Desembargador que destratou guarda é ‘desprezível’ e deve ser julgado, diz colega de tribunal paulista 22

Desembargador que destratou guarda é ‘desprezível’ e deve ser julgado, diz colega de tribunal paulista

A desembargadora Maria Lúcia Pizzotti afirma que Eduardo Siqueira sempre destratou quem julgava estar abaixo dele

A desembargadora Maria Lúcia Pizzotti, do Tribunal de Justiça de SP, diz que o desembargador Eduardo Siqueira, que destratou um guarda municipal em Santos depois de ser abordado porque não usava máscara, é uma “figura desprezível”.

A magistrada já processou o colega por injúria e difamação. Quando estava no início da carreira, Siqueira depôs contra ela, tentando impedir que se tornasse juíza com direito a vitaliciedade.

“Ele tinha uma postura bastante desagradável no trato pessoal, e eu fui obrigada a ser firme desde o começo da minha relação com ele. Eu tive que processá-lo por difamação e injúria”, afirma.

Desembargador Eduardo Siqueira rasga multa por estar sem máscara em praia de Santos (SP)
Desembargador Eduardo Siqueira rasga multa após ser flagrado sem máscara em praia de Santos (SP) – Reprodução

Seu advogado, na época, foi o criminalista Alberto Toron, que era colega de faculdade da desembargadora.​ O magistrado que analisou o caso considerou que testemunha não pratica ato de injúria ou difamação ao depor.

Ela recorreu ao STJ (Superior Tribunal de Justiça), mas houve decadência da ação.

Eram poucas as mulheres que integravam o Poder Judiciário em 1988, quando Pizzotti ingressou na carreira. “Eu fui a vigésima juíza do Judiciário estadual”, relembra. “Na época não tinha muitas mulheres e havia dificuldade no relacionamento conosco e com juízes jovens”, afirma.

“Além de ser bastante inconveniente no tratamento, Siqueira era muito ríspido com todo os que julgava estarem abaixo dele”, afirma ela.

A magistrada diz que muitas coisas já foram toleradas sobre Siqueira e que agora os tempos são outros. Por isso, ela “aplaude”a instauração ​de um procedimento contra o desembargador.

“Ele, em tese, cometeu o crime de desacato ao destratar o policial e não respeitar a autoridade dele, que cumpria uma regra municipal, de determinar o uso da máscara. Ali ele era um cidadão comum. A autoridade era o policial”, afirma ela.

“Eu entendo também que, em tese, ele cometeu os crimes de abuso de autoridade, tráfico de influência, ao ligar para o Secretário de Segurança de Santos, e também injúria, porque xingou o policial de analfabeto. E também descumpriu regras ao se negar a usar máscaras e rasgar um papel e jogar no chão, sujando a praia”, segue ela.

Ela acredita que seria o caso, se ele for processado e condenado criminalmente, de perder o cargo. “Depois de tantos ilícitos, é o mínimo que se espera. Afinal, a sociedade quer que uma pessoa que comete tantas ilegalidades siga julgando os cidadãos?”

A desembargadora relatou outros episódios do desembargador.

Suas primeiras revelações foram feitas ao site Consultor Jurídico (Conjur).

Segundo contou, Siqueira já teria ordenado que o motorista do carro oficial passasse por cima da chancela do pedágio de Santos para São Paulo.

“Na época estava comentando o caso com um colega e ele passou em um carro oficial na hora. Neste momento eu disse: é esse. Ele mandou o motorista parar o carro e veio para cima de mim para tirar satisfação. Eu solicitei a gravação da garagem e fiz uma representação contra ele. Infelizmente, o presidente do TJ-SP na época, Ivan Sartori, decidiu arquivar o caso. Acredito que se houvesse uma postura firme do tribunal anteriormente ele não chegaria nesse ponto de destratar o guarda e sujar a praia”, afirmou ela ao Conjur.

A coluna enviou uma mensagem à assessoria do Tribunal de Justiça de São Paulo pedindo para ouvir Eduardo Siqueira sobre as acusações feitas pela desembargadora Maria Lúcia Pizzotti. Ele ainda não respondeu ao questionamento.

