“Novo Conselho da Polícia Civil e Seccionais do DECAP e DEMACRO …( Mais dos mesmos! ) 42

ADJUNTO SSP DR YOUSSEF

DGP. DR. RUI
DGPAD DRA. SATO
APC GS. DR COVINO
CHEFE DE GABINETE GDG DR. JOAQUIM DIAS ALVES
DECAP DR ALBANO
DEMACRO DR STORNI
DAP DR GILSON
DECADE DR NICO
DEIC DR ISMAEL
DHPP DR DOMINGOS
DPPC DR EMÍDIO
DEINTER 7 DR OSMAR
DEINTER 9 DR. KLEBER
DENARC DR SEVERO
CORREGEPOL DR RUI BARACAT

DECAP

1 Seccional Dr Roberto Monteiro
2 Seccional Dr Marquinhos
3 Seccional Dr Maurício Guimarães
4 Seccional Dr Sampaio Lopez
5 Seccional Dr Flaminio
6 Seccional Dr Jurandir Santana
7 Seccional Dr Adilson Aquino
8 Seccional Dr

DEMACRO

Santo André Luis Carlos Carmo
São Bernardo Dr Ronaldo Tussunian
Guarulhos Dr Carlos Roberto Campos
Diadema Dr Eduardo Gobetti
Taboão da Serra Dr Tanganeli
Franco da Rocha Dr Hélio Bressan
Carapicuíba Dr Mauro Marcelo
Osasco Dra Ana Paula

DEIC

Patrimônio – Dr Adalberto
Divecar – Dr Alberto
DIG – Dr Dimas

O “Gay-For-Pay” bolsonariano é mesmo um inimputável completo…Ainda não representaram pelo exame de sanidade dessa bicha senil ? 13

 

Resultado de imagem para alexandre frota gay

Alexandre Frota responderá por ataques a magistrada em redes sociais

Juíza que o condenou por injúria contra Jean Wyllys (PSOL-RJ) foi ofendida por ele e por seus seguidores

 

  •  

Wálter Nunes São Paulo

O deputado federal eleito Alexandre Frota (PSL-SP) e um grupo de seguidores de sua página na rede social Facebook serão investigados por ofensas à juíza federal Adriana Freisleben de Zanetti, da 2ª Vara de Osasco. 

Na última terça (18), a magistrada condenou Frota por injúria e difamação por ter publicado em suas redes sociais uma foto do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) com a frase “a pedofilia é uma prática normal em diversas espécies de animal (sic), anormal é o seu preconceito”. Wyllys nunca disse tal frase. 

A magistrada condenou Frota a 2 anos e 26 dias de detenção, considerando que ele atentou contra a imagem do deputado, mas transformou a pena em uma multa de R$ 295 mil e prestação de serviços à comunidade. O deputado eleito pelo PSL deverá picotar folhas de papel de processos antigos que estão sendo descartados após a informatização da Justiça de Osasco. 

Alexandre Frota, famoso por seus papéis na TV, participa de seu primeiro debate político televisivo. Ele foi convidado pela equipe de Rodrigo Tavares, candidato do PRTB, aliado a Bolsonaro
Alexandre Frota participa de debate político – Gabriela Sá Pessoa/Folhapress

Após ser comunicado sobre a sentença Alexandre Frota, ainda na terça, se manifestou no Facebook colocando em dúvida a imparcialidade da magistrada atribuindo a ela vinculação partidária. “A justiça de Osasco reduto do Pt me condenou (sic)”, diz o texto de apresentação que fez ao compartilhar a notícia da sentença. 

Alexandre Frota também publicou um vídeo zombando da decisão. Na gravação ele corta folhas de papel com uma tesoura e finge chorar. Imediatamente centenas de pessoas comentaram as publicações, grande parte com ofensas à magistrada. 

Na quarta-feira (19) de manhã, Zanetti foi informada por colegas sobre os ataques e passou a fazer cópia das manifestações agressivas. Levou-as ao conhecimento do Ministério Público Federal no mesmo dia.

Com a representação feita por ela, foi aberta uma investigação sobre injúria funcional, quando o agente público é insultado ao desempenhar sua função.

