BLOG DA SEGURANÇA PÚBLICA Resposta

BLOG DA SEGURANÇA PÚBLICA

STF suspende liminar que equipara salários na PCAM Autor: Blog da Segurança Pública January 31, 2008 Remunerações distintas STF suspende liminar que equipara salário de policiais A ministra Ellen Gracie, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu o escalonamento de 5% entre a classe final de delegado de Polícia Civil e a remuneração paga ao delegado-geral de Polícia Civil e de 10% entre as demais classes, nos termos do artigo 130, da Lei do Amazonas 2.271/94

NADA FEITO AO ARREPIO DA LEI… FEITO AO ARREPIO DA MORALIDADE ADMINISTRATIVA Resposta

Outro delegado da PF, outro carro de luxo
01/02/2008
Foto: Kleber Lima/CB

O Toyota Camry, blindado e avaliado em R$ 150 mil: “Nada foi feito ao arrepio da lei”, diz Joaquim Mesquita
Carros de luxo apreendidos em operações contra o crime organizado em todo o país reforçam a frota de veículos que servem à cúpula da Polícia Federal em Brasília. Após o BMW X5 colocado à disposição do então diretor de Inteligência da corporação, delegado Renato Porciúncula, surge outro veículo com histórico parecido. O atual diretor de Logística da PF, delegado Joaquim Mesquita, circula nas ruas da capital à bordo de um Toyota Camry, 2006/2007, blindado e avaliado em R$ 150 mil. A pedido da PF no Mato Grosso do Sul, encarregada da operação Bola de Fogo que, em 2006, resultou na prisão de 92 pessoas, o juiz Odilon de Oliveira, da 3ª Vara da Justiça Federal no estado, autorizou o uso provisório do veículo pela corporação como reforço de sua capacidade operacional. O Toyota, porém, foi trazido para Brasília e hoje é utilizado exclusivamente por Joaquim Mesquita, ocupante de um posto burocrático na máquina policial. Como diretor de Logística, o delegado tem a missão de suprir as necessidades de recursos materiais dos vários setores da PF. No intervalo de sete dias, o Correio flagrou duas vezes o Toyota parado no estacionamento pago do aeroporto de Brasília — ontem e na sexta-feira passada. Nas duas ocasiões, Joaquim estava fora da cidade em viagem a serviço. O veículo ficou parado no local de um dia para o outro. O carro está em nome da Sudamax Indústria e Comércio de Cigarros Ltda., sediada em Cajamar (SP). A empresa, de acordo com a polícia, pertence aos irmãos Peter Young, David Li Mim Young e Daniel Young Lih Shing. Os três foram indiciados no inquérito que apurou aquele que foi considerado o maior esquema de contrabando e comercialização ilegal de cigarros do país. Blindagem Procurado ontem pela reportagem, Joaquim Mesquita foi localizado, por telefone, em Roraima, onde participava de reuniões de trabalho. Ele confirmou que o Toyota fica a sua disposição 24 horas por dia. “O carro está à disposição da Diretoria de Logística da Polícia Federal e eu o utilizo para me deslocar para o trabalho, para o local de residência e também para o aeroporto”, afirmou. Mesquita explicou que o carro foi colocado à disposição da polícia e que não houve indicação de pessoas. Ele justificou que, pelo fato de ser blindado, o veículo oferece segurança que o posto de diretor que ocupa atualmente reivindica. Além disso, o delegado sustentou que a situação é de “pleno” conhecimento da Justiça Federal no Mato Grosso do Sul e que tem toda a documentação relativa à autorização de uso. “Nada foi feito ao arrepio da lei”, garantiu.
Indícios de “uso pessoal” –> –> –>Em reportagem de 17 de dezembro, o Correio revelou que o delegado Renato Porciúncula, ex-diretor de Inteligência da Polícia Federal e atualmente no posto de assessor especial da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), utilizava um BMW X5, avaliado em R$ 300 mil e apreendido durante operação contra o tráfico de drogas, para se deslocar de casa para o trabalho. A PF recebeu autorização para uso do veículo, mas Porciúncula teve o aval da Justiça para levá-lo quando se mudou para o órgão vinculado à Presidência da República em outubro passado. A Secretaria de Controle Interno (Ciset) da Presidência identificou indícios de uso no interesse pessoal e enviou relatório da situação ao Tribunal de Contas da União (TCU). O juiz Sérgio Moro, da 2ª Vara Federal do Paraná, que concedeu a autorização para uso do automóvel, reúne informações para definir se o carro ficará na agência ou retornará à PF.
Fonte: Correio Braziliense

Polícia Civil quer aumentar o número de delegados Resposta

Delegado-geral afirma em Sorocaba que corporação tem R$ 100 milhões este ano
José Jesus Vicente

Da Agência BOM DIA
O delegado-geral de polícia do Estado de São Paulo, Maurício José Lemos Freire, reconheceu ontem, durante reunião da cúpula da Polícia Civil em Sorocaba, que a corporação padece com a falta de delegados.

