9 mortos, nenhum culpado 19

9 mortos, nenhum culpado

Desfecho de inquérito sobre Paraisópolis expõe falhas do controle da polícia

Moradores de Paraisópolis protestam contra a operação policial que resultou em nove mortos durante baile funk – Marlene Bergamo – 14.dez.19/Folhapress

Com o pedido de arquivamento do inquérito militar sobre a ação da PM em Paraisópolis, restou dissolvida a responsabilidade pela morte de nove jovens em dezembro.

Embora continue em andamento a investigação pela Polícia Civil, o desfecho pouco conclusivo dado ao caso na esfera da Corregedoria da Polícia Militar expõe as falhas das instituições incumbidas de responsabilizar agentes de segurança.

Por respeito às mortes dos jovens na desastrosa ação de 31 policiais durante um baile funk, esperava-se que as responsabilidades individuais e coletivas fossem investigadas com o esmero que a gravidade do caso requer. Essa não tem sido a regra, entretanto.

Relatório da Ouvidoria das Polícias do Estado de São Paulo, de setembro de 2019, apontou que em 2017 a Corregedoria investigou menos de 3% dos casos de operações que resultaram em morte.

Embora a atuação do órgão esteja inerentemente limitada por fazer parte da corporação, a PM de São Paulo carece até de um modelo que favoreça alguma isenção.

A experiência internacional revela pontos que poderiam ser melhorados, como a criação de um plano de carreira específico para a Corregedoria e serviços de proteção contra eventuais represálias.

Órgãos como o Ministério Público paulista, que não tem exercido o controle externo da polícia a contento, e a Ouvidoria das Polícias, cujo ouvidor foi substituído no dia de divulgação do balanço de suas ações, devem encontrar um ambiente institucional em que possam exercer tais funções. Isso tampouco tem sido a regra.

Tecnicamente, operações de controle de distúrbio —como são chamadas as ações como a de Paraisópolis— devem, pelas regras da própria polícia, priorizar rotas de fuga e não encurralamento.

Os jovens mortos em dezembro não eram da região, o que sugere que não conheciam a área para conceber formas de dispersão.

Além das responsabilidades individuais, ora arquivadas, qual a responsabilidade coletiva da corporação pelos erros nesta operação? Tal pergunta, apesar de fundamental para evitar novas mortes, tarda em ser respondida pelas autoridades policiais e pelo governador João Doria (PSDB).

FOLHA DE SÃO PAULO

  1. As apurações e investigações dentro da PM têm natureza política e ñ jurídica até mesmo nas decisões da comarquinha mais cara do universo, o TJM.
    A PM tem sem dúvida tendência política para se apurar algo.
    Ñ existe imparcialidade, rigor técnico-jurídico e nem mesmo controle externo dessas ações.
    Só para citar um exemplo, acontecem vários crimes penais comuns dentro de quartéis da PM (quem foi meganha sabe o que estou falando) e quantos são comunicados ao delpol da área?
    Oficiais que mal sabem diferenciar estado flagrancial de exaurimento do crime.
    A politicagem é o princípio mais importante do militarismo da PM.
    “””Vou punir quem eu quiser, quando quiser! Tenho até meus próprios juízes””””
    Viva a injustiça!

    Curtir

  2. Triste. Favelado, como em qualquer classe social tem bom e mau. A polícia não faz isso no Morumbi ou em Interlagos onde também tem bom e mau. O mero detalhe é que em alguns lugares não tem dinheiro e no outro tem…

    Curtir

  3. Fique tranquilo, daqui a pouco vão achar um culpado, vão pisar no trabalho de Polícia Judiciária e culpar o delegado pela condução do IP.

    O Delpol merecedor de 5% vai gastar com advogado para sua defesa na corregedoria .

    Enquanto isso Suruba em Dubai.