A Procuradoria solicitou ao Facebook a preservação do conteúdo das mensagens ofensivas à magistrada, já que usuários poderiam apagar suas postagens. 

Em seguida, o caso foi encaminhado ao juiz federal Rafael Bispo, de Osasco, que determinou que o Facebook informe a identidade de cada pessoa por trás dos perfis que atacaram a juíza. O caso agora corre sob sigilo. 

A Folha apurou que os investigadores estão trabalhando para que um grupo de pessoas acusadas de ofender a magistrada seja intimado a prestar esclarecimentos à Justiça Federal logo no início de janeiro. 

A juíza Adriana Zanetti também irá processar o futuro deputado na esfera cível, por danos morais.

A Ajufe (Associação dos Juízes Federais), que irá auxiliá-la no processo, divulgou nota em apoio à magistrada dizendo que repudia “as agressões e reitera total apoio à magistrada”. 

“O respeito às decisões judiciais e ao Poder Judiciário é fundamental para a preservação do Estado Democrático de Direito”, diz a carta assinada pelo presidente Fernando Mendes.

Esta não é a primeira vez que Frota entra em colisão com um integrante do Judiciário.

Em julho, ele foi condenado a indenizar em R$ 50 mil Luiz Eduardo Scarabelli por dizer que “o juiz não julgou com a cabeça, julgou com a bunda”, um processo movido por ele contra uma ex-ministra do governo Dilma Rousseff.

Scarabelli absolveu a ex-chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres, no governo Dilma Rousseff, Eleonora Menicucci, processada por Frota por ter criticado a visita dele ao ministro da Educação, Mendonça Filho.

A assessoria de Alexandre Frota foi informada pela Folha sobre o caso, mas não comentou.

Sacanagem e tremenda falta de respeito com Policial Civil 23

Bom Dia!

Senhoras e Senhores!

Na real, querem saber o que é de fato sacanagem e tremenda falta de respeito com Policial Civil?

Sacanagem e falta de respeito é você ter completado o tempo de contribuição e estar apto para usufrui-la e o Estado bem como a Administração da Instituição ficar postergando o direito do profissional;

Sacanagem e falta de respeito é você ser obrigado a ajuizar ação contra o Estado, para assim e tão somente, poder garantir “direitos” que “Ad Cautela” já deveria estar garantido pela Constituição Federal e demais Leis pertinentes e, ter que observar calado, estupefato, tacanha desculpa esfarrapada intitulada de “Ações Repetitivas” e desta forma, ser jogado de lado pelo próprio Sistema, mesmo ciente de ter percorrido mais de dois anos de angústias e sofrimentos nesta mal fadada empreitada do rito processual no que tange ao ajuizamento da ação que Ad Cautela já deveria estar garantida, visto existir Leis específicas;

Sacanagem e falta de respeito é você depois de trinta e oito anos de efetivo trabalho policial, ser tratado com desdenho por funcionário adminstrativo que se intitula ser habilitado para cuidar da pasta pertinente, mas que por interesse até então desconhecido, engaveta o respectivo pedido ou o deixa à deriva à mercê de infortúnios e intempéries sobre à mesa que deveria ser de trabalho, para juntar poeira e desta feita, contribuir sobremaneira com o já tão mau quisto “entrave administrativo”;

Sacanagem e falta de respeito é você ter que ouvir impropérios e desculpas esfarrapadas de “absoluta falta de tempo” de quem deveria estar cumprindo amiúde a função de atualização dos respectivos pedidos e Contagens de Tempo de Serviço dos merecedores ao direito;

Sacanagem e falta de respeito é você descobrir que a pessoa que está incumbida de tamanha responsabilidade, alega absoluta falta de tempo hábil para confeccionar tais pedidos, porém tu descobre que essa mesma pessoa exerce atividades administrativas, semana gorda/semana magra, desta forma, o que deveria ser “trinta” dias corridos do mês acaba tendo descontos dos sábados, domingos e feriados, totalizando, muitas vezes menos de “dez” dias úteis/mês para tal intento;

