocaína no Guarujá 5

Ação foi deflagrada após investigações sobre esquema criminoso; drogas estavam em um carro

Qua, 11/09/2019 – 18h43 | Do Portal do Governo

Policiais civis do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) apreenderam 161 quilos de cocaína nesta quarta-feira (11), em Guarujá, litoral paulista. Os entorpecentes foram encontrados em um carro. Um homem foi preso.

Equipes da 2ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (Disccpat) investigavam um esquema que utilizava um veículo do modelo SUV GM Spin para transportar drogas e armas na região do Guarujá.

Com base nessas informações, os policiais localizaram o automóvel na avenida Santos Dumont, em Vicente de Carvalho.

Os policiais interceptaram o carro e, dentro dele, foi encontrada a carga de cocaína. Os entorpecentes foram apreendidos e encaminhados à perícia. O condutor foi preso e autuado por tráfico de drogas e associação ao tráfico.

ADPESP entrega projeto de valorização salarial ao governador e defende aposentados: o vencimento inicial é de R$ 22.006,01, o final de R$ 33.540,59 45

A ADPESP apresentou ao governador do estado um ofício com proposta estruturada para a recomposição salarial da Polícia Civil. No documento, a Associação esclarece que, excetuando-se o Distrito Federal, os delegados de Polícia em Mato Grosso possuem o maior salário do país, onde o vencimento inicial é de R$ 22.006,01 e o delegado em classe Especial recebe R$ 33.540,59.

Para contribuir com o compromisso assumido por João Doria – de colocar a Polícia Civil paulista entre as mais bem pagas do país –, a ADPESP propõe um plano escalonado de reajuste, ofertando o modelo remuneratório de subsídio. Ainda no documento, a Associação reforça o apelo para que os aposentados não sejam deixados de lado. “Não é razoável esquecer aqueles que, por mais de três décadas, se dedicaram à Polícia Civil e à sociedade”, defendeu Rodrigo Lacordia, tesoureiro da ADPESP.

https://www.adpesp.org.br/wp-content/uploads/2019/09/Recomposicao-Salarial-Minuta-PL.pdf

Policiais nota 10 do Estado de SP são homenageados 7

Integrantes das polícias Civil, Militar e Técnico-Científica são reconhecidos por destaque em ocorrências e bom desempenho das funções

Qua, 11/09/2019 – 13h44 | Do Portal do Governo

O Governador João Doria homenageou nesta quarta-feira (11) 10 policiais militares, 13 civis e dois técnico-científicos, da Capital e das regiões de São José dos Campos, Campinas, Bauru e Sorocaba, com o certificado “Policial Nota 10”. Em sua oitava edição, a iniciativa, criada pela Secretaria da Segurança Pública, tem como objetivo reconhecer e estimular o bom trabalho policial em todo o Estado de São Paulo.

“Obrigado por fazerem as suas funções com denodo e paixão. Por isso vocês escolheram a atividade policial como carreira. É esta paixão, presteza, capacidade e coragem que faz de que cada um de vocês um herói para suas famílias, seus amigos, Governo e população de São Paulo”, disse Doria. A solenidade aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, na zona Oeste da Capital paulista.

“Aqui conhecemos e cumprimentamos aquelas pessoas que se destacaram pelas polícias Militar, Civil e Técnico-Científica, pois são eles que fazem a diferença. É um momento de muita satisfação e alegria”, afirmou o Secretário da Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos.

Os casos que geraram destaques aos profissionais foram de prisões relacionadas à tentativa de homicídio, latrocínio e extorsão mediante sequestro, salvamento de bebê e ações que resultaram em apreensões de armas, drogas e veículos. Policiais também foram reconhecidos pelo bom desempenho das funções.

Polícia Militar

Representando a Polícia Militar, uma das equipes homenageadas é formada pelo cabo Rogério Soares e pelo soldado Rafael Sanchez, do 15º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M), que se sobressaíram após a prisão de quatro suspeitos envolvidos em um latrocínio, ocorrido no dia 11 de agosto. Na ocasião, o primeiro criminoso foi preso e indicou os comparsas, detidos pela mesma equipe na sequência.

