Covardia e selvageria sem limites – Infernópolis” merece um prêmio 17

Infernópolis” merece um prêmio. É uma manifestação artística que reproduz de forma instantânea e incomum a tragédia que aconteceu.

O que aconteceu em Barueri e no Jardim Tranquilidade não é fato isolado. É o mais do mesmo. É recorrente nas madrugadas das periferias das grandes cidades. O que fez a diferença, foi a coragem de alguns moradores da comunidade em filmar as atrocidades.

É o mesmo “modus operandi”, agora rotulado com a expressão “protocolo de procedimento”, da emblemática escola “favela naval”, que só ocorreu, por reproduzir outras anteriores, e que vai continuar ocorrendo, enquanto a impunidade campear na sociedade brasileira.

Para fechar com chave de ouro, coagiram a vítima a mentir na delegacia de polícia, induzindo a erro a autoridade policial no registro preliminar dos fatos. Em seguida, fizeram incursões no local com vistas a intimidar testemunhas e identificar o autor do vídeo.

O que assistimos nos dois casos é um “mix” da mais pura selvageria e covardia.

Acha que se fosse nos Jardins, Moema, Higienópolis, teriam o mesmo “protocolo de procedimento” ?

Essa é a conhecida “RESERVA MORAL DO ESTADO”?

E AÍ “DEFENDA PM” o que tem a dizer?