Sacanagem e falta de respeito é você descobrir que se a pessoa incumbida de tamanha responsabilidade, tirar férias, licença prêmio, fazer Curso na Academia ou ficar doente, fatalmente não haverá uma alma competente para substitui-la; e,

Por fim, termos a ingrata certeza de que os anos de efetivo trabalho dedicados à proteção e segurança da sociedade em nada serão recompensados ou respeitados, pois nem mesmo as promoções devidas, por merecimento ou antiguidade serão seguidas e novamente respeitadas, pois a tinhosa lista de acesso por anos é descumprida e àqueles verdadeiros cumpridores das devidas obrigações profissionais “Operacionais” seguirão na vida sendo novamente desprotegidos, visto que eles não tiveram tempo tampouco saco de ter que puxar saco para auferir tais brioches.

Destarte ao acima descrito externo que mesmo sabedor das injustiças sofridas nunca deixarei de cumprir com a devida atribuição pela qual me foi outorgada, “SERVIR À SOCIEDADE”.

Caronte

SOB NOVA DIREÇÃO – Governo Doria garante a imutabilidade até os 75 anos para Delegados cadeirantes…Para os desapadrinhados, plantonistas e operacionais sem chefia meus sinceros votos de Boas Festas…E aproveitem o que resta do ano, pois 2019 – para vocês – será muito pior! 8

Delegada ‘sincerona’ será a número 2 da Polícia Civil de SP na gestão Doria

Atual diretora do setor de homicídios, Elisabete Sato será a única mulher entre 24 cargos da cúpula

22.dez.2018 às 8h00

  •  

Rogério Pagnan São Paulo

A delegada Elisabete Sato, atual diretora do DHPP (departamento de homicídios), será a número 2 da Polícia Civil de São Paulo na gestão João Doria (PSDB).

Ela foi escolhida pelo futuro delegado-geral, Ruy Ferraz Fontes, para o cargo de delegada-geral adjunta, uma das mudanças previstas para ocorrer janeiro.

A delegada Elisabete Sato durante entrevista em São Paulo – 17.05.2018 – Newton Menezes/Futura Press/Folhapress

Sato está na polícia desde 1976 e, atualmente, é considerada uma das mais importantes delegadas do país. Ocupante de cargos de relevo desde o início dos anos 2000, ela também é conhecida pela personalidade forte, em um estilo “sincerona”, que define como “bocuda”.

Foi a delegada, por exemplo, que no ano passado admitiu problemas da polícia paulista para entrar em algumas favelas na capital, entre elas a Paraisópolis, o que acabou gerando desconforto com integrantes do governo paulista por também ter incluido a PM nesse problema.

Também foi Sato que chegou a desmentir o então secretário Alexandre de Moraes, hoje ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), sobre um mal-estar entre a Polícia Civil e a Polícia Militar durante as investigações da chacina de Osasco (Grande SP) em agosto de 2015.

O hoje ministro do STF negava a existência de problemas entre as duas instituições, em razão de atropelos da Corregedoria na investigação dessas mortes, mas, ao ser questionada em entrevista ao lado de Moraes e do corregedor-geral Levi Félix, Sato confirmou o mal-estar.

Sato será a única mulher entre os 24 cargos mais importantes da Polícia Civil, lista que deve ser anunciada nos próximos dias pela gestão João Doria.

Para o lugar da delegada no DHPP foi indicado o delegado Domingos Paulo Neto, atual diretor do Decap (responsável pela capital), que o Sindicato e a Associação dos delegados queriam que assumisse como delegado-geral, após eleição realizada neste ano entre os associados.

Paulo Neto foi o mais votado de uma listra tríplice, resultado entregue pelos representantes de classe ao governador eleito, mas que foi ignorada pelo tucano. Apesar da iniciativa dos policiais, não há previsão legal para escolha de delegados-gerais por eleição, como ocorre no Ministério Público.

A lista de diretores da Polícia Civil na gestão Ruy Ferraz Fontes tem ainda: Albano David Fernandes (capital), Luis Augusto Castilho Storni (Grande SP), Osvaldo Nico Gonçalves (Decade), Julio Gustavo Vieira Guebert (academia da polícia) José Aparecido Sanches Severo (Denarc), Caetano Paulo Filho (Dipol) e Emygdio Machado Neto (DPPC). 