Maurício disse que aumentar o número de delegados é a prioridade da Polícia Civil, que tem R$ 100 milhões para investir esse ano.

“Faremos o possível para melhorar isso o quanto antes”, disse.

Mas não precisou, no entanto, o déficit desses profissionais e nem estimou uma data para que o problema seja sanado.

Ele esteve em Sorocaba ontem pela manhã, reunido com os 22 diretores de Deinters (Departamentos de Polícia do Interior do Estado) e da Capital para discutir questões internas da corporação, como estratégia de operações, promoções dos servidores e demais problemas relacionados à Polícia Civil de todo o Estado.

Do encontro, no Hotel Fazenda Pitangueiras, também participaram uma centena de policiais de todo o Estado, além deputados e prefeitos da região.

DO INCONSEQÜENTE JOSÉ MARIANO BELTRANE: 1

”Remédio para a paz, muitas vezes, traz sangue” .

Em outras palavras: o pacificador anda de braços dados com a morte.

É claro a morte de negros favelados e policiais mal remunerados; sobre os quais se joga toda a responsabilidade pela violência neste Brasil.

Mas vou dar a minha receita para a paz: “querem diminuir o tráfico de armas e drogas no Brasil, conseqüentemente diminuindo a criminalidade organizada e violenta, acabem com as Polícias Federais e Estaduais.”

Para aplicar uma única Lei Penal e Processual Penal, uma única Polícia; um só Poder Judiciário.

NÃO VAMOS ADMITIR QUE FAÇAM REIVINDICAÇÕES FORA DO TOM, USANDO SITES E BLOGS…DO NAPOLEÔNICO JOSÉ MARIANO BELTRANE 2

Prezado amigo

Repasso como Informe

Quartéis inquietos
Diante de manifestações de militares da ativa e suas mulheres, previstas para esta quinta, o Comando do Exército decretou expediente integral hoje e amanhã, para segurar a rapaziada nos quartéis. A indignação faz sentido.

Um soldado da Polícia Militar do DF receberá R$ 4.117,78 por mês a partir de fevereiro, enquanto, no Exército, um soldado engajado ganha R$ 620 e um capitão com 12 anos de serviço, R$ 3 mil. Brutos.

Exército pode ser chamado ao Rio

“Sobre essa matéria, gostaria de agregar algumas observações, certamente polêmicas para nosso público específico, mais baseadas em uma reportagem radiofônica da Band com declarações, hoje, do Coronel Paúl que foi firme e muito seguro:
O Beltrane é delegado da Polícia Federal, cujos salários são equiparados aos dos Juízes Federais, portanto os mais elevados do serviço público;
A Polícia Federal, em geral, principalmente os agentes, percebem os mais elevados salários públicos e para isso se valeram de paralisações e “operações padrão” que afetaram diretamente a vida da população, levaram na “marra”, arrepiando a hierarquia e a ordem, sem punição ou destituições de quaisquer chefes;
Os policiais militares em que pese à completa e diversificada corrupção, ganham muito pouco para arriscar suas vidas – soldados PM / RJ, cerca de R$ 30,00, por dia – enquanto os da PM / DF recebem R$ 3 600,00 por mês;
Policiais civis realizam paralisações, armados, em horário de expediente, pedem esmolas, com narizes de palhaço, conseguem aumentos e ganham bem mais;
Os Coronéis assumiram responsabilidade e por isso se solidarizaram com o comandante demitido e não estão preocupados com a perda de função;
A hierarquia e a ordem, sejam na administração pública, sejam na iniciativa privada, são obrigações institucionais e naturais de cidadania, não são específicas do “militar”, e a todo o momento não são respeitadas (MST, mensalão, cartões funcionais…).
A demanda principal, portanto é salarial, onde se busca salários dignos e em sintonia com demais salários pagos pelo erário; um dos argumentos: como pode um delegado, advogado recém formado, que exerce o cargo depois de um concurso público, ganhar mais do que um Coronel PM?

Houve inclusive promessa anterior de engajamento do secretário de segurança e do próprio governador para um acerto salarial compatível, prometeram portando.