Mônica Bergamo

  1. Vixe! Lembro-me da desembargadora Maria Lúcia Pizzotti (que naquela usava também o Mendes n nome) quando ela foi aprovada no concurso para o cardo de juiz substituto. Seu pai era o Dr. Pizzotti Mendes, ilustre integrante do Mnistério Público.
    Durante sua carreira – que já dura 32 anos – muito bem (e algumas poucas vezes mal) ouvi falar dela como juíza. Quanto à sua honra, no entanto, nada, nenhuma reserva fizeram nem mesmo aqueles que a detestam.
    Já denunciou alguns colegas, até mesmo de tribunal. Näo tem medo. É “mulher com sangue nos olhos” teria me dito, elogiosamente, um desembargador já falecido.
    Agora vem ela, espontaneamente, dar seu valioso testemunho em relaçäo à pessoa do desembargador Eduardo Siqueira. Sim, aquele que ficou famoso näo pela eventual justiça de suas sentenças, ou por seu árduo trabalho que já dura umas quatro décadas, mas sim aquele que “injuriou” e “desacatou” um guarda civil de Santos.
    Lógico que, pelo tom, constata-se com facilidade que a desembargadora Maria Lúcia näo gosta dele, e até mesmo é sua inimiga (até mesmo capital). Está, portanto, suspeita de depor. No entanto, em se tratando de quem é, seu depoimeto näo pode ser simplesmente desprezado.
    Toron já o defendeu uma vez no passado, com importante sucesso; quem sabe irá agora defendë-lo novamente. A diferença entre os dois estará no fato de que o tempo tornou Alberto Zacharias Toron mais velho, mais competente e mais ponderado, ao passo que, pelo visto, seu ex cliente, até onde se sabe, se tonou somente mais velho sim; e quem sabe até mais competente; ponderado, porém, creio que näo…
    (a) Ronaldo TOVANI

    Curtir

  2. Só a ginastica mental que ela faz para tentar ferrar ele já mostra toda a magoa que ela sente dele. Ou ele cometeu abuso de autoridade ou ele cometeu desacato, os dois não dá! Não existe desacato entre autoridades. Se ele era autoridade a ponto de ser condenado por abuso então não tem como ser condenado pelo desacato.
    Lei escrota tem que ser desobedecida mesmo e foda-se. Guarda ou policial que se submete a ficar fazendo fiscalização de mascara tem que ser esculachado mesmo e acabou. É o fim do mundo o Estado querer obrigar o cidadão a usar um apetrecho no rosto. Não faz o menor sentido. É como se fizessem blitz em motel para fiscalizar o uso da camisinha. Se o tiozinho (grupo de risco) quer ficar andando sem mascara o problema é dele. Enquanto ele não estiver cuspindo em ninguém deliberadamente propagando doença de forma dolosa não tem crime e ponto final.

    Curtir

  3. Tovani se o desembargador e ríspido a desembargadora ainda não conseguiu para si a paz de espírito tão almejada bastou seu desafeto se ver envolvido num cena de lavadeira aí ela saca do baú velhas histórias. Da o que pensar velhos atirando pedras em outros velhos, não se trata de um belo exemplo para netos , se os tiver, e nem para ninguém. Sao amarguras que não cicatrizam e doem em tempo integral . Nunca gostei de me insurgir contra ninguém fragilizado ou caído da um ar de oportunismo e fraqueza de caráter.

    Curtir

  4. Os dois casos aconteceram em aproximadamente 48 horas de diferença, no Brasil é claro.

    1º Caso: Desembargador humilha policiais municipais da cidade de Santos.
    Foram feitas apenas duas multas contra o sangue dourado, mas mesmo em situação de flagrante não foi algemado e muito menos conduzido até a presença da autoridade policial, e não se esqueçam que o sangue dourado cometeu o mesmo absurdo dias antes.

    2º Caso: Bailarina do programa domingão do Faustão e que tem o sangue da cor vermelha, Natacha Horana, é algemada e presa pela polícia municipal em Balneário Camboriú, no Brasil é claro, em uma situação semelhante a do desembargador sangue dourado.


    Preste atenção Natacha: Vivemos em um País onde a lei é a mesma para todos e as polícias devem cumprir essa lei por igual indiferentemente da cidade em que estejam, então minha princesa, use o privilégio que o sangue dourado teve para a tua defesa, bem simples.

    Curtir

  5. Parece o Barney dos Flinstones, inclusive nas atitudes.

    Curtir

  6. O desembargador esqueceu que uns dos que garantem sua tranquilidade e noite de sono dele são os GCMs. Falta de respeito! Por isso que a polícia tá como tá.