MILITARIZE, JÁ! – Que quase todo político “paisano” e “esquerdista” é ladrão, Bolsonaro cansou de dizer…O que ele não disse é que tinha amigo PM como testa de ferro das tungadas da família…Agora é tarde, só resta torcer para o Mourão! 50

Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro falta de novo a depoimento; defesa diz que ele foi internado

Fabrício Queiroz deve explicar a movimentação atípica de R$ 1,2 mi em sua conta

21.dez.2018 às 16h21

  •  

Italo Nogueira Rio de Janeiro

O policial militar Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), faltou nesta sexta-feira (21) ao segundo depoimento no Ministério Público do Rio de Janeiro para explicar a movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em sua conta.

A Promotoria afirmou que a defesa do PM disse que ele “precisou ser internado na data de hoje, para realização de um procedimento invasivo com anestesia, o que será devidamente comprovado, posteriormente, através dos respectivos laudos médicos”.

Em foto publicada no Instagram, o senador eleito Flavio Bolsonaro posa com Fabricio Queiroz, ex-assessor parlamentar cuja movimentação financeira despertou suspeitas das autoridades
Em foto publicada no Instagram, o senador eleito Flavio Bolsonaro posa com Fabricio Queiroz, ex-assessor parlamentar cuja movimentação financeira despertou suspeitas das autoridades – : Reprodução / Instagram / Flavio Bolsonaro


O MP-RJ afirmou que vai sugerir ao presidente da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), André Ceciliano (PT), o comparecimento de Flávio Bolsonaro no dia 10 de janeiro para prestar esclarecimento sobre o caso. Os familiares de Queiroz e outros assessores de Flávio Bolsonaro citados no relatório foram chamados a depor no dia 8.

Relatório do Coaf (Conselho de Controle das Atividades Financeiras) apontou que Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017  —entre depósitos, saques e transferências. O órgão considerou atípicos os volumes e a forma com que as operações foram feitas.

Os dados do relatório apontam coincidências entre as datas de pagamento de salários da Alerj, depósitos em espécie na conta de Queiroz e saques em dinheiro pelo policial militar.Queiroz já havia faltado a depoimento na quarta-feira (19) a depoimento no Ministério Público em razão de “urgência médica”.

O Grupo de Atribuição Originária em Matéria Criminal da Procuradoria-Geral da Justiça investiga 21 deputados que tiveram o nome citado em relatório do Coaf —entre eles Bolsonaro.

De acordo com o MP-RJ, alguns deputados procuraram o órgão para prestar esclarecimentos. 

Todo afogado se agarra em palito de fósforo…Cuidado com rabinos, padres, pastores, “médiuns” espíritas ( que porra é essa? ) , pajés, Nelson Gonçalves e até no Keith Richards ; a maioria dos bêbados não faz sucesso e não chega perto dos 80 anos, viu? …E quem cura câncer é bom hospital…Jesus só apaga a luz, confortavelmente …O sofrimento e a conta fica para o povo, familiares e amigos ) 31

Resultado de imagem para keith richards

Quem não gostar…não acredite em mim , né ?

Mas aqui não se cobra nada…kkk  

Delegados que faltaram com a honestidade e moralidade funcional passarão o Natal em casa…( Aproveitem a ceia gorda, minguará nos próximos anos! ) 12

Ministro do STJ manda soltar quatro policiais paulistas envolvidos em tiroteio em Minas

Reynaldo Soares da Fonseca, do Superior Tribunal de Justiça, deu liminar em habeas corpus em favor do delegado Bruno Martins Magalhães Alves, da Polícia Civil de São Paulo, preso desde 21 de outubro; decisão acolhe argumentos da defesa sobre ‘ilegalidade’ da custódia preventiva e se estende a outro delegado e dois investigadores

Paulo Roberto Netto

14 Dezembro 2018 | 19h27

Troca de tiros entre os policiais civis aconteceu no estacionamento de um hospital de Juiz de Fora, na Zona da Mata Mineira Foto: Fernando Priamo/Tribuna de Minas

O ministro Reynaldo Soares da Fonseca, do Superior Tribunal de Justiça, concedeu liminar de habeas corpus e mandou soltar o delegado Bruno Martins Magalhães Alves, da Polícia Civil de São Paulo, envolvido no tiroteio com policiais de Minas, em outubro, entrevero que culminou na morte de um agente da polícia mineira e deixou outras duas pessoas feridas. A decisão do ministro do STJ é extensiva aos outros policiais civis de São Paulo que também participaram da operação em Minas.