Pois bem, os Coronéis lideraram a reivindicação, assumiram responsabilidades com os subordinados e comandante geral e, ainda, estão agindo como chefes. Isso trará problemas também para administração e governabilidade estadual e tem que ser assim – porque a lógica do político é diferente da lógica das pessoas de bem e das instituições, principalmente as sérias, os políticos só cumprem com seus compromissos se visualizarem desgastes e perdas, caso contrário a tratativa é “cretina”, fazendo as pessoas de idiotas, postergando atendimento às justas demandas: atualmente, “ganha quem grita mais e pode mais”.

É isso exatamente o que está acontecendo nas FFAA, só que por aqui, no RIO, os Coronéis PM, assumindo sacrifícios funcionais e pessoais, elegeram a causa maior de defesa dos interesses da Instituição, através da obtenção de melhores condições de trabalho a par de remunerações compatíveis e dignas!!

Os Coronéis da PM / RJ, a meu ver, nesse caso específico, adotaram uma postura coerente e corajosa, no mínimo deram um basta ao desdenho, descaso e ao ostensivo desprezo dos burocratas e do Governador. Tomara que dê muita “merda” e, quem sabe, motivação para outras tribos também menosprezadas.

Coronel do Exército assumindo comando de batalhões da PM? Dentre outros absurdos dessa hipótese, bobeia acabam aderindo, mo mínimo, por problemas análogos… Gilso”

30/1/2008 02:00:00 Insubordinação de oficiais derruba o comando da PM Beltrame exonera comandante-geral, dá posse a oficial ‘barbono’ e pune policiais da passeata. 21 coronéis ameaçam entregar cargos e deixar 17 batalhões sem comando. Exército pode ser chamado
Rio – A maior crise na área de Segurança Pública do governo Sérgio Cabral teve seu ápice ontem, com a exoneração do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ubiratan de Oliveira Angelo. A gota d’água para a exoneração de Ubiratan foi a decisão sobre o destino do coronel Paulo Ricardo Paúl, que liderou passeata por aumento de salários no último domingo. Na sexta-feira, em vez de ser exonerado, Paúl foi transferido da Corregedoria Interna para a Diretoria Geral de Ensino e Instrução. O novo comandante-geral é o coronel Gilson Pitta Lopes, chefe do Serviço Reservado e da Inteligência da corporação. O chefe do Comando de Policiamento da Capital, coronel Antônio Carlos Suarez David, foi para o segundo posto na PM, o de chefe do Estado-Maior.A queda de Ubiratan, depois de 392 dias no cargo, deflagrou novo embate entre oficiais da PM e o Palácio Guanabara: no fim da noite, 41 comandantes, diretores e chefes de seção — 21 deles, coronéis — anunciaram que hoje, às 9h, no Quartel General da corporação, vão colocar cargos à disposição de Cabral, deixando 17 batalhões e unidades especiais sem comando. O governo cogita chamar coronéis do Exército para ocupar os postos dos demissionários.
O anúncio da exoneração e do nome do novo comandante foi às 17h30, em entrevista coletiva do secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, que criticou a postura de Ubiratan em relação às manifestações de oficiais. “O coronel deveria ter assumido a sua posição, tomado as rédeas do processo”, afirmou. Beltrame fez questão de ressaltar que policiais cometeram crime militar ao participar de manifestação. “Não vamos aceitar insubordinação”, avisou. Ele determinou abertura de Inquérito Policial Militar para punir os integrantes da passeata de domingo. “Não vamos admitir que façam reivindicações fora do tom, usando sites e blogs. Oito oficiais serão exonerados”, atacou, numa referência clara ao blog do ex-corregedor, Paúl.
BARBONOS
Pitta é fundador e signatário do Manifesto dos Barbonos — grupo de coronéis da ativa que brigava por melhores salários — e aliado de Ubiratan, chamado por ele de “chefe”. A passeata que levou à exoneração de Ubiratan foi uma iniciativa dos coronéis barbonos. Eles acusam Pitta de traição, já que o Serviço Reservado — comandado por ele — filmou a passeata. Um DVD com cenas e legendas com nomes de pessoas foi entregue à Inteligência do Palácio Guanabara na noite de segunda-feira. O DVD foi produzido pela equipe de Pitta. No anúncio do novo comandante-geral, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, disse que o oficial já “renegou a participação no movimento”. Pitta, no entanto, admitiu ter participado, mas ressaltando que “o grupo tomou outro rumo”, o que provocou sua mudança de posição.
O governador Sérgio Cabral evitou qualquer contato com a imprensa. Ele não compareceu ao primeiro evento de sua agenda pública, a inauguração da nova cabine da PM, na Linha Vermelha — onde estava Ubiratan Angelo.
Reportagens de Adriana Cruz, Alfredo Junqueira, Christina Nascimento, Gustavo de Almeida, João Antônio Barros, Marco Antonio Canosa, Maria Inez Magalhães, Maria Mazzei, Paula Sarapu e Vania Cunha.