No dia 12 de agosto aconteceu o atendimento que gerou destaque à cabo Suzana Conde de Oliveira e ao soldado Fábio Henrique Pereira Lustosa da Silva, do 9º BPM/M. Eles estavam em serviço na Base Comunitária de Segurança Oscar da Silva, na Vila Guilherme, zona norte da Capital, quando foram chamados pelos pais de uma bebê de 1 ano e um mês de idade, que estava engasgada.

Os soldados Bruno Dimitre Teles Alves e Maria Fernanda da Silva, que trabalham na 2ª Companhia do 13º BPM/M, se destacaram pela prisão do autor de uma extorsão mediante sequestro, no dia 14 de julho, na Cracolândia, no centro da Capital. Além de deter o autor do crime, eles libertaram a vítima.

A última ocorrência da PM que gerou destaque na Capital aconteceu no dia 20 de julho e foi atendida pelos cabos Wudson Willians Piton e Eduardo Fernando Anunciação e pelo soldado Marcos Antonio da Silva, da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (Rocam), do 2º Batalhão de Policiamento de Choque (BPChq). Os militares detiveram um homem que tinha acabado de tentar contra a vida do cunhado e apreenderam uma pistola.

Integrante da PM atuando no Interior do Estado, o soldado Renato Ventura de Almeida, do 27º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), também foi homenageado. Ele estava de folga quando ajudou um idoso a recuperar os sinais vitais em um mercado na cidade de Dois Córregos. O caso aconteceu no dia 15 de agosto e ganhou grande repercussão nas redes sociais.

Polícia Civil

O primeiro trio da Polícia Civil condecorado foi formado pelo delegado Antônio Monteiro de Araripe Sucupira Neto, escrivão Clayton Teixeira de Oliveira e investigador David de Oliveira Rocha, integrantes do 2° Distrito Policial (Bom Retiro). Eles foram reconhecidos pela investigação que resultou na prisão de um homem e interceptação de uma carreta que transportava 452 quilos de maconha, seis fuzis AR15 e cerca de sete mil munições de diversos calibres.

A segunda equipe da PC homenageada foi da 2° Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (Disccpat), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). O delegado Ítalo Zaccaro Neto, o escrivão Marcos Faria e o investigador João Eduardo Diogo prenderam, no dia 16 de julho, uma quadrilha especializada em roubos a carros-fortes.

O delegado Horácio Martins de Oliveira Campos, o investigador Jorge Aparecido Lopes Cesário e o agente policial André Luiz Gonçalves de Oliveira, integrantes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Taubaté, foram agraciados pelo esclarecimento de uma explosão na prefeitura da cidade. O fato aconteceu dentro do banheiro masculino, no dia 5 de junho, e o autor foi preso.

Outra dupla agraciada foi formada pelos investigadores Rodrigo Antônio de Oliveira Ventura e Dalcir Froldi Júnior. Os policiais foram reconhecidos pela descoberta de um barracão usado para o cultivo de maconha, na cidade de Salto. Na ação, três pessoas foram presas e 3.775 plantas da droga recolhidas. Também foram apreendidos um carro, uma moto e celulares.

O delegado Thiago Daniel de Almeida Fogaça e o investigador Vinicius Batista Siqueira, integrantes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itapeva, se destacaram pela atuação na Operação Caminho da Roça, deflagrada no dia 9 de agosto, nas cidades de Taguaí, Lenções Paulista e Macatuba. Foram cumpridos 22 mandados de buscas e sete de prisão. Também foram apreendidas 64 munições, uma arma e 11 veículos. Um trator furtado foi recuperado.

Polícia Científica

Na ocasião, dois policiais técnico-científicos também foram agraciados. A perita criminal Jéssica Caineli Chanes, da Equipe de Perícias Criminalísticas Oeste, foi reconhecida pelo bom desempenho de suas funções na coleta de vestígios de impressões dígito-papilares. Além disso, ela ainda representa sua unidade, que é referência neste tipo de trabalho e também em coletas de amostras de DNA para o banco de perfis genéticos.

Outro perito criminal homenageado foi Victor Cominato Theodoro, integrante do Núcleo de Crimes Contra a Pessoa. O policial foi condecorado pelo trabalho realizado no levantamento de vestígios de DNA em locais de crime, em especial pelo atendimento à ocorrência de tentativa de furto ao cofre de um grande banco na zona sul, em 2017