A troca de tiros ocorreu no dia 20 de outubro no estacionamento de um condomínio de consultórios médicos ligados ao Hospital Monte Sinai, em Juiz de Fora (MG). Segundo a Polícia Civil mineira, os policiais  davam cobertura a uma transação possivelmente ilegal entre dois empresários. A negociação deu errado quando se descobriu que parte das notas de real que seriam trocadas por dólar eram falsas.

Conforme a Polícia Civil de Juiz de Fora, os policiais de São Paulo estavam fazendo abordagens de armas em punho, quando dois agentes de Minas Gerais teriam se identificado como policiais e tentado rendê-los. Outros policiais paulistas que estavam na retaguarda teriam iniciado o tiroteio. A intensa troca de tiros só parou quando viaturas das polícias Civil e Militar cercaram a área.

Com a decisão liminar, os investigadores Caio Augusto Freitas Ferreira de Lira e Jorge Alexandre Barbosa de Miranda e o delegado Rodrigo Castro Salgado da Costa também serão beneficiados e deixarão o Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem (MG). Todos vão responder ao processo em liberdade.

A decisão teve como base o pedido de revogação impetrado pelo advogado Leonardo Pantaleão, da Pantaleão Sociedade de Advogados, responsável pela defesa dos delegados Bruno Martins Magalhães Alves e Rodrigo Castro Salgado da Costa. O advogado sustentou a ‘ilegalidade da prisão’.

O ministro do STJ, ao concordar com os argumentos da defesa dos delegados da Polícia Civil de São Paulo, estendeu o efeito a todos os demais policiais paulistas presos.

COM A PALAVRA, A DEFESA

O criminalista Leonardo Pantaleão, que defende os delegados Bruno Martins Magalhães Akves e Rodrigo Castro Salgado da Costa, declarou que a decisão do ministro do Superior Tribunal de Justiça é de

‘grande relevância, pois restabelece o equilíbrio processual necessário, capaz de facilitar condições para, durante o tramitar do curso da instrução processual, viabilizar o enfrentamento puramente técnico das respectivas inculpações, o que, indubitavelmente, restaria comprometido com a perpetuação de um encarceramento prematuro, potencialmente violador do principio da não culpabilidade’.

Desculpem-me, Bolsonaro nada tem de idiota…Aliás, não deveriam ofender os portadores de deficiências físicas e intelectuais…Bolsonaro é um deficiente moral e cultural com um Q.I. um pouco acima dos seus eleitores…( É UM PUTA DE UM ESPERTALHÃO…Sabe com ninguém manipular a torpeza humana! ) 54

Bolsonaro vence o concurso ‘idiota de ouro’ na França
16 de dezembro de 2018 por Esmael Morais

Jair Bolsonaro (PSL) foi o grande campeão de uma inusitada competição. Mas não há de que se orgulhar. No prêmio “Cons d’Or” (algo como “Idiotas de Ouro”) o futuro presidente brasileiro venceu em duas categorias: Racista do Ano e Misógino do Ano.

A disputa é promovida pelo programa “Je t’aime, etc.”, um talk show exibido pelo canal estatal France 2.