———————————————————————————————–
ACERCA DAS PALAVRAS ACIMA, TAMBÉM IREI AGREGAR COMENTÁRIOS DESTE BLOG:
Ninguém da geração policial do tal Delegado Federal BELTRANE, hoje ocupando o cargo de Secretário da Segurança do Rio de Janeiro, possui estatura intelectual e moral para chefiar quaiquer órgãos públicos; especialmente as Polícias Civil e Militar daquele Estado.
A Polícia Federal deverá trabalhar 100(cem) anos na mais completa legalidade para compensar os estragos que causou a esta nação; em face de décadas de incompetência e conivência com a criminalidade organizada dentro da Administração Pública Federal e, também, com as máfias internacionais.
Há pouco tempo não se conhecia um setor da Polícia Federal que não estivesse envolvido, por ação ou omissão, com contrabando ou tráfico de cocaína.
Diga-se de passagem, o melhor pó vinha sempre pelas mãos de agentes da Polícia Federal.
E os seus bons vencimentos – não nos esqueçamos – foram conquistados mediante perseguições políticas aos adversários do Governo e, também, extorquidos do próprio Governo Federal.
O referido Beltrane está possuido pela síndrome de Napoleão; não demora vai cair do cavalo.
E, posteriormente, iremos passar o seu passado a limpo.
Já que a ignorância e o despreparo desse Senhor são manifestos.
Por fim, a Polícia Federal agora é moda, mas só engana aos ingênuos.
Continua tão corrupta e inépta como sempre foi.
Para usar de outro modismo: possui DUAS CARAS.
Uma velha e outra nova; não putrefata…
Ainda não!

A RESPOSTA PRA PERGUNTA QUE VOCÊ ME FEZ 1

DR. GUERRA,

PORQUE NO DEINTER-6, SÓ OS 4A. CLASSE TÊM CHANCE ?

O ASSISTENTE DO EX-SECCIONAL E FUTURO TITULAR DA CIRETRAN DE PRAIA GRANDE É 4A. CLASSE, O ASSISTENTE DO DIRETOR TAMBÉM, OS ADJUNTOS DO PRIMEIRO E SEGUNDO DPS DE SANTOS TAMBÉM, ALÉM DO ASSISTENTE DA DIG, QUE TAMBÉM É 4A. CLASSE.

CADÊ A HIERARQUIA E ANTIGUIDADE ?

Resposta: um 5a. classe é mais honesto que um 4a.; um 4a. mais honesto que um 3a.; um 3a. mais honesto que um 2a classe e um 2a. mais honesto que um Delegado da 1a. classe.

Absolutamente honestos apenas os classes especiais.

Entendeu?

CHACINAS NO GUARUJÁ 1

SP: Guarujá tem segunda chacina em 48 horas.
Quatro pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em uma chacina no Guarujá, litoral de São Paulo, na noite de ontem.
As vítimas estavam em um bar da periferia e foram surpreendidas por um grupo em duas motos, que passou no local atirando.
De acordo com a Globonews, os feridos foram levados para o hospital da cidade.
Esta foi a segunda chacina no Guarujá em menos de 48 horas.
Na madrugada de terça-feira, três jovens foram mortos a tiros no quintal da casa em que estavam no bairro de Enseada.

A CAIXA PRETA DA POLÍCIA CIVIL DENOMINADA “VERBA RESERVADA” 4

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Diz a lenda que o Conselho da Polícia Civil conta, mensalmente, com uma verba destinada ao custeio de despesas com diligências, diárias, acomodação e transporte de policiais e presos em trânsito neste Estado e no país, na ordem de R$ 600.000,00.
Escrevo “diz a lenda” em razão de não poder provar a existência da aludida verba reservada, tampouco a forma como é dividida entre os diversos departamentos policiais.
Todavia – do desastre que foi a matéria inicial do Jornal Nacional de ontem; jocosamente acerca de moda masculina – pelas explicações dadas pelo impoluto Diretor do DIRD, revela-se, verdadeiramente, haver verbas destinadas aos serviços policiais extraordinários.
Por tal a existência de “dinheiro vivo” para a aquisição dos ternos.
E conforme as palavras do  Ilmº Titular do Departamento, os recibos de R$ 300,00, além dos ternos, eram referentes a gastos com comida e até viagens.
Podendo-se concluir, de fato, pela existência de uma grande verba manipulada pelos Srs. Diretores de Departamento; possivelmente, conforme a acusação de superfaturamento feita pelo Cesár Tralli, ontem, durante o Jornal Nacional , no caso do DIRD, desviadas em proveito próprio e sem maior fiscalização por parte do Tribunal de Contas.
Como o nosso Corregedor-geral anda tonto com tantos escândalos , provavelmente, será mais uma apuração levada a cabo pelo Ministério Público Estadual.
Quantos de vocês já receberam diárias?
Poucos é claro, mas dinheiro parece não faltar.
Resta saber para que bolso o dinheiro vai…
Bolso de um Armani; obviamente.
__________________