    Curtir

  4. Morreram pisoteados.
    Como seria ridículo acusar um PM de matar alguém pisoteado…e como é impossível individualizar qualquer conduta…
    Tudo certo!
    Morreram porque eram maconheiros, viciados, nóias e malditos desde o nascimento…
    Culpa de quem promove esses “bailes” e dos pais que permitem que seus filhos os frequentem…

    Vida que segue…

    🤣🤣🤣🤣🤣

    Curtir

  5. Aos mais esclarecidos que me corrijam, mas nesse caso, como naquele famoso do Carandiru, não há como condenar algum policial militar pelas mortes porque não é possível individualizar a conduta criminosa (se houve). Tanto num evento quanto em outro a perícia deveria indicar a participação de cada indivíduo no resultado morte. Esperneios à parte, a solução final era a esperada.

    Curtir

  6. Os grande culpados são os políticos que nada investem em moradia popular, deixando as comunidades sem qualquer planejamento, casas invadindo pequenas vielas e com pouca ventilação natural. Ha tambem culpa dos proprios moradores, onde muitos tem condicoes de morar em outro local, mas ve os beneficios – agua e luz na faixa, ou tarifa minima, recebimento de auxilio aluguel, recebimento de apartAmento atraves do governo pagando um valor pifio.
    Ai é um convite pro tráfico, criminosos se instalarem e controlar essas áreas.
    Dinheiro pra roubar tem; mas para investir em moradia pra pobre- inclui- se policial- nunca tem.
    Ai com o passar dos anos fazem cada vez mais puxadinho, como podemos ver na saída da Washington Luís com Roberto Marinho.
    Forma se um labirinto de casas mal ventilada, mal acabadas, mal estruturadas emporcalhando a cidade que já e feia.
    Sem contar que em comunidades, extremos e reduto de crime e tem muita arma escondida.

    Curtir

  7. É… Educar e ensinar muito aos filhos. Rezar para que não escape para um lugar desses. Caso contrário está sujeito a isso aí. Fazer o q? Da minha boiada cuido eu. Quando o Estado tem q cuidar esse é o resultado. Que se exploda. Muito mi mi mi. Despreparo do Estado? Com certeza!
    Agora os fatos:
    Sociedade, em sua maioria, não gosta ou tem medo da polícia.
    Salários baixos atraem este tipo de servidor.
    Sociedade cresceu de maneira desordenada criando diversos necessitados e favelas.
    Descaso do Governo mais uma pessoa que não quer ser nada da vida acaba se tornando traficante ou viciado.
    Redes sociais e meios de comunicação colocam esses “bailes” como uma coisa boa e cultural.
    Meios de comunicação gostam mais de mostrar os erros dos policiais e manipular as informações do jeito q melhor lhes convém.
    Em suma:
    Meio de comunicação nojento e parcial de uma população hipocrita, cega e triturada quer exigir de policiais cansados, limitados e muitas vezes assassinos e corruptos serviços de excelência que se pede em países de primeiro mundo.
    Quer dizer… Queremos Poliais da Scotland Yard, Europa e EUA, mas pagaremos um salário de fome, pois só entra aqui quem tem amor a profissão!

    Faz me rir né?! Tão querendo cobrar postura ilibada em um puteiro?

    É o q tem p hj, amanhã e depois de amanhã!
    Agora apenas se vê notícia ruim! Nada que acrescente ou colabore.

    O pior é ter que ler lição de moral de virgem de puteiro! Alguém imagina quem seja? Kkkkkk

    Curtir

  8. UÉ, O SITE NÃO VAI PUBLICAR SOBRE Hans Nascimento, SOBRE O FOLHA, QUE A JORNALISTA ERA LIGADA AO PT, ESTE QUE POR SINAL ENVIAVA MENSAGEM EM MASSA, (FAKE NEWS) ??????????

    SE A DELAÇÃO FOSSE CONTRA O BOLSONARO, ESSE SITE AQUI COMUNISTA, JÁ TERIA COLOCADO VARIAS REPORTAGENS A RESPEITO NÉ…KKKKKKKKKK

    ESSE SITE É UMA PIADA PRONTA!