Na disputa, a produção usou como exemplo um vídeo no qual Bolsonaro discute com a deputada Maria do Rosário, em 2003, e diz que só não a estupraria porque ela “não merece.

https://www.esmaelmorais.com.br/2018/12/bolsonaro-vence-o-concurso-idiota-de-ouro-na-franca/

BAEP de Campinas acerta as contas com ex-parceiro de corporação e de crimes…( Lembro do filme “Internal Affairs” ou Ligações Sujas ) 11

Resultado de imagem para internal affairs

 

Dr. Guerra, dê uma olhada no que está circulando pelo whatsapp sobre uma resistência seguida de morte ocorrida em Indaiatuba, em que dois indivíduos foram mortos. Detalhe, um dos finados é tenente aposentado da PM.
De acordo com informações, policiais militares do BAEP estavam patrulhando em uma estrada quando ouviram disparos de arma de fogo, e, ao averiguarem, localizaram um veículo com dois indivíduos, os quais, apesar da inferioridade numérica, “jogaram pra cima” dos PMs, que apenas reagiram e mandaram os dois pro saco. Apesar de ter sido encontrado forte armamento com a dupla, da violenta troca de tiros apenas um disparo atingiu a viatura no pára-brisa, sem acertar nenhum dos milicianos.
Alguns detalhes estranhos: -Os fatos ocorreram no meio da estrada, mas nenhuma testemunha presenciou-Vasto armamento foi localizado com a dupla, mas “apenas” um tiro atingiu a VTR, sem ferir nenhum policial.-Um dos indivíduos mortos é tenente aposentado da PM, que, segundo consta, está envolvido até os dentes em roubos a caixas eletrônicos-Curiosamente, a última unidade de trabalho desse tenente, antes que se aposentasse, foi no BAEP;-Os PMs que mataram o tenente aposentado pertencem justamente ao BAEP, ou seja, mataram o antigo colega.
Sei não, mas as más línguas estão dizendo que foi queima de arquivo, que esse tenente estava prestes a ser preso pela Polícia Civil e, eventualmente, poderia abrir o bico contra muitos figurões do BAEP que eram parceiros nos seus “bicos explosivos”. BAEP, aliás, que é uma das bandeiras de João Doria para resolver o problema da segurança pública.
Troca de tiros entre PM e suspeitos termina com dois mortos e armas apreendidas, em Campinas

 

Troca de tiros entre PM e suspeitos termina com dois mortos e armas apre…Os dois suspeitos morreram, informou a corporação. Abordagem foi na Estrada Velha de Indaiatuba. Caso foi regist…

Textos do whatsapp:

[Só pra conhecimento qru do BAEP ontem por Indaiatuba, um dos indivíduos mortos trata-se do 2°Ten Ferreira, ultima unidade BAEP e que passou pra inatividade em 2015
[: Qru de caixa eletrônico, já estavam monitorando ele… Teve um Qru uns meses atrás que um Mala falava para o outro ” Vamos Stive ” era este Fulano… Já foi tarde
[: Equipe de Ações Especiais de Polícia durante uma abordagem na estrada velha de Indaiatuba ouviu vários disparos de arma de fogo e foi averiguar. Nas proximidades, visualizou um veículo Troller amarelo descendo de frente com a viatura, os policiais foram efetuar a abordagem e já neste momento foram alvos de disparos, inclusive um  disparo atingiu o para brisa dianteiro da  viatura. Os policiais buscaram abrigo e revidaram a injusta agressão.
Da troca de tiros restou dois marginais em óbito.A ocorrência está aguardando a perícia porém já foram visualizadas duas pistolas e uma metralhadora em poder dos criminosos.[: E sem querer ser leviano, mas tá com muita cara de ser aquelas resistências forjadas da PM.: Os malas cheio de fuzis e acertam um único tiro no para brisa.: Quem atira de fuzil sabe que se vc quiser dá pra descarregar num carro sem erra nenhum: Vai saber até que ponto não foi queima de arquivo. O cara que morreu era tenente. Devia saber mta coisa.: E tem mais. A última unidade antes desse tenente se aposentar era o BAEP.E foi justamente o BAEP que matou o cara.Pra mim tá bem estranho isso daí.Fogo “amigo”

 

Apreensão na casa do ex tenente

 

Imagem incorporada
Imagem incorporada
Imagem incorporada

 

Imagem incorporada

À Direita, trecho de vídeo de quadrilha explodindo caixa eletrônico, em que o mala chama o outro de “Stive”, atribuído ao tenente aposentado.

Imagem incorporada