A CAIXA PRETA DA POLÍCIA CIVIL DENOMINADA "VERBA RESERVADA" 45

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Diz a lenda que o Conselho da Polícia Civil conta, mensalmente, com uma verba destinada ao custeio de despesas com diligências, diárias, acomodação e transporte de policiais e presos em trânsito neste Estado e no país, na ordem de R$ 600.000,00.
Escrevo “diz a lenda” em razão de não poder provar a existência da aludida verba reservada, tampouco a forma como é dividida entre os diversos departamentos policiais.
Todavia – do desastre que foi a matéria inicial do Jornal Nacional de ontem; jocosamente acerca de moda masculina – pelas explicações dadas pelo impoluto Diretor do DIRD, revela-se, verdadeiramente, haver verbas destinadas aos serviços policiais extraordinários.
Por tal a existência de “dinheiro vivo” para a aquisição dos ternos.
E conforme as palavras do  Ilmº Titular do Departamento, os recibos de R$ 300,00, além dos ternos, eram referentes a gastos com comida e até viagens.
Podendo-se concluir, de fato, pela existência de uma grande verba manipulada pelos Srs. Diretores de Departamento; possivelmente, conforme a acusação de superfaturamento feita pelo Cesár Tralli, ontem, durante o Jornal Nacional , no caso do DIRD, desviadas em proveito próprio e sem maior fiscalização por parte do Tribunal de Contas.
Como o nosso Corregedor-geral anda tonto com tantos escândalos , provavelmente, será mais uma apuração levada a cabo pelo Ministério Público Estadual.
Quantos de vocês já receberam diárias?
Poucos é claro, mas dinheiro parece não faltar.
Resta saber para que bolso o dinheiro vai…
Bolso de um Armani; obviamente.
__________________

PARABÉNS AOS POLICIAIS DO DENARC Resposta

PARABÉNS AOS POLICIAIS DO DENARC

Parabéns pela coragem desses policiais que denunciaram os desvios de cocaína do DENARC.
Corregedoria Geral nada resolveria no caso de uma representação pelas vias hierárquicas.
Aliás, provavelmente o policial seria punido e sumariamente removido para o túmulo.
Assim, outra alternativa não há afora denunciar “superiores” CORRUPTOS para a imprensa.

http://flitparasilante.blogspot.com/2008/01/o-governador-jose-serra-acaba-de.html

O GOVERNADOR JOSÉ SERRA ACABA DE DETERMINAR O IMEDIATO AFASTAMENTO DE DIVISIONÁRIO DO DETRAN Resposta


O Governador extirpará a “banda podre” da Polícia Civil?
Uma insuspeita fonte palaciana acaba de nos informar que  meu governador , hoje, pela manhã,   antes de embarcar para encontro com Aécio, em Belo Horizonte, teria convocado reunião  e reiterado que Marzação providenciasse a imediata exoneração de um “famoso” e “valoroso” Divisionário do Detran, um dos meninos de ouro do DENARC. A bronca diz respeito a suposta relutância em despachá-lo para a Nasa.  Mas ,  apesar dos amigos influentes,  a autoridade continua muito falada e investigada pelo Ministério Público;  por muita gente  é tido como um dos maiores comerciantes de uma certa mercadoria produzida na Bolívia e Venezuela. Fama ele tem, dinheiro também tem muito, dupla  cidadania idem, mas duvido que o peguem , salvo pelo CPF. O resto já foi aspirado.  
Aguardemos, segundo a fonte o governador teria sido  informado que uma matéria feita pela rede Globo poderia acarretar desgastes políticos, dando mais pano para a cérebre frase do megatraficante Abadia: “se querem acabar com tráfico fechem o Denarc”.  E a nossa Corregedoria por onde anda?  Como o referido pode ser o mais importante dos divisionairos do RUYZITO?  Serão todos cegos, surdos e mudos!
Será que…Ah, só ingênuos!