    Curtir

    • O que garante o sono dele são os provimentos. Ganhando o teto e acima dele, não há que se falar em perda de sono. Vc dormirá em um apartamento ou casa de luxo em um condomínio de mais luxo ainda. Com um corpo de segurança que se assemelha ao BOPE. Kkkkk
      Tipo SWAT dos seguranças.
      GCM tira o sono dele. Isso sim tira o sono, pq ele quer distância para não pegar doença de “pobre analfabeto”. RS

      Curtir

    • Policiais militares e guardas municipais só servem para fazer MULTAS, retirando dinheiro do povo por ordem dos governadores e seus subalternos visando só arrecadação (DINHEIRO FÁCIL) e NUNCA PROTEGER A POPULAÇÃO …. tudo isso visa a IMPLANTAR a vacinação OBRIGATÓRIA que EXTERMINARÁ 90 % da população, seguinte o intendo da NOVA ORDEM MUNDIAL que usa o seu capacho BILL GATES e o JORGE SÔROS. Mas DEUS já deu ordem ao ARCANJO GABRIEL para parar com isto a partir de 04 de Novembro de 2020 !

      Curtir

  7. Estava vendo a homenagem do prefeito de santos em relação aos GCM´s.

    Ele simplesmente deu uma MEDALHA rsrss

    Alguém com culhão tem que chegar para ele e dizer que medalha não põe prato de comida na mesa.

    So faltou o Secretário de segurança municipal elaborar o GCM nota 10.

    Curtir

  8. Sem querer bancar o advogado do diabo, mas se o enfezado desembargador for penalizado, principalmente se por aposentadoria compulsória, disponibilidade ou remoção compulsória, equivalerá ao mesmo que bater num bêbado. Vejam só: o Papa Doc tupiniquim cometeu inúmeros, digamos, desvios muito mais graves do que esse. Quebrou multa do Ibama, por pesca ilegal, usou do cargo para exonerar o fiscal que o havia multado, fazendo-o perder o cargo de chefia, e uma miríade de “transgressões”. Sem falar nos seus Baby Doc e tontons macoutes. E ficou tudo como d’antes no quartel de Abrantes. Ou moralizamos tudo ou locupletamo-nos todos. Não existe meia gravidez! Ou está grávida ou não está!

    Curtir

  9. ? ? ? SRS. LEITORES do FLITPARALISANTE VERMELHO COMUNISTA, o tal desembargador está certíssimo em rascar na cara do policial imbecil (ordem ilegal NÃO SE CUMPRE !) que lhe entregava o papel ilegal de MULTA, visto que o decreto é ilegal e, mesmo que fosse LEI, ela seria INCONSTITUCIONAL por fere o DIRETO da LIBERDADE do cidadão, muito mais porque tal MÁSCARA é prejudicial em 100 % à saúde humana pois provoca acidêz no nosso sangue ( CÂNCER !) além de que ocasiona a desi-oxigenação do nosso sangue (=MORTE !). O POLICIAL JAMAIS DEVERIA CUMPRIR ESTA ORDEM MANIFESTAMENTE ILEGAL …. mas êle não tem a instrução necessária e ainda está APARELHADO pelo COMUNISMO já instalado no Brasil ! A vitamina D emanada pela LUZ solar é veneno mortal contra qualquer gripe, inclusive esta gripe denominada COVID 19 ou corona, aliás COVID significa “Sistema de Vacinação em Massa Obrigatória” com uma vacina que contém veneno “nanotecnológico” que é acionado pelo magnetismo disparado pelo SATÉLITE CHINÊS produtor do 5G, tanto que os técnicos que instalam as antenas de 5G USAM ROUPAS QUE OS PROTEGEM DA RADIAÇÃO PRODUZIDA PELO 5G ! ? ? ?

    Curtir

    • Esta vai ser a aposentadoria mais que merecida, pois o Desembargador teve a coragem de desmascarart o crime que é obrugar a usar uma máscara sabidamente VENENOSA !

      Curtir

  10. Boa Noite!

    Senhoras e Senhores.

    Vivemos um século cheio de novidades… ciência, tecnologia, direitos disto, direitos daquilo, etc… etc… mas, quanto mais se avança, regredimos… parece que aceleramos de volta para à idade da pedra.

    Desconfio que o preço cobrado por tentar chegar ao ápice não seja grande, mas se fizerem através de métodos duvidosos ou se esquecendo da razão, seguramente haverá punição… quem sabe sirva de alerta.

    Nesta vida tudo tem um preço!

    Poucos conseguem discernir o quanto somos ínfimos!

    Caronte

    Curtir

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS.. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s