    Curtir

    • Reparou na imagem da postagem? Mal tem a ver com Paraisópolis. É só um mais um grupinho de esquerda. Olha os cartazes. Olha a bandeira do MST ali escondidinha. Olha o livro do Terrorista Lamarca. Como levar a sério algo assim? Gente eu se pudesse mataria todo mundo só pra implantar sua ideologia doente. Uma imagem dessa em um suposto “Blog policial” só mostra a inversão de valores a todo vapor.

      Curtir

  9. É fato que não foram os PMs que pisotearam a patuleia, bem como tenho certeza que nenhum deles queriam estar naquele local por bel prazer, bem como não é possível crer que eles, os PMs, em pouquíssimo elaboraram um plano maquiavélico que consistia em encurralar, estourar a boiada e conduzir para aqueles becos!
    Só “especialista em segurança” poderia imaginar isso e mais alguns “jornalistas”!
    Muitas pessoas e autoridades erram, muito antes da PM, nesta estória!
    E destes ninguém cobra nada, por que será?
    Primeiro as famílias que nem sabiam onde os seus estavam!
    E vamos concordar dali não iria sair nenhum prêmio Nobel.
    Depois falhou a municipalidade e todos os políticos, que anos atrás deixou invadirem o local e daquele invasão se tornar o favela que se tornou.
    E atual gestão PSDBosta nada faz e nada fez, deixou o baile correr onde estavam todos os funcionários municipais e vereadores que têm a obrigação de fiscalizar aquela m…..de baile?
    E não me venham com “a favela é problema social”, e dai foi a PM que criou este problema? NÃO!
    Como não criou esta situação, e, portanto, não tem que culpa e nem obrigação de cuidar destas mazelas que outros criaram, ou seja a patuleia/favelados, estes têm é mais que cobrar dos políticos, simples assim!
    E como dirima alguns cada cachorro que lamba a sua c…..!
    Desenhando polícia não é serviço social, se existe esta distorção é porque o 190 virou água benta, é para resolver todas as m…. da sociedade!
    Só a título de exemplo, onde está escrito que o bombeiro tem que podar e retirar árvores que a prefeitura deixou cair, a prefeitura não faz a sua parte, árvore cai com as chuvas e em vez de prefeitura desobstruir as vais chamam os bombeiros para fazer esse papel, assim é fácil ser agente vistor, agente da CET. do Psiu etc, etc, etc….
    Ficou assim convencionado: deu qualquer m…. chama a PM ou bombeiros para fazer trabalho dos outros!
    E finalizando e fazendo uma comparação; o rompimento da barragem em Mariana ocorreu na tarde de 5 de novembro de 2015, até hoje ninguém foi preso e a empresa não pagou nenhuma das multas a ela aplicada, por que só com os PMs querem processo sumaríssimo?
    Há algo de muito errado em nosso sociedade!

    Curtir

  10. Tá ridículo tentar colocar essa conta na PM!!!! Uma multidão foge de disparos, se embrenha por vielas e corredores, acontece um tumultuo , as pessoas se atropelam ( os mortos não eram moradores da comunidade, ou seja, desconheciam a fundo o local), daí tentar intrujar essa prá Polícia já é demais né??? E ser anti polícia mesmo, e anti polícia prá mim é bandido!!! E as pessoas de bem moradoras do local acharam lindo essas ações, pois tem a porta de suas residencias bloqueadas para saída e entrada, com elevado consumo de drogas e um som extremamente alto, ou seja, ninguém descansa.

    Curtir

  11. Em 1992 foram 111 (uns 300 na verdade) e não teve nenhum culpado.
    Aliás, a ação foi tão boa que SP ganhou um Parque…

    Quem sabe não criam algo bom nas vielas de Paraisópolis…🤣🤣🤣🤣

    Curtir

  12. Paraisopolis fica onde em Marte ? Fica no Morumbi a diferença é que o ocorrido foi em um lugar de baderna cheio de vagabundo e bandido , usando drogas , fazendo merda , uma bagunça que atrapalha ate os moradores da comunidade que realmente trabalham e fazem alguma coisa de útil , não fazem no Itaim Bibi pq não existe esse tipo de merda onde as classes são mais altas , 9 bostas a menos

    Curtir

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS.. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s