O poder político da nação sofre com a corrupção epidêmica de seus protagonistas 3

Autor: amigo do 9. andar

Governador que nomeia promotor ou procurador de justiça para cargo comissionado no 1º escalão do governo, tipo Secretário de Transportes, Chefe da Casa Civil, Secretário da Segurança Pública,bem intencionado não é.

Quando você tem o Ministério Público no governo, participando da condução política dos negócios públicos, quem vai fiscalizar os atos de improbidade administrativa do governo, se governo e fiscalizador se confundem? Quando o Tribunal de Contas identifica a falcatrua, encaminha para o MP adotar as medidas judiciais cabíveis. O que fazer se a fiscalização pode levar ao descrédito não o governo fiscalizado mas a instituição fiscalizadora que dele participa?

Por essas e por outras que os desvios praticados pelo PSDB, nos sucessivos governos neste Estado, nunca tiveram a fiscalização necessária para a responsabilização de seus autores.

A propina que o “Santo” recebeu da poderosa empreiteira pelo seu cunhado, o “recolha” de confiança, é uma, entre tantas outras, que passaram desapercebidas pela Lavajato, Tribunal de Contas do Estado e setores especializados do Ministério Público Estadual.

A roubalheira nas licitações para obras públicas ligadas à infraestrutura viária do Estado é buraco negro, sem fim, Rouboanel Trecho Norte e Sul, Duplicação da Rodovia dos Tamoios, Duplicação das Marginais, Ampliação da malha metroviária, além das praticadas nas compras de trens para CPTM e Metrô, e vai por ai afora.

No Brasil vale a pena ser ladrão do colarinho branco, da espécie mandatário popular, ao final você vai se enriquecer, bem como familiares e amigos próximos e não vai acontecer mais nada, talvez um pequeno tempo de descanso numa cela especial de qualquer presídio brasileiro. Depois, é só felicidade, vão colocar uma pulseira no seu tornozelo e te mandar para sua suntuosa mansão para usufruir tudo o que roubou e que continua escondido no exterior ou nos investimentos que fez para lavar o dinheiro.

Olha o Geddel & família, Olha o Cunha, o Coronel PM Secretário da Saúde no Rio de Janeiro, nunca ninguém roubou tanto em tão pouco tempo, precisou de dois veículos de transporte de valores só para levar o dinheiro roubado que estava em casa, fez do Geddel mero batedor de carteira.

No Brasil, política é coisa para ladrão, salvo raras exceções

  1. Clareou mais uma do José Punga. Agora tendo como comparsa, entre outros empresário, o majoritário da Qualicorp. 5 milhõezinhos para ganhar umas obrinhas em trecho do rouboanel.
    Foi esse lixo e ladrão que conflagrou as forças de segurança do Estado por motivos relacionados à política salarial.
    Dinheiro para aumentar os salários não tinha, mas pra roubar tinha.

    Curtir

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS.. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s